fbpx
Saiba onde surgiu e quem inventou o esporte, quais são as regras, as posições e funções dos jogadores e tudo sobre o handebol

Você sabia que o handebol foi criado como um esporte disputado ao ar livre e em gramados?

Essa é uma das principais curiosidades da história do handebol.

Se você quer conhecer tudo sobre handebol, dominar as regras, saber quais são os fundamentos e as posições, está no lugar certo.

Venha com a gente e saiba todos os detalhes de um dos esportes mais populares do Brasil!

História do Handebol

História do Handebol
Inicialmente, handebol era disputado por 11 jogadores em grandes campos

A história do handebol começou, oficialmente, em 1919, quando o alemão Karl Schelenz criou o esporte.

Quando surgiu, o handebol era um esporte muito diferente do que estamos acostumados a ver hoje. As partidas eram disputadas ao ar livre, em gramados.

Inicialmente, o handebol era um esporte praticado somente por mulheres. As equipes tinham 11 jogadoras cada, enquanto, atualmente, são formadas por 7 atletas.

No Brasil, o handebol passou a ser difundido a partir da década de 1930 e, em 26 de fevereiro de 1940, foi fundada, em São Paulo, a Federação Paulista de Handebol.

Já em julho de 1946, foi fundada a Federação Internacional de Handebol (FIH).

O handebol foi disputado pela primeira vez nos Jogos Olímpicos de Berlim, em 1936. Porém, o esporte deixou o calendário olímpico e retornou somente em 1972.  

Além das Olimpíadas, a principal competição de handebol é o Campeonato Mundial de Handebol, que acontece a cada dois anos, sempre em anos ímpares.

O melhor resultado já alcançado pelo Brasil no handebol foi o título do Campeonato Mundial de Handebol Feminino de 2013.

Brasil campeão mundial de handebol feminino
Seleção Brasileira de Handebol Feminino foi campeã mundial em 2013

Você ama outros esportes além do Handebol? Aqui na Esportelândia também falamos sobre:

Regras do handebol

O objetivo no jogo de handebol é marcar gols arremessando a bola contra a baliza defendida pelo adversário. Assim como ocorre no futebol, um gol somente é assinalado se a bola ultrapassar totalmente a linha de fundo.

Quadra do handebol

Quadra de handebol
Quadra de handebol tem 40 metros de comprimento por 20 metros de largura

A quadra de handebol possui 40 por 20 metros. De cada lado, estão os respectivos gols que medem 2 por 3 metros. O piso é geralmente de madeira envernizada, ou ainda, emborrachado.

Bola do handebol

A bola de handebol é feita de couro ou material sintético. Ela deve ser esférica e sua superfície não pode ser brilhante nem escorregadia.

O peso e a circunferência da bola variam de acordo com as categorias:

  • 58 – 60 cm e 425 – 475 g (tamanho 3 da I.H.F.), para homens e equipes juvenis masculinas (acima de 16 anos).  
  • 54 – 56 cm e 325 a 375 g (tamanho 2 da I.H.F.), para mulheres, equipes juvenis femininas (acima de 14 anos) e equipes masculinas adolescentes (com idade entre 12 e 16 anos).  
  • 50 – 52 cm e 290 – 330 g (tamanho 1 da I.H.F.), para equipes femininas de crianças (8 e 14 anos) e equipes masculinas de crianças (entre 8 e 12 anos).  

Para cada partida, deve haver pelo menos duas bolas disponíveis. 

Tempo de jogo

Cada partida no handebol tem duração de 60 minutos, sendo dividida em dois tempos de 30 minutos. Há um intervalo de 10 minutos.

Caso haja empate, é disputada uma prorrogação com dois períodos de 5 minutos, e um intervalo de 1 minuto. 

Cada equipe tem o direito de receber um tempo técnico de 1 minuto em cada período de tempo de uma partida regular, mas não na prorrogação. 

O jogo no handebol começa com o apito do árbitro autorizando o tiro de saída inicial, enquanto é encerrado com o sinal de término automático do placar ou do cronometrista.

Arbitragem

Árbitros de handebol

O jogo é supervisionado por dois árbitros. Há também um cronometrista.

Número de jogadores no handebol

Cada equipe de handebol é formada por 7 jogadores, sendo um goleiro e seis jogadores de linha. 

As substituições são livres, e os times podem ter até 7 jogadores no banco de reservas, totalizando 14 atletas.

Um jogador que for identificado como goleiro pode se tornar jogador de linha a qualquer momento.

Se uma equipe estiver jogando sem goleiro, um número máximo de 7 jogadores de linha será permitido ao mesmo tempo na quadra de jogo.

No início da partida, uma equipe deve ter pelo menos 5 jogadores em quadra. 

Caso haja expulsões, a partida pode continuar mesmo se uma equipe ficar com menos de 5 jogadores na quadra. Depende dos árbitros julgarem se e quando uma partida deveria ser definitivamente suspensa. 

Equipamentos de handebol

Todos os jogadores de quadra de uma equipe devem vestir uniformes idênticos. As combinações de cores e desenhos para as duas equipes devem ser claramente distinguíveis umas das outras. 

Já os goleiros de uma mesma equipe devem vestir a mesma cor, sendo ela diferente da utilizada dos jogadores de linha de ambas as equipes e também dos goleiros da equipe adversária.

Todas as camisas devem ser numeradas, com números de 1 a 99.

Os jogadores também são obrigados a usar calçados esportivos.

Goleiro

Para o goleiro no handebol, é permitido:

  • Tocar a bola com qualquer parte do corpo, sempre que estiver numa tentativa de defesa, dentro de sua área de gol.  
  • Mover-se com posse de bola dentro da área de gol, sem estar sujeito às restrições aplicadas aos jogadores de quadra.
  • Sair da área de gol sem a bola e participar da partida na área de jogo. Quando isso é feito, o goleiro está sujeito às mesmas regras aplicadas aos jogadores na área de jogo.

Em contrapartida, não é permitido:

  • Sair da área de gol com a bola controlada.
  • Tocar a bola que está parada ou rolando no solo do lado de fora da área de gol, estando o goleiro ainda dentro da área.
  • Levar a bola para dentro da área de gol quando ela estiver parada ou rolando no solo do lado de fora da área de gol.

Área de gol

Somente o goleiro tem permissão de entrar na área de gol, que inclui também a linha da área. É considerado invasão quando um jogador de linha pise ou toque na área com qualquer parte de seu corpo. 

Porém, ao realizar um movimento de ataque, é permitido que o jogador cometa essa invasão, mas somente se pular de fora para dentro na área e soltar a bola enquanto estiver no ar.

Também é permitido que um jogador de linha entre na área sem a posse de bola, desde que ele não obtenha nenhuma vantagem desse movimento.

Caso um jogador pise na área, há três possibilidades:

  • Tiro de meta, quando um jogador de quadra da equipe atacante entrar na área de gol com a bola ou entrar sem a bola, mas ganhar vantagem dessa ação; 
  • Tiro livre, quando um jogador de linha da equipe defensora entrar na área de gol e ganhar vantagem, mas não impedir uma clara chance de gol;
  • Tiro de 7 metros, quando um jogador de linha da equipe defensora entrar na área de gol e, com isso, impedir uma clara chance de gol.

É válido destacar que o conceito “entrar na área de gol” não significa somente tocar a linha da área de gol, mas sim, pisar claramente dentro dessa área.  

Controle de bola

No handebol, ao manter a posse de bola, é permitido ao jogador:

  • Lançar, agarrar, parar, empurrar ou golpear a bola usando as mãos (abertas ou fechadas), braços, cabeça, tronco, coxas e joelhos;
  • Segurar a bola durante, no máximo 3 segundos, também quando ela estiver em contato com o solo;
  • Dar no máximo 3 passos com a bola.

Se o jogador estiver parado ou correndo, é permitido:

  • Quicar a bola uma vez e agarrá-la novamente com uma ou duas mãos;
  • Quicar a bola repetidamente com uma mão (drible) e então agarrá-la ou pegá-la novamente com uma ou ambas as mãos; 
  • Rolar a bola sobre o solo repetidamente com uma mão e então agarrá-la ou pegá-la de novo com uma ou ambas as mãos. 

Depois que a bola for dominada com uma ou ambas as mãos, ela deve ser jogada dentro dos 3 segundos seguintes ou depois de no máximo 3 passos.

Em contrapartida, não é permitido:

  • Tocar a bola mais de uma vez depois que ela foi controlada, a menos que ela tenha tocado o solo, outro jogador, ou a baliza neste meio tempo. Porém, isso não se aplica se o jogador cometer uma “falha de recepção”, ou seja, falhar na tentativa de controlá-la ao tentar agarrá-la ou detê-la.  
  • Tocar a bola com o pé ou com a perna abaixo do joelho, exceto quando a bola for arremessada por um adversário.

Jogo passivo

Não é permitido manter a bola em posse sem realizar nenhuma tentativa reconhecível de ataque ou arremesso à baliza. 

Também não é permitido atrasar repetidamente a execução de um tiro de saída, tiro livre, tiro lateral ou tiro de meta de sua própria equipe.

Essa situação é considerada como jogo passivo e deve ser penalizada com um tiro livre contra a equipe em posse de bola, a menos que a tendência ao passivo cesse. O tiro livre será executado do lugar onde a bola estava quando o jogo foi interrompido.  

Antes de assinalar jogo passivo, os árbitros fazem um gesto de advertência, permitindo que a equipe mude sua maneira de atacar e não perca a posse de bola.

Se o modo de atacar não mudar depois que o sinal de pré-passivo foi mostrado, os árbitros podem apitar um jogo passivo a qualquer momento. 

Caso nenhum arremesso à baliza seja realizado pela equipe que ataca depois de no máximo 6 passes, será marcado tiro livre contra essa equipe.

Faltas no handebol

Falta no handebol

No handebol, é permitido:

  • Usar uma mão aberta para tirar a bola da mão de outro jogador;
  • Usar os braços flexionados para fazer contato corporal com um adversário, e desta maneira controlá-lo e acompanhá-lo; 
  • Usar o tronco para bloquear o adversário na luta pela posição.  

Em contrapartida, não é permitido:

  • Arrancar ou golpear a bola que está nas mãos do adversário; 
  • Bloquear ou empurrar o adversário com braços, mãos ou pernas ou usar qualquer parte do corpo para deslocá-lo ou empurrá-lo para fora da posição, incluindo o uso dos cotovelos; 
  • Agarrar um adversário (no corpo ou pelo uniforme), mesmo se ele permanecer livre para continuar o jogo; 
  • Correr ou saltar sobre um adversário. 

A regra prevê punição disciplinar para as infrações em que a ação é principalmente ou exclusivamente dirigida ao corpo do adversário. 

Além do tiro livre ou tiro de 7 metros, pelo menos a infração deve ser sancionada progressivamente, começando com uma advertência, seguindo com exclusões por 2 minutos e uma desqualificação.

Em alguns casos, a punição é uma exclusão por 2 minutos direta, independentemente se o jogador havia recebido uma advertência prévia. Isso ocorre, especialmente, para aquelas infrações em que o jogador punido ignora o perigo a que expõe seu adversário.

A exclusão por 2 minutos ocorre quando:

  • Infrações cometidas com alta intensidade ou contra um adversário que está correndo em grande velocidade; 
  • Agarrar um adversário por um longo tempo ou derrubá-lo; 
  • Faltas contra a cabeça, garganta ou pescoço; 
  • Golpes fortes contra o tronco ou braço de arremesso; 
  • Tentar fazer com que o adversário perca o controle corporal (por exemplo, agarrar a perna ou pé de um adversário que está saltando;
  • Correr ou saltar com grande velocidade contra um adversário. 

Tiro de 7 metros

Tiro de 7 metros no handebol

Um tiro de 7 metros será marcado quando:

  • Uma clara chance de marcar um gol for impedida de forma antirregulamentar, em qualquer lugar da quadra, por um jogador ou oficial da equipe adversária; 
  • Houver um apito não justificado no momento de uma clara chance de gol; 
  • Uma clara chance de gol for impedida por meio da intervenção de uma pessoa não participante do jogo. Por exemplo, se um espectador entrar na quadra.

Vá além do mundo do Handebol! Confira também nossos outros conteúdos:

Fundamentos do handebol

  • Empunhadura
  • Recepção
  • Passe 
  • Arremesso
  • Finta
  • Drible

Empunhadura

Empunhadura no handebol

A empunhadura consiste em segurar a bola de maneira correta com uma das mãos e é um dos fundamentos mais básicos no handebol.

Recepção

A recepção é o ato de receber a bola e conseguir dominá-la. Normalmente, é executada com as duas mãos, mas jogadores de alto nível técnico são capazes de fazê-la com apenas uma das mãos.

Passe

O passe é determinante para que uma equipe seja capaz de manter a posse de bola. Ele consiste em lançar a bola para um companheiro de equipe sem deixar que o adversário faça a interceptação.

Arremesso

Arremesso no handebol

Quer fazer gols no handebol? Tenha então um excelente arremesso. Essa é a ação que finaliza a jogada e busca atingir a baliza adversária para marcar o gol.

Finta

No handebol, a finta é fundamento utilizada para tentar se desvencilhar da marcação, enganando o adversário. Para isso, são feitos movimentos de mudança de direção e de ritmo.

Drible

O drible no handebol resume-se ao ato de quicar a bola no chão, em progressão, mantendo o domínio. 

Posições do handebol

  • Goleiro
  • Pontas
  • Meias
  • Armador Central
  • Pivô

Goleiro

Goleiro de handebol

O goleiro é fundamental para que uma equipe evite sofrer muitos gols e também para iniciar contra-ataques. Para defender a baliza, é preciso que tenha flexibilidade e seja ágil nos movimentos.

Pontas

Os pontas jogam abertos nas extremidades da quadra. São jogadores importantes na movimentação ofensiva e precisam ter muita técnica de arremessos, já que tendem a finalizar em situações com pouco ângulo.

Meias

Os meias do handebol são jogadores que atuam entre o meio e as pontas da quadra. São muito importantes na defesa e, por isso, tendem a ser jogadores mais fortes e mais altos.

Armador central

Como no basquete, o armador é o responsável por organizar as jogadas de ataque. Para isso, precisa ter raciocínio rápido e boa leitura dos trunfos da sua equipe e também da defesa adversária.

Pivô

O pivô é o jogador que atua adiantado, entre os defensores, com o objetivo de criar espaços para os jogadores que chegam ao ataque. Normalmente, são atletas fortes e técnicos. 

Você sabia que alguns dos principais atletas de handebol do mundo são brasileiros? As campeãs mundiais em 2013 Alexandra e Duda Amorim já foram eleitas as melhores do mundo pela Federação Internacional de Handebol!

O sucesso dessa geração atraiu ainda mais olhares para o handebol no Brasil. Ficamos agora na torcida para que mais conquistas sejam alcançadas.

Agora que você sabe tudo sobre handebol, conheça um pouco mais sobre a história e os detalhes de outros esportes:

Ficha Técnica
Título
Tudo sobre Handebol: história, regras, posições e fundamentos
Resumo
Saiba onde surgiu e quem inventou o esporte, quais são as regras, as posições e funções dos jogadores e tudo sobre o handebol
Autor

Comentários

Salvar