Saiba tudo o que você precisa sobre as regras de skate para assistir às competições e aos Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020

A partir de 2020, o skate fará parte do programa dos Jogos Olímpicos. Com muitos skatistas brasileiros em alta tanto no masculino quanto no feminino, cresce a esperança de medalhas. Mas você conhece bem as regras do skate?

Não se preocupe se você não sabe o que define o vencedor em uma competição de skate. Estamos aqui para te explicar todos os detalhes.

Fique com a gente para conhecer as regras de skate usadas nas principais competições internacionais e também para saber como funcionará a primeira participação do skate nas Olimpíadas!

Regras do skate

No skate, não há uma regra que estabeleça uma “receita” do que deve ser feito para vencer. O ganhador será aquele skatista que demonstrar o melhor desempenho em suas manobras, avaliadas por juízes de acordo com critérios de precisão e dificuldade.

Na competição de Street dos X Games, os skatistas são avaliados em dificuldade, originalidade e variedade de manobras realizadas com sucesso, ligação fluida de truques individuais e, o uso do curso e obstáculos do curso.

Já no Vertical e no Big Air ou Mega Rampa, o skatista campeão será aquele que alcançar a maior nota depois de um número predeterminado de descidas.

Os competidores são julgados com base na execução agressiva de manobras, grau de dificuldade, variedade, continuidade de corrida, originalidade e estilo, amplitude e uso da rampa.

No Brasil, a Confederação Brasileira de Skate (CBSk) estabelece as regras para as diferentes modalidades de skate.

Já nas principais competições internacionais, a entidade máxima é a World Skate. A ISF (Federação Internacional de Skate) e a FIRS (Federation of Roller Sports) uniram-se, alteraram estatutos e formaram a World Skate em setembro de 2017.

A World Skate estabelece regras para as competições de skate funcionarem da melhor forma possível. Os regulamentos da entidade preveem como deve ser o comportamento de skatistas, árbitros e dirigentes, toda a estrutura do local de competição e como devem ser os formatos de disputa.

Fique com a gente para conhecer os detalhes das principais regras do skate mundial!

Deveres e Código de Conduta dos Skatistas

Tony Hawk
Regras do Skate preveem condutas que devem ser seguidas pelos atletas

Conforme o regulamento da World Skate, todos os skatistas terão as seguintes responsabilidades:

  • Possuir uma licença, associação ou afiliação válida a uma Federação Nacional reconhecida pelo World Skate e/ou receber um curinga pela World Skate.
  • Os skatistas concordam em cumprir as regras e regulamentos do World Skate.
  • Os skatistas se reportam ao escritório da competição pelo menos uma hora antes do início da competição.
  • Os skatistas se familiarizarão com a área e instalações da competição aquecendo e praticando durante o treino aberto ou durante os horários de treino designados.
  • Os skatistas limparão a área de competição antes do início da competição e evitarão interferências de qualquer forma com o progresso da competição.
  • Os skatistas respeitarão e aceitarão o julgamento do júri.
  • Embora não haja idade mínima definida para que os atletas possam competir nos eventos oficiais do World Skate, skatistas com menos de 18 anos usarão um capacete durante os treinos e competições.
  • Os skatistas devem estar sempre atentos ao seu entorno e tomar precauções para serem vigilantes e atenciosos com outros skatistas, especialmente em competição. Para evitar colisões, é proibido usar fones de ouvido enquanto houver pratica.

Juízes, notas e julgamento nas competições de skate

Em competições internacionais, o painel de jurados é nomeado pela World Skate. Ele pode ser composto de duas formas:

  • 5 juízes e 1 juiz principal. Nesse caso, o juiz principal não pontua ou contribui para o desempate.
  • Limitado a eventos de nível nacional, esse painel é formado por 4 juízes e 1 juiz principal. Nesse caso, o juiz principal pontua ou contribui para o processo de desempate.

O juiz principal é a autoridade máxima no painel de juízes e representa o júri ao interagir com o diretor da competição, comitê organizador e os skatistas.

De acordo com as regras do skate estabelecidas pela World Skate, os juízes devem:

  • Julgar as performances dos skatistas para determinar a classificação final do evento.
  • Comportar-se de maneira respeitável e apropriada ao seu mandato.
  • Denunciar ao juiz principal qualquer violação das Regras mundiais de skate, situações que possam prejudicar o desenvolvimento de competição ou aspectos que possam constituir um risco para os skatistas, funcionários e audiência.
  • Estar familiarizado com os regulamentos é fundamental em todos os eventos.
  • Todos os juízes do evento devem considerar a segurança de todos os atletas competidores como sua prioridade. Eles devem, portanto, educar e recomendar, se necessário, o uso de equipamento de segurança adequado a todos os atletas durante toda a competição.
  • Todos os juízes devem testemunhar e auxiliar as sessões de treinos da competição. Eles devem estar visíveis e interagir com os atletas, a fim de desenvolver uma melhor compreensão do nível geral do skate e da variedade de manobras que os skatistas irão realizar durante a competição.
  • Os juízes devem realizar uma avaliação imparcial do nível técnico do desempenho do skatista, que, de forma alguma, deve ser influenciada por roupas, equipamentos de segurança ou qualquer outro acessório usado pelos atletas. 

Equipamentos de segurança em competições de skate

Bob Burnquist
Skatistas podem usar todos equipamentos de segurança que julgarem necessário

A segurança é um aspecto essencial para o World Skate. O Comitê Organizador, juntamente com sua equipe, os oficiais da competição e os patinadores devem colaborar para que o evento seja realizado sob as condições mais seguras condições possíveis para todas as partes envolvidas.

Em caso de lesão, a decisão final sobre a participação do atleta em questão na competição deve ser tomada pelo diretor da competição, tendo em conta a opinião expressa pelo médico oficial.

Para atletas menores de 18 anos, é obrigatório o uso de capacete, sob o risco de eliminação do campeonato. Os demais skatistas devem andar de skate usando equipamentos de segurança que considerem necessários para garantir sua segurança. 

Você ama outros esportes além do Skate? Aqui na Esportelândia também falamos sobre:

Formato de disputa das competições de skate

Vertical

Sandro Dias skate vertical

Conforme as regras da World Skate, a competição de Vertical compreende 3 rodadas: qualificação, semifinal e final. 

A rodada semifinal pode ser realizada em caso de inscrições em campeonatos com mais de 50 participantes. Em cada rodada, os skatistas competirão pelo melhor de 2 a 4 voltas de 40 a 50 segundos, ou até que caiam. 

O número de manobras e o tempo de execução dependem do número de atletas competindo e do layout da rampa Vert.

Qualificação

Na qualificação, os skatistas competirão primeiro em baterias de 6 a 9 skatistas. 

Os primeiros 24 a 30 skatistas do ranking combinado das eliminatórias avançarão para a semifinal. 

Se o evento não incluir semifinal, os 12 primeiros skatistas do ranking combinado avançarão diretamente para a final.

Semifinal

As semifinais incluirão no máximo 24 a 30 atletas que competirão em baterias de 6 skatistas cada. 

Os primeiros 12 a 30 skatistas do ranking combinado das baterias avançarão para a final.

Final

Na final, os 12 skatistas competirão em 2 baterias de 6 skatistas ou no formato de Jam Session.

No segundo caso, os skatistas recebem um tempo máximo de sessão e andam em ordem, um de cada vez, e até que caiam.

Essa sessão vai até o momento em que o tempo acabe e todos os skatistas tenham tido chance de competir no mesmo número de tentativas.

Notas e julgamento no Vertical

Os cinco juízes usarão uma escala de 0,00 a 100 pontos.

Nas rodadas do formato de voltas, as pontuações mais alta e mais baixa para cada volta são eliminadas e a média das três restantes determina a pontuação do skatista.

Nas rodadas no formato de Jam Session, cada juiz pontua o atleta com base em seu desempenho geral durante os 30 minutos da Jam session. As pontuações mais alta e mais baixa para cada volta são eliminadas e é feita a média das três pontuações restantes.

Park

Skate Park

Nos eventos de Park, a competição compreende 4 rodadas: qualificação, quartas de Final, semifinal e final. 

A rodada das quartas de final deve ser realizada no caso de as inscrições terem mais de 50 skatistas por gênero.

Em cada rodada, os skatistas competirão pelo melhor de 2 a 4 voltas de 40 a 50 segundos, dependendo do número total de atletas competindo e do layout do Park. 

A competição de Park pode ser realizada aplicando diferentes formatos de disputa. Se necessário, devido à restrição de horário, o organizador pode optar pelo formato de Jam Session, com 3 skatistas a cada 3 minutos ou 2 skatistas a cada 2 minutos.

Qualificação

Na qualificação, os skatistas competirão primeiro em baterias de 6 a 9 skatistas. Um mínimo de 10 skatistas do ranking combinado avançará para as quartas de final. 

Se o evento não tiver a fase de quartas de final, os primeiros 24 a no máximo 32 skatistas do ranking combinado avançarão para a semifinal.

Quartas de final

As quartas de final incluirão um máximo de 30 a 32 skatistas, parte dos quais são pré-lançados com base nos resultados da competição anterior. 

Eles vão competir em baterias de 6 skatistas cada. 

Um mínimo de 10 skatistas do ranking combinado das eliminatórias avançará para a semifinal.

Semifinal

As semifinais incluirão no máximo 16 a 32 skatistas. Um mínimo de 8 skatistas da classificação combinada avançará para a final.

Final

Na final do Park, de 8 a no máximo 12 skatistas competirão em 2 baterias. A classificação combinada das voltas fornecerá a classificação final.

Notas e julgamento no Park

Os cinco juízes darão notas na escala de 0,00 a 100 pontos. 

As pontuações mais alta e mais baixa para cada volta ou Jam Session são eliminadas, e a média das três pontuações restantes indicará a nota do skatista. 

No caso do formato de competição por voltas, a volta com melhor pontuação de cada skatista contará para o resultado da rodada de competição.

Street

Skate street

A competição de Street compreende no máximo 4 rodadas: qualificação, quartas de final, semifinal e final.

A rodada das quartas de final deve ser realizada caso as inscrições no campeonato sejam superiores a 50 por gênero, e a estrutura da competição envolva atletas pré-classificados nas quartas de final e/ou semifinal.

Um mínimo de 8 skatistas na qualificação avançam para a próxima fase da competição.

Na final, composta de 8 a no máximo 10 atletas, os skatistas competem apenas em uma bateria.

As competições de Street podem ser realizadas aplicando diferentes formatos de competição, dependendo do número total de atletas competidores, do envolvimento de skatistas pré-classificados e das preferências de programação do organizador do evento.

Em geral, os skatistas competem em voltas de 45 a 60 segundos, e as manobras realizadas são avaliadas pelos 5 juízes.

Notas e julgamento no Street

Os cinco juízes darão notas na escala de 0,00 a 100 pontos. 

As pontuações mais alta e mais baixa para volta ou Jam Session são eliminadas, e a média das três pontuações restantes indicará a nota do skatista.

Em caso e empate, a pontuação da segunda volta com nota mais alta decide o vencedor.

Vá além do mundo do Skate! Confira também nossos outros conteúdos:

Regras do skate nas Olimpíadas

A partir de 2020, o skate passa a fazer parte do programa das Olimpíadas. Você sabe como serão as regras de competição nos Jogos Olímpicos de Tóquio? Confira logo abaixo o que ficou definido pela World Skate!

Modalidades de disputa do skate nas Olimpíadas

Na primeira participação do skate nas Olimpíadas, serão disputadas apenas as modalidades Street e Park, tanto no masculino quanto no feminino.

Essas modalidades são as mais praticadas em todo o mundo. Para o Vertical, países com pouca tradição no skate teriam mais dificuldades de enviar competidores, principalmente na chave feminina. 

Como a ideia dos Jogos de Tóquio é ter participação igualitária entre gêneros, o Vertical ficou fora do programa de 2020.

Classificação de skatistas para as Olimpíadas

A classificação de skatistas para as Olimpíadas seguirá o desempenho em eventos nacionais e continentais, tanto de 2019 e 2020.

Para definir quem vai a Tóquio, serão somadas as 7 maiores pontuações entre as duas temporadas em campeonatos mundiais, pro tours, 5 estrelas, continentais e nacionais, com chancela da World Skate.

Serão 20 skatistas em cada competição, sendo que não pode haver mais de 3 skatistas de cada país por competição (park masculino, park feminino, street masculino e street feminino). Ainda que um país tenha um quarto skatista com bom ranking, esse atleta não se classificará para a Olimpíada de Tóquio.

Obrigatoriamente, deve haver um representante de cada continente. Caso não haja um skatista de um determinado continente entre os 20 classificados, o vigésimo colocado dará lugar ao representante desse continente com o melhor ranking.

Não há limite de idade mínima ou máxima para a classificação de skatistas para a Olimpíada de Tóquio.

Skatistas brasileiros que se classificam para a Olimpíada de Tóquio

Letícia Bufoni campeã de Street nos X Games
Brasileira Letícia Bufoni foi campeã de Street nos X Games

Em setembro de 2019, a CBSk (Confederação Brasileira de Skate) anunciou os integrantes da seleção brasileira de skate para a segunda janela da corrida olímpica, que vai até 31 de maio de 2020. 

Todos os atletas brasileiros classificados entre os 20 melhores do ranking mundial foram convocados, totalizando 21 atletas. Como há limite de 3 representantes por país em cada competição (park masculino, park feminino, street masculino e street feminino), o Brasil enviará no máximo 12 skatistas a Tóquio.

Entre os principais destaques, estão Letícia Bufoni, Pamela Rosa e Rayssa Leal no street feminino. No Park masculino, Pedro Barros, Luizinho Francisco e Pedro Quintas são três dos principais candidatos a medalhas.

Os atletas convocados para a seleção brasileira de skate são:

  • Park feminino: Dora Varella, Isadora Pacheco, Yndiara Asp, Victoria Bassi e Letícia Gonçalves;
  • Park masculino: Luizinho Francisco, Pedro Barros, Pedro Quintas, Mateus Hiroshi, Murilo Peres e Hericles Fagundes;
  • Street feminino: Pamela Rosa, Rayssa Leal, Letícia Bufoni, Gabriela Mazetto, Virgínia Fortes Águas e Isabelly Ávila;
  • Street masculino: Kelvin Hoefler, Giovanni Vianna, Carlos Ribeiro e Felipe Gustavo.

Julgamento e notas do skate nas Olimpíadas

Os juízes dos eventos qualificatórios para a Olimpíada de Tóquio são certificados pela World Skate. 

Entre os critérios de julgamento do desempenho dos skatistas, estão a dificuldade das manobras, uso da pista, estilo e fluidez na volta. 

Agora que você já conhece tudo sobre as regras do skate, pode se preparar para torcer pelos atletas brasileiros na Olimpíada de Tóquio!

Fique ainda mais expert em skate com nossos outros conteúdos:

 

Comentários

Salvar