O Boston Pro 2022, um dos maiores campeonatos de fisiculturismo, contou com alguns brasileiros dentre os principais atletas que subiram na noite deste sábado (12).

Infelizmente, nenhum atleta nascido em solo brasileiro conseguiu conquistar algum primeiro lugar.

Todavia, o evento foi amplamente beneficiado por incríveis desempenhos individuais que garantiram um ótimo show aos amantes do bodybuilding.

Campeões surpreendentes, disputas acirradas pelo top 1, atletas queridinhos garantindo títulos e mais alguns outros fatores marcaram este evento profissional.

Assim, apresentaremos abaixo os ganhadores de cada uma das categorias presentes no Boston Pro 2022.

Bikini

Boston Pro 2022
Reprodução/ W.Wittmann

Na categoria dos físicos mais esguios, a atleta Maureen Blanquisco, atual Top 4 do Mr. Olympia, conseguiu conquistar a primeira colocação apresentando um belo físico.

Com uma parte posterior equilibrada e proporcional, de fato, o top 1 foi unânime entre os árbitros.

Desse modo, Mauree, treinada pelo brasileiro Ricardo Pannain, demonstrou um ótimo condicionamento e uma separação muscular digna de campeã.

Em conclusão, é válido destacar a separação entre glúteo e femoral impecável que a norueguesa trouxe no evento.

Entretanto, tais características não impediram que uma guerra acontecesse nos palcos, já que Isa Pecini e Eli Fernandez (top 2 e 3 respectivamente) também apresentaram belos conjuntos.

Isa pecini no Boston Pro 2022

Boston Pro 2022
Reprodução/W.Wittmann

A brasileira Isa Pecini não decepcionou no campeonato. Após uma semana do seu top 4 no Arnold Classic Ohio 2022, a atleta conquistou um ótimo top 2.

Em suma com os fãs brasileiros, o conjunto apresentado por Elisa poderia ter garantido a vitória para a competidora.

Wellness

Reprodução/ W.Wittmann

Desde que chegou na NPC, a categoria Wellness vem sendo reconhecida como a classe das brasileiras.

Nesse sentido, isto foi colocado a prova em mais um evento que, mesmo não tendo uma brasileira como campeã, contou com um top 3 repleto de tupiniquins.

O título acabou ficando nas mãos da porto-riquenha Yarishna. Posto que após um top 5 há uma semana, trouxe um conjunto impecável e mais denso neste evento.

Duas brasileiras no Top 3

Boston Pro 2022
Angela Borges, Top 2 Boston Pro 2022. Reprodução/W.Wittmann

Como já dito, houve a presença de duas brasileiras dentro do top 3 da Wellness no Boston Pro 2022.

Angela Borges, atleta experiente e atual top 2 Ms. Olympia, garantiu a segunda colocação com méritos expressivos.

Sua parte frontal, novamente, foi superior a de todas as outras atletas do palco.

Ainda assim, a terceira colocação ficou com Júlia Chitarra. Ao passo que vem demonstrando uma enorme evolução desde o Ms. Olympia do ano passado, quando ficou em 5° lugar.

Woman’s Figure

Reprodução/ W.Wittmann

Por fim, encerrando as femininas, na Woman’s Figure, Lola Montez apresentou um físico volumoso que a garantiu o top 1.

A canadense veio de um top 3 no Arnold Ohio, que ajudou ao físico estar com uma maior densidade neste campeonato.

Em conclusão, este é o terceiro evento Pro conquistado pela atleta. Já que a mesma conta com 1 Lenda Murrey Pro e 1 Norfol Lenda Murray Pro no seu card de títulos.

Men’s Physique

Reprodução/ W.Wittmann

Primeiramente, iniciando as categorias masculinas, tivemos uma bela disputa pelo título da Men ‘s Physique.

Com mais uma guerra entre o brasileiro Diogo Montenegro e o americano Erin Banks, o atleta gringo acabou levando a melhor.

Desde o Mr. Olympia 2021, os dois competidores vêm travando batalhas sobre os palcos do fisiculturismo.

Diogo Montenegro, Top 2 Boston Pro 2022. Reprodução/W.Wittmann

Mesmo com um físico mais denso e volumoso do que o do Arnold Ohio, Diogo não conseguiu superar Banks. Ao passo que o americano novamente impressionou com uma dorsal espessa e ótimo detalhamento muscular.

Classic Physique

Reprodução/ W.Wittmann

Logo após um terceiro lugar há uma semana, o alemão Urs Kalecinski conquistou seu segundo título profissional.

O atleta de 23 anos demonstrou que, mesmo não tendo um grande volume, seu condicionamento pode levá-lo para o topo do bodybuilding.

Vale lembrar que o competidor conta com um top 1 no Tampa Pro, um top 4 no Mr Olympia e um top 3 no Arnold Ohio.

Por fim, destaca-se a presença do competidor Tony Duong. Que conquistou a segunda colocação do evento com um bom condicionamento e ótima simetria.

Open Bodybuilding

Reprodução/W.Wittmann

Finalmente, tivemos quase um replay do Arnold Classic Ohio na Open do Boston Pro 2022.

Inegavelmente, ao contrário do que aconteceu há uma semana, o título desta vez ficou com William Bonac.

Seu nível extremo de volume muscular equilibrado com um conjunto posterior impecável garantiram ao americano o top 1 do campeonato.

Para encerrar, o top 3 contou com Justin Rodriguez e Steve Kuclo, top 2 e 3 respectivamente.

Imagem destacada: Reprodução/W.Wittmann.