Entre todas as principais escolas de treinadores do futebol mundial, a italiana é uma das que mais formaram ótimos técnicos. Desde o bicampeonato mundial com Vittorio Pozzo na década de 1930 até atualmente, o Calcio coleciona grandes comandantes.

Em meio a tantos treinadores com carreiras vitoriosas, quais são os melhores técnicos da Itália em todos os tempos?

Respondemos essa pergunta e listamos os 7 grandes treinadores da história do futebol italiano. E não paramos por aí. Relacionamos também os melhores técnicos da Itália na atualidade.

Com um grande leque de opções, nomes como o de Fulvio Bernardini, campeão italiano com Fiorentina e Bologna, e Claudio Ranieri, vencedor da Premier League na histórica zebra com o Leicester, ficaram fora das nossas listas.

Quer saber quem está dentro? Não perca tempo e veja o top 7 dos melhores técnicos da história do futebol italiano!

Melhores técnicos italianos de todos os tempos

  • Arrigo Sacchi
  • Carlo Ancelotti
  • Fabio Capello
  • Giovanni Trapattoni
  • Marcello Lippi
  • Nereo Rocco
  • Vittorio Pozzo

Arrigo Sacchi

Arrigo Sacchi
Arrigo Sacchi treinou o Milan e a Azzurra

Arrigo Sacchi é reconhecido como um dos técnicos mais importantes da história do futebol, principalmente pelo o que construiu com o Milan no fim da década de 1980 e início dos anos 1990. 

Com compactação, marcação pressão, contra-ataques mortais e posse de bola agressiva, ele levou os rossoneri a dois títulos da Liga dos Campeões, a dois Mundiais Interclubes e ao título italiano de 1988.

Recheado de grandes jogadores, como Paolo Maldini, Franco Baresi, Frank Rijkaard, Ruud Gullit e Marco van Basten, o Milan de Arrigo Sacchi é lembrado como um dos maiores times de todos os tempos.

Com inspiração na Laranja Mecânica de 1974, o treinador italiano construiu um esquema em que suas linhas avançavam de forma orquestrada, deixando seus adversários constantemente em impedimento.

Depois de treinar o Milan, ele assumiu o comando da seleção italiana e chegou à final da Copa do Mundo de 1994. Como você deve lembrar, a Azzurra foi derrotada pelo Brasil na disputa de pênaltis.

Carlo Ancelotti

Carlo Ancelotti melhores técnicos da Itália
Ancelotti foi campeão nacional na Alemanha, na França, na Espanha, na Inglaterra e na Itália

Nas últimas décadas, Carlo Ancelotti se consolidou como um dos principais treinadores do mundo, com títulos na Itália, na França, na Inglaterra, na Espanha e na Alemanha, além das conquistas europeias, é claro.

A carreira de Carlo Ancelotti começou a decolar quando ele foi vice-campeão da Serie A com o Parma, em 1996/1997. Na sequência, ele teve mais dois vices do Campeonato Italiano com a Juventus, antes de construir um legado no Milan.

No comando dos rossoneri, Ancelotti transformou Andrea Pirlo num dos grandes armadores do futebol e explorou toda a força e explosão de Kaká. Entre 2001 e 2009, foram dois títulos da Liga dos Campeões, um do Campeonato Italiano e uma Copa da Itália

Ancelotti partiu então para suas experiências em outros países. No Chelsea, foi campeão da Premier League. No PSG, levou o título do Campeonato Francês. E no Bayern, sucedeu Pep Guardiola e manteve a hegemonia do clube bávaro na Bundesliga.

Em sua passagem pelo Real Madrid, o italiano não foi campeão espanhol, mas conquistou seu terceiro título da Champions League. Em 2022, venceu a competição pela quarta vez em sua carreira como técnico, se tornando o treinador com mais títulos da competição europeia. 

Atualmente, seu nome é o mais forte para assumir a seleção brasileira. Vale destacar que o Ancelotti ainda não treinou nenhum país em sua carreira de treinador de futebol. 

Fabio Capello

Fabio Capello melhores técnicos da Itália
Fabio Capello treinou as seleções da Inglaterra e da Rússia

Fabio Capello encerrou sua carreira como jogador no Milan e foi lá que iniciou sua trajetória como treinador. Depois de comandar a equipe nas categorias de base, chegou ao time profissional com a missão de ser o substituto de Arrigo Sacchi, que havia passado a ser o técnico da Itália.

Capello foi muito bem-sucedido na sua missão. Conquistou quatro títulos do Campeonato Italiano, sendo três consecutivos. Entre 1991 e 1993, atingiu 58 jogos de invencibilidade na Serie A. Foi também campeão da Champions League em 1994 e vice-campeão europeu por duas vezes.

Em 1996, assumiu o comando do Real Madrid na primeira de suas duas passagens pelo clube espanhol. Ambas duraram apenas uma temporada, mas foram o suficiente para conquistar dois títulos do Campeonato Espanhol

Capello ainda foi campeão italiano pela Roma e bicampeão pela Juventus, mas os títulos da Velha Senhora acabaram sendo retirados após escândalo de compra de resultados.

Entre 2007 e 2012, o treinador italiano foi o comandante da seleção da Inglaterra. Na Copa de 2010, os ingleses foram até as oitavas de final, fase em que foram eliminados pela Alemanha com goleada por 4 a 1. 

Em fevereiro de 2012, Capello pediu demissão da seleção inglesa depois da Football Association (FA) retirar a faixa de capitão de John Terry, que havia sido acusado de ofensas racistas pelo zagueiro Anton Ferdinand, irmão de Rio Ferdinand.

Já em julho de 2012, Fabio Capello se tornou o treinador da seleção da Rússia. Na Copa de 2014, os russos caíram na fase de grupos.

A carreira do comandante italiano chegou ao fim em 2018, depois de uma passagem pelo futebol chinês.

Giovanni Trapattoni

Giovanni Trapattoni maiores técnicos da Itália na história
Giovanni Trapattoni conquistou sete títulos da Serie A em sua carreira

Giovanni Trapattoni é um dos treinadores mais vitoriosos da história do futebol. Foi campeão nacional na Itália, na Alemanha em Portugal e na Áustria. Foi treinador das seleções da Itália e da Irlanda.

A trajetória de sucesso de Trapattoni começou a se consolidar na Juventus, ao assumir o comando da Velha Senhora em 1976, após passagem pelo Milan. Na Juve, Trap disputou 598 jogos, com 53,34% de aproveitamento e 14 títulos conquistados. 

Em sua carreira, conquistou sete títulos do Campeonato Italiano, sendo seis pela Juventus e um pela Inter de Milão. 

Influenciado pelo catenaccio e do Futebol Total, Trapattoni ainda levou a Juve a vencer a Liga dos Campeões e o Mundial Interclubes pela primeira vez em uma sua história.

Trap ainda foi tricampeão da Copa da Uefa, atual Liga Europa, com dois títulos pela Juventus e um pela Inter.

No Bayern de Munique, foi campeão da Bundesliga. No Benfica, venceu o Campeonato Português. E no Red Bull Salzburg, foi campeão austríaco.

Na Copa de 2002, Trapattoni foi até as oitavas de final com a Itália e acabou eliminado pela Coreia do Sul, em jogo marcado por uma arbitragem polêmica. Já na Eurocopa de 2004, caiu na primeira fase, terminando em terceiro na sua chave, com a mesma pontuação de Suécia e Dinamarca.

No comando da Irlanda, Trap esteve perto de disputar mais uma Copa do Mundo, em 2010, mas, na repescagem das eliminatórias europeias, os irlandeses foram eliminados pela França com um gol marcado depois de Thierry Henry usar a mão para dominar a bola.

Depois de a Irlanda ser eliminada na primeira fase da Euro de 2012 e não se classificar para a Copa de 2014, Trapattoni deixou o comando da seleção. Ele ainda foi o técnico da seleção do Vaticano num amistoso contra um combinado da Guarda de Finanza (a Polícia financeira italiana), em outubro de 2010.

Marcello Lippi

Marcello Lippi técnico da Itália na Copa de 2006
Marcello Lippi foi o técnico da Itália no tetracampeonato mundial

Marcelo Lippi foi o treinador da seleção italiana no tetracampeonato mundial, conquistado na Copa do Mundo de 2006, com vitória sobre a França de Zinedine Zidane. Ele também comandou a Azzurra no Mundial de 2010.

Em clubes, os momentos mais marcantes de Lippi aconteceram na Juventus, clube em que trabalhou por oito anos divididos em duas passagens. 

Na primeira passagem por Turim entre 1994 e 1999, Lippi conquistou três títulos do Campeonato Italiano, uma Liga dos Campeões e um Mundial Interclubes. Ele ainda teve um vice-campeonato da Champions. Já no segundo período, entre 2001 e 2004, foi bicampeão italiano.

Na Juventus, a grande estrela do time de Lippi foi um dos maiores atacantes italianos de todos os tempos, Alessandro Del Piero. 

Além dos cinco títulos nacionais na Itália, Marcello Lippi foi tricampeão do Campeonato Chinês, com o Guangzhou Evergrande.

O italiano foi o treinador da seleção chinesa entre 2016 e 2019.

Nereo Rocco

Nereo Rocco foi o responsável por consolidar o Catenaccio na década de 1960
Nereo Rocco foi o responsável por consolidar o Catenaccio na década de 1960

Você já ouviu falar em Catenaccio? Em italiano, essa palavra significa literalmente “Porta Trancada”. No mundo do futebol, essa é a expressão para definir o estilo de jogo consagrado por Nereo Rocco nos anos 1960.

Com uma estratégia reconhecida pelo grande poder defensivo, Rocco se consolidou como um dos grandes treinadores da história do Milan ao levar o time rubro-negro a dois títulos do Campeonato Italiano e mais dois da Liga dos Campeões.

Entre treinadores na história do Milan, ele é o recordista em títulos (10), partidas (459) e vitórias (243).

Antes de chegar ao Milan, Nereo Rocco já havia se destacado com o vice-campeonato italiano Triestina em 1947. Nos anos 1960 e 1970, ele treinou também Torino e Fiorentina. 

Vittorio Pozzo

Vittorio Pozzo técnico da tália em 1934 e 1938
Vittorio Pozzo é o único técnico bicampeão em Copas do Mundo

Tetracampeã mundial, a Itália conquistou seus dois primeiros títulos em Copas do Mundo sob o comando de Vittorio Pozzo, em 1934 e 1938. Até hoje, nenhum outro treinador foi bicampeão em Copas.

Com a Itália, Pozzo foi também campeão dos Jogos Olímpicos de 1936. Por clubes, foi treinador apenas de Milan e Torino.

O treinador italiano teve grande impacto na evolução das táticas no futebol. Ele abandonou a antiga “pirâmide invertida” (2-3-5) e passou a adotar o “WW”, com o esquema 2-3-2-3. Com essa formação, suas equipes conseguiam proteger melhor a defesa e armar contra-ataques fulminantes.

Vittorio Pozzo foi o treinador da seleção italiana em 97 partidas, um recorde histórico da Azzurra.

Vá além do Futebol! Confira também:

Melhores treinadores italianos da atualidade

  • Antonio Conte
  • Carlo Ancelotti
  • Gian Piero Gasperini
  • Massimiliano Allegri
  • Roberto Mancini
  • Simone Inzaghi
  • Luciano Spaletti

Antonio Conte

Antonio Conte melhores treinadores italianos
Conte deu início à hegemonia da Juventus, atualmente está sem clube.

Sem um histórico em grandes times, Antonio Conte recebeu a chance de ser técnico da Juventus em 2011 e, desde então, se estabeleceu como um dos principais treinadores do futebol mundial.

Pela Velha Senhora, foi tricampeão italiano e bicampeão da Supercopa Italiana. Conte deixou o caminho pavimentado para que seus sucessores mantivesse a hegemonia da Juventus na Serie A.

Entre 2014 e 2016, ele foi o treinador da seleção da Itália. Na Eurocopa de 2016, a Azzurra foi eliminada nas quartas de final pela Alemanha, com o placar de 6 a 5 na disputa de pênaltis.

Conte, então, retornou à carreira de técnico de clubes e conduziu o Chelsea a um título da Premier League e outro da FA Cup.

Em maio de 2019, ele comandou a Inter de Milão. Em sua primeira temporada, levou a equipe a disputa pelo título da Serie A, mas não conseguiu quebrar a hegemonia da Juventus, só quebrando no ano seguinte. 

Depois de uma passagem pelo Tottenham onde não conquistou nenhum título, o italiano está atualmente sem clube.

Carlo Ancelotti

Os 7 melhores técnicos da Itália na história e na atualidade
O treinador italiano conquistou a Champions League 2021/22 pelo Real Madrid

Atual treinador do Real Madrid, Carlo Ancelotti acertou a sua renovação recentemente. Nessa segunda passagem pelo clube espanhol desde 2021, já conquistou seis títulos desde que voltou.

Na sua primeira passagem, entre 2013 e 2015, já havia sido campeão. Na época, levou o time a quatro taças conquistadas. Ao todo, já ganhou dois troféus da Champions League, um em cada passagem pelo Real Madrid.

Com uma grande história e comandando um ótimo Real Madrid, é visto como um dos melhores técnico italianos da história.

Gian Piero Gasperini

Gian Piero Gasperini melhores técnicos da Itália
Gasperini de destacou no Genoa antes de brilhar na Atalanta

Entre os melhores treinadores da Itália na atualidade, Gian Piero Gasperini é um dos mais exaltados. Não é à toa. Ele ajudou a transformar a Atalanta na principal sensação do futebol italiano e uma das grandes surpresas da Liga dos Campeões. 

A chegada do técnico Gian Piero Gasperini em 2016 representou para a Atalanta um salto de qualidade digno de ouro olímpico. Depois de dois anos fracos (17º e 13º) sob a batuta de Edoardo Reja, o time de Gasperini pulou para a inédita quarta colocação e vaga na Liga Europa ao fim de maio de 2017. 

Em 2017/2018, a Atalanta ficou na sétima colocação na Serie A. Já em 2018/2019, foi vice-campeã da Copa da Itália e terceira colocada no Italiano, chegando à Champions League pela primeira vez.

Quem poderia esperar uma participação da Atlanta como coadjuvante na Liga dos Campeões se surpreendeu. A equipe comandada por Gian Piero Gasperini avançou até as quartas de final, com a expectativa de fazer forte duelo com o PSG de Neymar. 

No Campeonato Italiano de 2019/2020, a Atalanta se destacou pelo impressionante ataque com 98 gols em 37 rodadas (a uma rodada do fim, há a expectativa de que a marca centenária seja atingida). O forte poderia ofensivo fez La Dea se consolidar, ao lado de Inter e Lazio, como uma das equipes que perseguiram a Juventus na luta pelo scudetto.

Antes de brilhar na Atalanta, Gasperini havia atingido a melhor campanha do Genoa na Serie A em 19 anos, tido uma passagem de apenas três meses pela Inter e uma temporada à frente do Palermo. 

Massimiliano Allegri

Massimiliano Allegri juventus
Allegri conquistou cinco títulos da Serie A pela Juventus e um pelo Milan

Massimiliano Allegri não trabalhou na temporada 2019/2020, mas isso não o deixa fora da lista de melhores técnicos da Itália na atualidade. Afinal, na última década, ele foi um dos treinadores mais vitoriosos do Calcio.

No Milan, 2010-2011, Allegri conquistou o primeiro título italiano do clube desde a temporada 2003-2004. Foi também campeão da Supercopa Italiana.

Já na Juventus, Massimiliano Allegri foi o responsável por suceder Antonio Conte e manteve a equipe no trilho de glórias. Foram cinco títulos do Campeonato Italiano, quatro Copas da Itália e duas Supercopas, além de dois vice-campeonatos na Liga dos Campeões.

Após cair nas quartas de final da Champions de 2018/2019 diante do Ajax, Allegri deixou o comando da Velha Senhora, sendo substituído por Maurizio Sarri. 

Em seguida, cravou novamente seu retorno a Juventus, mas não obteve o mesmo sucesso de anos anteriores.

Roberto Mancini

Roberto Mancini técnico da Itália
Roberto Mancini é o técnico da Itália desde 2018

Treinador da seleção italiana desde maio de 2018, Roberto Mancini fez história ao vencer a Eurocopa de 2021, título que vinha para o país desde o ano de 1968. Entretanto, não conseguiu classificar a equipe para a Copa do Mundo de 2022 no Catar. 

A chegada ao comando da Itália foi respaldada com títulos em cinco dos seis times que comandou — sua passagem pelo Zenit, da Rússia, foi interrompida precocemente para aceitar o convite da seleção italiana.

Um dos grandes meias da história do futebol italiano e ídolo da Sampdoria, Mancini iniciou sua trajetória como treinador na Fiorentina, clube pelo qual ganhou a Copa da Itália em 2000/2001.

Ele repetiu a conquista do torneio nacional na Lazio e, por duas vezes, na Inter. Na equipe Nerazzurri, foi ainda tricampeão italiano e bicampeão da Supercopa da Itália.

Já no Manchester City, Roberto Mancini foi campeão da Premier League, campeão da Copa da Inglaterra e campeão da Supercopa da Inglaterra. Foi ele o treinador responsável por acabar com o jejum de 35 anos do clube sem títulos.

O técnico italiano ainda foi vencedor da Copa da Turquia em sua passagem pelo Galatasaray. 

Luciano Spaletti

Os 7 melhores técnicos da Itália na história e na atualidade
Spaletti conduziu o Napoli ao título do Campeonato Italiano

Luciano Spaletti fez história no comando do Napoli na temporada 2022/23. Isso porque o treinador conduziu a equipe do sul da Itália ao Scudetto. Titulo que veio pela última vez há 33 anos, quando Diego Maradona ainda defendia as cores do clube.

Além disso, Spaletti também levou o Napoli para a disputa das quartas de finais da UEFA Champions League, mas terminou sendo eliminado para outro treinador que também merece estar na lista dos grandes treinadores italianos da atualidade, Stefano Pioli.

Após Spaletti conquistar seu maior título como treinador, decidiu agora passar um ano sabático e descartou assumir uma equipe na próxima temporada.

Simone Inzaghi

Simone Inzaghi melhores treinadores italianos da atualidade
Simone Inzaghi é um dos melhores treinadores italianos da atualidade

Simone Inzaghi pode não ter sido um atacante tão bom quanto seu irmão mais velho Filippo, mas já inicia uma carreira promissora.

Depois de pendurar as chuteiras na Lazio e ser técnico do time sub-20 do clube romano, Simone Inzaghi passou a ser o treinador da equipe principal ao final da temporada 2015/2016.

Com a Lazio, foi campeão da Copa da Itália em 2018/2019 e bicampeão da Supercopa Italiana.

Na temporada 2022/23, Simone levou a Inter de Milão para a final da UEFA Champions League. Contudo, terminou perdendo para o Manchester City que vence pelo placar mínimo de 1 x 0, gol de Rodri.

Depois de conferir quem são os maiores treinadores do futebol italiano, aproveite para ver também:

*Última atualização em 10 de julho de 2023