Entenda o que compõe a dieta de um jogador profissional de basquete e quais são os alimentos e os nutrientes consumidos

O preparo nutricional dos atletas do basquete tem algumas diferenças significativas em relação aos de outros esportes, pois há uma enorme variação entre tipos corporais de acordo com a posição do jogador. Ou seja, os corpos dos atletas são menos padronizados do que no futebol, por exemplo.

Por isso, elaborar a dieta dos atletas é uma missão que sempre deve levar em conta a posição de cada um deles. Para um pivô, por exemplo, uma dieta focada na força física é fundamental. Já para os alas, a velocidade deve ser priorizada. Porém, em todos os casos, é necessária uma série de alimentos que fornecem resistência, o grande ponto em comum.

Entenda, a seguir, quais os alimentos e os nutrientes que compõem a dieta de um jogador profissional de basquete.

O que compõe a dieta de jogadores profissionais de basquete

Em geral, a rotina alimentar dos jogadores de basquete é repleta de carboidratos, pois esse nutriente consegue dar muita energia para o funcionamento dos corpos. A quantidade varia de acordo com os jogadores: quanto maior o tamanho e o peso, mais carboidratos são ingeridos. Por isso, é comum que as refeições contenham macarrão, arroz e batata.

Outra particularidade do basquete em relação aos outros esportes e que influencia diretamente na alimentação dos atletas é quantidade de pausas durante uma partida. Por conta disso, os músculos precisam de ainda mais capacidade regenerativa. Essa é a razão da alimentação dos jogadores conter muitas proteínas.

Muitos atletas também utilizam suplementos para potencializar o efeito da alimentação, como o magnésio, que ajuda a sintetizar as proteínas no organismo, e a creatina, que potencializa o ganho de força e massa muscular.  

Dieta antes dos jogos de basquete

Antes dos jogos, os atletas devem saber balancear essas necessidades. A refeição acontece pelo menos duas horas antes da partida, e contém muito carboidrato e uma quantidade média de proteínas, sempre em alimentos com menos fibras, evitando problemas intestinais durante a ação. Por isso, é muito comum que os jogadores de basquete comam pão para entrar em quadra.

Enquanto estão em quadra, todos os atletas perdem muito glicogênio, em decorrência das atividades pesadas. Por isso, após as partidas, os jogadores de basquete focam em dois pontos: líquidos ricos em carboidratos e alimentos com sódio, capazes de repor os níveis glicogênicos do organismo. Esse é o motivo de sempre vermos os atletas com suas garrafas de bebidas coloridas depois dos jogos.

Alimentação pós-jogos de basquete

A primeira refeição após uma partida é um pouco diferente. As carnes não são recomendadas, pois podem atrasar o processo de recuperação muscular. Mas, como não pode faltar proteína, os atletas incluem ovo cozido nesta etapa.

Para prevenir problemas de digestão durante as sessões de treino, os atletas do basquete encaixam os nutrientes citados em refeições frequentes. Geralmente, a recomendação é para que façam uma dessas refeições a cada três horas.

Os atletas do basquete têm um corpo muito grande. Por isso, é bom lembrar que todas as refeições que citamos são realizadas em grandes proporções, que podem até assustar uma pessoa normal. LeBron James, por exemplo, come cinco rabanadas e quatro ovos no café da manhã, além de muitos doces durante o dia.

Agora que você sabe mais sobre a dieta de jogadores profissionais de basquete, aproveite para aumentar seu conhecimento sobre o esporte da bola laranja:

Comentários

Salvar
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
WhatsApp
Pin