Entenda como se joga rugby: as posições, os principais fundamentos, a maneira como se pontua e outras dicas para iniciantes

Seja você um aspirante a atleta ou um recém interessado nas transmissões do “outro jogo inglês”, uma pergunta é bastante comum: como se joga rugby?

Apesar de ser uma espécie de irmão do futebol e ter uma prática já bem consolidada no país, o funcionamento do esporte ainda não é tão conhecido assim por aqui.

Pois é, buscamos resolver essa questão no texto a seguir. Mostramos como se joga rugby, ou melhor, montamos um pequeno guia de fundamentos, posições, pontuações e tudo mais que um iniciante precisa saber para começar a assistir ou mesmo praticar o “jogo de damas cavalheiros”.

Rugby para iniciantes

As regras de rugby olímpico são diferencidas
(Divulgação/World Rugby)

O primeiro passo para saber como se joga rugby é, ora, entender como o jogo funciona. Simples: trata-se, basicamente, de um embate de dois times, com 15 jogadores cada, que, por dois tempos de 40 minutos, interagem com uma bola e a usam para competir pela maior pontuação no placar ao final do tempo regulamentar.

É também possível explicar o esporte como uma partida com o andamento do futebol (com quem compartilha alguns elementos como a cobrança de lateral, o impedimento, entre outros) e as regras mais próximas ao do futebol americano.

Claro que a descrição acima é uma aproximação. Se quiser ir mais a fundo nas regras e nas diferenças entre o rugby e o futebol americano, você pode conferir os conteúdos que produzimos:

Como começa o jogo de rugby?

O jogo de rugby começa com o kick-off. Este nada mais é que o chute inicial, dado pelo time definido pelo sorteio de moeda conduzido pelo árbitro.

Para ele acontecer da maneira correta, as duas equipes devem se posicionar em seus respectivos campos. O time sorteado deve chutar a bola no mínimo dez metros para frente e o encarregado pelo kick-off deve executá-lo como um drop-kick, fundamento que explicaremos mais à frente.

O movimento é também usado para o reinício de uma partida, seja no começo do segundo tempo — quando os times trocam de lado invertem-se os papéis do chute — seja após um ponto marcado, sendo que a equipe que sofreu o ponto é quem que chuta (no Rugby Sevens, quem anotou pontos é quem recoloca a bola em jogo).

Como se pontua no rugby?

Quem quer saber como se joga rugby tem de entender que existem três maneiras de se pontuar durante uma partida:

  • O Try;
  • A conversão;
  • O drop-goal.

O try é o “touchdown” do rugby. Ele acontece quando um time alcança a in-goal zone do campo adversário com a posse da bola e obrigatoriamente a encosta no chão. Vale cinco pontos.

New Zealand Worldrugby2019Gifstoremove GIF by World Rugby - Find & Share on GIPHY

A conversão, por sua vez, nada mais é que o chute complementar que um time tem direito após marcar um try. Ele é desferido na reta de onde a bola foi encostada na in-goal, mas na distância que o chutador escolher. Se bem-sucedido — superando a barra horizontal do “H” (o gol) mas dentro dos limites das barras verticais — vale dois pontos.

https://www.esportelandia.com.br/wp-content/uploads/2018/12/penalty-kick-rugby.gif

Já o drop-goal vale três pontos e pode ser feito em qualquer momento do chamado jogo corrido. Nele, um jogador dá um chute com o mesmo objetivo da conversão, só que de qualquer ponto do campo e obrigatoriamente precedido por um quique da bola no campo.

O que é uma falta no rugby?

Para entender o que é uma falta no rugby é necessário antes saber de duas regras básicas do esporte: a do tackle e a do passe.

No rugby, o passe feito com as mãos só pode ir para o lado ou para trás. Somente a bola chutada pode ir pra frente. Mesmo assim, só pode recebê-la quem estiver atrás da bola no momento em que ele é aplicado — na prática, o tracejado imaginário da bola serve como uma linha de impedimento.

O tackle, a derrubada, é mais simples. Ele deve ser feito somente abaixo da linha do peito do “tackleado” e aplicado apenas contra quem mantém a posse de bola. Nós mostramos a maneira como fazê-lo mais abaixo neste texto.

Qualquer ação fora das determinações acima — passe para frente, tackle em jogadores sem bola, até a bola que vai para frente, entre outras — configura uma falta. Elas são graduadas entre infrações leves e severas.

Após as faltas, os jogadores podem ser punidos com cartões, que podem os suspender por   10 minutos (amarelo) ou por toda a partida (vermelho). Já o jogo pode ser reiniciado a partir de alguns movimentos especiais. Eles estão descritos a seguir, nos fundamentos do rugby.

Os principais fundamentos do rugby

Não como entender como se joga rugby sem dominar, ao menos teoricamente, os fundamentos do jogo. Explicamos os seis principais, aqueles que você mais verá durante uma partida, e numa ordem que consegue explicar basicamente a dinâmica do jogo todo:

  • Passe
  • Tackle
  • Ruck
  • Drop-kick
  • Line-out
  • Scrum

Passe

O passe é provavelmente o fundamento do rugby que mais o diferencia dos outros esportes. Primeiro porque pode ser feito somente para trás, o que obriga o jogo a ser muito mais coletivo e os times a desenhar formações interessantes, traçando inúmeras diagonais entre seus 15 jogadores.

Depois, a sua técnica é bastante específica. Dado o tamanho da bola e a velocidade do jogo, o passe normalmente é feito com as duas mãos e rotacionando a bola horizontalmente.

O movimento, claro, não é obrigatório, mas permite que o arremesso seja feito com maior precisão e velocidade, além de permitir ângulos de passe diferenciados, já que o efeito dado na rotação faz a bola ir para trás naturalmente.

New Zealand Skill GIF by World Rugby - Find & Share on GIPHY

Tackle

Outro fundamento do rugby bastante característico é o tackle, a derrubada. Ele é feito por um jogador de defesa, que atira seus ombros no adversário apenas da linha do peito para baixo e o principal: somente no portador da bola.

Os jogadores de rugby profissionais são todos troncudos e encorpados porque não devem somente ser capazes de dar tackles, mas também de aguentá-los. A parte da dinâmica do jogo, inclusive, está em receber o tackle e conseguir ou manter-se de pé ou conseguir passar a bola antes de cair no chão.

Rugby Tackle GIFs - Get the best GIF on GIPHY

Ruck

Até porque quando um jogador recebe um tackle e cai no chão, inicia-se o ruck. Nele, o jogador derrubado deve obrigatoriamente soltar a bola no chão. Lá, ela só pode retomada após um ruck, que é uma formação espontânea.

Quando ele começa, os adversário se empurram com o objetivo de passar o pé sobre a bola. Somente quando isso acontece que o time que passou pode retomar a posse com as mãos e seguir o jogo.

Defenseur GIFs - Get the best GIF on GIPHY

Vá além do Rugby! Confira outros conteúdos Esportelândia:

Drop-kick

Como falamos, rugby e o futebol têm origens semelhantes. E isso pode ser visto nos chutes. Eles são permitidos em qualquer momento do jogo aberto, e são a única maneira de lançar a bola para frente.

Esses chutes no meio da partida também podem buscar um ponto de maneira direta, mirando o meio do Hcomo na conversão. Só que, para que esse ponto seja válido, é necessário aplicar um drop-kick.

Este fundamento é simples, o que não quer dizer que seja fácil: ao invés de jogar a bola ao alto e chutar, o jogador deve esperar que ela quique uma vez no chão antes de atingi-la. Para isso, a bola deve encostar no chão precisamente com uma de suas pontas e ainda por cima no ângulo certo, para não escapar dos pés do chutador.

Além de pontuar, o drop-kick é usado para iniciar a partida, seja no primeiro ou no segundo tempo, ou recolocar a bola em jogo após a marcação de um ponto.

Analysis: The short kick-off | PlanetRugby

Line-out

O line-out é basicamente o lateral do rugby. Quando a bola sai dos limites do campo, o time que defendia arremessa a bola para o alto, mirando entre duas torres paralelas — formadas pelo “arremesso” dos jogadores para alto — de cada time.

O line-out também pode ser oferecido pelo árbitro como alternativa de reposição de bola para o time que sofreu uma infração do adversário.https://media-exp1.licdn.com/dms/image/C4D12AQEaOHr7OPxqEg/article-inline_image-shrink_1000_1488/0/1570455858790?e=1622678400&v=beta&t=hDdRbA24gE0b0EHJnLdy2pgV_w1aZawJ0HZH7WZfGjU

Scrum

O scrum é um dos mais específicos elementos do rugby. Ele parece um snap de futebol americano, um choque físico estruturado entre os jogadores dos dois times.

No scrum, porém, além de ser feito por apenas 16 atletas (oito de cada e apenas da linha ofensiva), o Half joga a bola no meio do bolo — chamado de túnel — e não recebe dele. A bola, por sua vez, que entra lateralmente nesse embate, só pode ser recuperada numa das pontas, isto é, por trás das pernas do último homem de cada time.

O scrum também não pode colapsar, isto é, os jogadores caírem antes da bola ser retomada. O árbitro tem de ser bastante atento nesse momento, já que, da maneira em que é formado e com a força que é aplicado, o fundamento pode, se der errado, lesionar seriamente os jogadores.

https://thumbs.gfycat.com/ArcticGivingFoxhound-size_restricted.gif

Posições do rugby

Compreender as posições é parte integral do entendimento de como se joga rugby. Mais do que meros posicionamentos dentro de campo, elas ditam certas responsabilidades durante uma partida, além, claro, das funções de cada jogador de dentro do time.

A identificação de cada posição por um número é importantíssima, portanto. No Rugby Union, isto é, aquele disputado com 15 jogadores, a numeração é sempre de 1 a 15. Os primeiros oito são jogadores ofensivos e, como falamos, os únicos que podem participar do scrum.

Entre outras especificidades temos o hooker, o resposável por arremessar as bolas do line-out e conduzi-la com o pé durante o scrum; o half, aquele que posiciona a bola no túnel durante o scrum e o único que pode retomar a sua posse quando ele é bem-sucedido; e os segundas linhas, que recebem as bolas altas nos line-outs e kick-offs.

Abaixo, a numeração completa das posições do rugby:

  1. Pilar fechado (Loosehead)
  2. Hooker (ou Talonador)
  3. Pilar aberto (Tighthead)
  4. Segunda linha 1(Second row)
  5. Segunda linha 2(Second row)
  6. Asa cego (Blindside flanker)
  7. Asa aberto (Openside flanker)
  8. Oitavo (Number 8)
  9. Half ou Meio scrum (Scrum half)
  10. Abertura (Fly-half)
  11. Ponta esquerdo (Left wing)
  12. Primeiro centro (Inside centre)
  13. Segundo centro (Outside centre)
  14. Ponta direito (Right wing)
  15. Zagueiro (Fullback)

Agora que você que sabe como se joga rugby, que tal se aprofundar no jogo e em outros esportes olímpicos? Acesse:

*Última atualização em 12 de abril de 2021

Salvar