Conheça melhor a história do rugby: entenda como e onde surgiu o esporte, qual a origem do seu nome e quando chegou ao Brasil

A riqueza da história do rugby não está só nos detalhes. Está também no seu mito fundador, nos seus jogos de origem e até nos grandes momentos que proporcionou.

Surgido junto do futebol, o esporte foi capaz de consolidar sua identidade própria, ganhando o mundo mantendo os seus valores. E olha que houve um momento em que freou seu próprio crescimento para manter a sua “essência”.

Você pode entender como isso aconteceu no texto a seguir. Remontamos a história do rugby, desde antes de seu mítico início até, claro, sua chegada ao Brasil.

A história do rugby

História do Rugby

É praticamente impossível falar da história do rugby se tratar de seu, digamos, “mito de criação”. Nele, um estudante quebrou as regras de um jogo medieval e deu origem ao esporte.

O ano era 1823 e a escola para garotos do condado de Warwickshire fazia atividades nos seus vastos hectares. Na época o sucesso nas escolas inglesas era um jogo meio maluco, que colocava até 200 garotos em campo para chutar uma bola para o alto e tentar assim dar um jeito de chegar no gol adversário.

Com tanta gente assim, era normal a brincadeira durar dias até a definição de um vencedor. Quer dizer, porque não tinham William Webb Ellis em jogo.

Numa típica tarde inglesa, numa determinada partida, o garoto recebeu a bola e, ao invés de dar alguns passos para trás e devidamente bicar a bola, agarrou-a com força e disparou rumo ao campo adversário.

Ellis avançou alguns bons metros antes de ser derrubado. Difícil seria driblar centenas de adversários, convenhamos. O que ele percorreu, no entanto, foi suficiente para ficar na memória coletiva dos estudantes atletas que, em 1841, incluíram o movimento no primeiro conjunto de regras já escrito sobre o esporte.

O garoto de fato existiu e jogou, mas é consenso entre os historiadores a mistificação de sua participação na história do rugby. Real ou não, a lenda pegou. Tanto que a taça dada ao campeão da Copa do Mundo de Rugby chama-se, ora, Webb Ellis.

Qual a origem do rugby?

Na versão mais cética da história do rugby, a origem do esporte está numa série de atividades seculares em que se corria carregando bolas ou objetos similares, com destaque para o harpastum, jogo romano cujo nome pode ser traduzido para “captura“.

Esse tipo de esporte foi sistematicamente adicionado às grades das aula de educação física das escolas inglesas em meados do século XIX.

Como surgiu o rugby?

Nesses agora esportes educativos, a lógica simples da atividade fez surgir, naturalmente, diversos tipos de prática, com regras únicas em cada instituição. Houve até quem privilegiasse o uso dos pés para interagir com a bola, como o pessoal da Universidade de Cambridge.

Em 1863, eles buscaram unificar as regras dispersas de escola. As disputas interescolares, dá para imaginar, eram uma verdadeira bagunça. Proibiram o tackle, o uso da mão por jogadores de linha e deram origem ao futebol. Uma decisão bastante popular, claro, mas não unânime.

Houve, dentro de um espectro numeroso de times de football, quem optou por seguir com o jogo em que o manuseio e a derrubada eram permitidos. Só que agora era um outro esporte, que em pouco tempo teria suas regras unificadas e institucionalizadas, o rugby.

Onde surgiu o rugby?

O rugby como conhecemos surgiu na Inglaterra, no condado de Warwickshire. Lá é onde foi escrito (mas não necessariamente criado) o primeiro conjunto de regras do esporte.

De onde surgiu o nome rugby?

A Rugby School, local onde começou a história do rugby

O nome do rugby surgiu da escola pioneira na organização das regras do esporte, a Rugby School, da cidade homônima, localizada na região central da Inglaterra. Os atletas do colégio de Rugby transcreveram as regras, que incluíam a corrida com a bola nas mãos e a derrubada (tackle) em 1841.

Em 1863, quando os mencionados atletas de Cambridge organizaram as regras que dariam origem ao futebol, uma parte dos praticantes não concordou e se voltou ao Rugby Football, ou o jogo de Rugby.

Vá além do Rugby! Confira outros conteúdos Esportelândia:

A origem do Rugby Sevens

As regras de rugby olímpico são diferencidas
(Divulgação/World Rugby)

A história do rugby tem nos anos 1870 seu primeiro momento de expansão internacional. Sucedendo a organização da Rugby Union, em 1871, são criadas as federações escocesa, irlandesa e galesa.

Doze anos depois, em 1883, com a prática do esporte já inserida no dia a dia do Reino Unido, uma pequena porção da Escócia deu, sem querer, uma enorme contribuição ao rugby.

Melrose, localizado nos chamados Scottish Borders, pequenos vilarejos na porção central do país britânico, a prática do esporte era tão popular quando qualquer outro lugar daquelas bandas.

O problema estava nos 30 atletas necessários para se jogar, um número enorme dentro da realidade de povoados minúsculos como aqueles. O jeito foi cortar o número de participantes na metade, com sete de cada lado, mas mantendo o campo intacto: nascia o Rugby Sevens.

Por quase um século a modalidade foi uma espécie de versão recreativa do rugby XV. Menos gente para jogar, partidas mais curtas e intensas, era tudo muito convidativo. Tanto que a prática cresceu muito, ao ponto de possibilitar um campeonato mundial em 1993.

O evento foi um sucesso e motivou a criação da Sevens World Series, competição anual que seguiu estruturando o jogo a tal ponto que, em 2009, teve sua inclusão nas Olimpíadas aprovada pelo COI. Em 2016, enfim, estreou como esporte olímpico.

Como o rugby chegou ao Brasil?

História do rugby no Brasil

A história do rugby no Brasil tem dois momentos distintos, sua apresentação e sua introdução de fato.

A primeira aconteceu em 1891, com a breve existência do Clube Brasileiro de Futebol, e em 1895, quando Charles Miller, pai do futebol brasileiro, organizou partidas no São Paulo Athletic Club.

O jogo não pegou e só foi realmente introduzido em 1920, com a criação de clubes paulistas e cariocas. Seus selecionados chegaram a viabilizar um torneio, disputado até os 1960.

A competição caiu em desuso após a criação da União do Rugby do Brasil. A organização marcou o início da expansão do esporte por outros estados do sudeste e do sul, adicionando um tom um pouco mais nacional à sua prática.

Ainda assim o rugby era ainda muito restrito à britânicos, estrangeiros ou descendentes. Até o presidente, Harry Donovan, era irlandês.

O cenário começa a mudar em 1973, quando a UBR vira a Associação Brasileira de Rugby (ABR), com apoio e aprovação do governo brasileiro. Não que houvesse um enorme apoio, mas o caráter nacionalista da instituição fez o esporte crescer no país.

Em medos dos anos 1980, já havia 19 clubes brasileiros de rugby; em 1995 a ABR se filiou à International Rugby Board (IRB); a primeira disputa de uma Copa do Mundo ainda está para acontecer.

Hoje o rugby é um esporte consolidado no Brasil. Estima-se que existam cerca de 10 mil jogadoras e jogadores cadastrados e mais de 200 clubes. Há até um centro de excelência da Seleção Brasileira. Com essa estrutura, quem sabe maiores resultados não tardam em aparecer?

Depois de conhecer a história do rugby, que tal conferir o funcionamentos de outros esportes olímpicos? Acesse:

*Última atualização em 7 de abril de 2021

Salvar