Descubra como surgiu a Copa Libertadores da América, os maiores vencedores, jogadores com mais gols, estatísticas e onde assistir

Vencedor da Copa Libertadores da América de 2019, o Flamengo recebeu R$ 80 milhões de premiação pagos pela Conmebol, organizadora da maior competição entre clubes de futebol da América Latina.

O valor está longe das premiações bilionárias pagas na Liga dos Campeões da Europa, mas a essência da Libertadores é o que faz com que torcedores sul-americanos sonhem a cada ano com a taça do torneio criado em 1960.

Desde que o Peñarol ergueu a taça da Libertadores da América na primeira edição, outros 24 clubes já foram campeões do torneio da Confederação Sul-Americana de Futebol. Dez deles são brasileiros. Você sabe quais são?

E o maior artilheiro da Libertadores, conhece? Saiba essas e outras respostas e vire um expert na maior competição entre clubes do continente!

Classificação do Grupo A da Libertadores

Classificações Sofascore Resultados

Classificação do Grupo B da Libertadores

Classificações Sofascore Resultados

Classificação do Grupo C da Libertadores

Classificações Sofascore Resultados

Classificação do Grupo D da Libertadores

Classificações Sofascore Resultados

Classificação do Grupo E da Libertadores

Classificações Sofascore Resultados

Classificação do Grupo F da Libertadores

Classificações Sofascore Resultados

Classificação do Grupo G da Libertadores

Classificações Sofascore Resultados

Classificação do Grupo H da Libertadores

Classificações Sofascore Resultados

O que é a Copa Libertadores da América?

A Copa Libertadores da América é organizada todos os anos pela Conmebol, a Confederação Sul-Americana de Futebol. Maior competição do continente sul-americano, o torneio surgiu em 1960 — 44 anos depois da primeira edição da Copa América.

O Peñarol, do Uruguai, foi o primeiro campeão da Libertadores, ao derrotar o Olimpia, do Paraguai, na decisão.

Por que a Libertadores tem esse nome?

“Libertadores da América” é uma homenagem aos líderes dos movimentos de independência dos países da América do Sul: José Artigas, Simón Bolívar, José de San Martín, José Bonifácio de Andrada e Silva, D. Pedro I do Brasil, Antonio José de Sucre e Bernardo O’Higgins.

Embora seja uma competição sul-americana, a Copa Libertadores contou com representantes do México entre 1998 e 2017. Atualmente, cada país da América do Sul tem ao menos quatro participantes. Porém, o Brasil é quem tem mais vagas, com 7, uma a mais que Argentina.

O que é a pré-Libertadores?

Apesar de o Brasil ter 7 representantes no atual formato da Copa Libertadores da América, não é certo que todos esses times disputarão a fase de grupos. Isso porque há uma fase anterior, conhecida como pré-Libertadores, em que algumas equipes (atualmente 19) disputam duas séries de mata-mata. Os quatro melhores chegam à fase de grupos, juntando-se a outras 28 equipes.

Cada país tem seu próprio critério de classificação para a Libertadores. No Brasil, classificam-se os seis primeiros colocados do Campeonato Brasileiro e o campeão da Copa do Brasil. Já na Argentina, as seis vagas do país são dadas aos cinco primeiros do Campeonato Argentino e ao vencedor da Copa Argentina.

Maiores vencedores da Copa Libertadores da América

  • Independiente-ARG – 7 títulos (1964, 1965, 1972, 1973, 1974, 1975 e 1984)
  • Boca Juniors-ARG – 6 títulos (1977, 1978, 2000, 2001, 2003 e 2007)
  • Peñarol – 5 títulos (1960, 1961, 1966, 1982 e 1987)
  • Estudiantes – 4 títulos (1968, 1969, 1970 e 2009)
  • River Plate-ARG – 4 títulos (1986, 1996, 2015 e 2018)
  • Nacional-URU – 3 títulos (1971, 1980 e 1988)
  • Olimpia-PAR – 3 títulos (1979, 1990 e 2002)
  • São Paulo – 3 títulos (1992, 1993 e 2005)
  • Santos – 3 títulos (1962, 1963 e 2011)
  • Grêmio – 3 títulos (1983, 1995 e 2017)
Independiente maior campeão da Copa Libertadores
Independiente, da Argentina, chegou a 7 títulos em 1984 e é o maior campeão da Libertadores

Todos os campeões da Copa Libertadores da América

  • 1960 – Peñarol (URU)
  • 1961 – Peñarol (URU)
  • 1962 – Santos (BRA)
  • 1963 – Santos (BRA)
  • 1964 – Independiente (ARG)
  • 1965 – Independiente (ARG)
  • 1966 – Peñarol (URU)
  • 1967 – Racing (ARG)
  • 1968 – Estudiantes (ARG)
  • 1969 – Estudiantes (ARG)
  • 1970 – Estudiantes (ARG)
  • 1971 – Nacional (URU)
  • 1972 – Independiente (ARG)
  • 1973 – Independiente (ARG)
  • 1974 – Independiente (ARG)
  • 1975 – Independiente (ARG)
  • 1976 – Cruzeiro (BRA)
  • 1977 – Boca Juniors (ARG)
  • 1978 – Boca Juniors (ARG)
  • 1979 – Olimpia (PAR)
  • 1980 – Nacional (URU)
  • 1981 – Flamengo (BRA)
  • 1982 – Peñarol (URU)
  • 1983 – Grêmio (BRA)
  • 1984 – Independiente (ARG)
  • 1985 – Argentinos Juniors (ARG)
  • 1986 – River Plate (ARG)
  • 1987 – Peñarol (URU)
  • 1988 – Nacional (URU)
  • 1989 – Atlético Nacional(COL)
  • 1990 – Olimpia (PAR)
  • 1991 – Colo Colo (CHI)
  • 1992 – São Paulo (BRA)
  • 1993 – São Paulo (BRA)
  • 1994 – Vélez Sarsfield (ARG)
  • 1995 – Grêmio (BRA)
  • 1996 – River Plate (ARG)
  • 1997 – Cruzeiro (BRA)
  • 1998 – Vasco (BRA)
  • 1999 – Palmeiras (BRA)
  • 2000 – Boca Juniors (ARG)
  • 2001 – Boca Juniors (ARG)
  • 2002 – Olimpia (PAR)
  • 2003 – Boca Juniors (ARG)
  • 2004 – Once Caldas (COL)
  • 2005 – São Paulo (BRA)
  • 2006 – Internacional (BRA)
  • 2007 – Boca Juniors (ARG)
  • 2008 – LDU (EQU)
  • 2009 – Estudiantes (ARG)
  • 2010 – Internacional (BRA)
  • 2011 – Santos (BRA)
  • 2012 – Corinthians (BRA)
  • 2013 – Atlético-MG (BRA)
  • 2014 – San Lorenzo (ARG)
  • 2015 – River Plate (ARG)
  • 2016 – Atlético Nacional (COL)
  • 2017 – Grêmio (BRA)
  • 2018 – River Plate (ARG)
  • 2019 – Flamengo (BRA)
Ronaldinho Gaúcho campeão da Copa Libertadores pelo Atlético Mineiro
Com Ronaldinho Gaúcho, Atlético Mineiro foi campeão da Copa Libertadores de 2013

Quais são os times brasileiros com mais participações na Copa Libertadores da América?

  • Grêmio – 20 participações
  • Palmeiras – 20 participações
  • São Paulo – 19 participações
  • Cruzeiro – 17 participações
  • Flamengo – 16 participações
  • Corinthians – 15 participações
  • Santos – 15 participações
  • Internacional – 13 participações
  • Atlético Mineiro – 10 participações

Você ama outros esportes além do Futebol? Aqui na Esportelândia também falamos sobre:

Lista de todos os times brasileiros que já participaram da Copa Libertadores da América 

Ao todo, 28 equipes brasileiras já disputaram a Libertadores.

Clube Participações
Grêmio 20 (1982, 1983, 1984, 1990, 1995, 1996, 1997, 1998, 2002, 2003, 2007, 2009, 2011, 2013, 2014, 2016, 2017, 2018, 2019 e 2020)
Palmeiras 20 (1961, 1968, 1971, 1973, 1974, 1979, 1994, 1995, 1999, 2000, 2001, 2005, 2006, 2009, 2013, 2016, 2017, 2018, 2019 e 2020)
São Paulo 19 (1972, 1974, 1978, 1982, 1987, 1992, 1993, 1994, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2009, 2010, 2013, 2015, 2016 e 2020)
Cruzeiro 17 (1967, 1975, 1976, 1977, 1994, 1997, 1998, 2001, 2004, 2008, 2009, 2010, 2011, 2014, 2015, 2018 e 2019)
Flamengo 16 (1981, 1982, 1983, 1984, 1991, 1993, 2002, 2007, 2008, 2010, 2012, 2014, 2017, 2018, 2019 e 2020)
Corinthians 15 (1977, 1991, 1996, 1999, 2000, 2003, 2006, 2010, 2011, 2012, 2013, 2015, 2016, 2018 e 2020)
Santos 15 (1962, 1963, 1964, 1965, 1984, 2003, 2004, 2005, 2007, 2008, 2011, 2012, 2017, 2018 e 2020)
Internacional 13 (1976, 1977, 1980, 1989, 1993, 2006, 2007, 2010, 2011, 2012, 2015, 2019 e 2020)
Atlético Mineiro 10 (1972, 1978, 1981, 2000, 2013, 2014, 2015, 2016, 2017 e 2019)
Vasco da Gama 9 (1975, 1980, 1985, 1990, 1998, 1999, 2001, 2012 e 2018)
Athletico Paranaense 7 (2000, 2002, 2005, 2014, 2017, 2019 e 2020)
Fluminense 6 (1971, 1985, 2008, 2011, 2012 e 2013)
Botafogo 5 (1963, 1973, 1996, 2014 e 2017)
Bahia 3 (1960, 1964 e 1989)
Guarani 3 (1979, 1987 e 1988)
São Caetano 3 (2001, 2002 e 2004)
Chapecoense 2 (2017 e 2018)
Coritiba 2 (1986 e 2004)
Sport 2 (1988 e 2009)
Bangu 1 (1986)
Criciúma 1 (1992)
Goiás 1 (2006)
Juventude 1 (2000)
Náutico 1 (1968)
Paraná 1 (2007)
Paulista 1 (2006)
Paysandu 1 (2003)
Santo André 1 (2005)

Quer ir além do futebol e conhecer sobre outros esportes? Então confira:

Times brasileiros com mais títulos da Copa Libertadores da América

  • São Paulo – 3 títulos (1992, 1993 e 2005)
  • Santos – 3 títulos (1962, 1963 e 2011)
  • Grêmio – 3 títulos (1983, 1995 e 2017)
  • Cruzeiro – 2 títulos (1976 e 1997)
  • Internacional – 2 títulos (2006 e 2010)

Lista de todos os times que já foram campeões da Libertadores 

  • São Paulo – 3 títulos (1992, 1993 e 2005)
  • Santos – 3 títulos (1962, 1963 e 2011)
  • Grêmio – 3 títulos (1983, 1995 e 2017)
  • Cruzeiro – 2 títulos (1976 e 1997)
  • Internacional – 2 títulos (2006 e 2010)
  • Flamengo – 2 títulos (1981 e 2019)
  • Vasco – 1 título (1998)
  • Palmeiras – 1 título (1999)
  • Corinthians – 1 título (2012)
  • Atlético Mineiro – 1 título (2013)
São Paulo tricampeão da Copa Libertadores
São Paulo, de Rogério Ceni, foi o primeiro brasileiro a vencer a Libertadores três vezes

Quantas Libertadores têm os times argentinos?

Enquanto os brasileiros venceram 19 Copas Libertadores, os argentinos são, com larga vantagem, os maiores campeões da competição sul-americana, com 25 títulos.

A lista de países com times que já venceram o torneio tem ainda Uruguai, Colômbia, Paraguai, Chile e Equador.

Títulos da Copa Libertadores por país

  • Argentina – 25
  • Brasil – 19
  • Uruguai – 8
  • Colômbia – 3
  • Paraguai – 3
  • Chile – 1
  • Equador – 1

Quem é o maior artilheiro da história da Copa Libertadores?

Nem brasileiros nem argentinos. O maior artilheiro da história da Copa Libertadores é o equatoriano Alberto Spencer. Em 87 jogos, ele marcou 54 gols. Considerado o maior jogador de todos os tempos do Equador, Spencer foi campeão da Libertadores três vezes pelo Peñarol, em 1960, 1961 e 1966.

O ex-atacante do Peñarol marcou 18 gols a mais que o segundo colocado na lista de maiores artilheiros da história da Libertadores, o uruguaio Fernando Morena, que anotou 37 gols em 77 partidas.

Alberto Spencer é o maior artilheiro da Libertadores da América
O equatoriano Alberto Spencer é o maior artilheiro da história da Copa Libertadores, com 54 gols

Os maiores artilheiros da Copa Libertadores da América são:

  1. Alberto Spencer (Equador) – 54 gols
  2. Fernando Morena (Uruguai) – 37 gols
  3. Pedro Rocha (Uruguai) – 36 gols
  4. Daniel Onega (Argentina) – 31 gols
  5. Julio Morales (Uruguai) – 30 gols
  6. Antony de Ávila (Colômbia) – 29 gols
  7. Juan Carlos Sarnari (Argentina) – 29 gols
  8. Luizão (Brasil) – 29 gols
  9. Oswaldo Ramírez (Peru) – 26 gols
  10. Luis Artime (Argentina) – 26 gols

Quem é o maior artilheiro brasileiro na Libertadores?

O ex-atacante Luizão é o jogador brasileiro que mais marcou gols na história da Libertadores, defendendo Vasco, Corinthians, Grêmio e São Paulo. Ele balançou as redes 29 vezes na principal competição da América do Sul, além de ter sido o artilheiro da edição de 2000, com 15 gols, enquanto defendia o Corinthians.

Logo atrás de Luizão, vem Palhinha, que marcou 25 gols com as camisas de Cruzeiro, Corinthians e Atlético Mineiro. Já o terceiro colocado Célio fez 22 gols, sendo 12 deles na edição de 1967, com a camisa do Nacional do Uruguai.

Maiores artilheiros do Brasil na Copa Libertadores

  • Luizão: 29 gols
  • Palhinha: 25 gols
  • Célio: 22 gols
  • Jairzinho: 21 gols
  • Guilherme: 19 gols
  • Ricardo Oliveira: 19 gols
  • Tita: 18 gols
  • Marcelinho Carioca: 18 gols
  • Pelé: 17 gols
  • Robinho: 17 gols
  • Fred: 17 gols
  • Zico: 16 gols
  • Jardel: 16 gols
  • Alex: 15 gols
  • Leandro Damião: 15 gols
  • Thiago Ribeiro: 14 gols
  • Rogério Ceni: 14 gols
  • Luis Fabiano: 14 gols
  • Washington: 14 gols
  • Neymar: 14 gols

Quem é o maior artilheiro em uma edição da Libertadores?

Daniel Onega maior artilheiro de uma edição da Libertadores
Daniel Onega marcou 17 gols pelo River Plate na edição de 1966 e é o maior artilheiro de uma edição da Libertadores

O maior artilheiro em uma única edição da Copa Libertadores é Daniel Onega. O ex-jogador argentino, conhecido como El Fantasma, fez 17 gols em 1966, jogando pelo River Plate da Argentina. Apesar de contar com o goleador daquele ano, o time argentino acabou derrotado pelo Peñarol na final.

Muitos brasileiros já foram artilheiros da Libertadores. Neymar, por exemplo, foi o maior goleador de 2012, com oito gols. Já Pelé foi o maior goleador de 1965, com sete gols marcados.

Vá além do mundo do Futebol! Confira também nossos outros conteúdos:

Artilheiros de todas as edições da Copa Libertadores

Ano Artilheiros Gols
2019 Gabriel (Flamengo) 9
2018 Borja (Palmeiras) e Moreno (Independiente Santa Fe) 9
2017 José Sand (Lanús) 9
2016 Jonathan Calleri (São Paulo) 9
2015 Gustavo Bou (Racing Club) 8
2014 Nicolás Oliveira (Defensor Sporting) e Julio dos Santos (Cerro Porteño) 5
2013 Jô (Atlético Mineiro) 7
2012 Neymar (Santos/BRA) e Matias Alustiza (Deportivo Quito) 8
2011 Wallyson (Cruzeiro) e Roberto Nanni (Cerro Porteño) 7
2010 Thiago Ribeiro (Cruzeiro) 8
2009 Mauro Boselli (Estudiantes) 8
2008 Cabañas (América/MEX) e Marcelo Moreno (Cruzeiro) 8
2007 Cabañas (América/MEX) 10
2006 Agustín Delgado (LDU), Aloísio (São Paulo), Daniel Montenegro (River Plate), Ernesto Farías (River Plate), Félix Borja (El Nacional/EQU), Jorge Quinteros (Universidad Católica), José Calderón (Estudiantes), Fernandão (Internacional), Hugo Pavone (Estudiantes), Marcinho (Palmeiras), Nilmar (Corinthians), Patricio Urrutía (LDU), Sebastián Ereros (Vélez Sarsfield) e Washington (Palmeiras) 5
2005 Santiago Salcedo (Cerro Porteño) 9
2004 Luís Fabiano (São Paulo) 8
2003 Ricardo Oliveira (Santos) e Delgado (Boca Juniors) 9
2002 Rodrigo Mendes (Grêmio) 10
2001 Lopes (Palmeiras) 9
2000 Luizão (Corinthians) 14
1999 Fernando Baiano (Corinthians), Victor Bonilla e Martín Zapata (Deportivo Cali) e Gauchinho e Mauro Caballero (Cerro Porteño) 6
1998 Sérgio João (Bolivar) 14
1997 Alberto Acosta (Universidad Catolica) 11
1996 Anthony De Ávila (América Cali) 11
1995 Jardel (Grêmio) 12
1994 Stalin Rivas (Minervén/VEN) 7
1993 Juan Carlos Almada (Universidad Catolica) 9
1992 Palhinha (São Paulo) 7
1991 Gaúcho (Flamengo) 8
1990 Adriano Samaniego (Olimpia) 7
1989 Carlos Aguilera (Peñarol), Raúl Amarilla (Olimpia) 10
1988 Iguarán (Millonarios/COL) 5
1987 Ricardo Gareca (America Cali) 7
1986 Juan Carlos De Lima (Deportivo Quito) 9
1985 Carlos Sánchez (Blooming/BOL) 11
1984 Tita (Flamengo) 8
1983 Arsenio Luzardo (Nacional/URU) 8
1982 Fernando Morena (Peñarol) 7
1981 Zico (Flamengo) 11
1980 Waldemar Victoriano (Nacional/URU) 6
1979 Miltão (Guarani) e Juan José Oré (Universitario/PER) 6
1978 Néstor Scotta (Deportivo Cali), Guillermo Larrosa (Alianza Lima/PER) 8
1977 Néstor Scotta (Deportivo Cali) 5
1976 Palhinha (Cruzeiro) 13
1975 Oswaldo Ramírez (Universitario/PER) 8
1974 Terto (São Paulo) e Fernando Morena (Peñarol) 7
1973 Carlos Caszely (Colo Colo) 9
1972 Toninho (São Paulo) e Teófilo Cubillas (Alianza Lima) 6
1971 Raúl Castronovo (Peñarol), Luis Artime (Nacional/URU) 10
1970 Francisco Bertocchi (LDU) 9
1969 Alberto Ferrero (Wanderers/CHI) 9
1968 Tupãzinho (Palmeiras) 11
1967 Norberto Raffo (Racing) 14
1966 Daniel Onega (River Plate) 17
1965 Pelé (Santos) 7
1964 Mario Rodríguez (Independiente) 6
1963 José Sanfilippo (Boca Juniors) 7
1962 Coutinho (Santos) 6
1961 Walter Perazzo (Independiente Santa Fe) 5
1960 Alberto Spencer (Peñarol-Uru) 7

No embalo da lista de grandes goleadores, confira também quais são os maiores artilheiros da Copa do Mundo.

Você pode ver ainda quem mais marcou gols na história da Liga dos Campeões e os grandes artilheiros da Copa da Inglaterra, o torneio mais antigo do futebol.

Onde assistir à Libertadores

Para assistir aos jogos da Copa Libertadores em TV aberta no Brasil, o torcedor deve recorrer ao SBT. A rede de Sílvio Santos adquiriu os direitos de transmissão da competição continental até 2022, depois de a Rede Globo ter rescindido seu contrato com a Conmebol.

O SBT transmite dois jogos da Libertadores por rodada, sempre às quartas-feiras, às 21h30 (horário de Brasília).

Em TV fechada, os direitos de transmissão da Libertadores no Brasil pertencem aos canais Disney. Em 2020, o grupo decidiu manter a transmissão apenas no FOX Sports. Há a possibilidade de a ESPN também transmitir jogos do torneio a partir de 2021.

A FOX transmite jogos da Libertadores às terças, quartas e quintas.

Algumas partidas da Libertadores às quintas são transmitidas também pelo Facebook na página da competição na rede social.

Quando a Libertadores passou  a ter final única?

A partir de 2019, a Copa Libertadores passou a ter final única. Ou seja, em vez de jogos de ida e volta, a decisão será disputada em uma única partida em “campo neutro”. O duelo decisivo de 2019 seria disputado no Estádio Nacional, na cidade de Santiago, mas protestos no Chile levaram à transferência da decisão para Lima, no Peru.

Assim, a Conmebol copiou os moldes da final da Liga dos Campeões da Uefa, em que os finalistas se enfrentam sempre em uma única partida em campo neutro. Você concorda com essa ideia ou prefere jogos de ida e volta?

Em 2018, uma outra decisão da Conmebol foi bastante polêmica. Pela primeira vez na história da Libertadores, a final foi disputada em outro continente: na Europa. A vitória do River Plate sobre o Boca Juniors, por 3 a 1, no segundo jogo do confronto decisivo, aconteceu no estádio Santiago Bernabéu, em Madri.

A realização da partida no estádio do Real Madrid foi consequência do arremesso de uma pedra contra o ônibus do Boca Juniors, pouco antes do jogo que aconteceria no Monumental de Nuñez — o que provocou o adiamento da partida. Um torcedor do River Plate, Matías Firpo, foi responsabilizado pelo ataque e proibido de ir a qualquer estádio durante 2 anos e 4 meses.

Com a final das próximas edições em jogo único, se seu time estiver na disputa, vale fazer uma poupança para viajar e ter a chance de vê-lo ser campeão da Copa Libertadores, não acha? Utilize o espaço para comentários e conte pra gente a sua opinião!

Em 2020, a final da Copa Libertadores será disputada no Maracanã. O duelo decisivo está marcado para o dia 21 de novembro, um sábado.

Agora que você já sabe tudo da Copa Libertadores, aproveite para ficar por dentro de outros torneios de futebol ao redor do mundo! Confira as histórias, quem são os grandes campeões e os maiores artilheiros da:

* Última atualização em 10 de setembro de 2020

Comentários

Salvar
185 Compart.
Compartilhar58
Twittar
Compartilhar
WhatsApp
Pin127