Tudo sobre Thiago Silva: a biografia do zagueiro, participações em Olimpíadas e Copas do Mundo, todas as conquistas e premiações

O futebol brasileiro sempre se destacou por meias habilidosos e atacantes com grande poder de finalização. Thiago Silva mostrou ao mundo que o Brasil produz também grandes zagueiros.

Apelidado de Monstro pela torcida do Fluminense, o defensor se tornou capitão de Milan e PSG. Também vestiu a braçadeira na Seleção Brasileira, acumulou títulos e premiações ao longo de sua trajetória no futebol.

Porém, a história de Thiago Silva não tem apenas páginas gloriosas. Aqui, relembramos ainda os grandes obstáculos que ele precisou superar. Você se recorda do momento de tensão para o zagueiro na Rússia?

Fique conosco e saiba tudo o que aconteceu naquele episódio e nos demais passos da carreira de Thiago Silva!

Quem é Thiago Silva?

Quem é Thiago Silva
Thiago Silva disputou três Copas do Mundo e conquistou duas medalhas olímpicas

Thiago Silva é um jogador de futebol que se destacou como um dos melhores zagueiros do mundo neste século. Além de defender a Seleção Brasileira em três Copas do Mundo, teve passagens vitoriosas por Fluminense e Milan, antes de chegar ao PSG, clube que defende atualmente.

O atleta nasceu em 22 de setembro de 1984, no Rio de Janeiro. Foi no Fluminense que ele deu os primeiros passos de sua trajetória no futebol. Mas antes de se tornar ídolo no Tricolor, Thiago Silva passou por outros clubes. Relembre, a seguir, quais foram eles!

Biografia de Thiago Silva

Biografia de Thiago Silva
Thiago Silva deixou o Brasil pela primeira vez para jogar no Porto B

Thiago Silva foi criado em Campo Grande, Zona Oeste do Rio. O zagueiro já relatou que acompanhar tiroteios e ver pessoas baleadas na comunidade onde morava era algo comum de sua infância.

Sua trajetória no futebol começou nas categorias de base do Fluminense. Aos 19 anos, passou a integrar o RS Futebol, clube do ex-jogador e técnico Paulo César Carpegiani.  

Depois de se destacar no RS Futebol, Thiago Silva defendeu o Juventude. Foi no clube de Caxias do Sul que o zagueiro se destacou no Campeonato Brasileiro de 2004 e chamou a atenção de Jorge Mendes, um dos mais importantes empresários de futebol em todo o mundo.

Thiago Silva foi diagnosticado com tuberculose na Rússia

O agente de Cristiano Ronaldo pagou US$ 3,8 milhões para tirar Thiago Silva do Juventude e levá-lo para o Porto B. Em Portugal, entretanto, ele pouco jogou. Assim, seu destino acabou sendo o Dínamo de Moscou.

Na Rússia, Thiago Silva viveu o momento mais tenso em toda a sua carreira. Ele foi diagnosticado com tuberculose e esteve perto de encerrar precocemente sua trajetória no esporte. 

Os médicos que o acompanhavam em Moscou indicaram que ele deveria fazer uma cirurgia, e a intervenção nos pulmões o impediria de continuar jogando futebol.

“Eu fiquei muito tempo isolado, achei que não iria sair dali. Eu acordava seis, sete da manhã com duas ou três injeções, um monte de medicamentos. No almoço, um pouco mais. À tarde, novamente, e mais injeções e remédios na hora do jantar. Uma vez por semana, tinha uma limpeza do pulmão. Eles colocavam uma sonda pela boca, uma câmera através do nariz”, relembrou Thiago Silva, em entrevista ao site da CBF.

Ex-técnico do zagueiro no Juventude, Ivo Wortmann foi visitá-lo na Rússia e pediu a intervenção de Jorge Mendes. O empresário providenciou o retorno de Thiago para Portugal, onde pôde se recuperar, sem a necessidade de qualquer cirurgia.

De volta ao Brasil, Thiago Silva passou alguns meses treinando no Fluminense até ter o contrato com o Dínamo de Moscou rescindido. No Tricolor Carioca, ele reencontrou Ivo Wortmann e se tornou um dos ídolos da torcida.

Idolatria no Fluminense e capitão de Milan e PSG

Thiago Silva no Fluminense
Apelidado de Monstro pela torcida do Fluminense, Thiago Silva foi vice-campeão da Libertadores

Apelidado de “Monstro” pela torcida do Fluminense, Thiago Silva foi campeão da Copa do Brasil em 2007 e vice-campeão da Copa Libertadores em 2008. Pouco depois do torneio continental, foi negociado com o Milan. 

No clube italiano, recebeu a braçadeira de capitão e se tornou um dos melhores da posição no futebol europeu. Foi campeão do Campeonato Italiano na temporada de 2010/2011 e vice no ano seguinte.

Em 2012, o Milan negociou o jogador brasileiro com o Paris Saint-Germain. Na França, mais uma vez, ele se tornou capitão do time e passou a liderar a geração mais vitoriosa da história do clube.

Em suas primeiras sete temporadas em Paris, o zagueiro foi hexacampeão do Campeonato Francês, pentacampeão da Copa da Liga Francesa, tetracampeão da Copa da França e da Supercopa da França.

A transferência para o PSG deu a Thiago Silva a chance de jogar num clube que almeja se estabelecer na elite da Europa e se tornar favorito em todos os sites de apostas esportivas.

Times de Thiago Silva

  • RS Futebol – 2003
  • Juventude – 2004
  • Porto B – 2005
  • Dínamo de Moscou – 2005
  • Fluminense – 2008
  • Milan – 2009 a 2012
  • PSG – desde 2012

Vá além do Futebol! Confira também:

História de Thiago Silva na Seleção Brasileira

Thiago Silva na Seleção Brasileira
Thiago Silva foi convocado para a Seleção Brasileira por quatro treinadores diferentes

Thiago Silva foi convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira em 2008, para uma partida contra a Venezuela. Naquele ano, ele também foi escolhido por Dunga como um dos três jogadores acima de 23 anos para integrar a Seleção Olímpica nos Jogos de Pequim.

A zaga titular da seleção principal era formada por Lúcio e Juan, mas eles não conseguiram liberação de seus respectivos clubes.

Na Olimpíada de 2008, o time liderado por Ronaldinho Gaúcho parou nas semifinais diante da Argentina de Messi e acabou ficando com a medalha de bronze. Aquele foi o primeiro de dois pódios olímpicos na carreira de Thiago Silva.

Primeira Copa do Mundo e segunda Olimpíada

Sob o comando de Dunga, o zagueiro também disputou sua primeira Copa. Na África do Sul, ele foi reserva de Juan e Lúcio. O Brasil acabou eliminado nas quartas de final pela Holanda.

Já em 2012, foi a vez de Thiago Silva ser chamado por Mano Menezes para ser um dos líderes da Seleção Olímpica nos Jogos de Londres.

A geração que contava com Neymar chegou até a final e perdeu para o México, ficando com a medalha de prata.

Rótulo de chorão e ausência no 7 a 1

Thiago Silva na Copa de 2014
Marcado por choro na Copa de 2014, Thiago Silva não participou do 7 a 1

Mano Menezes não conseguiu chegar até a Copa do Mundo de 2014, mas isso não impediu que Thiago Silva seguisse como um dos principais jogadores da Seleção Brasileira. Ele foi campeão da Copa das Confederações de 2013, com vitória sobre a Espanha, e o escolhido por Luiz Felipe Scolari para ser o capitão no mundial disputado no Brasil.

A Copa de 2014 ficou marcada na carreira de Thiago Silva por críticas pelo seu comportamento durante a disputa de pênaltis das oitavas de final, contra o Chile. O capitão da equipe se virou de costas e chorou naquele momento decisivo. Mais tarde, ele rebateu o rótulo de chorão.

Nas quartas de final, Thiago fez um dos gols da vitória sobre a Colômbia, por 2 a 1. Porém, recebeu o segundo cartão amarelo e ficou fora das semifinais.

Sem o capitão suspenso e Neymar lesionado, a Seleção Brasileira sofreu a histórica goleada para a Alemanha por 7 a 1, no Mineirão.

Terceira Copa do Mundo para Thiago Silva

Thiago Silva na Copa do Mundo de 2018
Sob o comando de Tite, Thiago Silva foi titular da Seleção Brasileira na Copa do Mundo de 2018

A Seleção Brasileira voltou a ser comandada por Dunga depois da Copa de 2014, mas o treinador não conseguiu chegar ao Mundial de 2018. Tite foi o escolhido para conduzir a equipe até a disputa na Rússia e, mais uma vez, Thiago Silva foi convocado.

Na preparação para a Copa do Mundo de 2018, o capitão do PSG disputou posição com seu companheiro de time Marquinhos. Tite acabou optando por escalar seus zagueiros mais experientes e, assim, a dupla titular foi formada por Thiago Silva e Miranda.

Na terceira Copa disputada por Thiago, o Brasil foi eliminado pela Bélgica nas quartas de final. 

Campeão da Copa América no Brasil

Thiago Silva na Copa América de 2019
Copa América de 2019 foi o segundo título de Thiago Silva pela Seleção Brasileira

Depois da Copa do Mundo de 2018, a continuidade de Thiago Silva na Seleção Brasileira passou a ser ameaçada por conta de sua idade. No Mundial do Catar, em 2022, ele terá 38 anos. Porém, isso não impediu que ele seguisse nas listas de Tite.

Thiago Silva foi convocado para a disputa da Copa América de 2019 e formou dupla de zaga com Marquinhos no torneio disputado no Brasil.

Na final, a Seleção Brasileira venceu o Peru, no Maracanã, e o zagueiro pôde comemorar seu segundo título com a camisa amarela.  

Títulos de Thiago Silva

Títulos de Thiago Silva
Thiago Silva faz parte da geração mais vitoriosa da história do PSG

Fluminense

  • Copa do Brasil: 2007

Milan

  • Campeonato Italiano: 2010–11
  • Supercopa da Itália: 2011
  • Trofeo Luigi Berlusconi: 2009

Paris Saint-Germain

  • Campeonato Francês: 2012–13, 2013–14, 2014–15, 2015–16, 2017–18, 2018–19
  • Supercopa da França: 2013, 2015, 2017, 2018, 2019
  • Copa da Liga Francesa: 2013–14, 2014–15, 2015–16, 2016–17, 2017–18
  • Copa da França: 2014–15, 2015–16, 2016–17, 2017–18
  • International Champions Cup: 2015

Seleção Brasileira

  • Copa das Confederações: 2013
  • Copa América: 2019

Seleção Brasileira Olímpica

  • Medalha de Bronze na Olimpíada de Pequim 2008
  • Medalha de Prata na Olimpíada de Londres 2012

Prêmios individuais de Thiago Silva

  • Bola de Prata: 2007
  • Seleção do Campeonato Brasileiro: 2008
  • Craque da galera do Campeonato Brasileiro: 2008
  • Seleção das Américas (El País): 2008
  • Melhor defensor do Campeonato Italiano: 2011
  • Seleção do Campeonato Italiano: 2010–11, 2011–12
  • Time do Ano da UEFA: 2011, 2012, 2013, 2015
  • Equipe ideal do Campeonato Francês: 2012–13, 2013–14, 2016–17, 2017–18, 2018–19
  • FIFPro World XI: 2013, 2014, 2015
  • Seleção da Copa das Confederações: 2013
  • Seleção da Copa do Mundo FIFA: 2014
  • Seleção da Copa América: 2019

Poucos jogadores são capazes de conquistar duas medalhas olímpicas e defender a Seleção Brasileira em três Copas do Mundo. Thiago Silva alcançou os dois feitos, foi capitão do Milan e do PSG e ainda acumulou uma série de títulos em seu currículo.

Infelizmente para os fãs de futebol, a carreira do Monstro já se aproxima do fim. Enquanto aguardamos as últimas conquistas de Thiago Silva, aproveite para conferir mais detalhes sobre outros astros do esporte mais popular do mundo:

*Última atualização em 3 de março de 2020

Comentários

Salvar