Relembre a trajetória de Michael Phelps, o maior medalhista olímpico da história! Início no esporte, títulos e curiosidades

Michael Phelps é a maior lenda dos Jogos Olímpicos. O nadador norte-americano conquistou 28 medalhas na história da competição, mais do que qualquer outro atleta.

Se você está atrás das principais informações sobre o craque das piscinas, aqui é o lugar certo! Produzimos um guia completíssimo sobre Phelps. Resumimos sua história na natação, participações em torneios internacionais e muitas curiosidades.

Biografia de Michael Phelps

biografia de michael phelps
Nadador é o maior medalhista da história das Olimpíadas

Michael Fred Phelps II é um nadador profissional aposentado. Ele nasceu na cidade de Baltimore, nos Estados Unidos, em 30 de junho de 1985.

Em sua carreira, acumulou 65 ouros, 14 pratas e 3 bronzes em torneios internacionais de grande expressão, como Olimpíadas, Mundiais e Pan-Pacíficos. Ele se aposentou definitivamente em 2016 após os Jogos do Rio de Janeiro.

Especificamente nos Jogos Olímpicos, Phelps é o maior medalhista da história da competição se levarmos em consideração todas as modalidades esportivas. Foram 28 medalhas em quatro edições disputadas.

O atleta tem 1,93m de altura, pesa 88kg e foi treinado por Bob Bowman. Seus apelidos são: “Flying Fish” (Peixe Voador) e “The Baltimore Bullet” (A Bala de Baltimore).

História de Michael Phelps

historia de michael phelps
Michael Phelps começou a nadar com cinco anos de idade

Filho de Deborah Sue e Michael Fred, Phelps nasceu no distrito de Rodgers Forge. Ele cresceu nessa região com as duas irmãs mais velhas, Hilary e Whitney.

Seus pais se separaram em 1994, quando tinha apenas nove anos de idade – um trauma que trouxe várias consequências negativas para a sua vida. Em 2003, completou o Ensino Médio na Towson High School.

Como Michael Phelps começou na natação?

Michael Phelps começou a nadar com cinco anos de idade inspirado por suas irmãs mais velhas. Whitney chegou a ser nadadora profissional e quase conseguiu se classificar para a Olimpíada de Atlanta, mas precisou encerrar a carreira precocemente por conta de lesões.

Em entrevistas, o norte-americano costuma dizer que as piscinas serviam como forma de escape para seus problemas pessoais, como, por exemplo, as intensas brigas entre os pais.

Com dez anos, Phelps bateu o recorde nacional dos 100 metros borboleta em campeonatos juvenis. A partir daí, começou a treinar no clube North Baltimore Aquatic sob a tutela do técnico Bob Bowman – que o acompanhou durante o resto da carreira.

Em 2000, com 15 anos, o nadador se classificou para a Olimpíada de Sydney, tornando-se o norte-americano mais jovem a disputar os Jogos desde Ralph Flanagan em 1932.

Amplie seu conhecimento sobre natação:

Michael Phelps nas Olimpíadas

michael phelps nas olimpiadas
Norte-americano disputou cinco edições de Olimpíadas

Michael Phelps conquistou 28 medalhas em quatro edições de Olimpíadas: 23 ouros, 3 pratas e 2 bronzes. Ele detém quatro recordes da competição até hoje:

  • Maior medalhista (28)
  • Maior medalhista de ouro (23)
  • Maior medalhista em eventos individuais (16)
  • Maior medalhista de ouro em eventos individuais (13)

Michael Phelps na Olimpíada de Atenas 2004

Após passar a Olimpíada de Sydney em branco, Michael Phelps conseguiu os índices necessários para disputar diversas provas em Atenas, 2004.

O desempenho do nadador foi de seis ouros (100 e 200m borboleta, 200 e 400m medley, 4x200m livre e 4x100m medley) e dois bronzes (200m livre e 4x100m livre).

Na Grécia, Phelps quebrou dois recordes mundiais e dois recordes olímpicos. Além disso, se tornou o segundo atleta a vencer mais ouros em uma única edição (a melhor marca ainda era de Mark Spitz, em 1972, com sete medalhas).

Michael Phelps na Olimpíada de Pequim 2008

michael phelps pequim 2008
Michael Phelps em Pequim

Quatro anos depois, Michael Phelps realizaria a sua melhor Olimpíada da história em Pequim, 2008, alcançando números expressivos na competição.

O norte-americano conseguiu a façanha de faturar oito ouros: 4x200m livre, 4x100m livre e medley, 100 e 200m borboleta, 200m livre e, finalmente, 200 e 400m medley.

Phelps quebrou um recorde norte-americano, sete recordes mundiais e dois recordes olímpicos. Além disso, se tornou o atleta com mais ouros conquistados em uma única edição de Olimpíada, ultrapassando Mark Spitz (7 medalhas, 1972).

Curiosidade: na prova dos 200m borboleta, o nadador perdeu seus óculos no meio da corrida. Ele completou os últimos 100m sem enxergar quase nada debaixo d’água!

Michael Phelps na Olimpíada de Londres 2012

A Olimpíada de Londres, em 2012, foi a “pior” edição de Michael Phelps na história: quatro ouros (100m borboleta, 200m medley, 4x200m livre e 4x100m medley) e duas pratas (200m borboleta e 4x100m livre).

Nos 400m medley, o nadador ficou em quarto lugar atrás de Ryan Lochte, Thiago Pereira e Kosuke Hagino – a primeira prova desde 2000 que Phelps não foi medalhista.

A competição na Inglaterra marcou o maior feito do norte-americano na carreira: mais medalhas na história dos Jogos Olímpicos. Ele ultrapassou a ginasta Larisa Latynina (18), que, inclusive, estava presente no local.

Michael Phelps na Olimpíada do Rio 2016

michael phelps olimpíadas
Atleta terminou a carreira com 28 medalhas olímpicas

Após ter anunciado a sua primeira aposentadoria em 2012, Michael Phelps voltou à ativa em 2016, quando disputou sua quarta e última Olimpíada.

No Rio, o nadador conseguiu adicionar mais seis medalhas na coleção: cinco ouros (200m borboleta e medley, 4x100m livre e medley e 4x200m livre) e uma prata (100m borboleta).

Assim Phelps encerrou, definitivamente, a carreira profissional – cravando seu nome no hall dos maiores esportistas de todos os tempos.

Medalhas olímpicas de Michael Phelps

  • 100m borboleta – ouro (Atenas 2004)
  • 200m borboleta – ouro (Atenas 2004)
  • 200m medley – ouro (Atenas 2004)
  • 400m medley – ouro (Atenas 2004)
  • 4x200m livre – ouro (Atenas 2004)
  • 4x100m medley – ouro (Atenas 2004)
  • 200m livre – bronze (Atenas 2004)
  • 4×100 livre – bronze (Atenas 2004)
  • 100m borboleta – ouro (Pequim 2008)
  • 200m borboleta – ouro (Pequim 2008)
  • 200m livre – ouro (Pequim 2008)
  • 200m medley – ouro (Pequim 2008)
  • 400m medley – ouro (Pequim 2008)
  • 4x200m livre – ouro (Pequim 2008)
  • 4x100m livre – ouro (Pequim 2008)
  • 4x100m medley – ouro (Pequim 2008)
  • 100m borboleta – ouro (Londres 2012)
  • 200m medley – ouro (Londres 2012)
  • 4x200m livre – ouro (Londres 2012)
  • 4×100 medley – ouro (Londres 2012)
  • 200m borboleta – prata (Londres 2012)
  • 4x100m livre – prata (Londres 2012)
  • 200m borboleta – ouro (Rio 2016)
  • 200m medley – ouro (Rio 2016)
  • 4x100m livre – ouro (Rio 2016)
  • 4x100m medley – ouro (Rio 2016)
  • 4x200m livre – ouro (Rio 2016)
  • 100m borboleta – prata (Rio 2016)

Curiosidades de Michael Phelps

curiosidades michael phelps
Nadador criou a instituição Michael Phelps Foundation

Os maiores ídolos de Michael Phelps no esporte são Ian Thorpe (natação) e Michael Jordan (basquete). Ainda sobre inspirações, o técnico Bob Bowman foi praticamente um pai para o atleta desde os 11 anos de idade.

Apesar do sucesso estrondoso na carreira, o nadador lidou com problemas pessoais. Após a Olimpíada de Londres, foi diagnosticado com depressão e precisou lidar com o vício em bebidas e jogos. Ele foi flagrado dirigindo alcoolizado em algumas oportunidades.

Phelps possui Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH). As piscinas ajudaram a tratar esse distúrbio quando ele era criança. E por falar em infância, o nadador foi vítima de bullying na escola por causa das suas orelhas grandes.

O sucesso de Phelps nas piscinas também tem a ver com o seu biotipo. Ele tem 1,93m de tronco, 1,70m de braços, 2,01m de envergadura e pés tamanho 43. Essas dimensões, aliadas ao trabalho duro e a elasticidade, fizeram do atleta uma verdadeira máquina.

O norte-americano tinha medo de água quando começou a treinar. Ele não colocava a cabeça para dentro da piscina e, por isso, se especializou no nado costas. Com o tempo, aprendeu a superar a fobia.

O esportista é dono de uma instituição chamada Michael Phelps Foundation. O projeto incentiva a prática da natação e ajuda a formar novos atletas.

Recordes de Michael Phelps ainda vigentes

  • 400m medley mundial em piscina longa – 4:03.84
  • 4x100m medley mundial em piscina longa – 3:27.28
  • 4x100m livre mundial em piscina longa – 3:08.24
  • 4×200 livre mundial em piscina longa – 6:58.55
  • 200m livre olímpico – 1:42.96
  • 200m borboleta olímpico – 1:52.03
  • 200m medley olímpico – 1:54.23
  • 400m medley olímpico – 4:03.84
  • 4x100m medley olímpico – 3:27.95
  • 4x100m livre olímpico – 3:08.24
  • 4x200m livre olímpico – 6:58.56

Livro do Michael Phelps

livro michael phelps
Livro do Michael Phelps

Você pode conferir a história de Michael Phelps através do livro biográfico Sem Limites – Incansável Busca, de Alan Abrahams.

A publicação conta como o nadador se tornou um fenômeno das piscinas e, acima de tudo, te inspira a conquistar objetivos na vida. Ótima recomendação!

Clique aqui para comprar o livro do Michael Phelps

Agora que você sabe tudo sobre Michael Phelps, que tal outras sugestões de leitura?

*Última atualização em 24 de fevereiro de 2020

Comentários

Salvar