Conheça principais regras e fundamentos do vôlei! Veja ainda posições e funções dos jogadores e nunca mais se confunda com líbero ou oposto!

Nas últimas décadas, o Brasil se consolidou como uma das grandes potências do vôlei. Mas você conhece tudo sobre as regras do voleibol?

Que tal dominar tudo sobre os fundamentos deste esporte e saber todos os detalhes sobre posições e funções dos jogadores de vôlei?

Então, venha com a gente! Neste post, você entenderá tudo o que precisa para acompanhar os jogos da Superliga ou as partidas da Seleção Brasileira! Vamos lá?

Infográfico: conheça todas as regras do voleibol

Todas as regras do voleibol

Quer compartilhar essa imagem no seu site ou blog? Basta copiar o código abaixo:

Principais regras do voleibol

Quer ser um expert no esporte? Conheça todos os detalhes da história do vôlei e entenda quais são as regras!

Algumas das regras básicas do voleibol dizem respeito à forma como as partidas são divididas, à pontuação e ao número de passes.

Divisão das partidas de vôlei

Os jogos de vôlei são disputados em 5 sets de 25 pontos. O time que vencer 3 sets primeiro será o vencedor.

Para vencer um set, uma equipe precisa marcar 25 pontos, com pelo menos 2 pontos de vantagem. Caso haja empate por 24 a 24, o set continua até que um time consiga abrir 2 pontos.

Se o placar de sets apontar empate por 2 a 2, é disputado um set desempate, conhecido como “tie-break”.

Nesse quinto set, vence a equipe que primeiro marcar 15 pontos, desde que haja vantagem de 2 pontos. Se os times empatarem por 14 a 14, o tie-break segue até que uma equipe abra tal vantagem.

Pontuação em um jogo de voleibol

Para pontuar em uma partida de vôlei, as equipes devem, além de passar a bola sobre a rede, buscar com que ela caia no chão no lado da quadra adversária. Os times pontuam também quando o adversário manda a bola para fora dos limites da quadra ou na rede.

Há ainda outras formas de uma equipe pontuar no voleibol, em consequência de violações do adversário, como:

  • encostar na rede em sua parte superior ou em qualquer outra parte interferindo na jogada;
  • dar mais do que três toques na bola antes de passá-la para a quadra adversária;
  • um jogador dar um toque mais longo da bola, empurrando ou carregando a bola, o que caracteriza uma “condução”;
  • invadir o lado da quadra adversária, tanto por cima quanto por baixo da rede;
  • o jogador que está no fundo da quadra atacar além da linha de 3 metros.

Número de passes permitidos no vôlei

Depois de receber o saque, uma equipe de vôlei tem direito a no máximo 3 passes para devolver a bola para a quadra adversária. Caso haja um quarto toque na bola, será ponto do time adversário.

No vôlei de quadra, o desvio no bloqueio não conta como um toque da equipe, ao contrário do que é previsto nas regras do vôlei de praia.

Número de jogadores em um time de vôlei

Cada equipe de vôlei é composta por 6 jogadores. Porém, no voleibol profissional, é comum vermos os times titulares escalados com 7 atletas.

Isso acontece porque além dos 6 tradicionais, há um jogador com funções exclusivamente defensivas, que atua na posição de líbero. Esse atleta tem camisa de cor diferente dos companheiros de time.

A seguir, explicamos um pouco mais sobre as posições dos jogadores e suas funções no voleibol.

Posições no vôlei

As posições dos jogadores de um time de vôlei em quadra são enumeradas de 1 a 6. O responsável pelo saque é o número 1, enquanto o jogador logo à sua frente e mais próximo à rede ocupa a posição 2.

Os demais jogadores perto da rede ficam nas posições 3 e 4, enquanto os outros dois o fundo da quadra ocupam as posições 5 e 6.

rodízio de posições no vôlei

Rodízio

Sempre que a equipe for sacar, deve ser feito um rodízio entre os jogadores, no sentido horário. Assim, o atleta que ocupava a posição 2 será o responsável pelo saque, enquanto aquele que sacava passa para a posição 6.

Depois que a equipe sacar, é permitido que os jogadores se movimentem livremente na quadra. Mas, aqueles que estavam nas posições 1, 5 e 6 (no fundo de quadra) não podem atacar além da linha de três metros, senão haverá uma “invasão” e será marcado ponto para o time adversário.

Embora as posições de um time de vôlei sejam definidas por números, há jogadores especialistas em determinadas funções, como veremos a seguir.

Funções em um time de vôlei

Os jogadores de uma equipe de voleibol são responsáveis por diferentes funções enquanto suas equipes atacam.

Levantador

Todas as jogadas ofensivas no voleibol passam pelas mãos do levantador. Assim como o quarterback no futebol americano, ele é responsável por armar os ataques, passando ou “levantando” a bola para aquele que será o responsável por atacar.

Os levantadores precisam ser precisos nos passes e ter atenção ao posicionamento do time adversário, para saberem para qual companheiro de time devem direcionar o levantamento, evitando bloqueios.

A função de levantador está diretamente relacionada aos sistemas táticos do vôlei.

Oposto

Maior especialista em pontuar em uma equipe de vôlei, o oposto recebe esse nome por atuar sempre na posição oposta à do levantador. Como são experts em ataque, eles são boas opções para vir do fundo da quadra e atacar antes da linha de três metros.

Cabe ao oposto ser o desafogo do levantador em situações mais críticas. Por isso, os jogadores com essa função são comumente chamados de “bola de segurança”.

Ponteiro

Esses jogadores são responsáveis por atacar das posições 2 e 4 (saída e entrada de rede). Além de terem a função de ajudar na pontuação do ataque, auxiliam o líbero nos passes na defesa.

Dessa forma, é comum ouvirmos “ponteiro-passador”, quando há referência a um jogador que é bom na recepção e também aparece como uma opção ofensiva para o levantador.

Central ou meio-de-rede

O central é, normalmente, um dos atletas mais altos do time de vôlei. Cabe ao jogador dessa função atacar da posição 3, no meio-de-rede. Além disso, exerce papel muito importante no bloqueio.

São os centrais que recebem as bolas mais baixas e rápidas do levantador no ataque.

Líbero

A função do líbero no voleibol foi criada pela FIVB (Federação Internacional de Voleibol) em 1998. Esse jogador é facilmente identificado, já que utiliza uniforme de cor diferente dos companheiros de time.

O líbero tem função exclusivamente defensiva. Não podem atacar, bloquear ou sacar. Em contrapartida, quando a bola não está em jogo, podem trocar de posição com outro jogador do time sem precisar de autorização do árbitro.

Normalmente, jogadores dessa função são mais baixos e ágeis, para não deixar a bola cair no chão.

Quer dominar outros esportes além do vôlei? Não perca tempo e confira também:

- Liga dos Campeões: história, artilheiros e maiores vencedores
- Conheça todos os detalhes das equipes de Fórmula 1
- Roland Garros: história e campeões do torneio francês

Quiz: Teste seus conhecimentos sobre as regras do voleibol

E aí, como foi sua nota? Deixa um comentário falando quanto você tirou e aproveita para conhecer também os principais fundamentos do vôlei.

Fundamentos do voleibol

Já sabe tudo sobre as regras? Agora, fique por dentro de quais são os fundamentos do vôlei!

Essencialmente, o jogo consiste em 5 movimentos: saque, recepção, levantamento, ataque e bloqueio.

Saque

Um dos principais fundamentos do voleibol, o saque é o ponto de partida de um ponto. Para sacar, o jogador deve estar atrás da linha de fundo e, durante o movimento, não pode pisar na quadra.

O responsável pelo saque deve fazer a bola passar sobre a rede. Caso a equipe adversária não consiga receber a bola e dar sequência na jogada, acontecerá o que é chamado de “ace” (ponto direto de saque).

A equipe que fizer o ponto será aquela que fará o saque no ponto seguinte.

Tipos de saque no vôlei

Saque viagem

O saque mais comum no voleibol profissional é o “saque viagem”, em que o jogador lança a bola para o alto e salta para atingi-la.

Saque viagem no voleibol

Saque por cima

No saque por cima, o jogador faz movimento similar ao viagem para acertar a bola, mas sem saltar. Com o braço flexionado acima da cabeça, o responsável pelo saque atinge a bola com um tapa.

Saque por baixo

Quando é realizado com o jogador no chão, em um movimento de baixo para cima, esse fundamento recebe o nome de “saque por baixo”.

Saque jornada nas estrelas

O ex-jogador brasileiro Bernard tinha uma jogada marcante, chamada “jornada nas estrelas”, em menção à série Star Trek.

Nesse lance, ele fazia o mesmo movimento do “saque por baixo”, mas seu objetivo era fazer com que a bola alcançasse uma grande altura. Dessa forma, os adversários precisavam ficar olhando para o alto, o que poderia prejudicar a recepção.

Atualmente, é raro vermos um “jornada nas estrelas” nas principais competições de vôlei.

Saque jornada nas estrelas no voleibol feito por Bernard

Recepção ou passe

A recepção é o fundamento básico do vôlei para a equipe que está recebendo o saque. Ela pode ser feita em qualquer lugar da quadra e, normalmente, acontece com uma manchete — movimento que os jogadores fazem unindo as mãos e mantendo os braços retos.

Manchete

A manchete é mais utilizada para acertar as bolas mais baixas e serve tanto para recepcionar o saque quanto para defender os ataques do time adversário.

Defesa de manchete no voleibol

Toque

Além da manchete, o passe no vôlei pode ser dado com um toque. Nesse movimento, com as mãos separadas, acima da cabeça, o jogador deve tocar a bola com os dedos, impulsionando-a para cima.

O toque é o movimento mais comum para a realização do levantamento.

Levantamento

Depois que uma equipe recebe um saque ou defende um ataque, aparece o próximo fundamento do voleibol: o levantamento.

Nesse movimento, um jogador faz um passe para que um companheiro de equipe ataque a bola e a mande para a quadra adversária.

Essa função, normalmente, cabe a um jogador específico da equipe, chamado levantador.

Geralmente, o levantamento é feito com um toque, mas também há possibilidade de ser utilizada uma manchete.

Levantamento no voleibol

Ataque

No último movimento antes que a bola seja enviada para o lado adversário, o jogador deve, preferencialmente, estar próximo à rede. Com um salto, e o braço flexionado acima da cabeça, o atacante dá um tapa na bola, conhecido como “cortada”.

Ataque com cortada no voleibol

Bloqueio

Quando a equipe adversária ataca, uma das principais formas de se defender no vôlei é usar o bloqueio. Assim, um ou mais jogadores saltam próximos à rede, com os braços esticados para cima, com o objetivo de bloquear a passagem da bola.

Bloqueio no voleibol

Agora que você já conhece tudo sobre as regras do voleibol, pode se preparar para acompanhar a Superliga ou os jogos da Seleção Brasileira!

Quer saber ainda mais sobre vôlei? Conheça em detalhes a história do Vôlei de Praia.

Aproveite também para conhecer mais sobre as regras de outros esportes:

* Última atualização feita em 27/01/2019.

Ficha Técnica
Título
Quer ser fera no vôlei? Saiba tudo das regras do voleibol!
Resumo
Algumas das regras básicas do vôlei dizem respeito à forma como as partidas são divididas, à pontuação e ao número de passes. Os jogos de vôlei são disputados em 5 sets de 25 pontos. O time que vencer 3 sets primeiro será o vencedor.
Autor

Comentários

Salvar