Aleksandra Uzelac é nova no Fluminense e Brasil. A sérvia tem apenas 19 anos, mas já demonstra um talento bruto.

Uzelac contou como tem sido sua adaptação no Brasil, diferença de idiomas e chance da Sérvia enfrentar o Brasil em Paris 2024. Veja tudo a seguir.

Destaque do Flu, Aleksandra Uzelac fala sobre experiência na Superliga

A sérvia Aleksandra Uzelac mal chegou no Fluminense e já tem conquistado fãs a cada exibição. Seja no Hebraica ou fora de casa, Uzelac mostra grande personalidade nos confrontos da Superliga.

A camisa 15 do tricolor carioca já foi destaque de jogos importantes nesta sua primeira edição de Superliga, conquistando o troféu Viva Vôlei em momentos que o Fluminense precisou de um desafogo.

Entre viradas e vitórias mais ‘tranquilas', a ponteira destacou que a adaptação é um processo. Apesar do aumento de sintonia com as companheiras em quadra, o idioma ainda é uma barreira no dia a dia da atleta.

O vôlei no Brasil é difícil. Não há jogos fáceis. Todas as partidas precisam ser disputadas no seu melhor, se quiser vencer. São muitas jogadoras boas, algumas de seleção…

Eu me sinto bem (adaptação), mas o idioma ainda dificulta. Nosso treinador não fala muito inglês, algumas das minhas companheiras falam e me explicam. É meu primeiro ano aqui, mas nesses últimos dois meses já tenho sentido uma diferença na comunicação.

Tudo é muito novo para mim, mas gosto de jogar aqui. É um desafio diário, mas a tendência é só melhorar. – disse Uzelac.

Você ama esportes? Confira alguns que o Esportelândia cobre:

  1. Surf
  2. Fisiculturismo
  3. Automobilismo
  4. Artes marciais
  5. Atletismo
  6. Basquete
  7. Tênis
  8. Vôlei

A chance de um Brasil x Sérvia nos Jogos Olímpicos 2024

Apesar de ter apenas 19 anos, a joia da Sérvia já foi convocada para o time adulto de seu país.

Aleksandra foi uma das atletas que contribuíram para a classificação da Sérvia para Paris 2024.

Uzelac não fala muito com as atletas brasileiras sobre 2024 pela barreira do idioma, mas não descarta um Brasil x Sérvia nos Jogos Olímpicos de 2024.

Estive na classificação para Paris 2024 e espero estar lá nos Jogos… Talvez veremos uma final entre Brasil e Sérvia.

Não falo muito com minhas colegas de equipe sobre isso porque minha comunicação é em inglês e às vezes não entendo.

O problema é o idioma, mas já estou aprendendo português. Todo dia aprendo uma palavra nova. – finalizou a camisa 15 do Fluminense.

Que tal se aprofundar no mundo esportivo e saber mais? Confira aqui no Esportelândia: