Conheça todos os campeões da Liga Mundial de Vôlei Masculino, os maiores jogadores da história do torneio e os principais recordes

Um torneio para ficar marcado na história do voleibol! Foi assim que a Federação Internacional de Voleibol anunciou, em outubro de 2017, a criação da Liga das Nações de vôlei masculino. 

A competição passou a ser disputada a partir de 2018. A Liga das Nações de vôlei masculino nasceu para substituir a Liga Mundial de vôlei, que foi disputada entre 1990 e 2017, tendo o Brasil como maior campeão.

Agora, a Seleção Brasileira persegue seu primeiro título da Liga das Nações! Nas duas primeiras edições do torneio masculino, em 2018 e 2019, a Rússia foi bicampeã!

Quer saber mais sobre a história da Liga das Nações de vôlei masculino? Venha com a gente!

Infográfico: a história da Liga das Nações de vôlei masculino

Infográfico da Liga das Nações de vôlei masculino

O que é a Liga das Nações de vôlei masculino?

Desde 2018, a Federação Internacional de Voleibol (FIVB) promove a disputa da Liga das Nações. O torneio foi criado para substituir a Liga Mundial no vôlei masculino e o Grand Prix no vôlei feminino.

A intenção da FIVB com a criação do novo torneio é transformar a Liga das Nações em um dos principais campeonatos da história do voleibol, promovendo maior interação com o público. Nas duas primeiras edições da Liga das Nações de vôlei masculino, o título ficou com a Rússia.

Na final do torneio de 2018, disputada em Lille, na França, os russos venceram os donos da casa. O Brasil, por sua vez, foi derrotado na disputa de terceiro lugar pelos Estados Unidos.

Já na segunda edição, a fase final aconteceu em Chicago. Novamente, os russos venceram os anfitriões na decisão. O triunfo da Rússia sobre os Estados foi com o placar de 3 a 1.

Eliminado nas semifinais pelos Estados Unidos no tie-break do quinto set, o Brasil perdeu a disputa a medalha de bronze para a Polônia e ficou no 4º lugar.

Você ama outros esportes além do Vôlei? Aqui na Esportelândia também falamos sobre:

Como funciona a Liga das Nações de vôlei masculino

A Liga das Nações é disputada por 16 países. Tanto para a competição feminina quanto para o torneio masculino, a FIVB definiu 12 seleções que disputarão a competição de forma fixa.

Já outros 4 times são chamados de “desafiantes” e devem disputar um torneio classificatório para a Liga das Nações.

Na competição masculina, os 12 país fixos são:

  • Alemanha
  • Argentina
  • Brasil
  • China
  • Estados Unidos
  • França
  • Irã
  • Itália
  • Japão
  • Polônia
  • Rússia
  • Sérvia

Em 2018, os desafiantes foram Austrália, Bulgária, Canadá e Coreia do Sul.

A competição prevê o rebaixamento do último colocado. Assim, a Coreia do Sul não disputou a edição de 2019 da Liga das Nações de vôlei masculino, sendo substituída por Portugal, que venceu a Challenger Cup (torneio classificatório disputado por 6 equipes).

Formato de disputa da Liga das Nações de vôlei masculino

A Liga das Nações é dividida em duas fases. A fase preliminar é disputada ao longo de 5 semanas. A cada semana, as seleções são divididas em grupos de 4, com todos os times se enfrentando dentro dos grupos em uma mesma cidade.

Dessa forma, ao fim das 5 semanas, todas as 16 seleções terão se enfrentado uma vez. As 5 equipes com melhores campanhas avançam para a fase final, assim como a representante do país-sede da fase final.

Na fase decisiva, as 6 equipes são divididas em dois grupos de 3 times. Elas se enfrentam dentro dos grupos e as duas melhores colocadas avançam para as semifinais. Obviamente, os vencedores das semifinais disputam a final da Liga das Nações de vôlei masculino.

Classificação final da Liga das Nações de vôlei masculino de 2018

Em 2018, a fase final da Liga das Nações de vôlei masculino foi disputada em Lille, na França. Os donos da casa chegaram à decisão, mas foram derrotados pela Rússia, por 3 a 0.

Já o Brasil perdeu a disputa de terceiro lugar para os Estados Unidos, também por 3 a 0.

A classificação final da Liga das Nações de 2018 ficou assim:

  • Campeão: Rússia
  • Vice-campeão: França
  • 3º colocado: Estados Unidos
  • 4º colocado: Brasil
  • 5º colocado: Polônia
  • 6º colocado: Sérvia

Classificação final da Liga das Nações de vôlei masculino de 2019

Em 2019, os Estados Unidos receberam a fase final da Liga das Nações de vôlei masculino. Nos duelos disputados em Chicago, estiveram: Brasil, Polônia, Irã, Rússia, Estados Unidos e França.

Polônia e Brasil avançaram em um grupo, enquanto Estados e Rússia se classificaram no outro.

Nas semifinais, os Estados fizeram 3 a 2 sobre o Brasil, enquanto os russos derrotaram os poloneses por 3 a 1.

Na final, a Rússia foi bicampeã, com vitória sobre os Estados Unidos por 3 a 1. Já na disputa de terceiro lugar, o Brasil foi derrotado pela Polônia por 3 a 0.

A classificação final da Liga das Nações de 2019 ficou assim:

  • Campeão: Rússia
  • Vice-campeão: Estados Unidos
  • 3º colocado: Polônia
  • 4º colocado: Polônia
  • 5º colocado: Irã
  • 6º colocado: França

Maiores jogadores da história da Liga das Nações

Anualmente, a Federação Internacional de Voleibol indica os melhores jogadores da Liga das Nações de vôlei masculino. Além do prêmio de MVP, a FIVB homenageia as melhores de cada posição.

Em 2018, nenhum jogador do Brasil esteve na seleção de melhores do campeonato da Liga das Nações. Confira todos os eleitos a seguir.

Melhores jogadores da Liga das Nações de vôlei masculino de 2018

  • MVP (Most Valuable Player): Maxim Mikhaylov (Rússia)
  • Levantador: Benjamin Toniutti (França)
  • Oposto: Matt Anderson (Estados Unidos)
  • Pontas: Taylor Sander (Estados Unidos) e Dmitry Volkov (Rússia)
  • Centrais: Dmitriy Muserskiy (Rússia) e Kevin Le Roux (França)
  • Líbero: Jenia Grebennikov (França)

Melhores jogadores da Liga das Nações de vôlei masculino de 2019

  • MVP (Most Valuable Player): Matt Anderson (Estados Unidos)
  • Levantador: Micah Christenson (Estados Unidos)
  • Oposto: Matt Anderson (Estados Unidos)
  • Pontas: Egor Kliuka (Rússia) e Dmitry Volkov (Rússia)
  • Centrais: Ivan Iakovlev (Rússia) e Max Holt (Estados Unidos)
  • Líbero: Erik Shoji (Estados Unidos)

O que foi a Liga Mundial de vôlei?

Substituída pela Liga das Nações desde 2018, a Liga Mundial foi uma competição de vôlei masculino, disputada entre 1990 e 2017. Uma das principais competições de vôlei do mundo, o torneio acontecia anualmente e visava difundir o voleibol em todos os continentes.

A competição era dividida em duas fases. Na primeira etapa da Liga Mundial, todas as seleções jogavam partidas como mandante e fora de casa. Já na fase decisiva, os jogos que definiam o campeão aconteciam em um país-sede.

A Liga Mundial chegou ao fim em 2017 com o Brasil como maior campeão da história do torneio. A seleção brasileira foi campeã 9 vezes, uma a mais que a Itália.

Oito dos nove títulos do time brasileiro foram sob o comando de Bernardinho. Em consequência do sucesso da Liga Mundial, a FIVB criou uma versão feminina: o Grand Prix.

Porém, assim como a Liga Mundial, o Grand Prix foi substituído pela Liga das Nações.

rasil campeão da Liga Mundial de vôlei 1993
Em 1993, o Brasil conquistou seu primeiro título da Liga Mundial ao bater a Rússia no ginásio do Ibirapuera

Vá além do mundo do Vôlei! Confira também nossos outros conteúdos:

Maiores campeões da Liga Mundial de vôlei masculino

  • Brasil – 9 títulos (1993, 2001, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009 e 2010)
  • Itália – 8 títulos (1990, 1991, 1992, 1994, 1995, 1997, 1999 e 2000)
  • Rússia – 3 títulos (2002, 2011 e 2013)
  • Estados Unidos – 2 títulos (2008 e 2014)
  • França – 2 títulos (2015 e 2017)
  • Cuba – 1 título (1998)
  • Sérvia – 1 título (2016)
  • Holanda – 1 título (1996)
  • Polônia – 1 título (2012)

Lista de todos os campeões da Liga Mundial de vôlei masculino

  • 1990 – Itália
  • 1991 – Itália
  • 1992 – Itália
  • 1993 – Brasil
  • 1994 – Itália
  • 1995 – Itália
  • 1996 – Holanda
  • 1997 – Itália
  • 1998 – Cuba
  • 1999 – Itália
  • 2000 – Itália
  • 2001 – Brasil
  • 2002 – Rússia
  • 2003 – Brasil
  • 2004 – Brasil
  • 2005 – Brasil
  • 2006 – Brasil
  • 2007 – Brasil
  • 2008 – Estados Unidos
  • 2009 – Brasil
  • 2010 – Brasil
  • 2011 – Rússia
  • 2012 – Polônia
  • 2013 – Rússia
  • 2014 – Estados Unidos
  • 2015 – França
  • 2016 – Sérvia
  • 2017 – França

Veja abaixo uma tabela completa com os 4 primeiros lugares ano a ano:

Ano Fase final Campeão Vice 3º lugar 4º lugar
1990 Osaka (Japão) Itália Holanda Brasil União Soviética
1991 Milão (Itália) Itália Cuba União Soviética Holanda
1992 Gênova (Itália) Itália Cuba Estados Unidos Holanda
1993 São Paulo (Brasil) Brasil Rússia Itália Cuba
1994 Milão (Itália) Itália Cuba Brasil Bulgária
1995 Rio de Janeiro (Brasil) Itália Brasil Cuba Rússia
1996 Roterdã (Holanda) Holanda Itália Rússia Cuba
1997 Moscou (Rússia) Itália Cuba Rússia Holanda
1998 Milão (Itália) Cuba Rússia Holanda Itália
1999 Mar del Plata (Argentina) Itália Cuba Brasil Rússia
2000 Roterdã (Holanda) Itália Rússia Brasil Iugoslávia
2001 Katowice (Polônia) Brasil Itália Rússia Iugoslávia
2002 Belo Horizonte e Recife (Brasil) Rússia Brasil Iugoslávia Itália
2003 Madri (Espanha) Brasil Sérvia e Montenegro Itália República Checa
2004 Roma (Itália) Brasil Itália Sérvia e Montenegro Bulgária
2005 Belgrado (Sérvia) Brasil Sérvia e Montenegro Cuba Polônia
2006 Moscou (Rússia) Brasil França Rússia Bulgária
2007 Katowice (Polônia) Brasil Rússia Estados Unidos Polônia
2008 Rio de Janeiro (Brasil) Estados Unidos Sérvia Rússia Brasil
2009 Belgrado (Sérvia) Brasil Sérvia Rússia Cuba
2010 Córdoba (Argentina) Brasil Rússia Sérvia Cuba
2011 Gdańsk e Sopot (Polônia) Rússia Brasil Polônia Argentina
2012 Sófia (Bulgária) Polônia Estados Unidos Cuba Bulgária
2013 Mar del Plata (Argentina) Rússia Brasil Itália Bulgária
2014 Florença (Itália) Estados Unidos Brasil Itália Irã
2015 Rio de Janeiro (Brasil) França Sérvia Estados Unidos Polônia
2016 Cracóvia (Polônia) Sérvia Brasil França Itália
2017 Curitiba (Brasil) França Brasil Canadá Estados Unidos

Maior jogador da história da Liga Mundial de vôlei masculino

Em toda a história da Liga Mundial de vôlei masculino, nenhum atleta foi escolhido tantas vezes o MVP como Ivan Miljković. O oposto da Iugoslávia e, posteriormente, da Sérvia, foi quatro vezes o melhor jogador da Liga Mundial.

Entre os brasileiros, cinco jogadores foram o MVP do torneio: Giovane, Giba, Ricardinho, Serginho e Murilo.

Todos os Melhores jogadores (MVPs) da Liga Mundial de vôlei masculino ano a ano

  • 1990 – Andrea Zorzi (Itália)
  • 1991 – Andrea Zorzi (Itália)
  • 1992 – Lorenzo Bernardi (Itália)
  • 1993 – Giovane (Brasil)
  • 1994 – Andrea Giani (Itália)
  • 1995 – Dmitriy Fomin (Rússia)
  • 1996 – Lorenzo Bernardi (Itália)
  • 1997 – Guido Görtzen (Holanda)
  • 1998 – Osvaldo Hernánez (Cuba)
  • 1999 – Osvaldo Hernánez (Cuba)
  • 2000 – Andrea Sartoretti (Itália)
  • 2001 – Ivan Miljkóvic (Iugoslávia)
  • 2002 – Ivan Miljkóvic (Iugoslávia)
  • 2003 – Ivan Miljkóvic (Sérvia e Montenegro)
  • 2004 – Andrea Sartoretti (Itália)
  • 2005 – Ivan Miljkóvic (Sérvia e Montenegro)
  • 2006 – Giba (Brasil)
  • 2007 – Ricardinho (Brasil)
  • 2008 – Lloy Ball (Estados Unidos)
  • 2009 – Serginho (Brasil)
  • 2010 – Murilo Endres (Brasil)
  • 2011 – Maxim Mikhaylov (Rússia)
  • 2012 – Bartosz Kurek (Polônia)
  • 2013 – Nikolay Pavlov (Rússia)
  • 2014 – Taylor Sander (Estados Unidos)
  • 2015 – Earvin N’Gapeth (França)
  • 2016 – Marko Ivovic (Sérvia)
  • 2017 – Earvin N’Gapeth (França)

O fim da Liga Mundial e também do Grand Prix para surgimento da Liga das Nações é uma das várias mudanças ao longo da história do voleibol.

Agora que você sabe tudo sobre a Liga das Nações e Liga Mundial, aproveite para se aprofundar ainda mais no tema com nossos outros conteúdos: 

* Última atualização em 07/08/2019

Comentários

Salvar
103 Compart.
Compartilhar97
Twittar
Compartilhar
WhatsApp
Pin6