Multicampeão, o Sada Cruzeiro é um dos times mais vitoriosos na história do voleibol masculino.

A equipe mineira é a maior vencedora da história da Superliga Masculina, com 8 títulos, e também a maior campeã sul-americana de vôlei masculino em todos os tempos, com nove edições. E não para por aí, o Sada Cruzeiro é também tetracampeão mundial de vôlei.

Confira todos os detalhes da história do Sada Cruzeiro.

Quando foi criado o Sada Cruzeiro?

Maior campeão da história da Superliga masculina de vôlei, o Sada Cruzeiro nasceu em 2006, como Associação Esportiva Sada Vôlei, por meio da parceria entre a Prefeitura de Betim-MG e o Grupo Sada, principal patrocinador do clube.

Em 2006, a então equipe de Betim foi terceira colocada na Liga Nacional, o que a levou a disputar sua primeira Superliga na temporada 2006-07.

Foi em janeiro de 2009 que a equipe passou a se chamar Sada Cruzeiro Vôlei, em uma parceria com o Cruzeiro Esporte Clube, tradicional clube do futebol mineiro.

Qual o nome do ginásio do Sada Cruzeiro?

Depois de firmar a parceria e virar o clube de vôlei do Cruzeiro, a sede e o centro de treinamento da equipe de foram transferidos para o Parque Esportivo do Cruzeiro, em Belo Horizonte.

Porém, as partidas do Sada Cruzeiro como mandante são disputadas no Ginásio Poliesportivo do Riacho, em Contagem, na Região Metropolitana da capital mineira.

Quantos títulos da Superliga de vôlei masculino tem o Sada Cruzeiro?

O Sada Cruzeiro é o maior campeão da história da Superliga Masculina de vôlei, com oito títulos. A primeira conquista veio em 2011/2012. Depois de ter sido derrotado na final de 2012/2013, o time mineiro foi pentacampeão consecutivo entre 2013/2014 e 2017/2018.

Na temporada 2018/2019, o Sada Cruzeiro foi eliminado nas semifinais pelo Taubaté, que acabou sendo campeão ao derrotar o Sesi-SP na final em cinco jogos.

Três temporadas depois o clube conquistou seu heptacampeonato (2021/22). Logo depois, na temporada 2022/2023, conquistaram o octacampeonato após vencer o Minas por 3 x 0.

Superliga Masculina 2010/2011

Depois da Cimed (SC), então atual tricampeã da Superliga, ser eliminada nas quartas de final, a 17ª edição do torneio masculino teve um novo campeão.

Na segunda participação, o Sesi-SP, liderado pelo bicampeão olímpico Giovane e pelos selecionáveis Murilo, Serginho e Sidão, sagrou-se campeão brasileiro ao derrotar o Sada Cruzeiro dentro do ginásio Mineirinho, em Belo Horizonte.

Na decisão, o time paulista fez 3 sets a 1 (25/19, 19/25, 27/25 e 25/17).

Superliga Masculina 2011/2012

O Sada Cruzeiro, vice-campeão da edição anterior, desta vez não deixou escapar o título e superou, de virada, o Vôlei Futuro (SP) por 3 sets a 1.

A partida foi disputada em São Bernardo do Campo (SP) e teve o ponteiro Maurício, da equipe mineira, como o maior pontuador, com 20 acertos.

Superliga Masculina 2012/2013

O RJX (RJ), em sua segunda participação, chegou à final contra o atual campeão Sada Cruzeiro.

Com o ginásio do Maracanãzinho lotado, os mineiros saíram na frente. Mas, o time carioca virou o placar e levou o título, vencendo por 3 sets a 1.

O grande destaque da partida foi o ponteiro Thiago Alves, recebendo o Troféu Viva Vôlei.

Superliga Masculina 2013/2014

Na final entre Sada Cruzeiro e Sesi-SP, o título ficou com o time mineiro, que jogou em casa, no ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte.

A equipe comandada pelo técnico Marcelo Mendez assegurou o segundo título de Superliga e teve brilhante atuação na final, especialmente do levantador William Arjona, considerado o melhor jogador em quadra.

Superliga Masculina 2014/2015

O Sada Cruzeiro repetiu o feito e, assim como na temporada anterior, jogou em casa, no Mineirinho, em Belo Horizonte, levando a melhor sobre o Sesi-SP. Também com o apoio da torcida mineira, a equipe do técnico Mar­celo Mendez brilhou e comemorou o título.

Superliga Masculina 2015/2016

Sada Cruzeiro é hexacampeão da Superliga Masculina
Sada Cruzeiro é hexacampeão da Superliga Masculina

Finalista inédito, o Brasil Kirin Vôlei (SP) teve pela frente o Sada Cruzeiro. O time mineiro, em sua sexta final, conseguiu dominar o adversário paulista e conquistou o quarto título.

Superliga Masculina 2016/2017

Uma final inédita marcou a edição 2016/2017 da Superliga Masculina. De um lado, o já tradicional e super campeão, Sada Cruzeiro. Do outro, o estreante Funvic Taubaté (SP) chegou com nomes conhecidos e consagrados do vôlei brasileiro, como Wallace, Lucarelli, Éder e Raphael.

No final, diante de um Mineirinho lotado, a equipe cruzeirense garantiu seu quinto título.

Superliga Masculina 2017/2018

Depois de uma temporada bastante equilibrada, o Sada Cruzeiro enfrentou o Sesi-SP na grande decisão. No primeiro jogo, em São Paulo, e no segundo, em Belo Horizonte, vitórias do time mineiro.

Superliga Masculina 2021/2022

Depois de três temporadas longe do topo da liga nacional, o Sada Cruzeiro enfrentou o Minas na decisão. A equipe celeste venceu a série final por 2 x 1. Nos dois primeiros jogos uma vitória para cada lado. Assim, o Sada Cruzeiro foi campeão após ganhar o último duelo por 3 x 0, com parciais de 25/20, 36/34 e 25/20.

Superliga Masculina 2022/2023

O bicampeonato seguido veio após novo triunfo sobre o Minas. A final da temporada foi disputada em jogo único. Dessa maneira, São José dos Campos foi a sede da decisão. Na última partida o Sada Cruzeiro fez 3 x 0, com parciais de 25/18, 25/19 e 25/20.

Quantos títulos tem o Sada Cruzeiro?

Sada Cruzeiro campeão da Copa Brasil de Vôlei Masculino
Sada Cruzeiro é o maior campeão da história da Copa Brasil de Vôlei Masculino

Multicampeão no voleibol masculino, o Sada Cruzeiro já superou a marca de 30 títulos conquistados desde 2010.

Além de ser octacampeão da Superliga Masculina, o Sada Cruzeiro é tetracampeão do Campeonato Mundial de Clubes, eneacampeão do Sul-Americano de Clubes, pentacampeão da Supercopa Brasileira, heptacampeão da Copa Brasil de Voleibol e tetradecacampeão do Campeonato Mineiro de Vôlei Masculino.

Além de ser o maior campeão da história da Superliga, o Sada Cruzeiro é também o maior campeão sul-americano de vôlei. O time celeste superou os clubes Banespa e Paulistano, cada um com cinco títulos, conquistados nas décadas de 1970 e no início da de 1990.

Sada Cruzeiro hexacampeão sul-americano de vôlei

Com os títulos no Sul-Americano, o Sada Cruzeiro assegurou classificação para o Mundial, competição que também se acostumou a vencer.

Quantos títulos mundiais tem o Sada Cruzeiro?

O Sada Cruzeiro é tetracampeão mundial de vôlei masculino. A equipe mineira conquistou os títulos em 2013, 2015, 2016 e 2021.

Em 2013, o Sada Cruzeiro conquistou o Campeonato Mundial de Clubes pela primeira vez e se tornou o primeiro clube fora da Itália a vencer a competição. Na final disputada em Betim-MG, o Sada Cruzeiro bateu o Lokomotiv Novosibirsk, da Rússia, por 3 a 0, diante de 7.000 pessoas.

Em 2015, o time mineiro foi campeão novamente em casa. Naquela oportunidade, o adversário na final foi o time russo Zenit Kazan, derrotado por 3 sets a 1.

Em seu terceiro título mundial, em 2016, o time chegou invicto ao troféu. Na final, o Sada Cruzeiro encarou novamente o russo Zenit Kazan e venceu por 3 sets a 0.

Por fim, em 2021 o Sada Cruzeiro enfrentou os italianos Cucine Lube Civitanova, vencendo por 3 x 0.

Lista de todos os títulos do Sada Cruzeiro

  • Campeonato Mundial de Clubes de Voleibol (4): 2013, 2015, 2016 e 2021;
  • Torneio Internacional de Voleibol de Irvine (3): 2010, 2011 e 2014;
  • Campeonato Sul-Americano de Voleibol (9): 2012, 2014, 2016, 2017, 2018, 2019, 2020, 2022 e 2023;
  • Superliga – Série A (8): 2011-12, 2013-14, 2014-15, 2015-16, 2016-17, 2017-18, 2021-22 e 2022-23;
  • Copa Brasil de Voleibol (7): 2014, 2016, 2018, 2019, 2020, 2021 e 2023;
  • Supercopa Brasileira (5): 2015, 2016, 2017, 2021 e 2022;
  • Superliga – Série B: 2014-15;
  • Campeonato Mineiro de Voleibol (14): 2008, 2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019, 2020, 2021 e 2022;

Quem são os maiores técnicos da história do Sada Cruzeiro?

Contratado pelo Sada Cruzeiro em 2009, o argentino Marcelo Mendez se consolidou como um dos treinadores mais vitoriosos da história do voleibol. Ele conquistou 38 títulos comandando o Sada Cruzeiro — o último deles foi o Estadual de 2020.

Marcelo Mendez técnico do Sada Cruzeiro

Entre as conquistas, estão o tricampeonato Mundial, o hexa da Superliga, o hepta do Sul-Americano, além de cinco taças da Copa Brasil, três da Supercopa, além de 11 Campeonatos Mineiros conquistados em sequência, desde o começo da década.

Títulos conquistados por Marcelo Mendez no Sada Cruzeiro

  • Tricampeão Mundial de Clubes (2013, 2015, 2016);
  • Hexacampeão da Superliga (2011/12, 2013/14, 2014/15, 2015/16, 2016/17, 2017/18);
  • Heptacampeão Sul-Americano (2012, 2014, 2016, 2017, 2018, 2019, 2020);
  • Pentacampeão da Copa Brasil (2014, 2016, 2018, 2019, 2020);
  • Tricampeão da Supercopa (2015, 2016, 2017);
  • Undecacampeão Mineiro (2010, 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019, 2020);
  • Tricampeão do Torneio de Irvine – EUA (2010, 2011, 2014);

Quem são os maiores jogadores da história do Sada Cruzeiro?

Vários craques do voleibol brasileiro e mundial defenderam o Sada Cruzeiro, como o levantador William e o oposto Wallace e o ponteiro cubano naturalizado brasileiro Leal. Mas nenhum jogador conquistou tantos títulos na história do clube mineiro quanto o líbero Serginho.

Ao fim da temporada 2018/2019, Serginho se despediu do Sada Cruzeiro depois de 34 títulos conquistados.

Serginho Sada Cruzeiro

Entre os títulos mais importantes com o líbero estão a tricampeonato do Mundial de Clubes, o hexa da Superliga masculina e Sul-Americano e o tetra da Copa do Brasil.

Elenco do Sada Cruzeiro – Superliga Masculina 2023/24

Veja como chega o elenco do Sada Cruzeiro em mais uma edição da Superliga Masculina de Vôlei. A equipe, que tem no comando o técnico Filipe Ferraz, é a atual campeã da competição, além de ter uma galeria repleta de títulos no vôlei, inclusive, no âmbito internacional.

Agora que sabe mais sobre Sada Cruzeiro, conheça mais sobre outros times de vôlei da Superliga: