Tudo sobre a trajetória do skatista Bob Burnquist: como começou no skate, suas medalhas nos X Games em vertical e na Mega Rampa

Se você ama skate, provavelmente já se emocionou com alguma apresentação brilhante de Bob Burnquist.

O skatista nascido no Rio de Janeiro é uma das maiores lendas de todos os tempos no esporte. 

Maior medalhista da história do X Games, Bob ajudou a reinventar o skate e segue construindo mais feitos espetaculares na Mega Rampa.

Fique com a gente para conhecer todos os detalhes da biografia de Bob Burnquist e suas grandes conquistas!

Quem é Bob Burnquist?

Biografia Bob Burnquist
Bob Burnquist é a principal referência do skate no Brasil e um verdadeiro gênio do esporte

Bob Burnquist é um dos melhores skatistas da história do esporte. Filho de mãe brasileira e pai norte-americano, ele nasceu no Rio de Janeiro, em 10 de outubro de 1976, e foi criado em São Paulo. 

Aos 11 anos, Bob ganhou seu primeiro skate e, aos 13, participou de sua primeira competição.

O skatista brasileiro revolucionou o esporte com uma nova maneira de andar de skate, com as bases dos pés trocados, chamada de “switch”. 

Bob foi campeão mundial de skate por 10 vezes (oito na Mega Rampa e duas em Vertical) e conquistou 30 medalhas nos X-Games, um recorde histórico. Por 7 vezes, foi eleito o skatista do ano.

Principais títulos e conquistas de Bob Burnquist

  • 10 vezes campeão mundial (8 vezes na Mega Rampa e 2 vezes no Vertical)
  • Membro do Hall da Fama do Skate desde 2010
  • 30 medalhas nos X-Games (recorde histórico do evento)
  • Eleito por 7 vezes o skatista do ano
  • King of Skate & Laureus Awards em 2002

Todas as medalhas de Bob Burnquist nos X Games

Bob Burnquist maior medalhista da história dos X Games
Bob Burnquist é o maior medalhista da história dos X Games, com 30 medalhas

Medalhas de Ouro

  1. X Games de 2000 em San Francisco (Vert Best Trick)
  2. X Games de 2001 na Philadelphia (Vert)
  3. X Games de 2003 em Los Angeles (Vert Doubles)
  4. X Games de 2005 em Los Angeles (Vert Best Trick)
  5. X Games de 2007 em Los Angeles (Skateboard Big Air)
  6. X Games de 2008 em Los Angeles (Skateboard Big Air)
  7. X Games de 2010 em Los Angeles (Skateboard Big Air Rail Jam)
  8. X Games de 2011 em Los Angeles (Skateboard Big Air)
  9. X Games de 2012 em Los Angeles (Skateboard Big Air)
  10. X Games de 2013 em Foz do Iguaçu (Skateboard Big Air)
  11. X Games de 2013 em Barcelona (Skateboard Big Air)
  12. X Games de 2013 em Munique (Skateboard Big Air)
  13. X Games de 2015 em Austin (Skateboard Big Air)
  14. X Games de 2015 em Austin (Big Air Doubles)

Prata

  1. X Games de 2002 em Philadelphia (Vert)
  2. X Games de 2002 em Philadelphia (Vert Doubles)
  3. X Games de 2006 em Los Angeles (Vert)
  4. X Games de 2009 em Los Angeles (Skateboard Big Air)
  5. X Games de 2009 em Los Angeles (Skateboard Big Air Rail Jam)
  6. X Games de 2010 em Los Angeles (Skateboard Big Air)
  7. X Games de 2014 em Austin (Skateboard Big Air)
  8. X Games de 2015 em Austin (Vert Best Trick)

Bronze

  1. X Games de 2013 em Los Angeles (Skateboard Big Air)
  2. X Games de 1997 em San Diego (Vert)
  3. X Games de 1998 em San Diego (Vert Doubles)
  4. X Games de 1999 em San Francisco (Vert Best Trick)
  5. X Games de 2001 em Philadelphia (Vert Best Trick)
  6. X Games de 2006 em Los Angeles (Vert Best Trick)
  7. X Games de 2006 em Los Angeles (Skateboard Big Air)
  8. X Games de 2010 em Los Angeles (Vert Best Trick)

Você ama outros esportes além do Skate? Aqui na Esportelândia também falamos sobre:

Biografia de Bob Burnquist no skate

Bob Burnquist se tornou um dos maiores skatistas da história do esporte graças a seu poder de inovação. Um dos idealizadores da Mega Rampa, o brasileiro já criava manobras nas suas primeiras competições em Vertical.

Em 2000, Burnquist foi campeão dos X Games pela primeira vez, no Vert Best Trick. No ano seguinte, superou o bicampeão Bucky Lasek com uma histórica apresentação no Vert.

Bob chegou à última volta na segunda colocação. Com uma série de manobras inéditas, ele recebeu a nota 98 em 100 e levou mais uma medalha de ouro para casa. 


A espetacular trajetória de Bob Burnquist continuou nas edições seguintes dos X Games. Em 2013, em Barcelona, ele alcançou mais dois feitos. 

O primeiro foi se tornar o primeiro skatista a conquistar medalhas de ouro em quatro disputas consecutivas no Skate Big Air. O segundo foi igualar a lenda do BMX, Dave Mirra, como o atleta com mais medalhas na história dos X Games, com 24. 

Não demorou muito para Bob Burnquist se isolar como o maior medalhista dos X Games em todos os tempos. Em 2013, em Munique, ele voltou a vencer no Big Air, chegando a 25 medalhas.

A última participação de Bob nos X Games foi em 2017, Minneapolis. 


Com participações em todos os eventos entre 1995 e 2017, Bob Burnquist encerrou sua trajetória nos X Games com o recorde de 30 medalhas, sendo 14 de ouro, 8 de prata e 8 de bronze.

Bob Burnquist e a Mega Rampa

Bob Burnquist Mega Rampa
Bob Burnquist tem uma Mega Rampa de 24 metros de altura no quintal de sua casa na Califórnia

Desde 1995, Bob Burnquist vive em San Diego, na Califórnia. No quintal de sua casa, ele construiu um complexo de skate que recebeu o nome de Dreamland (Terra dos Sonhos). Lá, está a maior Mega Rampa do mundo, com 170 metros de comprimento.

Treinando no quintal de sua casa, Bob se tornou o maior especialista em Mega Rampa do planeta. Ele foi o primeiro skatista a fazer a manobra “fakie” (“switch” com a base “nollie”) 900º na Mega Rampa, algo que só o brasileiro conseguiu fazer até agora.

A pista no quintal da casa de Bob Burnquist é usada por vários skatistas, que aproveitam o espaço de Dreamland para aprimorar suas manobras e ajudar no desenvolvimento do esporte. Além da famosa Mega Rampa, o complexo conta com um bowl enorme, um tubo, um looping e um looping em parafuso. 

Principal atração de Dreamland, a Mega Rampa tem 24 metros de altura, o equivalente a um prédio de 8 andares. 

A Mega Rampa pode ser dividida em cinco modalidades: 

  • salto vertical;
  • transfer;
  • corrimão; 
  • vão;
  • quarter. 

O salto vertical e o transfer são realizados em uma rampa lateral, desenvolvida após a finalização da rampa principal. Já o corrimão, o vão e o quarter acontecem na pista de quase 170 metros.

Frases famosas sobre Bob Burnquist

  • “Bob será lembrado como um dos skatistas mais influentes da história”, Tony Hawk
  • “Bob faz manobras que ninguém mais consegue fazer. Ele reinventou o skate”, Christian Hosoi
  • “Bob é uma peça-chave no quebra-cabeça do skate mundial. Ele trouxe algo que falta ao skate”, Danny Way
  • “Alguns skatistas tomam um caminho totalmente diferente. Esses são os grandes, e Bob é de longe um deles”, Lance Mountain

Salto de skate de Bob Burnquist no Grand Canyon

Bob Burnquist não se contenta apenas em competir nas principais competições de skate do mundo. Ele se desafia em grandes aventuras e feitos absurdos. Em 2006, o brasileiro uniu o skate ao base jump, deslizou por um trilho e saltou em um penhasco chamado Hell Hole Bend (Declive do Buraco do Inferno), no Grand Canyon, nos Estados Unidos.

No topo do penhasco, foi montada uma rampa de 12 metros de altura. Ao decolar da rampa, Bob deslizou por um trilho que acabava no abismo. O feito impressionante foi encerrado com um salto de paraquedas dentro do Grand Canyon, a uma altura de cerca de 500 metros. 


Além de ser um gênio do skate, Bob Burnquist acumula mais de 600 horas de vôo como piloto de aviões e mais de 800 saltos de paraquedas. 


Vá além do mundo do Skate! Confira também nossos outros conteúdos:

Bob Burnquist presidente da CBSk

Por quase dois anos, Bob Burnquist foi presidente da Confederação Brasileira de Skate (CBSk). Durante esse período, trabalhou para fortalecer o esporte no país, sem receber salários. Ele deixou o cargo em junho de 2019, para cuidar de projetos pessoais.

Bob havia sido eleito presidente da CBSk por aclamação em setembro de 2017, após a renúncia de Marcelo Santos.

Naquela ocasião, os principais skatistas do Brasil haviam ameaçado boicotar os Jogos Olímpicos de Tóquio caso o COB não reconhecesse a CBSk. Um mês depois de Bob Burnquist se tornar presidente da entidade, ela foi reconhecida pelo COB como a responsável pela condução do projeto do skate brasileiro para sua primeira participação em Olimpíadas.

Como a estreia do skate nos Jogos Olímpicos não terá competições de vertical ou mega rampa, não veremos Bob Burnquist em Tóquio em 2020. Porém, o genial brasileiro continua fazendo apresentações brilhantes em competições disputadas no complexo instalados no quintal de sua casa na Califórnia.

Agora que você conhece todos os detalhes da biografia de Bob Burnquist, aproveite para conferir mais conteúdos sobre skate:

Comentários

Salvar
19 Compart.
Compartilhar7
Twittar
Compartilhar
WhatsApp
Pin12