Veja quem são os melhores rebatedores da MLB na história, os 10 maiores nos dias de hoje e confira os líderes de home runs

O som da batida seca, a expectativa crescendo na torcida, a elegante corrida livre…não existe um lance mais divertido no beisebol que o home run. Assim, os melhores rebatedores da MLB só podem ser as grandes estrelas do esporte.

Estilosos e idolatrados, esses grandes hitters foram e ainda são os responsáveis pelos maiores gritos da torcida, pelos calafrios dos arremessadores e pelos principais lances mostrados nos “Top 10s” das transmissões.

Por isso, não poderíamos nos limitar somente aos grandes nomes do passado, assim como simplesmente não é possível ignorar sua contribuição para o esporte. Confira com a gente, então, duas listas: a dos 10 maiores rebatedores da história da MLB e a dos 10 melhores nos dias de hoje.

Melhores rebatedores da história da MLB

  1. Ty Cobb
  2. Ted Williams
  3. Babe Ruth
  4. Rogers Hornsby
  5. Willie Mays
  6. Hank Aaron
  7. Stan Musial
  8. Barry Bonds
  9. Honus Wagner
  10. Tony Gwynn

Tony Gwynn (10º)

Tony Gwynn foi um dos melhores rebatedores da história da MLB

  • Posição:  Right Fielder
  • Temporadas: 20 (1982-2001)
  • Times: San Diego Padres (1982-2001)
  • Prêmios: All-Star (1984–1987, 1989–1999) Campeão de Rebatidas da Liga Nacional (1984, 1987–1989, 1994–1997), Luva de Ouro (1986–1987, 1989–1991), Silver Slugger Award (1984, 1986–1987, 1989, 1994–1995, 1997)

Abrimos a nossa lista dos melhores rebatedores da MLB em todos os tempos com um jogador diferente. Tony Gwynn nunca foi de empilhar home runs. Sequer parecia buscá-los. Entre suas mais de três mil rebatidas, foram apenas 135 que garantiram sua corrida livre pela bases.

Ao invés de potência, o “Mr. Padre” era um hitter de precisão. Ficou conhecido por sempre encontrar o buraco entre o shortstop e o third baseman e chegou a fazer seis temporadas consecutivas com menos de 20 strikeouts por ano.

Apesar de nunca ter ganho uma World Series, teve outros reconhecimentos, como os oito prêmios de campeão de rebatidas — o maior número da história da MLB — e os sete Silver Slugger, dado aos mais produtivos ofensivamente de cada posição. Além, claro, da entrada no Hall da Fama do Beisebol com 97% dos votos.

Honus Wagner (9º)

Honus Wagner, um dos melhores rebatedores da MLB de todos os tempos
(Reprodução/Heritage Auctions)
  • Posição: Shortstop
  • Temporadas: 21 (1897-1917)
  • Times: Louisville Colonels (1897–1899), Pittsburgh Pirates (1900–1917)
  • Prêmios: Campeão de rebatidas da Liga Nacional (1900, 1903, 1904, 1906–1909, 1911)

Honus Wagner foi um dos primeiros craques da rebatida do beisebol profissional. E até hoje segue com uma posição garantida entre os melhores rebatedores da MLB em todos os tempos.

O “Holandês Voador” foi um grande rebatedor num período anterior à maioria dos prêmios individuais. Se tivesse atuado mais à frente, suas cinco lideranças da Liga Nacional em Corridas Impulsionadas e em bases roubadas renderiam alguns bons troféus.

Ainda assim, foi capaz de ser oito vezes o campeão de rebatidas, quem mais alcançou a honra junto de Tony Gwynn. No total da sua carreira, acertou 3419 rebatidas — o sétimo da história — e teve um ótimo aproveitamento de 32,8%.

Barry Bonds (8º)

Barry Bonds

  • Posição: Left Fielder
  • Temporadas: 21 (1986-2007)
  • Times: Pittsburg Pirates (1986-1992), San Francisco Giants (1993-2007)
  • Prêmios: All-Star (1990, 1992–1998, 2000–2004, 2007), MVP Liga Nacional (1990, 1992, 1993, 2001–2004), Luva de Ouro (1990-1994, 1996-1998)

Apesar de nunca ter conquistado a World Series, Barry Bonds é um dos mais dominantes e melhores rebatedores da MLB na história. E dos mais completos, dados os oito prêmios de melhor defensor e os 12 de melhor jogador de ataque, ambos disputados entre os jogadores da mesma posição.

Seus recordes falam por si só. Bonds é simplesmente o líder de home runs na história da Major League Baseball. São 762 na carreira, 72 numa única temporada.

Além das rebatidas, o left fielder tem mais de 2.500 bases corridas, 232 bases corridas numa única temporada e um aproveitamento de 60% de bases corridas numa única temporada.

Stan Musial (7º)

Stan Musial, um dos melhores jogadores do St Louis Cardinals

  • Posição: First Baseman
  • Temporadas: 21 (1941-1944, 1946-1963)
  • Times: St Louis Cardinals (1941-1944, 1946-1963)
  • Prêmios: All-Star (1943, 1944, 1946–1963), MVP Liga Nacional (1943, 1946, 1948)
    Campeão de Rebatidas da Liga Nacional (1943, 1946, 1948, 1950–1952, 1957)

Stan Musial não é só um dos maiores jogadores do St Louis Cardinals. É um dos melhores rebatedores da MLB. Vencedor de três World Series com os Cards (1942, 1944 e 1946), Stan foi um outfielder de enorme talento.

Os três títulos da World Series e os três prêmios de MVP da temporada, sem falar nas 24 aparições no All Star falam por si só.

Stan “The Man” é o líder da franquia em rebatidas, corridas, home-runs e outra série de estatísticas de ataque. No geral, liderou duas vezes a Liga Nacional em corridas impulsionadas.

Musial não só teve a sua camisa 6 devidamente aposentada em 1963 como em 1969 foi eleito para o Hall da Fama do Beisebol.

Hank Aaron (6º)

Hank Aaron, um dos maiores jogadores do Atlanta Braves

  • Posição: Right Fielder
  • Temporadas: 24 (1952-1976)
  • Times: Indianapolis Clowns (1952), Atlanta Braves (1954-1974), Milwaukee Brewers (1975-1976)
  • Prêmios: 21x All-Star (1955-1975), MVP Liga Nacional (1957), Luva de Ouro (1958-1960)

Hank Aaron é considerado por muitos não somente um dos melhores rebatedores da MLB como um dos maiores jogadores da história do beisebol.

Estamos falando, afinal de contas, de um dos grandes rebatedores de todos os tempos, o segundo atleta que mais fez home runs na MLB (755) e o homem que dá o nome ao prêmio de melhor hitter da temporada.

Vencedor de “apenas” uma World Series, em 1957 — o mesmo ano em que foi MVP da Liga Nacional pelo Atlanta Braves — Hank lidera outros rankings históricos. É quem mais fez pontos após rebatidas (2.297) e bases corridas (6.856), por exemplo. E ainda se virava na defesa, dono de 3 prêmios Luva de Ouro.

Willie Mays (5º)

Willie Mays

  • Posição: Center Fielder
  • Temporadas: 24 (1948-1952, 1954-1973)
  • Times: Birmingham Black Barons (1948-50), San Francisco Giants (1951-52, 1954-71), New York Mets (1972-73)
  • Prêmios: 24x All-Star (1954-1973), Luva de Ouro (1957-1968), MVP da Liga Nacional (1954, 1965), Hall da Fama do Beisebol (1979)

Dificilmente algum jogador de beisebol será tão completo como Willie Mays. Rápido, potente, inteligente, eficiente, preciso…o center fielder que fez história no San Francisco Giants tinha de tudo. E foi um dos melhores rebatedores da MLB em todos os tempos.

É incrível que ele tenha ganho apenas um World Series. Em compensação, foi eleito para o All-Star em absolutamente todos os anos de sua carreira na Liga.

Atleta perfeito para o beisebol, Mays defendia tão bem quanto atacava. Se fez 660 home runs na carreira, foi doze vezes o vencedor do luva de ouro. Uma referência eterna de um jogador perfeito.

Rogers Hornsby (4º)

Roger Hornsby foi um dos melhores rebatedores da MLB

  • Posição: Second Baseman
  • Temporadas: 23 (1915-1937)
  • Times: St. Louis Cardinals (1915–1926, 1933), New York Giants (1927), Boston Braves (1928), Chicago Cubs (1929–1932), St. Louis Browns (1933–1937)
  • Prêmios: MVP Liga Nacional (1925, 1929), Triple Crown (1922, 1925), Campeão de rebatidas da Liga Nacional (1920–1925, 1928)

Roger Hornsby é indiscutivelmente um dos melhores rebatedores da MLB na história. Regular, frio e preciso, o second baseman foi gigante em toda a sua carreira. Mas apenas sua temporada de 1924 seria suficiente para marcá-lo como um dos maiores de todos os tempos.

Naquele ano, Hornsby simplesmente liderou a liga em nove estatísticas de ataque diferente, entre rebatidas, corridas e etc. O melhor número foi o de aproveitamento, 42,4%, o maior de todas as temporadas disputadas na Liga até hoje.

Além do seu mágico 1924, o “Rajah” liderou a Liga Nacional em home runs em 1922 em 1925, e outras quatro vezes em corridas impulsionadas. Ambos os números não estiveram entre seus destaques de 1924 é bom dizer.

O mais curioso é que justo na temporada em que não atingiu esse enorme desempenho, foi campeão da World Series, em 1926.

Babe Ruth (3º)

Babe Ruth
(Reprodução/Bettmann Archive)
  • Posição: Outfielder/ Pitcher
  • Temporadas: 22 (1914-1935)
  • Times: Boston Red Sox (1914-19), New York Yankees (1920-34), Boston Braves (1935)
  • Prêmios: All-Star (1933, 1934), MVP da Liga Americana (1923), Hall da Fama do Beisebol (1936)

Babe Ruth é o maior jogador de beisebol da história. A não ser que algum semi-deus desça à terra e escolha arremessar e rebater, a posição do sete vezes campeão do World Series dificilmente será ameaçada. Foi, óbvio, um dos melhores rebatedores a MLB na história.

Alguns dos números que Babe Ruth fez já foram batidos, como seus 714 home runs e suas 2.174 corridas completas. Mas ninguém jamais se equiparou à sua dominância.

Para se ter noção, entre 1918 e 1931, Ruth liderou 12 vezes a MLB em home runs. Foram 602, enquanto ninguém chegou perto das 300. E ainda venceu cinco World Series. Tudo isso em um tempo, é bom lembrar, sem as facilidades técnicas e tecnológicas que o esporte vem desenvolvendo há pelo menos 50 anos.

Outro detalhe importante é que Babe Ruth foi um pitcher por metade da sua carreira. E um bom pitcher. Imagina só a ameaça que não era um atleta que podia não só completar a corrida de todos os seus companheiros em campo como depois tirar alguns de seus adversários dele também?

Ted Williams (2º)

Ted Williams

  • Posição: Left Fielder
  • Temporadas: 19 (1939-1942, 1946-1960)
  • Times: Boston Red Sox (1939-1942, 1946-1960)
  • Prêmios: 19x All-Star (1940-42, 1946-51, 1953-60), MVP da Liga Americana (1946, 1949), Hall da Fama do Beisebol (1966)

Ted Williams é considerado o melhor “batedor puro” da história da MLB. Teve mais de duas mil rebatidas completas, mais de 500 home runs e o maior aproveitamento de bases por rebatida da história do beisebol.

Não ganhou nenhum título de expressão nos seus 19 anos no Boston Red Sox, mas é considerado um herói pelos estadunidenses mesmo assim.

Após apenas três anos de carreira, saiu do esporte no seu auge físico e técnico — premiado rebatedor do ano e três vezes All-Star — para servir o exército. Voltou inteiro quatro anos depois e recuperou o alto desempenho, sendo indicado 16 vezes para a seleção do All-Star.

Ty Cobb (1º)

Ty Cobb

  • Posição: Center Fielder
  • Temporadas: 23 (1905-1928)
  • Times: Detroit Tigers (1905-1926), Philadelphia Athletics (1927-1928)
  • Prêmios: MVP da Liga Americana (1911), Hall da Fama do Beisebol (1936)

Se a presença de Ty Cobb na primeira colocação da lista de melhores rebatedores da MLB e em todos os tempos é polêmica, então estamos no caminho certo.

Cobb, afinal, foi tão bom quanto controverso. O “Pêssego da Geórgia”, o homem que não tinha medo, teve um histórico de brigas e polêmicas que só foi superado por seus absurdos números.

Um rebatedor atlético e extremamente confiante, Ty participou de mais de três mil jogos na MLB, completou mais de quatro mil rebatidas, duas mil corridas e roubou quase 900 bases. Foi eleito para o Hall da Fama com 98% dos votos. Justamente, ouso dizer.

Vá além do mundo do Beisebol! Confira também nossos outros conteúdos:

Melhores rebatedores da MLB na atualidade

  • Aaron Judge
  • Christian Yelich
  • Francisco Lindor
  • Giancarlo Stanton
  • Joey Votto
  • José Altuve
  • Miguel Sanó
  • Mike Trout
  • Mookie Betts
  • Ronald Acuña

Aaron Judge

Aaron Judge é um dos melhores rebatedores da atualidade
(AP Photo/Frank Franklin II)
  • Posição: Right Fielder
  • Primeiro ano: 2016
  • Mão da rebatida: Direita

Aaron Judge é um dos melhores rebatedores da MLB atualmente. É o maior também, em altura, com seus 2 metros. Não que faça a diferença. Ou faz?

Em pouquíssimo tempo, Judge mostrou ser um jogador diferenciado, seja conseguindo um home run em sua primeira aparição como profissional no home plate, seja batendo o recorde no quesito entre os rookies do New York Yankees (29) e de toda a MLB (49), com 52 bolas mandadas para longe do campo.

Christian Yelich

  • Posição: Outfielder
  • Primeiro ano: 2013
  • Mão da rebatida: Esquerda

Christian Yelich estreou no beisebol profissional em 2013, mas só em 2018 que atingiu um nível de desempenho que o coloca entre os melhores rebatedores da MLB nos dias de hoje.

A dobradinha 2018-2019, inclusive, foi absurdamente produtiva para o outfielder. Levou o prêmio de MVP da Liga Nacional em 2018 e foi eleito para o time ideal da MLB em 2019, ano este que também entrou para o 30-30 Club (30 home runs e 30 bases roubadas).

Nos dois anos, foi All-Star, levou os prêmios Silver Slugger e Hank Aaron e também foi o campeão de rebatidas da National League. Em outras palavras, uma força dominante no home plate.

Francisco Lindor

Francisco Lindor, um dos melhores rebatedores da atualidade

  • Posição: Shortstop
  • Primeiro ano: 2015
  • Mão da rebatida: Ambas

Em 2017, a prestigiosa The Atlantic definiu Francisco Lindor como o “futuro do beisebol”. A previsão deles estava correta. O porto-riquenho é certamente um dos melhores rebatedores da MLB atualmente.

Presença regular no All-Star game desde seu segundo ano como profissional (2016), Lindor é um prolífico shortstop, que rebate com ambas as mãos e ainda oferece um grande poder defensivo. Sem falar no carisma diferenciado.

Giancarlo Stanton

  • Posição: Outfielder/ Rebatedor designado
  • Primeiro ano: 2010
  • Mão da rebatida: Direita

Giancarlo Stanton foi outro que precisou de um tempo de preparação para se tornar um dos melhores rebatedores da MLB nos dias de hoje.

Profissionalizado em 2010, Stanton esquentou a mão em 2014, quando liderou a Liga em home runs, foi All-Star e vencedor dos prêmios Silver Slugger e Hank Aaron. A temporada, aliás, o rendeu um dos maiores contratos esportivos da história, acima dos US$ 320 milhões.

O outfielder não só repetiu o feito em 2017, como aumentou a produção, alcançando o incrível número de 57 HR na temporada, o maior em quase duas décadas até ali.

Joey Votto

  • Posição: First Baseman
  • Primeiro ano: 2007
  • Mão da rebatida: Esquerda

Joey Votto pode nunca mais ter igualado seu auge no começo dos anos 2010, mas segue produtivo, e principalmente um dos melhores rebatedores da MLB atualmente.

Em 2010, apenas três anos após ter estreado como profissional, levou o prêmio de MVP da Liga Nacional e o Hank Aaron para melhor hitter de toda a Liga.

O ídolo do Cincinnati Reds não conseguiu repetir o destaque individual, mas seguiu com uma média sólida de acertos, home runs e corridas impulsionadas. Tem tudo, inclusive, para encerrar a carreira acima da marca dos 300 HRs, de duas mil rebatidas, de mil RBIs, além de um aproveitamento acima dos 30%.

José Altuve

José Altuve, um dos maiores jogadores do Houston Astros
(Elsa/Getty Images)
  • Posição: Second Baseman
  • Primeiro ano: 2011
  • Mão da rebatida: Direita

José Altuve é tanto um dos melhores rebatedores da MLB como um dos maiores jogadores da história dao Houston Astros. A aposentadoria de seu número 27 é questão de tempo, assim como sua indicação ao Hall da Fama do Beisebol.

Contratado como free-agent em 2007, moldado por quatro anos e profissionalizado em 2011, o venezuelano — que é o mais baixo jogador da MLB atualmente — demorou pouco tempo para se inserir nas mais diferentes corridas por prêmios individuais.

Hoje é sempre candidato a ser o MVP e o campeão de rebatidas da Liga Americana, a liderar a liga em bases roubadas, falar nos prêmios Silver Slugger, Hank Aaron e, claro, All-Star.

Miguel Sanó

  • Posição: Third Baseman
  • Primeiro ano: 2015
  • Mão da rebatida: Direita

Miguel Sanó pode ser discreto em premiações, mas os números apontam para sua clara aptidão para a lista dos melhores rebatedores da MLB atual.

Suas estatísticas de aproveitamento por aparições no home plate mostram um crescimento absurdo desde 2019, ao ponto de liderar a liga mesmo, ainda que seu desempenho pareça ser discreto. E olha que estamos falando de um jogador que ultrapassou os 130 home runs em cinco anos de carreira.

Mike Trout

Mike Trout é um dos melhroes rebatedores da atualidade
(Michael Zagaris/Oakland Athletics/Getty Images)
  • Posição: Center Fielder
  • Primeiro ano: 2011
  • Mão da rebatida: Direita

Outro dos mais experientes membros da lista dos melhores rebatedores da MLB atualmente, Mike Trout é um jogador bastante versátil e inteligente quando colocado no home plate.

Sempre intercalando explosão e estratégia, Trout é presença quase certa no All-Star e principalmente no Silver Slugger Award. Em 2020, alcançou seu oitavo prêmio, ficando atrás somente de Barry Bonds, que o venceu 12 vezes.

Mookie Betts

  • Posição: Right Fielder
  • Primeiro ano: 2014
  • Mão da rebatida: Direita

Além de ser um dos melhores rebatedores da MLB nos dias de hoje, Mookie Betts está marcado na história do beisebol.

Em 2018, apenas quatro anos depois de estrear como profissional, o jogador venceu os prêmios de MVP, Silver Slugger, Luva de Ouro e foi campeão de rebatidas e da World Series. Muito, né? Pois é, foi o primeiro a alcançar o feito em mais de cem anos de liga.

Completo, Betts é mais produtivo do que um rebatedor poderoso. Não que não se garanta no home plate; muito pelo contrário. O camisa 50 usa a rebatida mais como um meio do que como final. Quase um estrategista do taco.

Ronald Acuña

Ronald Acuna, um dos melhores rebatedores da atualidade

  • Posição: Outfielder
  • Primeiro ano: 2018
  • Mão da rebatida: Direita

Fechamos a lista dos melhores rebatedores da MLB atualmente com o seu mais recente membro. E uma baita adição.

Ronald Acuña estreou na Liga em 2018 como calouro do ano da Liga Nacional e emendando dois Silver Slugger em 2019. No mesmo ano já entrou para o 30-30 Club, liderou a LN em bases roubadas e foi para o All-Star Game.

O futuro parece muito promissor para o venezuelano, que deve ultrapassar a marca dos 100 home runs antes de completar os cinco anos de carreira. A pergunta, no fim, é: onde ele pode chegar?

Líderes de home runs na Major League Baseball

  1. Barry Bonds (762)
  2. Hank Aaron (755)
  3. Babe Ruth (714)
  4. Alex Rodriguez (696)
  5. Willie Mays (660)
  6. Albert Pujols (659)
  7. Ken Griffey Jr. (630)
  8. Jim Thome (612)
  9. Sammy Sosa (609)
  10. Frank Robinson (586)

Depois de conhecer os melhores rebatedores da MLB, aproveite para conhecer melhor o beisebol e outras grandes ligas:

* Última atualização em 11 de março de 2021

Salvar