Academias de CrossFit em todo o Brasil que adotam o modelo, podem passar por alterações e serem compelidas a remover o nome do esporte em caso de não conformidade com as regras estabelecidas. Confira quais são essas regras.

Academias de CrossFit brasileiras podem ter que excluir o nome do esporte da empresa

 

View this post on Instagram

 

A post shared by CrossFit Brazil (@crossfitbrazil)

O CrossFit é um programa de condicionamento físico que incorpora movimentos funcionais variados, executados com alta intensidade.

Desenvolvido por Greg Glassman em parceria com Lauren Jenai em 2000, o CrossFit foi fundado e sua marca registrada foi oficializada.

A empresa é reconhecida como a maior rede global de academias de fitness, com cerca de 12.000 afiliadas em mais de 150 países até 2022, sendo menos da metade localizada nos Estados Unidos.

A CrossFit, LLC, é a criadora dessa metodologia de treinamento inovadora. O termo CrossFit®️ é uma marca registrada, com seu uso exclusivo pertencendo à CrossFit, LLC.

Você ama esportes? Confira alguns que o Esportelândia cobre:

  1. Surf
  2. Fisiculturismo
  3. Automobilismo
  4. Artes marciais
  5. Atletismo
  6. Basquete
  7. Tênis
  8. Vôlei

O que é preciso para se afiliar às academias de CrossFit?

As academias que desejam adotar a inovadora metodologia de fitness têm a opção de se tornar afiliadas à CrossFit, LLC. No Brasil, o custo anual para empresários que desejam afiliar sua academia é de R$13.200, ou R$1.100 por mês.

Após aprovação, a afiliação concede o direito de utilizar a marca CrossFit®️ em conjunto com o nome da academia.

Esse modelo respeita a singularidade de cada empreendimento, proporcionando ao proprietário liberdade em sua gestão, desde que cumpra os requisitos e diretrizes estabelecidos no contrato.

No entanto, em caso de descumprimento ou uso do termo CrossFit®️ sem afiliação à marca, a empresa pode acionar a justiça requerendo os direitos de exclusividade dos estabelecimentos que usam o título de “academias de CrossFit”.

Que tal se aprofundar no mundo esportivo e saber mais? Confira aqui no Esportelândia: