O universo do esporte é sempre recheado de grandes referências. É possível dizer que hoje em dia quase não faltam pessoas, equipes e profissionais que podem servir de inspiração para outros. Mas uma das mais relevantes atualmente é o mais novo time de futsal trans.

Localizado na cidade de Campinas, no interior do estado de São Paulo, o Pogonas foi criado para ser o primeiro clube a oferecer um espaço seguro e completamente acolhedor para os jogadores transgênero.

O primeiro time de futsal trans

O ano era 2019 quando Tiago Miguel Pires de Abreu se juntou a alguns amigos para criarem um grupo de WhatsApp com o intuito de jogar bola. No entanto, daquela “brincadeira” acabou surgindo um projeto social totalmente inovador.

Com um grupo de pessoas transsexuais, sendo homens, mulheres e não-binários, os jogadores do time só queriam apenas se reunir para praticar esporte sem sofrer julgamentos e preconceitos.

Com localização na cidade de Campinas, em São Paulo, foi fundado a Associação Trans Atlética e Cultural Pogonas, mais conhecida apenas como Pogonas, o primeiro time de futsal trans do interior de São Paulo.

Em declaração ao portal G1, Tiago Abreu falou sobre a criação da equipe e a importância de se tornar uma referência no assunto.

A gente não tem referências, nem no alto rendimento, nem no amador. A referência somos nós mesmo e os outros times trans. Algo que a gente tá levando meio pioneiro.

Lógico que tem times que estão aí a mais tempo, mas o mais velho tem sete anos. É tudo muito recente.

Pogonas (1)
O Pogonas fica em Campinas, interior de São Paulo – Divulgação/Pogonas

Tiago também explica que o time de futsal trans surgiu de um forte apelo por parte de jogadores que um dia tiveram que deixar o esporte de lado por causa de sua identidade de gênero.

Muita gente jogava antes da transição e parou quando transacionou, não se sentia confortável em jogar em time cis – formado por pessoas que não são transexuais.

Também tinha gente que queria começar a jogar e queria estar em um ambiente acolhedor para praticar esporte. Foi com base nisso que a gente criou.

Você ama outros esportes além de futsal? Aqui no Esportelândia também falamos sobre:

Associação Trans Atlética e Cultural Pogonas

Com mais de 1700 seguidores no Instagram, o Pogonas decidiu não se limitar apenas a jogadores transmasculinos. O time de futsal trans é aberto para receber todos da comunidade, sendo homens, mulheres e pessoas não-binárias, que não se definem em apenas um gênero.

É um erro que as pessoas cometem de dizer: ‘por que segregar, por que não fazer um time com pessoas cis e trans?' Não é isso. A ideia é criar um espaço seguro, que é um incentivo para pessoas trans jogarem.

A luta pela diversidade do esporte não é de hoje no futsal

Aproveite para se aprofundar ainda mais no esporte com nossos outros conteúdos: