Conheça a história de Bruninho Rezende! Início no vôlei, equipes, premiações, estatísticas e tudo sobre o levantador brasileiro

Campeão brasileiro, campeão italiano, campeão mundial, campeã olímpico… e por aí vai. Bruninho Rezende é certamente um dos maiores levantadores da história do vôlei!

O atleta carioca colecionou inúmeros títulos por equipes do Brasil, da Itália e, claro, com a gloriosa amarelinha da seleção. Um currículo de dar inveja a qualquer esportista!

A história do jogador merece destaque especial. Por isso, reunimos as principais informações sobre Bruninho do Vôlei: lista de troféus, equipes, curiosidades, biografia, início da carreira e muito mais!

Quem é Bruninho do Vôlei?

quem é bruninho do volei
Bruninho é jogador brasileiro de vôlei

Bruno Mossa de Rezende, também conhecido como Bruninho, é um jogador brasileiro de vôlei que atua como levantador.

Filho de Bernardinho e Vera Mossa, o atleta nasceu no Rio de Janeiro em 2 de julho de 1986. Atualmente, defende a equipe italiana Lube Civitanova.

Bruninho já foi campeão das competições mais importantes do voleibol como Liga Mundial, Olimpíadas, Pan-Americano, Liga dos Campeões da Europa e Mundial de Clubes.

Tanto no Brasil quanto na Itália, o levantador passou pelas principais equipes nacionais. Faturou a Superliga Brasileira, o Campeonato Italiano e cravou o seu nome na história.

Como Bruninho Rezende começou no vôlei?

como bruninho começou no volei
Bruno já foi treinado por seu pai Bernardinho

Bruninho começou no vôlei com 10 anos de idade. Sua primeira equipe foi o Fluminense, do Rio de Janeiro. Ao se mudar para Campinas, entretanto, passou a se envolver com outros esportes e deixou as quadras de lado por aproximadamente quatro anos.

Além do voleibol, Bruno também gostava de praticar badminton e futebol. Pelo primeiro esporte, o carioca chegou a ser campeão do Pan-Americano na categoria infantojuvenil.

Foi apenas com 14 anos que o jovem atleta decidiu voltar para o vôlei. Com 15, focou apenas nas quadras e, desde então, nunca mais as abandonou.

Filho de Bernardinho, ex-levantador e um dos maiores técnicos da história do esporte, e de Vera Mossa, também jogadora, Bruninho resolveu trilhar o mesmo caminho da família.

Equipes de Bruninho do Vôlei

  • Unisul Florianópolis (Brasil) – 2003 a 2005
  • Cimed Florianópolis (Brasil) – 2005 a 2011
  • Casa Modena (Itália) – 2011
  • Cimed Florianópolis (Brasil) – 2011 a 2012
  • RJX (Brasil) – 2012 a 2014
  • DHL Modena (Itália) – 2014 a 2016
  • SESI São Paulo (Brasil) – 2016 a 2017
  • Azimut Modena (Itália) – 2017 a 2018
  • Lube Civitanova (Itália) – 2018 até hoje

História de Bruninho Rezende

equipes de bruninho do volei
Bruninho atuou por equipes brasileiras e italianas

Bruninho despontou no vôlei atuando pelo Cimed, equipe brasileira pela qual atuou até 2011. Foi durante essa passagem que o levantador faturou os seus primeiros títulos de grande expressão e recebeu as primeiras convocações para a seleção.

Nesse período, Bruno conquistou quatro títulos da Superliga Masculina, cinco edições do Campeonato Catarinense, uma Copa Brasil e um Campeonato Sul-Americano. Todos vestindo a camisa da agremiação de Florianópolis.

Pela seleção, sob os olhares desconfiados da torcida, ganhou notoriedade ao integrar o time de Bernardinho no Pan-Americano do Rio de Janeiro em 2007 após o corte do levantador titular Ricardinho.

Como Bruninho ainda era muito jovem e, de quebra, filho do técnico, o jogador precisou conviver com críticas do público. Muitos achavam que ele ainda não estava preparado para representar a amarelinha. E que o parentesco com o treinador teria facilitado a convocação.

bruninho volei lube civitanova
Bruninho em ação pelo Lube Civitanova, da Itália

Com o tempo, o carioca mostrou a sua força dentro de quadra, se consolidou como titular da posição e herdou a faixa de capitão da seleção. Ao mesmo tempo em que se tornava um dos melhores levantadores do mundo, ganhava cada vez mais experiência na Itália.

Em solo europeu, defendeu as cores de duas equipes: Modena e Lube Civitanova. Venceu dois títulos do Campeonato Italiano, duas Copas da Itália, uma Supercopa da Itália, uma Liga dos Campeões e um Mundial de Clubes. Currículo de dar inveja!

No Brasil, chegou a disputar torneios RJX, do Rio de Janeiro, e SESI, de São Paulo. Bruninho se tornou símbolo de técnica, raça, liderança e glória.

Confira outros textos sobre vôlei:

Títulos de Bruninho Rezende por clubes

  • Superliga Brasileira – Unisul (2003/04)
  • Superliga Brasileira – Cimed (2005/06)
  • Superliga Brasileira – Cimed (2007/08)
  • Superliga Brasileira – Cimed (2008/09)
  • Superliga Brasileira – Cimed (2009/10)
  • Campeonato Sul-Americano – Cimed (2009)
  • Superliga Brasileira – RJX (2012/13)
  • Copa da Itália – Modena (2014/15)
  • Supercopa da Itália – Modena (2015/16)
  • Copa da Itália – Modena (2015/16)
  • Campeonato Italiano – Modena (2015/16)
  • Campeonato Italiano – Civitanova (2018/19)
  • Liga dos Campeões da Europa – Civitanova (2019)
  • Mundial de Clubes – Civitanova (2019)

Bruninho na seleção brasileira de vôlei

bruninho ouro olimpiadas rio
Bruninho conquistou o ouro nas Olimpíadas do Rio

A primeira medalha de Bruninho na seleção brasileira foi em 2006. Atuando como levantador reserva, mas pisando em quadra em uma oportunidade, o carioca venceu a Liga Mundial junto de craques como Giba, Murilo e Dante.

Em 2008, Bruno disputou a sua primeira Olimpíada. A estreia do jogador, no entanto, foi amarga: o Brasil perdeu para os Estados Unidos na final de Pequim e ficou com a prata.

A partir daí, o levantador brasileiro tornou-se titular incontestável da posição, empilhando troféus de Liga Mundial, Copa do Mundo, Pan-Americano, Campeonato Mundial, Sul-Americano e outros torneios internacionais de grande calibre.

Em 2016, como capitão do Brasil, viveu o melhor momento de sua carreira. Junto com a seleção, subiu ao lugar mais alto do pódio da Olimpíada do Rio e finalmente conquistou a medalha de ouro que faltava para a coleção.

Como se não bastasse o primeiro lugar, Bruninho também foi eleito o melhor levantador dos Jogos Olímpicos sediados na capital carioca!

Títulos de Bruninho Rezende pela seleção brasileira

  • Campeonato Mundial – 2010
  • Copa dos Campeões – 2009, 2013 e 2017
  • Copa do Mundo – 2007 e 2019
  • Liga Mundial – 2006, 2007, 2009 e 2010
  • Olimpíada – 2016
  • Pan-Americano – 2007 e 2011
  • Sul-Americano – 2007, 2009, 2011, 2013 e 2017

Curiosidades de Bruninho do Vôlei

bruninho campeao olimpico 2016
Confira curiosidades sobre Bruninho

Bruninho poderia ter seguido outros caminhos quando mais jovem, pois também praticava badminton e futebol. Por fim, preferiu optar pelo vôlei aos 15 anos de idade.

Seu pai, Bernardinho, após se separar de Vera Mossa, casou-se com a ex-levantadora Fernanda Venturini. Em entrevistas, Bruno admitiu que a relação com a madrasta não era boa no início e que só melhorou após o nascimento de Júlia, filha do casal.

O atleta costuma se posicionar sobre política nas redes sociais. A propósito, ele é bem ativo por lá! Ele possui um milhão de seguidores apenas no Instagram.

Bruninho é amigo próximo de celebridades brasileiras como Neymar, Thiaguinho, Gabriel Medina e Luciano Huck.

Premiações de Bruninho Rezende

  • Melhor levantador da Superliga Brasileira (2006)
  • Melhor levantador da Superliga Brasileira (2007)
  • Melhor levantador da Copa América (2007)
  • Melhor levantador da Superliga Brasileira (2008)
  • Melhor levantador da Copa América (2008)
  • Melhor levantador da Superliga Brasileira (2009)
  • MVP do Sul-Americano de Clubes (2009)
  • Melhor levantador da Copa dos Campeões (2009)
  • Melhor levantador do Pan-Americano (2011)
  • Melhor levantador da Superliga Brasileira (2012)
  • Melhor levantador da Liga Mundial (2013)
  • Melhor levantador do Sul-Americano (2013)
  • Melhor levantador da Copa dos Campeões (2013)
  • Melhor levantador das Olimpíadas (2016)
  • Melhor levantador do Sul-Americano (2017)
  • Melhor levantador do Mundial de Clubes (2019)
  • MVP do Mundial de Clubes (2019)

Nosso material especial sobre Bruninho do Vôlei fica por aqui! O que achou deste texto? Deixe sua opinião nos comentários! O seu feedback é sempre muito importante!

Aproveite para continuar navegando na Esportelândia! Também falamos sobre outros esportes como basquete, futebol, surf, skate – além de games e esports.

*Última atualização em 23 de janeiro de 2020

Comentários

Salvar
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
WhatsApp
Pin