Entenda como se joga badminton: conheça os fundamentos, confira as principais dicas e entenda as estratégias do jogo em duplas

Você já entendeu as principais regras, já conheceu a história e viu os equipamentos. Chegou a hora, então, de saber como se joga badminton.

Claro que, como todo o esporte, o badminton tem fundamentos, estratégias e nuances que só podem ser realmente absorvidos com a prática. Mas não custa nada se informar antes de fazê-los, não é mesmo?

Assim, confira a seguir um texto com tudo o que você precisa saber para aprender como se joga badminton. Listamos movimentos, explicamos as táticas, a dinâmica das duplas, enfim, um guia sucinto e muito útil para quem está começando no esporte das petecas.

Como se joga badminton?

Fundamentos do Badminton
(Vladislav Vasnetsov/Pexels)

Calma, não temos a pretensão de, em algumas mil palavras, ensinar como se joga badminton. Como falamos mais acima, só se entende um esporte de fato com treino e muita prática.

Mas informação também faz parte do processo e é justamente o que podemos oferecer aqui. Mais abaixo, mostramos o que são os principais fundamentos do badminton, as estratégias em duplas e até como escolher os equipamentos certos.

Aqui, vamos compartilhar algumas dicas preciosas sobre o jogo, baseadas em erros muito comuns de iniciantes. Quem sabe você não lembra delas na hora do jogo?

Dicas para jogar badminton

Para quem está começando ou mesmo procurando aprender como se joga badminton, é muito comum cometer erros. Quer dizer, todo mundo comete erros. É que estes, no caso, estão relacionados àquela ansiedade de querer jogar logo, que tira o foco da execução correta dos lances.

Temos a solução para isso. Fique atento às dicas que deixamos abaixo, que lembram que durante uma partida é importante dividir a atenção entre a peteca, seu corpo e o adversário.

Assim, antes de tudo, lembre-se de aquecer no pré jogo e se alongar no pós jogo. Depois, atenção aos pés; estes devem estar sempre no chão na hora de rebater, de preferência apontando para frente — se fosse está correndo para trás para alcançar a bola, algo está errado.

O modo de pegar na raquete também costuma passar batido durante uma partida. O ideal é que a mão se posicione na empunhadura como se estivesse fazendo um comprimento de mão.

O teste infalível, nesse caso, é esticar o braço; se a raquete estiver alinhada com ele sem esforço, está tudo certo.

Falando em esticar braço, é importante que isso aconteça na hora das rebatidas. Os movimentos ficam bem mais fluídos e a peteca sai da raquete com mais energia. Da mesma maneira, lembre-se de posicionar o corpo se já deixar a raquete erguida antes de começar uma rebatida. Você gasta menos energia e aumenta a precisão, se assim fizer.

Por fim, fique ligado na dosagem de energia. Não tem para quê, por exemplo, ficar segurando a raquete com força todo o tempo. O faça só na hora da rebatida, poupe os seus músculos. O mesmo serve para a força aplicada na rebatida, que precisa ser bem medida para você não cansar o braço rapidamente.

Fundamentos do badminton

  • Saque
  • Forehand e backhand
  • Clear
  • Drop
  • Smash
  • Drive
  • Lob

O saque

No badminton um saque só é válido quando a peteca é acertada de baixo para cima e na altura da cintura. Mais: o impacto entre raquete e volante precisam acontecer abaixo da mão que antes segurava o item voador.

Onde o saque é direcionado também é importante. Assim como no tênis, ele precisa ser cruzado, isto é, percorrer uma diagonal entre um dos lados da área delimitada da linha de saque à linha central e o lado oposto da mesma área da quadra do adversário.

Forehand e backhand

O forehand e a backhand são as batidas básicas do badminton. A primeira é a “de frente”, isto é, no lado do seu braço dominante e com o cotovelo apontando para trás.

A segunda, assim, é a de “costas”, feita no lado oposto da sua mão dominante e executada com o cotovelo apontando para a rede.

Clear

Rebatida muito usada defensivamente, o clear é feito quando a peteca está bem acima da cabeça e é mandada ainda mais para cima, com o objetivo de chegar ao fundo da quadra do adversário.

Sua utilidade defensiva é fazer o seu oponente recuar e desacelerar a troca da peteca.

Drop

O drop, ao contrário do clear, busca mandar o volante para a parte da frente da quadra. É quase como uma “deixadinha” de tênis, que pega o adversário desprevenido lá no fundo. Deve fazer uma trajetória relativamente lenta e descendente.

Smash

O smash no badminton tem a mesma lógica do que no tênis. Em ambos os casos, trata-se de uma batida que pega o alvo — nesse caso, a peteca — no alto e a faz viajar de maneira reta e rápida rumo ao fundo da quadra.

Drive

O drive é semelhante ao drop, que tenta mandar a peteca para algum ponto descoberto e pegar o adversário desprevenido.

A grande diferença está onde ele é feito: no drop, o volante é pego lá no alto; no drive, à meia altura.

Lob

O lob no badminton é parecido com o movimento de mesmo nome do squash. Trata-se de um golpe de defesa que pega a peteca lá embaixo, de preferência próximo à rede, e a joga para o alto para desacelerar o jogo e dar tempo do jogador se reposicionar na quadra,

Vá além do Badminton! Confira outros conteúdos Esportelândia:

Como se joga badminton em duplas?

Como se joga badminton em duplas
(Reprodução/Getty/Olympic.org)

Um dos aspectos que tornam o badminton um jogo mais rico é a modalidade atuada em duplas. As regras do badminton em duplas não são lá muito diferentes das usadas nas partidas em simples. Agora, a dinâmica muda bastante.T

Para começar, as dimensões da quadra são diferentes. Nas partidas em duplas, as duas faixas laterais passam a ser válidas, “alargando” o local do jogo para 6,10m.

A partida também começa a partir de um posicionamento específico, com cada dupla lado a lado na área compreendida entre a linha de saque e a linha central e separados por uma linha vertical que corta esse pedaço da quadra.

Chamados de posições de saque, esses lados devem ser respeitados junto da ordem do saque. Esta é um pouquinho mais complicada:

  • Primeiro, o saque deve ser feito cruzando os lados das posições. Quem saca do lado direito, saca para o oponente no quadrante do seu lado esquerdo e vice versa;
  • Depois, a pessoa que saca, quando consegue o ponto na mesma jogada, segue sacando, mas deve mudar o lado da sua posição de saque, e portanto para quem saca;
  • Quando o saque muda para o oponente, o dono do saque depende do placar. Se estiver par para o time que saca, então o jogador do lado direito exerce a função; se ímpar, o sacador é o jogador do quadrante esquerdo.

Dinâmicas e estratégias do badminton em duplas

É importante entender direitinho o saque no badminton em duplas porque ele é, basicamente, o momento mais importante de uma partida da modalidade.

Ainda que a quadra seja maior, o jogo em pares é muito mais “apertado”, com áreas cobertas mais facilmente e uma maior velocidade nas respostas. Acertar os saques e os retornos, assim, é decisivo; um movimento mal feito já pode custar o ponto.

A trama se complica no momento em que, além de precisão, é necessário variação, seja nos saques, seja nas repostas. Petecas altas, baixas, rápidas, variadas, a ideia é quebrar a estratégia da dupla adversária.

Esse combinado entre os pares é outro ponto essencial. E entender essas nuances é fundamental para aprender como se joga badminton.

Além de muita comunicação, as equipes precisam ter bem traçada as táticas que usarão durante uma partida.

Normalmente um jogador, o mais técnico, cuida da parte da frente da quadra (frontcourt) e o mais atlético fica com o fundo (backcourt). E tão importante quando essa disposição são os movimentos aplicados para chegar nela. Tem dupla que varia dependendo de quem saca, tem quem sempre fica com um pedaço específico, enfim, são várias as possibilidades.

Equipamentos do badminton

Equipamentos de badminton

Ainda que dinâmico e repleto de ações técnicas, o esporte é bastante conhecido pelos seus equipamentos. Conhecê-los, portanto, pode ser bastante útil para quem está aprendendo como se joga badminton. Pelo menos eles não são muitos, sendo apenas quatro tipos:

  • Raquete
  • Peteca
  • Tênis
  • Materiais de segurança

Os materiais de segurança, como óculos, tornozeleiras e joelheiras são recomendados para a prática segura. Nesse sentido, é importante que os tênis tenham um amortecimento ao menos mediano, um cabedal leve e uma sola antiderrapante — e de preferência clara, para não manchar a quadra.

Já a raquete e a peteca, os dois principais equipamentos do badminton, contam com nuances e especificidades que podem alterar a maneira como o esporte é praticado.

A leveza da raquete, por exemplo, influência diretamente no estilo de jogo, assim como a velocidade da peteca, medida em grains, e que explicamos melhor aqui.

Quanto pesa uma raquete de badminton?

Uma raquete de badminton pesa, na maioria dos modelos disponíveis no mercado, entre 85 e 110 gramas. O material da haste — que pode ser alumínio, grafite e até kevlar — é o maior imperativo nesses casos.

Uma boa raquete precisa, da mesma maneira que equilíbrio entre leveza e resistência, um peso mediano, na casa dos 90 ou mesmo 100 gramas. A ideia é que ela gere energia o suficiente para as rebatidas mas também não atrase os movimentos, especialmente o de retorno do braço após um voleio ou um lob.

Depois de saber mais como se joga badminton, aproveite para se aprofundar no esporte e em outras provas olímpicas:

*Última atualização em 26 de março de 2021

Salvar