Entenda quais são as principais diferenças entre os tipos de quadras de tênis e as características das superfícies: saibro, grama e duro!

Assim como os pneus da Fórmula 1 têm grande influência no resultado de uma corrida e o tamanho das ondas faz toda a diferença em um campeonato de surfe, os tipos de quadra de tênis têm peso sobre quem se dará melhor em um torneio.

Você já deve ter ouvido falar que Rafael Nadal é o rei do saibro ou que Roger Federer é dominante na grama, certo? Esses comentários acontecem porque há tenistas que se sobressaem em determinados tipos de piso.

Quer saber melhor como isso funciona e quais são os tipos de quadras de tênis? Nós vamos te explicar todos os detalhes!

Infográfico: tipos de quadra de tênis

Tipos de quadra de tênis

Quer compartilhar essa imagem no seu site ou blog? Basta copiar o código abaixo:

Qual o tamanho da quadra de tênis nos diferentes tipos de piso?

As medidas das quadras de tênis são as mesmas para homens e mulheres, independentemente de onde for disputado o torneio. O que muda nas dimensões é se os jogos são individuais ou de duplas.

Nos jogos entre duplas, são utilizadas as áreas laterais da quadra, e assim as medidas da quadra de tênis são 23,77 metros de comprimento e 10,97 metros de largura.

Já se for uma disputa individual, a quadra é utilizada em sua versão mais curta, sem as mesmas áreas laterais que são aproveitadas nos duelos de duplas. Dessa forma, a largura é reduzida para 8,23 metros, enquanto é mantido o comprimento de 23,77 metros.

Mas o que influencia mesmo em um jogo de tênis é o tipo de piso utilizado. E são três as possibilidades mais comuns: saibro, grama ou piso duro, também conhecido como sintético.

Nos Grand Slams, por exemplo, as regras são similares entre essas competições, mas as características mais marcantes ficam por conta da superfície em que são realizados os confrontos.

Australian Open e US Open são disputados em quadras de pisos duros. Já Roland Garros é o principal torneio do mundo em saibro, enquanto Wimbledon é disputado em quadras de grama.

Entenda a seguir as principais características de cada um desses tipos de quadra.

Principais diferenças entre os tipos de quadras de tênis

Veja quais são as diferenças entre saibro, grama e piso sintético!

Saibro

Gustavo Kuerten foi tricampeão em Roland Garros
Tricampeão de Roland Garros, Guga comemorou seu 3º título desenhando um coração no saibro

Entre todos os tipos de quadra de tênis, o mais marcante para os brasileiros é o saibro. Afinal, foi jogando nessa superfície que Gustavo Kuerten, o maior tenista do país em todos os tempos, foi tricampeão em Roland Garros.

O saibro, também conhecido como terra batida, não é feito de terra, mas sim de pó de tijolo, o que proporciona a cor avermelhada.

O pó de tijolo deixa o piso mais fofo e, assim, quando a bolinha quica, o atrito é maior e ela perde velocidade. Esse jogo mais lento favorece os tenistas que gostam da troca de bolas do fundo da quadra, como era o caso do Guga.

O saibro também proporciona um diferencial no deslocamento lateral dos tenistas, que podem aproveitar o tipo de quadra para escorregar antes de golpear a bolinha.

Principais torneios disputados no saibro

O principal torneio disputado em saibro é o Aberto da França, mas alguns Masters também são realizados nessa superfície, como Monte Carlo, Roma e Hamburgo.

Tenista com mais títulos no saibro

Rafael Nadal – 57 títulos

Grama

Novak Djokovic, campeão do torneio de Wimbledon
Em 2018, Novak Djokovic conquistou seu quarto título na grama de Wimbledon

Embora sejam cada vez mais raras as quadras de grama ao redor do mundo, a tradição dos torneios disputados nessa superfície é mantida por Wimbledon.

Enquanto outros Grand Slams, como o US Open e o Australian Open mudaram de piso ao longo da história, o torneio inglês mantém a sua “grama sagrada”.

O que faz com que poucos torneios utilizem quadras de grama é a dificuldade de manutenção. Ela não pode ser usada enquanto está úmida, nem muito cedo nem muito tarde, pois estraga facilmente.

Além disso, em alguns meses do ano, é preciso apará-la todos os dias. Afinal, a grama no tênis não é como nos campos de futebol. Em Wimbledon, por exemplo, ela é mantida a uma altura de apenas 8 milímetros.

Justamente por a grama ser baixa e gerar pouco atrito com a bolinha, ela proporciona jogos mais rápidos. Assim, tenistas que gostam de imprimir um ritmo mais intenso, com saque e voleio, têm maior tendência a se destacar.

Guga, como dissemos, brilhava no saibro, mas nunca conseguiu ir além das quartas de final de Wimbledon.

Principais torneios disputados na grama

Wimbledon é, sem dúvidas, o principal torneio disputado em quadras de grama. Na mesma época que acontece o Grand Slam inglês, são realizados os demais torneios nessa superfície, como o ATP 500 de Londres e o ATP 500 de Halle, na Alemanha, para os homens, além do Premier de Birmingham e do Premier de Eastbourne, para as mulheres.

Tenista com mais títulos na grama

Roger Federer – 18 títulos

Quadra dura ou sintética

Quadra de tênis

Além das quadras de saibro e de grama, outro piso utilizado nos principais torneios de tênis do mundo é o sintético. Esse tipo de quadra é conhecido também como “dura”.

Embora tenham uma camada interna de borracha, as quadras sintéticas não absorvem tanto o impacto da bolinha quanto o saibro. Dessa forma, essa superfície deixa a troca de bolas mais rápida e favorece os tenistas com saque mais forte.

A velocidade das quadras duras está relacionada à espessura da camada interna de borracha e ao quão áspera é a superfície da quadra. Quanto menor a camada de borracha, mais veloz o piso é. E quanto mais áspera a superfície, maior é o amortecimento e menor é a velocidade da bola.

Quando as quadras são cobertas, em torneios indoor, sem a influência do vento, os jogos se tornam ainda mais rápidos.

Principais torneios disputados em quadras duras

Dois dos principais torneios de tênis do circuito mundial são disputados em quadras duras. Esse é o caso do Australian Open e do US Open. Ambos os Grand Slams chegaram a ter quadras de grama em algum momento, mas optaram pela troca do tipo de piso.

Além do Australian Open e do US Open, Toronto, Los Angeles, Cincinnati e Indianapolis também utilizam quadras sintéticas.

Tenista com mais títulos em quadras duras

Roger Federer – 70 títulos

Tenistas que venceram em todos os tipos de quadras

Justamente pela influência que os pisos exercem sobre a velocidade do jogo, os tenistas que conseguem vencer torneios em diferentes superfícies demonstram ainda mais versatilidade.

Em toda a história do tênis, apenas cinco atletas conquistaram todos os quatro principais torneios de simples em uma mesma temporada, no feito conhecido como o “verdadeiro Grand Slam”:

  • Donald Budge (1938)
  • Maureen Connolly (1953)
  • Rod Laver (1962 e 1969)
  • Margaret Court (1970)
  • Steffi Graf (1988)

Em duplas, a brasileira Maria Esther Bueno foi a primeira tenista em todos os tempos a vencer os quatro Grand Slams numa mesma temporada. Ela alcançou esse feito em 1960.

Além da “Bailarina do Tênis”, Owen Davidson (1967) e Martina Hingis (1998) conquistaram todos os Grand Slams em duplas no mesmo ano trocando de parceiros. Há ainda três duplas que se mantiveram juntas e venceram os 4 torneios na mesma temporada:

  • Frank Sedgman e Ken McGregor (1951)
  • Margaret Smith e Ken Fletcher (1963)
  • Martina Navratilova e Pam Shriver (1984)

Além dos tenistas já citados, diversos homens e mulheres conquistaram o Career Grand Slam. Ou seja, venceram Australian Open, Roland Garros, Wimbledon e US Open em diferentes anos. Veja os homens e as mulheres que conseguiram esse feito!

Aproveite também para conferir uma lista dos melhores tenistas de todos os tempos!

Ficha Técnica
Título
Conheça os tipos de quadra de tênis e os diferentes pisos
Resumo
Assim como os pneus da Fórmula 1 têm grande influência no resultado de uma corrida e o tamanho das ondas faz toda a diferença em um campeonato de surfe, os tipos de quadra de tênis — saibro, grama ou sintético — têm peso sobre quem se dará melhor em um torneio.
Autor

Comentários

Salvar