Saiba como começou a carreira de Fê Garay, sua história na Seleção Brasileira e as conquistas por clubes brasileiros e do exterior!

Em 11 de agosto de 2012, Fernanda Garay marcou o ponto mais importante de toda a sua carreira. A camisa 16 da Seleção Brasileira foi a responsável pelo ataque que confirmou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres.

Aquela medalha é a mais importante de uma longa galeria de conquistas de Fê Garay. Nas últimas décadas, a ponteira se consolidou como uma das principais jogadoras do voleibol brasileiro.

Quer saber quais outras conquistas ela ostenta em seu currículo? Nós vamos te contar sobre os títulos e todos os detalhes da história de Fernanda Garay!

Infográfico: as conquistas de Fernanda Garay

Infográfico das conquistas de Fernanda Garay no vôlei

Quer compartilhar essa imagem no seu site ou blog? Basta copiar o código abaixo:

Quem é Fernanda Garay?

Nascida em Porto Alegre, em 10 de maio de 1986, Fernanda Garay é uma das atletas mais vitoriosas do voleibol brasileiro nas últimas décadas.

Fê Garay foi campeã dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, pela Seleção Brasileira, e conquistou uma série de outros títulos pela equipe nacional e pelos clubes que passou, como o Mundial de Clubes pelo Osasco, também em 2012.

Fora do Brasil, a ponteira jogou no Japão, na Turquia, na Rússia e na China. Mas sua história no voleibol começou mesmo no Rio Grande do Sul.

Como Fernanda Garay começou no vôlei?

Os primeiros passos de Fernanda Garay no vôlei foram em Porto Alegre. Ela começou na escolinha de voleibol da Sogipa em 1997 e, no ano seguinte, foi convidada pelo professor Osmar Pohl para integrar as equipes de competição do clube gaúcho.

Fernanda Garay no Sogipa

Aos 14 anos, já com 1,81m de altura e ainda com idade para disputar a categoria infantil, Fê Garay atuava como central da Seleção Gaúcha Juvenil e recebeu sua primeira convocação para a Seleção Brasileira Infanto-Juvenil.

Pouco depois, ela iniciou sua carreira profissional e passou a jogar em uma nova posição.

Quando Fê Garay iniciou sua carreira profissional no vôlei?

Em 2001, o técnico da seleção adulta Marco Aurélio Motta sugeriu que Fernanda Garay mudasse de posição. Por causa de sua altura, o treinador aconselhou que ela deixasse de ser central e passasse a treinar como ponteira.

Perto de completar 16 anos, a jogadora gaúcha foi para o voleibol paulista, contratada pelo São Caetano/Açúcar União.

Naquele mesmo ano, Fê Garay conquistou o Campeonato Sul Americano Infanto-juvenil e foi eleita MVP da competição já como ponteira.

Fernanda Garay na seleção brasileira juvenil

Em 2005, por sua vez, Fê Garay foi campeã do Campeonato Mundial Juvenil, em Ankara, na Turquia. Ali, ela se aproximava cada vez mais da estreia na Seleção Brasileira principal.

Quando Fernanda Garay foi convocada pela primeira vez para a Seleção Brasileira?

A história de Fernanda Garay na Seleção Brasileira adulta começou em 2006, quando ela integrou o grupo que conquistou a Copa Pan-Americana, em San Juan, Porto Rico.

Três anos depois, a ponteira foi campeã do torneio Final Four em Lima, no Peru. Sua trajetória de títulos pela Seleção Brasileira estava apenas começando!

Em 2010, Fernanda Garay teve a chance de integrar seleção principal na campanha do vice-campeonato no Mundial do Japão. Já 2011 foi o ano da medalha de ouro dos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara e do segundo lugar do Grand Prix.

Campeã olímpica em Londres

Fernanda Garay medalha de ouro em Londres em 2012

Em 2012, Fernanda Garay atingiu o ápice de sua história na Seleção Brasileira de vôlei. Convocada por José Roberto Guimarães para os Jogos Olímpicos, ela marcou o ponto decisivo da grande final, assegurando a conquista da medalha de ouro. Além disso, a ponteira foi a melhor passadora da competição.

Em 2013, Fê Garay ajudou a Seleção a conquistar o Montreaux Volley Masters e foi eleita a MVP da competição. Aquele ano ainda teve as conquistas do Grand Prix de Voleibol da FIVB e da Copa dos Campeões.

Já na temporada 2014/2015, Fernanda Garay foi campeã do Grand Prix de Voleibol da FIVB e levou a medalha de bronze no Mundial.

A ponteira ainda esteve nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, quando a Seleção Brasileira buscava o tricampeonato olímpico. Porém, uma frustrante derrota para a China, por 3 a 2, nas quartas de final, fez com que o Brasil não chegasse à disputa por medalhas pela primeira vez desde o sexto lugar em 1988.

Qual foi a primeira equipe de Fernanda Garay?

A primeira equipe da carreira de Fernanda Garay foi o São Caetano. Em 2002, ela deixou o Rio Grande do Sul para defender a equipe do ABC Paulista. Sua passagem por lá durou duas temporadas.

Em 2004, Fê Garay assinou contrato com o Fiat/Minas e teve a oportunidade de jogar sua primeira Superliga, já que a equipe mineira aproveitava atletas da categoria de base.

Após quatro temporadas em Belo Horizonte, a ponteira voltou para São Paulo em 2008, ao assinar contrato com o Pinheiros, clube pelo qual conquistou o Campeonato Paulista de Vôlei do ano seguinte.

Experiência no voleibol japonês

Foi em 2010 que Fernanda Garay teve sua primeira experiência em um clube do exterior. Ela partiu para o voleibol japonês, para defender o NEC, em Kawasaki.

Fernanda Garay no vôlei japonês

Além da dificuldade com o idioma e a falta de experiência internacional, a jogadora brasileira precisou enfrentar as consequências de um desastre natural.

Em dia 11 de março de 2011, um terremoto que atingiu a escala de 8.9 causou um Tsunami que devastou o Japão. Diante do risco de um acidente nuclear, o Campeonato Japonês foi suspenso. Mesmo diante de todas essas adversidades, a ponteira brasileira terminou a competição como a maior pontuadora.

Retorno ao voleibol brasileiro

A temporada 2011/2012 marcou a volta de Fê Garay ao voleibol brasileiro. A ponteira foi contratada pelo Vôlei Futuro, de Araçatuba-SP.

Apesar de a equipe ter sido campeã do Campeonato Paulista e ficado em 3º lugar na Superliga Feminina, o projeto do Vôlei Futuro foi encerrado ao término da primeira temporada.

Depois da passagem por Araçatuba, Fê Garay continuou no vôlei paulista, para defender o Sollys/Osasco.

Em uma das mais tradicionais equipes do voleibol brasileiro, ela conquistou um título Paulista, um Campeonato Sul-Americano e um Mundial de Clubes. Fê Garay foi ainda eleita a melhor atacante da Superliga, quebrando o recorde de pontuação individual da competição em uma só partida, com 36 pontos anotados.

Experiências na Europa

Depois de ser campeã dos Jogos Olímpicos e do Mundial de Clubes, Fernanda Garay atraiu a atenção de vários clubes europeus. Ela acabou aceitando a proposta do Fenerbahçe, para jogar na Turquia a partir de 2013.

Fernanda Garay no Fenerbahçe da Turquia

Na passagem por Istambul, ela conquistou o título da CEV Cup (torneio europeu de clubes), além de ter sido vice-campeã da Copa da Turquia e da Liga Turca. Infelizmente, a ponteira sofreu uma lesão muscular na panturrilha durante o jogo decisivo da semifinal e ficou fora da decisão do campeonato turco.

Ao final da temporada com o Fenerbahçe, Fê Garay aceitou uma proposta do voleibol russo e  passou a defender o Dínamo Krasnodar.

A jogadora brasileira conquistou a Copa da Rússia, competição que sua equipe não vencia desde 1994, e também o título inédito da CEV Cup, se tornando bicampeã da competição europeia.

Uma nova mudança de clube aconteceu em 2015, mas ela seguiu na Rússia. Após uma temporada de sucesso no Dinamo Krasnodar, Fê Garay se transferiu para o Dinamo Moscou.

A ponteira brasileira superou o frio da capital russa para ajudar seu time a conquistar o título da Superliga Russa de Voleibol.

Volta ao voleibol asiático

Depois de acumular troféus na Rússia, Fernanda Garay retornou à Ásia, para defender o Guangdong Evergrande, da China. Ela permaneceu por lá até o fim da temporada 2016/2017, quando retornou ao Brasil.

Retorno ao Brasil e título da Superliga

Depois de passar por Turquia, Rússia e China, Fernanda Garay, enfim, retornou novamente ao voleibol brasileiro. Em 2017, ela foi contratada pelo Praia Clube e entrou para a história do time de Uberlândia-MG.

Fernanda Garay campeã da Superliga Feminina pelo Praia

Na Superliga Feminina de Vôlei, após perder fora de casa por 3 a 1 para o Unilever/Rio de janeiro, a equipe mineira venceu em casa o jogo da volta por 3 a 0 e levou a decisão para o Golden Set. Com 25/18, o time mineiro conquistou o inédito título nacional.

Em 2018/2019, Fê Garay foi campeã da Supercopa Brasileira e voltou à final da Superliga com o Dentil/Praia Clube, para uma decisão mineira diante do Itambé/Minas Tênis Clube.

Todas as equipes de Fernanda Garay

  • São Caetano: 2002-2004
  • Minas Tênis Clube: 2004-2008
  • Pinheiros: 2008-2010
  • NEC (Japão): 2010-2011
  • Vôlei Futuro: 2011-2012
  • Sollys/Osasco: 2012-2013
  • Fenerbahçe (Turquia): 2013-2014
  • Dínamo Krasnodar (Rússia): 2014-2015
  • Dínamo Moscou (Rússia): 2015-2016
  • Guangdong Evergrande (China): 2016-2017
  • Praia Clube: desde 2017

Quais foram os títulos de Fernanda Garay?

Por clubes e pela Seleção Brasileira, Fernanda Garay tem uma carreira recheada de conquistas. Além de ter sido campeã mundial de clubes pelo Solly Osasco, a ponteira conquistou a medalha de ouro dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012.

Todos os títulos de Fê Garay

2000

  • Campeonato Brasileiro Juvenil com a Seleção Gaúcha
  • Campeonato Brasileiro Infanto-Juvenil com a Seleção Gaúcha

2002

  • Campeonato Sul-americano infanto-juvenil com a Seleção Brasileira

2003

  • Medalha de bronze no Mundial infanto-juvenil na Polônia

2004

  • Campeã dos Jogos Abertos do interior de São Paulo

2005

  • Campeã do Campeonato Mineiro de vôlei feminino
  • Campeã mundial juvenil de vôlei feminino

2009

  • Campeã do Final Four do Peru com a Seleção Brasileira
  • Campeã do Campeonato Paulista de Vôlei Feminino

2011

  • Campeã do Campeonato Paulista de Vôlei Feminino
  • Campeã do Sul-Americano e do Pan-Americano com a Seleção Brasileira
  • Campeã dos Jogos Mundiais Militares

2012

  • Medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres
  • Campeã do Campeonato Paulista de Vôlei Feminino
  • Campeã do Campeonato Sul-Americano de Vôlei Feminino
  • Campeã do Mundial de Clubes de Vôlei Feminino

2013

  • Campeã do Grand Prix de Vôlei Feminino com a Seleção Brasileira
  • Campeã da Copa dos Campeões com a Seleção Brasileira

2014

  • Campeã do CEV Cup com o Fenerbahçe
  • Campeã do Grand Prix de Vôlei Feminino com a Seleção Brasileira
  • Campeã da Copa Russa com o Dinamo Krasnodar

2015

  • Campeã do CEV Cup com o Dinamo Krasnodar
  • Medalha de prata no Mundial de Clubes com o Dinamo Krasnodar

2016

  • Campeã da Liga Russa de Voleibol com o Dinamo Moscou

2018

  • Campeã da Superliga Feminina de Voleibol com o Dentil Praia Clube

Fernanda Garay ainda terá algumas temporadas para acumular mais títulos e se firmar ainda mais com um nome marcante na história do voleibol brasileiro.

Aproveite para conhecer mais sobre outros grandes ídolos do esporte no Brasil:

*Última atualização em 16 de abril de 2019

Ficha Técnica
Título
Conheça Fernanda Garay: multicampeã do voleibol feminino
Autor

Comentários

Salvar