O Brasil fez história no basquete feminino ao vencer pela segunda vez consecutiva a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos. Na decisão, a seleção bateu a Colômbia pelo placar de 50 a 40.

Foi a quinta conquista da história do Brasil no Pan-Americano, a seleção fica atrás somente dos Estados Unidos que segue sendo o maior vencedor da competição com oito. Vale ressaltar que a equipe dirigida pelo técnico João Camargo venceu a competição de maneira invicta.

Dentro de quadra, o destaque ficou com a pivô Érika que marcou 13 pontos e pegou 12 rebotes, anotando um duplo-duplo. O objetivo da jogadora de 41 anos é de jogar o próximo Jogos Olímpicos de Paris no ano que vem.

Lembrando que o Brasil disputa o Pré-Olímpico de Basquete Feminino em Belém (PA) de 8 a 11 de fevereiro. No grupo, também está Austrália, Sérvia e Alemanha.

Brasil sobe no quadro de medalhas

Além da medalha de ouro no basquete feminino, o Brasil também levou a melhor no Handebol feminino. Já no tênis, venceu com Laura Pugossi na simples e também contou com dois ouros e uma prata nas duplas.

Agora, o Brasil salta para a 3ª colocação no quadro de medalhas, superando o Canadá. Ao todo, a equipe brasileira possui 34 ouros, 39 pratas e 33 bronzes. O México vem na sequência por possuir uma medalha de ouro a mais e os Estados Unidos lidera com 68 ouros.

Basquete masculino

Após a conquista das mulheres, a seleção brasileira masculina inicia nesta terça-feira (31) o primeiro jogo nos Jogos Pan-Americanos, encarando o México às 17h30 (horário de Brasília).

O grupo também é formado por Chile e Porto Rico. O Brasil busca a medalha de ouro que não vem desde os Jogos disputados em Toronto no ano de 2015. A seleção possui seis títulos no Pan e fica atrás somente dos Estados Unidos que é o maior vencedor com oito conquistas.