Nesta segunda-feira (20) começa a chave principal do Rio Open 2023. Sendo assim, confira quais tenistas famosos já venceram o Rio Open.

Quais tenistas famosos já venceram o Rio Open?

O Rio Open chega a sua nona edição este ano. Disputado desde 2014 o torneio teve oito campeões diferentes na chave de simples masculina. Além disso, nas duplas, apenas uma é bicampeã. Na chave feminina foram jogadas três edições e em todas foram campeãs diferentes nas simples. Já nas duplas temos uma tenista com dois títulos. Confira com a gente a lista dos campeões.

Simples masculina

As duas primeiras edições do Rio Open tiveram dois espanhóis como campeões: Rafael Nadal e David Ferrer. Ambos fizeram um torneio muito sólido e constante, cederam apenas um set na semana e se sobressaíram nos momentos de tensão. Outra curiosidade é que o primeiro derrotado pelos dois foi Daniel Gimeno-Traver

Em 2014 o touro miúra, após avançar a primeira rodada, eliminou Albert Montañes, João Sousa, Pablo Andújar, e na final ganhou de Alexandr Dolgopolov. Ferrer triunfou sobre Thiemo de Bakker, Juan Monaco, Andreas Haider-Maurer e Fabio Fognini.

No terceiro ano de Rio Open o campão foi Pablo Cuevas. O uruguaio eliminou: Facundo Bagnis, Thiago Monteiro, Federico Delbonis, Rafael Nadal, em uma partida incrível, e Guido Pella. O quarto vencedor foi Dominic Thiem, o austríaco foi soberano e ganhou todas as partidas por 2 x 0. O tenista ganhou de Janko Tipsarevic, Dusan Lajovic, Diego Schwartzman, Albert Ramos-Viñolas e Pablo Carreño-Busta.

Em 2018 e 2019, Diego Schwartzman e Laslo Djere também foram campeões sem cederem sets. Sendo assim, o argentino venceu: Casper Ruud, Federico Delbonis, Gael Monfils, Nicolas Jarry e Fernando Verdasco. No ano seguinte, Djere triunfou contra Dominic Thiem, Taro Daniel, Casper Ruud, Aljaz Bedene e Félix Auger-Aliassime.

Na edição de 2020, o chileno Cristian Garin venceu Andrej Martin, Federico Delbonis, Federico Coria, Borna Coric e Gianluca Mager, e assim foi campeão do Rio Open. No ano de 2021 não ocorreu o torneio por causa da pandemia. No ano seguinte, na sétima edição, Carlos Alcaraz ganhou seu primeiro troféu de um ATP 500 após vencer Jaume Munar, Federico Delbonis, Matteo Berrettini, Fabio Fognini e Diego Schwartzman.

Duplas masculinas

A primeira dupla campeã do Rio Open foi Juan Sebastian Cabal e Robert Farah. Os colombianos eliminaram: Alexandr Dolgopolov\Guillermo Garcia-Lopez, Marcel Granollers\Marc Lopez, Alexander Peya\Bruno Soares e Marcelo Melo\David Marrero. No ano seguinte, Martin Klizan e Philipp Oswald triunfaram sobre Fabiano de Paula\Marcelo Demoliner, Pablo Cuevas\David Marrero, Juan Sebastian Cabal\Robert Farah e Pablo Andujar\Oliver Marach para sagrarem-se campeões.

No ano de 2016, Juan Sebastian Cabal e Robert Farah conquistaram o bicampeonato ao derrotarem: Marcus Daniell\Artem Sitak, Federico Delbonis\Paolo Lorenzi, Thomaz Bellucci\Marcelo Demoliner Pablo Carreno-Busta\David Marrero. Na edição seguinte, Pablo Cuevas e Pablo Carreño-Busta venceram: Santiago Gonzalez\David Marrero, Facundo Bagnis\Gastão Elias, Jamie Murray\Bruno Soares e Juan Sebastian Cabal\Robert Farah.

Na quinta edição, os campeões foram David Marrero e Fernando Verdasco. Os dois ganharam de Marcelo Demoliner\Gael Monfils, Santiago Gonzalez\Julio Peralta, Jamie Murray\Bruno Soares e Nikola Mektic\Alexander Peya. Em 2019, Maximo Gonzalez e Nicola Jarry triunfaram sobre: Marco Cecchinato\Dusan Lajovic, Nikola Mektic\Horacio Zeballos, Juan Sebastian Cabal\Robert Farah e Thomaz Bellucci\Rogerio Dutra Silva, para serem campeões.

Em 2020, Marcel Granollers e Horacio Zeballos eliminaram Juan Ignacio Londero\Albert Ramos-Vinolas, Maximo Gonzalez\Fabrice Martin, Thiago Monteiro\Felipe Meligeni Alves e Salvatore Caruso\Federico Gaio para vencerem o Rio Open. Na última edição, Simone Bolelli e Fabio Fognini sagraram-se campeões ao derrotarem: Ariel Behar\Gonzalo Escobar, Pablo Andujar\Pedro Martinez, Santiago Gonzalez\Andres Molteni e Jamie Murray\Bruno Soares.

Simples feminina

O primeiro caneco da chave feminina foi conquistado pela japonesa Kurumi Nara. Ela derrotou Su-Wei Hsieh, Anna-Lena Friedsam, Lourdes Dominguez Lino, Nastassja Burnett e  Klara Zakopalova. Nara perdeu apenas dois sets no torneio, na semifinal e final, além disso soube se sobressair nos momentos de tensão.

A segunda edição teve como vencedora Sara Errani. A italiana derrotou Teliana Pereira, Lourdes Dominguez Lino, Beatriz Haddad Maia, Johanna Larsson e Anna Schmiedlová. Ela teve uma grande semana, cedeu apenas um set no torneio e nas quartas de final contra Haddad Maia, Errani salvou três match points.

Em 2016, Francesca Schiavone foi a grande campeã do Rio Open. Para erguer o troféu a italiana triunfou sobre: Tatjana Maria, Mariana Duque-Mariño, Cindy Burger, Petra Martic e Shelby Rogers. Durante a campanha ela se manteve firme nos jogos e conseguiu se sair bem nos momentos chaves.

Duplas feminina

Em 2014, as campeãs foram Irina-Camelia Begu e Maria Irigoyen. As duas eliminaram Alexandra Cadantu\Silvia Soler-Espinosa, TimeaBabos\Jarmila Gajdosova, Barbora Strycova\Klara Zakopalova e Johanna Larsson\Chanelle Scheepers. Begu e Irigoyen foram muito sólidas durante o torneio, cederam apenas um set e ganharam com autoridade.

No ano seguinte, Ysaline Bonaventure e Rebecca Peterson ergueram o troféu do Rio Open. A dupla venceu Gabriela Cé\Paula Gonçalves, Danka Kovinic\Laura Pigossi, Beatriz Haddad Maia\Teliana Pereira e Irina-Camelia Begu\Maria Irigoyen. A semana de Bonaventure e Peterson foi de grande desempenho nos super tie-breaks, onde se impuseram sobre as adversárias e avançaram bem.

Na última edição, Maria Irigoyen se sagrou bicampeã do Rio Open, após chegar a sua terceira final seguida. Atuando ao lado de Veronica Cepede Royg, a argentina triunfou sobre Laura Pous-Tio\Sofia Shapatava, Paula Gonçalves\Sanaz Marand, Mariana Duque-Mariño\Tatjana Maria e Tara Moore\Conny Perrin. As duas jogaram muito bem e souberam se manter firmes nos momentos de pressão no campeonato.

Foto Destaque: Reprodução/@RioOpenOficial