Após muita expectativa dos fãs brasileiros, o Brasil fez bonito no Arnold Classic Ohio 2024, segundo principal evento de fisiculturismo do mundo.

Ao todo, 13 brasileiros participaram do festival em diferentes categorias e oito terminaram no pódioforam duas medalhas de ouro, três de prata e três de bronze.

Entre os brasucas presentes na competição tivemos Josué Fabiano, mais conhecido como Gorila Albino, que ficou na terceira posição da categoria Wheelchair, atrás de Rajesh John e Gabriele Andruilli.

Portanto, um dos principais especialistas de fisiculturismo mundial opinou sobre o desempenho do Gorila, dando um pitaco no que o atleta poderia ter feito para ter conquistado a medalha de ouro.

Veja também: Tamer faz revelação bombástica sobre Diogo Montenegro: “Com esse shape do Arnold 2024, no Olympia 2023 teria…”

Especialista faz relato impressionante sobre Gorila Albino

Em entrevista para o fisiculturista brasileiro e YouTuber Léo Stronda, o também brasileiro Tamer El Guindy, um dos principais jurados da modalidade, falou bastante sobre o Arnold Classic Ohio 2024.

Especialista faz relato impressionante sobre Gorila Albino: "Poderia ser campeão do Arnold Ohio 2024 se..."

Entre os assuntos, Stronda perguntou sobre a atuação de Gorila Albino para El Guindy, que deixou claro seu ponto de vista do que poderia ser feito para o resultado do atleta brasileiro ter sido diferente e conquistado a medalha de ouro.

Léo, falar a verdade, eu fiquei desapontado com ele (Gorila Albino). Porque eu acho que se ele tivesse um melhor condicionamento, sem dúvidas nenhuma ele teria ganhado esse evento. A muscularidade dele, o balanço dele era o melhor do palco. Só faltou condicionamento. Ele facilmente poderia ter ganhado.

Quem não gosta do Gorila Albino. Eu queria ter visto ele com o título. Estava na mão dele.

Vale ressaltar que Gorila já foi top 3 do Mr. Olympia na edição passada e vencedor do Arnold South America.

História de superação de Gorila Albino

Com apenas 3 anos de idade, Gorila sofreu um grave acidente em frente à sua casa enquanto andava de skate. A sua queda atingiu a lateral da costela, o que atrofiou os nervos e deixou seu lado esquerdo fraco.

No entanto, com muita luta, se encontrou no mundo do fisiculturismo, onde é sem dúvidas um dos principais atletas brasileiros e do mundo na modalidade.