Carissa Moore anunciou no início desta temporada que vai deixar o circuito mundial. Apesar de evitar a palavra “aposentadoria”, a pentacampeã mundial mostrou-se firme em sua decisão.

No entanto, Moore ainda tinha compromissos pendentes, como uma despedida em Pipeline, os Isa Games e os dois eventos em Teahupo'o, um pelo circuito mundial e outro nas Olimpíadas.

A melancólica despedida de Carissa Moore em Pipeline

Carissa Moore e sua despedida melancólica em Pipeline
WSL/Brent Bielmann

Em seu suposto último evento pelo circuito mundial em Pipeline, Carissa Moore não teve sorte, principalmente devido às péssimas condições do mar.

No primeiro round, Carissa terminou em último lugar, enquanto suas adversárias focavam em manobras. A pentacampeã mundial ficou à espera de um tubo, que não veio, e assim alcançou somente 3.50 e 1.73 de pontuação.

Na repescagem, Moore novamente enfrentou um mar em péssimas condições e foi derrotada por Sakura Johnson e Isabella Nichols, mais uma vez sem conseguir pegar tubos e terminando com um somatório de 2.37.

Após as duras derrotas, culminando em uma eliminação frustrante, a pentacampeã mundial agradeceu o carinho dos fãs e também de seu marido em suas redes sociais.

O resultado ruim de Carissa Moore em seu quintal de casa agora é passado. A havaiana retorna para os Isa Games, em seguida, disputa como convidada o evento de Teahupo'o no circuito mundial e, por fim, as Olimpíadas.

Continue no mundo do surf! Confira também nossos outros conteúdos: