Em 75 temporadas da Fórmula 1 até 2024, foram realizadas corridas em 72 autódromos diferentes ao redor do mundo. No Brasil, Interlagos e Jacarepaguá foram os locais onde já foram disputados os GPs da principal categoria do automobilismo.

Alguns dos circuitos se destacam como os mais emblemáticos e tradicionais da história da Fórmula 1. Outros chamam a atenção pela modernidade.

Fato é que um bom conhecedor de automobilismo tem de estar familiarizado com os circuitos da Fórmula 1. Quer conhecer tudo sobre as pistas da principal categoria do automobilismo mundial? Venha com a gente!

Lista de todos os circuitos da Fórmula 1 em 2024

  • Sakhir (Bahrein)
  • Jeddah (Arábia Saudita)
  • Melbourne (Austrália)
  • Suzuka (Japão)
  • Xangai (China)
  • Baku (Azerbaijão)
  • Miami (Estados Unidos)
  • Emília-Romanha (Itália)
  • Mônaco
  • Montreal (Canadá)
  • Barcelona-Catalunha (Espanha)
  • Red Bull Ring (Áustria)
  • Silverstone (Grã-Bretanha)
  • Hungaroring (Hungria)
  • Spa-Francorchamps (Bélgica)
  • Zandvoort (Holanda)
  • Monza (Itália)
  • Bacu (Azerbaijão)
  • Marina Bay (Singapura)
  • Circuito das Américas (Estados Unidos)
  • Hermanos Rodríguez (México)
  • Interlagos (Brasil)
  • Las Vegas (Estados Unidos)
  • Lusail (Catar)
  • Yas Marina (Abu Dhabi)

Agora que você já conhece todos os circuitos da Fórmula 1, veja os detalhes de suas histórias, quando foram realizados os primeiros GPs, a extensão e o recorde da pista, assim como os maiores vencedores.

Você ama outros esportes além de Fórmula 1? Aqui na Esportelândia também falamos sobre:

Melbourne (Austrália)

Circuito da Fórmulaa 1 de Melbourne

O acordo para Melbourne sediar uma das etapas da Fórmula 1 foi feito em 1993, com a decisão de criar um circuito usando uma mistura das estradas existentes ao redor do Albert Park. Assim, é um dos circuitos de rua que fazem parte do calendário da F1.

É válido destacar que antes de Melbourne, o GP da Austrália era realizado em Adelaide, o que aconteceu até 1995. A primeira corrida em Melbourne aconteceu na temporada de 1996.

  • Primeiro GP: 1996
  • Extensão: 5.278 km
  • Número de voltas: 58
  • Recorde da pista: 1:19.813 Charles Leclerc (2024)
  • Maior vencedor: Michael Schumacher, com 4 vitórias

Sakhir (Bahrein)

Circuito de Sakhir no Bahrein

O circuito de Sakhir estreou na F1 em 2004, numa corrida, como muitas daquela temporada, dominada pelas duas Ferraris. Michael Schumacher venceu e Rubens Barrichello completando a dobradinha.

Normalmente, podemos esperar grandes corridas e boa quantidade de ultrapassagens no Bahrein. Os pilotos têm que lidar com o vento, com as amplas flutuações de temperatura entre as sessões.

  • Primeiro GP: 2004
  • Extensão: 5.412 km
  • Número de voltas: 57
  • Recorde da pista (melhor volta na prova): 1:30.252 Michael Schumacher (2004)
  • Maior vencedor: Lewis Hamilton, com 5 vitórias

Jeddah (Arábia Saudita)

Circuitos da Fórmula 1 [auto_last_update format=[Y]]: recordes e maiores vencedores

Com muitas polêmicas e críticas, o GP da Arábia Saudita estreou em 2021. Em seus três primeiros anos, três pilotos diferentes venceram a corrida. Lewis Hamilton foi o primeiro, em 2021. Max Verstappen, em 2022, e Sergio Pérez, em 2023, venceram nas temporadas seguintes.

Em 2024, o holandês voltou a vencer, sendo o primeiro a ganhar duas vezes no local. É o circuito de rua mais rápido da Fórmula 1 e o terceiro mais longo no geral.

  • Primeiro GP: 2021
  • Extensão: 6.174 km
  • Número de voltas: 50
  • Recorde da pista (melhor volta na prova): 1:30.734 Lewis Hamilton (2021)
  • Maior vencedor: Max Verstappen, com 2 vitórias

Xangai (China)

Autódromo de Xangai

Em abril de 2003, um pântano no distrito de Jiading, em Xangai, foi destinado a receber um novo autódromo da Fórmula 1. Dezoito meses e cerca de US$ 450 milhões depois, o Shanghai International Circuit de última geração estava pronto.

Na estreia de Xangai, em 2004, Rubens Barrichello triunfou na China. O circuito também apresenta uma das retas mais longas do calendário: a tretchhat de 1,2 km.

  • Primeiro GP: 2004
  • Extensão: 5.451 km
  • Número de voltas: 56
  • Recorde da pista: 1:32.238 Michael Schumacher (2004)
  • Maior vencedor: Lewis Hamilton, com 6 vitórias

Baku (Azerbaijão)

Circuito de Baku no Azerbaijão

Baku é um dos mais novos circuitos de rua no calendário de Fórmula 1, juntando-se a Mônaco, Melbourne e Cingapura.

O primeiro Grand Prix em Baku foi realizado em 2016, como o Grande Prêmio da Europa. Já o primeiro GP do Azerbaijão aconteceu em 2017, com vitória do australiano Daniel Ricciardo.

A pista passa pelas muralhas medievais da cidade de Baku.

  • Primeiro GP: 2016
  • Extensão: 6.003 km
  • Número de voltas: 51
  • Recorde da pista: 1:43.009 Charles Leclerc (2019)
  • Maior vencedor: Sergio Perez, com duas vitórias

Barcelona-Catalunha (Espanha)

Circuito da Fórmula 1 de Barcelona Catalunha

O circuito de Barcelona-Catalunha foi construído como parte do programa de desenvolvimento da Olimpíada de Barcelona em 1992. A primeira corrida de carros foi uma etapa do Campeonato Espanhol de Carros de Turismo de 1991.

Duas semanas depois de os carros de turismo competirem no Barcelona, ​​foi a vez da Fórmula 1. A pista teve uma estreia sensacional, com Nigel Mansell superando Ayrton Senna.

O circuito de Barcelona é uma boa mistura de curvas de alta e baixa velocidade.

  • Primeiro GP: 1991
  • Extensão: 4.655 km
  • Número de voltas: 66
  • Recorde da pista: 1:15.484 Max Verstappen (2023)
  • Maior vencedor: Michael Schumacher e Lewis Hamilton, com 6 vitórias cada

Mônaco

Circuitos da Fórmula 1 [auto_last_update format=[Y]]: recordes e maiores vencedores

Reconhecido como o circuito mais charmoso da Fórmula 1, o GP de Mônaco é disputado em meio aos iates e hotéis luxuosos de Monte Carlo. A pista é estreita, e os pilotos são obrigados a acelerar muito perto dos muros.

Mônaco se destaca também por ser um circuito de rua, em que um túnel é o principal ponto de ultrapassagem. As corridas da Fórmula 1 são disputadas neste circuito desde 1950.

  • Primeiro GP: 1950
  • Extensão: 3,337 km
  • Número de voltas: 78
  • Recorde da pista: 1:12.166 – Lewis Hamilton (2019)
  • Maior vencedor: Ayrton Senna, com 6 vitórias

Montreal (Canadá)

Circuito de Montreal

O circuito de Montreal foi construído depois da Olimpíada de Verão de 1976. A primeira prova da F1 no autódromo aconteceu em 1978. “Dono da casa”, o canadense Gilles Villeneuve garantiu sua primeira vitória, na pista que acabaria levando seu nome.

O circuito rápido e de baixa pressão é um dos favoritos dos pilotos.

  • Primeiro GP: 1978
  • Extensão: 4.361 km
  • Número de voltas: 70
  • Recorde da pista: 1:13.078 Valtteri Bottas (2019)
  • Maior vencedor: Michael Schumacher e Lewis Hamilton, com 7 vitórias cada

Red Bull Ring (Áustria)

Circuito Red Bull Ring

O circuito conhecido hoje como Red Bull Ring foi desenvolvido durante o inverno de 1995 e 1996, para transformá-lo em uma pista de corrida mais curta e mais moderna.

A A1-Ring, como era então chamada, foi aberta em 1996, com a Fórmula 1 chegando ao circuito um ano depois. Jacques Villeneuve venceu a corrida de estreia, enquanto o austríaco Gerhard Berger usou o Grande Prêmio de sua terra natal para anunciar sua aposentadoria na Fórmula 1.

  • Primeiro GP: 1970
  • Extensão: 4.318 km
  • Número de voltas: 71
  • Recorde da pista: 1:06.200 Max Verstappen (2021)
  • Maior vencedor: Max Verstappen, com 2 vitórias

Silverstone (Grã-Bretanha)

Circuito de Silverstone

O circuito de Silverstone recebeu a primeira corrida de Fórmula 1, em 13 de maio de 1950. Estima-se que mais de 100 mil pessoas acompanharam o grande prêmio, vencido pelo italiano Giuseppe Farina, da Alfa Romeo.

Apesar das inúmeras mudanças de layout ao longo dos anos, Silverstone sempre manteve seu caráter essencial como uma das pistas mais rápidas do calendário da F1.

  • Primeiro GP: 1950
  • Extensão: 5.891 km
  • Número de voltas: 52
  • Recorde da pista: 1:27.097 Max Verstappen (2020)
  • Maior vencedor: Lewis Hamilton, com 8 vitórias

Hungaroring (Hungria)

Circuito de Hungaroring na Hungria

A construção do autódromo de Hungaroring começou em 1985, e a pista estava pronta para corrida apenas nove meses depois.

Na estreia do circuito, Nelson Piquet venceu a primeira corrida de F1, levando sua Williams a superar a Lotus de Ayrton Senna para assumir a liderança.

A falta de retas de Hungaroring, muitas vezes, o faz ser comparado a um circuito de karting. É um desafio que muitos dos pilotos apreciam, com a busca pelo ritmo para alcançar tempos de volta rápidos.

  • Primeiro GP: 1986
  • Extensão: 4.381 km
  • Número de voltas: 70
  • Recorde da pista: 1:16.627 Lewis Hamilton (2020)
  • Maior vencedor: Lewis Hamilton, com 8 vitórias

Interlagos (Brasil)

Circuitos da Fórmula 1 [auto_last_update format=[Y]]: recordes e maiores vencedores

O circuito de Interlagos, em São Paulo, é um dos poucos da Fórmula 1 em que as corridas são disputadas no sentido anti-horário. Também é conhecido pelas curvas, especialmente a do “S do Senna”.

São realizadas corridas da Fórmula 1 no circuito de Interlagos desde a década de 1970.

  • Primeiro GP: 1972 (porém, o primeiro oficial ocorreu em 1973)
  • Extensão: 4.309 km
  • Número de voltas: 71
  • Recorde da pista: 1:10.540 – Valtteri Bottas (2018)
  • Maior vencedor: Michael Schumacher, com 4 vitórias

Spa-Francorchamps (Bélgica)

Spa-Francorchamps Fórmula 1

Spa-Francorchamps, na Bélgica, é tido como um dos circuitos preferidos dos pilotos de Fórmula 1. A pista é longa, com mais de 7 mil metros, e proporciona trechos de alta velocidade e outros com fortes freadas.

O circuito de Spa-Francorchamps foi utilizado na Fórmula 1 logo na primeira temporada, em 1950.

  • Primeiro GP: 1950
  • Extensão: 7.004 km
  • Número de voltas: 44
  • Recorde da pista: 1:46.286 – Valtteri Bottas (2018)
  • Maior vencedor: Michael Schumacher, com 6 vitórias

Monza (Itália)

Circuito de Monza

Construído em apenas 110 dias em 1922, o Autodromo Nazionale Monza foi a terceira pista de corrida do mundo, vindo depois de Brooklands no Reino Unido e Indianápolis nos Estados Unidos.

O circuito esteve no calendário original da Fórmula 1 em 1950 e, desde então, recebe o Grande Prêmio da Itália todos os anos.

A melhor volta da história da Fórmula 1 foi realizada em Monza, com 260,6 km/h do piloto colombiano Juan Pablo Montoya, da Williams, durante o treino para o Grande Prêmio de 2004.

  • Primeiro GP: 1950
  • Extensão: 5.793 km
  • Número de voltas: 53
  • Recorde da pista: 1:21.046 Rubens Barrichello (2004)
  • Maior vencedor: Michael Schumacher e Lewis Hamilton, com 5 vitórias cada

Marina Bay (Singapura)

Circuito de Marina Bay em Singapura

Marina Bay, em Singapura, tem uma pista de rua com o famoso horizonte da cidade como pano de fundo. Em 2008, Singapura teve a honra de sediar a primeira corrida noturna da história da F1.

O circuito de Marina Bay, com 4.940 km de extensão, é um dos mais exigentes fisicamente no calendário. Estima-se que o estresse físico leve os pilotos a perder até 3kg ao longo de uma corrida.

  • Primeiro GP: 2008
  • Extensão: 4.940 km
  • Número de voltas: 62
  • Recorde da pista: 1:35.867 Lewis Hamilton (2023)
  • Maior vencedor: Sebastian Vettel, com 5 vitórias

Suzuka (Japão)

Circuito de Suzuka

Em 1962, buscando transformar a Honda em uma potência automotiva, Soichiro Honda decidiu que sua empresa deveria ter sua própria pista de testes. Coube ao holandês John Hugenholtz desenhar a pista de Suzuka.

A estreia do circuito na Fórmula aconteceu em 1987. Nigel Mansell sofreu um acidente na qualificação que o afastou da corrida, dando o título daquele ano ao brasileiro Nelson Piquet.

  • Primeiro GP: 1987
  • Extensão: 5.807 km
  • Número de voltas: 53
  • Recorde da pista: 1:30.983 Lewis Hamilton (2019)
  • Maior vencedor: Michael Schumacher, com 6 vitórias

Hermanos Rodríguez (México)

Autódromo Hermanos Rodriguez

Em 1959, o pai dos irmãos de corrida mais famosos do México, Ricardo e Pedro Rodriguez, era conselheiro do presidente mexicano Adolfo Lopez Mateo e abordou a possibilidade de construção de um circuito de corridas no parque esportivo Magdalena Mixiuhca, na Cidade do México.

O então presidente mexicano gostou da ideia, e o trabalho na pista foi concluído em menos de um ano. A Fórmula 1 chegou a Hermanos Rodríguez em 1962 para uma corrida de exibição, retornando no ano seguinte para o primeiro GP oficial.

A etapa de 1963 foi vencida por Jim Clark. Depois de um período de ausência, o México foi recebido de volta no calendário da F1 em 2015.

  • Primeiro GP: 1963
  • Extensão: 4.304 km
  • Número de voltas: 71
  • Recorde da pista: 1:17.774 Valtteri Bottas (2021)
  • Maior vencedor:  Max Verstappen, com 5 vitórias

Circuito das Américas (Estados Unidos)

Circuito das Américas

A F1 teve sua primeira corrida no Circuit of The Americas em 2012. Aquele foi o primeiro GP dos Estados Unidos desde a corrida de 2007 em Indianápolis.

Mais de 100 mil espectadores lotaram o autódromo de Austin, para ver a última vitória de Lewis Hamilton pela McLaren antes de se transferir para a Mercedes em 2013.

  • Primeiro GP: 2012
  • Extensão: 5.513 km
  • Número de voltas: 56
  • Recorde da pista: 1:36.069 Charles Leclerc (2019)
  • Maior vencedor: Lewis Hamilton, com 6 vitórias

Yas Marina (Abu Dhabi)

Circuito de Yas Marina Abu Dhabi

Em 2009, o GP de Abu Dhabi estreou como o último da temporada de Fórmula 1, com Sebastian Vettel, da Red Bull, vencendo o companheiro de equipe Mark Webber e o já campeão de 2009, Jenson Button.

Vettel iria garantir seu primeiro título em Abu Dhabi, um ano depois, em meio a muitas lágrimas.

  • Primeiro GP: 2009
  • Extensão: 5.281 km
  • Número de voltas: 58
  • Recorde da pista: 1:26.103 Sebastian Vettel (2021)
  • Maior vencedor: Lewis Hamilton, com 5 vitórias

Miami (Estados Unidos)

Circuitos da Fórmula 1 [auto_last_update format=[Y]]: recordes e maiores vencedores

Realizado pela primeira vez em 2022, a pista está em uma localização do centro da cidade, perto do Hard Rock Stadium. Com um contrato de mais de 10 anos, apenas um piloto saiu havia vencido a corrida. Tanto em 2022, quanto em 2023, Max Verstappen venceu. Mas, em 2023, Lando Norris ficou com o lugar mais alto do pódio.

  • Primeiro GP: 2022
  • Extensão: 5.412 km
  • Número de voltas: 57
  • Recorde da pista: 1:27.708 Max Verstappen (2023)
  • Maior vencedor: Max Verstappen, com 2 vitórias

Emília-Romanha (Itália)

Circuitos da Fórmula 1 [auto_last_update format=[Y]]: recordes e maiores vencedores

A primeira corrida em sua volta ao calendário da Fórmula 1 foi em 2020 e realizada no Autódromo Internacional Enzo e Dino Ferrari, que fica em Ímola, na Emília-Romanha. Em 2023, o GP foi cancelado, por conta de chuva forte e alagamento no local.

Mas, antes disso, já fez parte do calendário da Fórmula 1. Começando em 1980, alguns dos maiores pilotos já correram no local. Foi também onde Ayrton Senna e Roland Ratzenberger morreram. Após a tragédia, houve uma série de mudanças e saiu do calendário em 2006.

Naquela época, era o GP de San Marino, mas disputado no mesmo autódromo do atual GP de Emilia-Romagna.

  • Primeiro GP: 1980
  • Extensão: 4.909 km
  • Número de voltas: 63
  • Recorde da pista: 1:15.484 Lewis Hamilton (2020)
  • Maior vencedor: Michael Schumacher, com 7 vitórias. Max Verstappen, com 3 vitórias na pista atual

Zandvoort (Holanda)

Circuitos da Fórmula 1 [auto_last_update format=[Y]]: recordes e maiores vencedores

No passado, houve corridas em Zandvoort de 1952 até 1985, mas com três interrupções. Em 1954, de 1956 até 1957 e em 1972. Em 2019 foi anunciado a sua volta a partir de 2020.

Mas a corrida acabou cancelada, devida à pandemia de COVID-19. O que fez com que o evento só voltasse em 2021.

  • Primeiro GP: 1948 (oficialmente em 1952)
  • Extensão: 4.252 km
  • Número de voltas: 72
  • Recorde da pista: 1:11.097 Lewis Hamilton (2021)
  • Maior vencedor: Jim Clark, com 4 vitórias

Las Vegas (Estados Unidos)

Circuitos da Fórmula 1 [auto_last_update format=[Y]]: recordes e maiores vencedores

Apesar de Las Vegas já ter feito parte do calendário da Fórmula 1, o circuito atual é diferente. A última vez que a cidade teve uma corrida foi em 1982. E, agora, voltou em 2023.

  • Primeiro GP: 2023
  • Extensão: 6.201 km
  • Número de voltas: 50
  • Recorde da pista: 1:35.490 Oscar Piastri (2023)
  • Maior vencedor: Max Verstappen, com 1 vitória

Lusail (Catar)

Circuitos da Fórmula 1 [auto_last_update format=[Y]]: recordes e maiores vencedores

Realizado pela primeira vez em 2021, não teve uma corrida em 2022. No entanto, esteve presente no calendário da Fórmula 1 em 2023 e agora está em 2024.

  • Primeiro GP: 2021
  • Extensão: 5,380 km
  • Número de voltas: 57
  • Recorde da pista: 1:23.196 Max Verstappen (2021)
  • Maior vencedor: Max Verstappen e Lewis Hamilton, ambos com 1 vitória

Quantos circuitos da Fórmula 1 são utilizados a cada temporada?

Em 2024, o total de circuitos é de 24. O primeiro grande prêmio será o de Bahrein, em 2 de março. A temporada acaba em 8 de dezembro, quando será disputado o GP de Abu Dhabi. O GP do Brasil, em Interlagos, será realizado em 3 de novembro.

Calendário dos circuitos da Fórmula 1 em 2024

  • 2/3 – GP do Bahrein
  • 9/3 – GP da Arábia Saudita
  • 24/3 – GP da Austrália
  • 7/4 – GP do Japão
  • 21/4 – GP da China
  • 5/5 – GP de Miami
  • 19/5 – GP de Emília-Romanha
  • 26/5 – GP de Mônaco
  • 9/6 – GP do Canadá
  • 23/6 – GP da Espanha
  • 30/6 – GP da Áustria
  • 7/7 – GP da Grã-Bretanha
  • 21/7 – GP da Hungria
  • 28/7 – GP da Bélgica
  • 25/8 – GP da Holanda
  • 1/9 – GP da Itália
  • 15/9 – GP do Azerbaijão
  • 22/9 – GP de Singapura
  • 20/10 – GP dos Estados Unidos
  • 27/10 – GP do México
  • 3/11 – GP de São Paulo
  • 23/11 – GP de Las Vegas
  • 1/12 – GP do Catar
  • 8/12 – GP de Abu Dhabi

Vá além do mundo da fórmula 1! Confira também nossos outros conteúdos:

Quais circuitos já receberam o GP do Brasil da Fórmula 1?

Ayrton Senna vencedor do GP de Interlagos
Ayrton Senna venceu o GP do Brasil, em Interlagos, nas temporadas de 1991 e 1993

Desde 1973, o GP do Brasil de Fórmula acontece no Autódromo José Carlos Pace, mais conhecido como Interlagos, em São Paulo.

Porém, em 1978 e entre 1981 e 1989, as corridas foram disputadas no Autódromo de Jacarepaguá, oficialmente chamado de Autódromo Internacional Nelson Piquet, no Rio de Janeiro.

Na primeira corrida de Fórmula 1 disputada no Brasil, em 1972, o vencedor foi o argentino Carlos Reutemann. Mas foi apenas no ano seguinte que o GP Brasil passou a fazer parte oficialmente do calendário da categoria.

O vencedor da primeira prova oficial de Fórmula 1 no GP de Interlagos, em 11 de fevereiro de 1973, foi o brasileiro Emerson Fittipaldi, que corria pela Lotus. O escocês Jackie Stewart, da Tyrrell, e o australiano Denny Hulme, da McLaren, completaram o pódio.

Confira, a seguir, todos os vencedores do GP do Brasil na Fórmula 1, tanto nas corridas em Interlagos quanto nas provas disputadas em Jacarepaguá!

Todos os vencedores do GP do Brasil de Fórmula 1

Ano Piloto País Equipe Local
2023 Mas Verstappen Holanda Red Bull Racing Interlagos
2022 George Russel Inglaterra Mercedes Interlagos
2021 Lewis Hamilton Inglaterra Mercedes Interlagos
2019 Max Verstappen Holanda Red Bull Racing Interlagos
2018 Lewis Hamilton Inglaterra Mercedes Interlagos
2017 Sebastian Vettel Alemanha Ferrari Interlagos
2016 Lewis Hamilton Inglaterra Mercedes Interlagos
2015 Nico Rosberg Alemanha Mercedes Interlagos
2014 Nico Rosberg Alemanha Mercedes Interlagos
2013 Sebastian Vettel Alemanha Red Bull-Renault Interlagos
2012 Jenson Button Inglaterra McLaren-Mercedes Interlagos
2011 Mark Webber Austrália Red Bull-Renault Interlagos
2010 Sebastian Vettel Alemanha Red Bull-Renault Interlagos
2009 Mark Webber Austrália Red Bull-Renault Interlagos
2008 Felipe Massa Brasil Ferrari Interlagos
2007 Kimi Räikkönen Finlândia Ferrari Interlagos
2006 Felipe Massa Brasil Ferrari Interlagos
2005 Juan Pablo Montoya Colômbia McLaren-Mercedes Interlagos
2004 Juan Pablo Montoya Colômbia Williams-BMW Interlagos
2003 Giancarlo Fisichella Itália Jordan-Ford Interlagos
2002 Michael Schumacher Alemanha Ferrari Interlagos
2001 David Coulthard Escócia McLaren-Mercedes Interlagos
2000 Michael Schumacher Alemanha Ferrari Interlagos
1999 Mika Hakkinen Finlândia McLaren-Mercedes Interlagos
1998 Mika Hakkinen Finlândia McLaren-Mercedes Interlagos
1997 Jacques Villeneuve Canadá Williams-Renault Interlagos
1996 Damon Hill Inglaterra Williams-Renault Interlagos
1995 Michael Schumacher Alemanha Benetton-Renault Interlagos
1994 Michael Schumacher Alemanha Benetton-Ford Interlagos
1993 Ayrton Senna Brasil McLaren-Ford Interlagos
1992 Nigel Mansell Inglaterra Williams-Renault Interlagos
1991 Ayrton Senna Brasil McLaren-Honda Interlagos
1990 Alain Prost França Ferrari Interlagos
1989 Nigel Mansell Inglaterra Ferrari Jacarepaguá
1988 Alain Prost França McLaren-Honda Jacarepaguá
1987 Alain Prost França McLaren-TAG Jacarepaguá
1986 Nelson Piquet Brasil Williams-Honda Jacarepaguá
1985 Alain Prost França McLaren-TAG Jacarepaguá
1984 Alain Prost França McLaren-TAG Jacarepaguá
1983 Nelson Piquet Brasil Brabham-BMW Jacarepaguá
1982 Alain Prost França Renault Jacarepaguá
1981 Carlos Reutemann Argentina Williams-Ford Jacarepaguá
1980 René Arnoux França Renault Interlagos
1979 Jacques Laffite França Ligier-Ford Interlagos
1978 Carlos Reutemann Argentina Ferrari Jacarepaguá
1977 Carlos Reutemann Argentina Ferrari Interlagos
1976 Niki Lauda Aústria Ferrari Interlagos
1975 José Carlos Pace Brasil Brabham-Ford Interlagos
1974 Emerson Fittipaldi Brasil McLaren-Ford Interlagos
1973 Emerson Fittipaldi Brasil Lotus-Ford Interlagos

Quais circuitos da Fórmula 1 não são mais usados?

Em 2024, a Fórmula 1 chega à sua 75ª temporada. Ao longo de 7 décadas, muitos autódromos deixaram de ser utilizados. Alguns deles são históricos, como o de Imola, que traz aos brasileiros a lembrança negativa da morte de Ayrton Senna.

Confira, a seguir, alguns dos circuitos da Fórmula 1 que deixaram de existir ou não são mais usados.

Indianápolis

Circuito de Indianapolis

O autódromo de Indianápolis é um dos mais conhecidos e importantes da história do automobilismo. No início da história da Fórmula 1, as 500 milhas de Indianápolis faziam parte do calendário da categoria. Foi assim com a tradicional prova da Fórmula Indy entre 1950 e 1960.

O circuito voltou à principal categoria do automobilismo em 2000. A última corrida da F1 em Indianápolis aconteceu em 2007. Já desde 2012, o GP dos Estados Unidos é disputado no Circuito das Américas, em Austin. Mas, em 2024, o país terá três corridas ao longo do calendário.

  • Primeiro GP: 1950
  • Extensão: 306.016 km
  • Número de voltas: 73
  • Recorde da pista: 1:10.223 Rubens Barrichello (2004)
  • Maior vencedor: Michael Schumacher, com 5 vitórias

Jacarepaguá

Autódromo de Jacarepaguá

Quem está acostumado em ver o GP do Brasil de Fórmula 1 em Interlagos talvez não saiba que o Rio de Janeiro já recebeu etapas da principal categoria do automobilismo mundial. Isso aconteceu 10 vezes (em 1978 e entre 1981 e 1989).

Nos 10 GPs Brasil disputados no autódromo de Jacarepaguá, 5 vezes o vencedor foi o francês Alain Prost. Já Nelson Piquet ganhou as corridas de 1983 e 1986. Não à toa, o nome oficial da  pista de Jacarepaguá era Autódromo Internacional Nelson Piquet.

O autódromo foi demolido em 2012 para dar lugar ao Parque Olímpico dos Jogos do Rio 2016.

  • Primeiro GP: 1978
  • Extensão: 5.031 km
  • Número de voltas: 61
  • Recorde da pista: 1min 32s 507 Ricardo Patrese (1989)
  • Maior vencedor: Alain Prost, com 5 vitórias

Sentiu falta de algum circuito que já fez parte do calendário da Fórmula 1 que não esteja nessa lista? Conte para a gente nos comentários!

Agora que você já conhece todos os circuitos da Fórmula 1 em 2024, aproveite para se aprofundar ainda mais no esporte com nossos outros conteúdos: