Relembre a trajetória de Ronaldinho Gaúcho: números nos clubes e na Seleção Brasileira, quantos gols marcou e mais curiosidades

Gênio, craque, fora de série, de outro planeta, bruxo. Brincadeiras à parte, não faltam adjetivos para descrever o talento de Ronaldinho Gaúcho com a bola. 

Mesmo sendo um pouco tímido fora de campo, principalmente no trato com a imprensa, Ronaldinho Gaúcho deixava a timidez de lado quando estava dentro das quatro linhas. 

Os dribles desconcertantes, passes com estilo, golaços que ficaram marcados na história e as grandes atuações durante sua carreira fizeram, certamente, Ronaldinho ser um dos grandes craques do futebol de todos os tempos.

Para lembrar como foi a sua trajetória no futebol, montamos este artigo detalhado, em que relacionamos os títulos, os clubes em que atuou, os prêmios, os números com a Seleção Brasileira e muito mais sobre a carreira de Ronaldinho Gaúcho! 

Quem é Ronaldinho Gaúcho?

Ronaldinho Gaúcho, ex-jogador de futbol
Ronaldinho foi um dos jogadores mais brilhantes da história do futebol

Ronaldo de Assis Moreira, também conhecido como Ronaldinho Gaúcho, é um ex-jogador de futebol, que atuava como meio-campista. Nascido em Porto Alegre (RS), Ronaldinho é um dos jogadores que mais encantaram o mundo do futebol, principalmente na metade da década de 2000.

Ronaldinho Gaúcho teve contato com o futebol desde muito cedo. Corriqueiramente surgem vídeos do craque quando criança já demonstrando seu talento com a bola, característica que o acompanhou durante toda a sua carreira.

 

O gaúcho foi bastante influenciado pelo seu irmão mais velho, Assis, principalmente após a morte do pai, quando Ronaldinho tinha apenas 8 anos. 

Assis também foi jogador de futebol, começando sua carreira no final da década de 80 e se aposentando no começo da década de 2000. O ex-jogador de Grêmio e Corinthians servia de inspiração para o irmão que quis seguir os mesmos passos.

Para você ter uma ideia da influência do irmão durante a trajetória de Ronaldinho, ele foi o empresário e agente do craque em grande parte da sua carreira, até mesmo após sua aposentadoria.

No mesmo ano em que Assis estreava no futebol profissional com a camisa do Grêmio, em 1987, seu irmão também estreava no clube gaúcho, mas nas categorias infantis, já que na época o meia tinha apenas 7 anos.

Como Ronaldinho Gaúcho começou no futebol?

Ronaldinho Gaúcho e Assis, ex-jogadores de futebol
Ronaldinho e seu irmão Assis começaram suas carreiras no Grêmio

Depois de começar sua trajetória no Grêmio em 1987, Ronaldinho Gaúcho permaneceu nas categorias de base do Tricolor até 1998. No início do mesmo ano, foi chamado para compor o time profissional da equipe porto-alegrense.

A estreia de Ronaldinho como profissional aconteceu em 4 de março de 1998, quando o meio-campista tinha apenas 17 anos. Diante do Vasco da Gama, em partida válida pela fase de grupos da Libertadores, o jovem foi escalado como titular no confronto e não demorou muito para encantar. 

Apesar de uma atuação discreta, o meia foi o responsável pela cobrança de escanteio do gol decisivo da partida. Naquela oportunidade, o Grêmio saiu vencedor do confronto por 1 a 0, com gol marcado por Guilherme. 

No ano seguinte, o craque já era titular absoluto da equipe gremista e passou a encantar com seus dribles desconcertantes e jogadas fora do comum. 

Na final do Campeonato Gaúcho de 1999, em uma disputa Grenal, Ronaldinho aplicou um “elástico de letra” para cima de Dunga, capitão do Brasil no tetracampeonato da Copa do Mundo, em 1994. Esse confronto marcou a conquista do primeiro título da carreira de Gaúcho e fez com que ele chegasse até a Seleção Brasileira.

 

O meia permaneceu no Grêmio até 2001, sendo essa a passagem mais artilheira de Ronaldinho em toda sua carreira, pelo menos na média de gols. Em 94 jogos disputados, o craque marcou incríveis 75 gols, número impressionante para um garoto que estava dando seus primeiros passos no futebol profissional.

Quais times Ronaldinho Gaúcho defendeu?

Ao longo da sua carreira, Ronaldinho Gaúcho atuou em 8 clubes profissionais diferentes. Além do Grêmio, clube que ele iniciou sua carreira, o meia também defendeu PSG, Barcelona, Milan, Flamengo, Atlético Mineiro, Querétaro e Fluminense. 

Foram 17 anos de carreira e 5 ligas nacionais diferentes disputadas, a brasileira, a espanhola, a francesa, a italiana e a mexicana.

Paris Saint-Germain

Ronaldinho Gaúcho, ex-jogador de futebol
A estreia de Ronaldinho no PSG foi no dia em 4 de agosto de 2001, em um empate de 1 a 1 diante do Auxerre

No dia 4 de julho de 2001, o meia foi contratado pela equipe do PSG, da França. Depois de um longo imbróglio para o acerto da contratação, o time francês pagou US$ 4,2 milhões para o Grêmio e assinou um contrato de 5 anos com Ronaldinho. 

A passagem dele pelo futebol francês durou apenas dois anos (2001 a 2003), mas foi o suficiente para encantar o cenário europeu.

Ao todo, o craque disputou 75 jogos com a camisa parisiense e marcou 25 gols. Os dribles e jogadas desconcertantes, aliados à apresentação na Copa do Mundo de 2002 com a Seleção Brasileira, saltaram aos olhos dos grandes clubes da Europa, principalmente do Barcelona, que não mediu esforços em contratá-lo. E que contratação hein!?

Barcelona

Ronaldinho Gaúcho, ex-jogador de futebol
Foi no Barcelona que o craque viveu sua melhor fase da carreira e encantou todo o mundo

No Barcelona, Ronaldinho Gaúcho viveu o melhor momento de toda a sua carreira. Contratado em julho de 2003, por 21 milhões de euros, Ronaldinho foi o grande nome da revolução que ocorreu no time durante esse período.

Ele era a grande estrela do clube catalão e já mostrou a que veio logo na estreia, marcando um dos gols mais marcantes de toda a sua carreira, diante do Sevilla.

O meia arrancou no campo de defesa, passou como quis por dois defensores e arrematou um chutaço de longa distância, sem chances para o arqueiro do Sevilla. 

 

A contratação surtiu efeito já na sua segunda temporada (2004-2005), com o Barcelona voltando a conquistar o título da La Liga após 6 anos.

Na sequência, mais uma conquista da La Liga e a coroação completa com o título da Champions League (2005-2006), torneio que o Barcelona havia conquistado apenas uma vez até então, em 1992. 

Esses anos de Ronaldinho Gaúcho com a camisa grená, especialmente em 2004 e 2005, são considerados por muitos as melhores temporadas individuais de um jogador em toda a história do futebol. Não é à toa que o craque foi eleito o melhor jogador do mundo da FIFA por duas vezes nesse período.

Os dribles, golaços e os passes marcantes, às vezes tocando para um lado e olhando para o outro, ficaram marcados na história. Em um desses grandes passes, inclusive, em uma cavadinha sensacional, Ronaldinho Gaúcho encontrou o jovem Lionel Messi, que marcaria o seu primeiro gol com a camisa do Barcelona. 

 

A sua passagem pela equipe catalã terminou em 2008. Após uma longa sequência de lesões e problemas com a diretoria, o craque decidiu buscar uma nova oportunidade e foi contratado pelo Milan.

Pelo Barcelona, Ronaldinho Gaúcho disputou 207 jogos e marcou 108 gols, mas o que ficou mais marcado nessa passagem foram os shows que o craque proporcionou para todos os torcedores, inclusive rivais.

Milan

Ronaldinho, ex-jogador de futebol
Ronaldinho na sua apresentação pelo Milan

Após a extraordinária passagem pelo Barcelona, Ronaldinho Gaúcho tentou a sorte na Itália, defendendo as cores rubro-negras do Milan.

Durante a passagem pela equipe rossonera, o craque atuou ao lado de outros grandes nomes do futebol brasileiro, como Alexandre Pato, Robinho e Kaká, além de grandes estrelas da Europa, como Pirlo, Seedorf, Beckham e Ibrahimovic.

Apesar dos nomes de peso, o Milan vivia o começo de uma grande instabilidade política, que atrapalhou a evolução do time durante o período que o brasileiro permaneceu lá.

Pelo Milan, Ronaldinho disputou 116 partidas e marcou 29 gols. Seu melhor momento foi na temporada 2009-2010, em que o craque terminou o Campeonato Italiano como líder em assistências, com 13 passes para gols.

Ele permaneceu no clube até janeiro de 2011, fazendo parte do time que conquistou o Campeonato Italiano da temporada 2010-2011, mas deixando o clube na metade da temporada. 

Flamengo

Ronaldinho Gaúcho, ex-jogador de futebol
Ronaldinho quase acertou sua volta para o Grêmio, mas acabou fechando com o Flamengo

Após 10 anos na Europa, Ronaldinho Gaúcho retornou ao Brasil em janeiro de 2011, para defender as cores da camisa do Flamengo. 

Mesmo não apresentando o mesmo futebol que encantou o mundo, principalmente no Barcelona, o meia chegou cercado de expectativas, especialmente após o sucesso de seu xará, Ronaldo Fenômeno, que voltou para o Brasil em 2009 para jogar no Corinthians.

Infelizmente para o Flamengo, a passagem de Ronaldinho durou pouco, apenas uma temporada.

Após problemas judiciais com a Traffic, patrocinadora que havia feito um acordo com o jogador para pagamentos de partes dos salários, o atleta conseguiu a rescisão de contrato com o clube carioca, deixando o Flamengo em maio de 2012.

Neste período, Ronaldinho atuou em 72 partidas e marcou 28 gols. Com a camisa do Flamengo, conquistou um título carioca, em 2011

Apesar do título conquistado, o momento mais marcante do meia no clube carioca foi em uma partida contra o Santos de Neymar.

Em jogo espetacular, que terminou em 5 a 4 para o Flamengo, na Vila Belmiro, Ronaldinho Gaúcho deu show e anotou três gols, sendo um deles um golaço em cobrança de falta por baixo da barreira. 

 

Atlético Mineiro

Ronaldinho Gaúcho, ex-jogador de futebol
Ronaldinho está um seleto grupo de jogadores que conquistaram Champions League e a Copa Libertadores

Após a passagem pelo Flamengo, Ronaldinho Gaúcho ainda viveria seu melhor momento no futebol brasileiro, mesmo aos 32 anos. 

Em junho de 2012, o meia foi anunciado oficialmente como reforço do Atlético Mineiro, clube que sonhava em conquistar títulos importantes, o que não acontecia desde a conquista do Campeonato Brasileiro, em 1971.

Na primeira temporada, em 2012, Ronaldinho não conquistou títulos com o Atlético, mas se destacou individualmente, ganhando prêmios como a Bola de Prata, da Revista Placar.

Já no seu segundo ano com a camisa alvinegra, aconteceu a consagração. O Atlético iria disputar a Libertadores da América e investiu pesado em contratações como a do atacante Diego Tardelli.

Formando um “quarteto mágico”, com Jô, Bernard, Tardelli e Ronaldinho, o Galo ainda contava com as atuações milagrosas do goleiro Victor, que em diversas ocasiões salvou o clube da eliminação nas fases mata-mata da competição.

Em uma campanha incontestável, cheia de histórias maravilhosas e com grandes atuações desses jogadores, o Atlético Mineiro conquistou seu primeiro título da Libertadores da América, vencendo o Olímpia nos pênaltis, na final da competição. 

Após o título, a equipe se classificou automaticamente para a disputa do Mundial de Clubes, que aconteceria no Marrocos.

Já com claros desgastes de relacionamento entre o técnico Cuca e os jogadores, o Atlético protagonizou um grande vexame e foi eliminado logo na estreia diante do time da casa, Raja Casablanca.

Uma cena que marcou o confronto, e que mostra o tamanho da idolatria que as pessoas têm por Ronaldinho Gaúcho em todo o mundo, é o momento após o apito final em que os jogadores do clube africano se juntam em volta do craque para pedir seu uniforme.

 

Além do título da Libertadores, Ronaldinho e o Atlético conquistaram o Campeonato Mineiro de 2013 e a Recopa Sul-Americana de 2014.

Pelo clube mineiro, foram 82 jogos disputados e 28 gols marcados, além de uma idolatria que permanecerá para sempre na história do clube.

Ronaldinho deixou o Galo sem jamais ter sido derrotado em partidas que o time alvinegro foi mandante. A sua passagem foi completamente diferente dos prognósticos pessimistas que antecederam sua chegada a Minas Gerais.

Querétaro

Ronaldinho Gaúcho, ex-jogador de futebol
Ronaldinho com a camisa do Querétaro, do México

Após o término da passagem do craque no Atlético Mineiro, em 2014, Ronaldinho já apresentava problemas físicos decorrentes da idade, 34 anos.

Sem condições de atuar em alto nível no futebol brasileiro, Ronaldinho foi jogar no Querétaro do México, time de pouca expressão no país, que acreditava que a contratação do “bruxo” faria com que o clube melhorasse a exposição da marca da instituição.

No extra campo talvez a contratação tenha dado resultado. O clube passou a ser conhecido, principalmente aqui no Brasil, e os torcedores paravam para assistir aos jogos do Querétaro só para ver Ronaldinho em campo.

Mas, dentro de campo, poucos resultados. O meia permaneceu por apenas 9 meses no clube mexicano, participando de 32 partidas e marcando 8 gols

Fluminense

Em 2015, Ronaldinho Gaúcho voltou ao futebol brasileiro para defender o Fluminense. A passagem pelo Tricolor, entretanto, não traz grandes lembranças para os torcedores do time carioca.

Ronaldinho disputou apenas 9 jogos pelo Fluminense, antes de se aposentar. Mais abaixo, você confere detalhes de como foi o fim da carreira de um dos maiores craques da história do futebol brasileiro.

Todos os times de Ronaldinho Gaúcho

Período Clube Jogos
1998-2001 Grêmio (BRA) 94
2001-2003 Paris Saint-Germain (FRA) 77
2003-2008 Barcelona (ESP) 207
2008-2010 Milan (ITA) 116
2011-2012 Flamengo (BRA) 72
2012-2014 Atlético Mineiro (BRA) 85
2014-2015 Querétaro (MEX) 29
2015 Fluminense (BRA) 9

Quando Ronaldinho Gaúcho se aposentou?

Depois de sua saída do Querétaro, Ronaldinho Gaúcho acertou sua volta para o Brasil para jogar no Fluminense, em 2015. Na época, era quase que unanimidade que a contratação dificilmente daria certo.

Ronaldinho já era veterano, tinha 35 anos e apresentava claros problemas de condicionamento físico.

Apesar do avanço nas questões de marketing do clube, que aumentou consideravelmente seu número de sócios e gerou diversas receitas após a contratação, o desempenho fraco dentro de campo não deixou muitas pessoas surpresas. 

O craque entrou em campo com a camisa do Fluminense em apenas 9 jogos, não marcando nenhum gol.

Após a saída do Fluminense, o jogador não assinou contrato com mais nenhum clube e, dois anos depois, seu irmão e empresário anunciou que Ronaldinho havia realmente se aposentado dos gramados. 

Não fique preso ao futebol! Veja histórias marcantes de outros esportes:

Quantos títulos Ronaldinho Gaúcho ganhou nos clubes?

Contando competições oficiais, organizadas pelas instituições de cada país ou continente, Ronaldinho Gaúcho conquistou 16 títulos em 6 clubes diferentes. Na Seleção Brasileira, foram mais três troféus, sendo o principal deles o da Copa do Mundo de 2002.

Além do Mundial disputado no Japão e na Coreia do Sul, como profissional, Ronaldinho ajudou a Seleção Brasileira a conquistar uma edição da Copa América e uma edição da Copa das Confederações.

Por clubes, a principal conquista da sua carreira foi a Champions League de 2006, quando o craque era a principal referência do Barcelona e um dos grandes responsáveis pelo título conquistado. 

Confira a lista detalhada com os títulos que o craque conquistou ao longo de sua carreira:

Todos os títulos oficiais de Ronaldinho Gaúcho por clubes

Grêmio

  • Campeonato Gaúcho: 1999
  • Copa Sul: 1999

Paris Saint-Germain

  • Copa Intertoto da UEFA: 2001

Barcelona

  • Liga dos Campeões da UEFA: 2005-06
  • La Liga: 2004-05, 2005-06
  • Supercopa da Espanha: 2005, 2006
  • Copa Cataluña: 2003–04, 2004–05, 2006–07

Milan

  • Série A: 2010-11

Flamengo

  • Campeonato Carioca: 2011

Atlético Mineiro

  • Campeonato Mineiro: 2013
  • Copa Libertadores da América: 2013
  • Recopa Sul-Americana: 2014

Trajetória de Ronaldinho Gaúcho na Seleção Brasileira

Ronaldinho Gaúcho, ex-jogador de futebol
Ronaldinho foi decisivo na conquista do penta do Brasil em 2002

Convocado pela primeira vez em 1998, quando tinha 17 anos, para o confronto diante da Venezuela pelas eliminatórias da Copa de 2002, Ronaldinho estreou marcando um golaço, com direito a chapéu e drible com a parte interna do pé.

Desde então, foi convocado pela Seleção Brasileira até 2011, disputando duas Copas do Mundo e conquistando 3 títulos oficiais com a camisa do Brasil. 

Sua última partida aconteceu em abril de 2013, em um amistoso contra a Seleção Chilena, no Mineirão.

Naquela oportunidade, mesmo sem saber que era a sua despedida, o Bruxo disputava sua partida final com a camisa da amarelinha.

Ao todo, foram 101 jogos pelo Brasil e 35 gols marcados, de 1999 até 2013.

Quantas Copas Ronaldinho Gaúcho disputou?

No total, Ronaldinho Gaúcho disputou duas Copas do Mundo com a camisa da Seleção Brasileira. Ele esteve nos Mundiais de 2002 e 2006.

Na sua primeira participação em Copas, em 2002, na Coreia do Sul e no Japão, Ronaldinho tinha apenas 22 anos, mas foi essencial para a conquista do título, o penta da Seleção Brasileira.

Formando um trio de ataque com Fenômeno e Rivaldo, Ronaldinho Gaúcho foi decisivo em diversos momentos, principalmente nas quartas de final contra a Inglaterra.

Além de dar a assistência para o gol de empate do Brasil, o craque fez um gol de falta histórico, de longa distância, virando o jogo.

  
A segunda Copa de Ronaldinho foi disputada em 2006, quando o craque vivia seu auge, e havia acabado de ganhar o prêmio de melhor jogador do mundo da Fifa.

Mesmo considerado favorito, o Brasil decepcionou e acabou sendo eliminado nas quartas de final pela França.

Em 2010, o meia viveu a expectativa de ser convocado pelo técnico Dunga, pois havia participado de algumas convocações nas Eliminatórias para a Copa e vivia um bom momento no Milan. 

Porém, o comandante acabou optando por não levá-lo para a competição que aconteceria pela primeira vez no continente africano, com a sede do torneio na África do Sul.

Títulos pela Seleção Brasileira

No total, Ronaldinho Gaúcho conquistou 3 títulos com a camisa da Seleção Brasileira principal: Copa América (1999), Copa do Mundo (2002) e Copa das Confederações (2005).

O craque ainda conquistou uma Copa do Mundo Sub-17, em 1997, e voltou para a casa com a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. 

Quantas vezes Ronaldinho Gaúcho foi melhor do mundo?

Ronaldinho melhor jogador do mundo de 2005
Ronaldinho superou Eto’o e Lampard para ser o melhor do mundo de 2005

Ronaldinho Gaúcho foi eleito melhor jogador do Mundo pela Fifa em duas oportunidades, em 2004 e 2005, quando vestia a camisa do Barcelona.

Vivendo excelente momento com a equipe catalã, Ronaldinho foi o grande responsável pela conquista do clube do bicampeonato espanhol e uma Champions League durante esse período. 

Prêmios individuais mais importantes de Ronaldinho Gaúcho

  • Revelação do ano no Campeonato Gaúcho: 1999
  • Bola de Ouro da Copa das Confederações: 1999
  • Chuteira de Ouro da Copa das Confederações: 1999
  • Melhor Jogador do Mundo pela FIFA: 2004, 2005
  • Melhor Jogador do Mundo pela World Soccer: 2004, 2005
  • Melhor Jogador do Mundo pela FIFPro: 2005, 2006
  • Melhor jogador estrangeiro da La Liga: 2003–04, 2005–06
  • Atacante do ano da UEFA: 2004–05
  • Ballon d’Or: 2005
  • Onze d’Or: 2005
  • Jogador do ano da UEFA: 2005–06
  • Bola de Bronze da Copa das Confederações: 2005
  • Bola de Bronze da Copa do Mundo de Clubes: 2006
  • Jogador da Década da Revista World Soccer: 2009
  • Prêmio Golden Foot: 2009
  • Melhor atacante – Campeonato Carioca: 2011
  • Craque da Galera do Brasileiro: 2012
  • Bola de Ouro da Revista Placar: 2012
  • Melhor jogador Campeonato Mineiro: 2013
  • Futebolista Sul-Americano do Ano: 2013
  • Melhor jogador da Copa Libertadores de futebol: 2013

Quantos gols fez Ronaldinho Gaúcho?

Em 17 anos de carreira, Ronaldinho Gaúcho marcou 356 gols como jogador profissional de futebol, contando os gols pelos 8 times que jogou mais os marcados com a camisa da Seleção Brasileira. O meia só não marcou gols vestindo a camisa do Fluminense, último time que atuou.

Confira a lista detalhadas com os gols do ex-jogador:

Período Clube Jogos
1998-2001 Grêmio (BRA) 75
2001-2003 Paris Saint-Germain (FRA) 25
2003-2008 Barcelona (ESP) 108
2008-2010 Milan (ITA) 29
2011-2012 Flamengo (BRA) 28
2012-2014 Atlético Mineiro (BRA) 28
2014-2015 Querétaro (MEX) 8
2016 Fluminense (BRA) 0
1999-2013 Seleção Brasileira 35

Biografia de Ronaldinho Gaúcho

  • Nome completo: Ronaldo de Assis Moreira
  • Data de nascimento: 21 de março de 1980
  • Local de nascimento: Porto Alegre (RS), Brasil
  • Altura: 1,80 m
  • Posição: meia-atacante

Curiosidades de Ronaldinho Gaúcho

Rolês aleatórios

Depois de aposentado, e com o boom das redes sociais aqui no Brasil, Ronaldinho Gaúcho virou “meme”. Diversas fotos ou vídeos com o bruxo em “roles aleatórios” começaram a aparecer, alguns momentos que não parece ter nenhum sentido a presença de Ronaldinho.

 

Na final da Copa da Rússia em 2018, por exemplo, Ronaldinho foi convidado para aparecer na apresentação, tocando um tambor, em mais um momento que ninguém entendia o que estava acontecendo e fez com que craque fosse parar nas redes sociais.

Aplaudido de pé

Não é todo dia que vemos um jogador sendo aplaudido de pé pela torcida adversária, principalmente quando estamos falando de Real Madrid e Barcelona.

Bom, o Bruxo conseguiu esse feito. Em 2005, quando atuava pelo Barcelona, Ronaldinho foi aplaudido de pé pela torcida do Real Madrid em pleno Santiago Bernabéu.

Naquela oportunidade, Ronaldinho deu aula de futebol e marcou 2 golaços que ficaram marcados para a história. Em um deles, passou como quis por Sergio Ramos, um dos maiores zagueiros da história do clube merengue, e finalizou sem chances para Casillas. 

 

Depois de relembrar todos os detalhes da carreira de Ronaldinho Gaúcho, aproveite para ler outros conteúdos sobre futebol:

 

Salvar