Quem foi o melhor? Garrincha, Nilton Santos e mais 8! Confira os 10 melhores jogadores do Botafogo em todos os tempos

Fundado em 1984 para o remo, o Botafogo passou a ter um time de futebol oficialmente em 1904. 

Em 1910, o clube comemorou, de forma oficial, seu primeiro título, ganhando, inclusive, o apelido de “Glorioso”.

Desde então, o Botafogo de Futebol e Regatas é um dos grandes clubes do futebol brasileiro, vivendo o auge nos anos 60, década em que possuía um dos melhores times do cenário nacional, com grandes estrelas do esporte.

Apesar de o Botafogo estar passando por problemas estruturais e de seca de títulos importantes no século XXI, o torcedor botafoguense pode se orgulhar de grandes craques que vestiram o manto da estrela solitária.

Aqui, buscamos elencar os 10 maiores entre esses jogadores históricos que passaram pelo Botafogo, se baseando em alguns critérios: história, idolatria, longevidade, títulos, talento e, acima de tudo, a importância do jogador para o clube.

Portanto, confira a seguir o top 10 dos melhores jogadores do Botafogo em todos os tempos!

Maiores ídolos da história do Botafogo

  1. Garrincha
  2. Nilton Santos
  3. Jairzinho 
  4. Didi
  5. Gérson
  6. Túlio
  7. Heleno de Freitas
  8. Quarentinha
  9. Jefferson
  10. Manga

Manga (10° lugar)

Manga, ídolo do Botafogo

Haílton Corrêa de Arruda, mais conhecido como Manga, foi o primeiro goleiro marcante da história do Botafogo.

Manga chegou ao clube em 1959, permanecendo até 1968. Durante esse período, disputou 442 jogos, sendo o 6° jogador que mais atuou pelo clube.

No total, Manga conquistou o Campeonato Carioca em 1961, 1962, 1967 e 1968 e o Torneio Rio-São Paulo em 1962, 1964 e 1966.

Além disso, disputou algumas partidas da Taça Brasil (torneio que mais tarde seria considerado Campeonato Brasileiro) conquistada pelo Botafogo em 1968, mas saiu do clube antes do fim da competição.

Jefferson (9° lugar)

Jefferson, ídolo do Botafogo

Até recentemente, Manga era, sem sombra de dúvidas, o maior goleiro da história do Botafogo. Mas, no século 21, Jefferson de Oliveira Galvão, ou apenas Jefferson, teve uma brilhante carreira no clube, colocando bastante lenha nessa discussão de qual goleiro foi melhor.

Os números de ambos são semelhantes, tanto em longevidade como em conquistas. A escolha por Jefferson à frente de Manga é uma questão de idolatria e representatividade.

Além dos títulos Cariocas em 2010, 2013 e 2018, Jefferson também conquistou a Série B do Campeonato Brasileiro pelo clube, mostrando toda a sua identificação com a instituição, já que, na época, era goleiro da Seleção Brasileira e havia recebido diversas propostas para sair do Botafogo.

A longevidade também marca a trajetória de Jefferson no Botafogo. No total, foram 459 jogos disputados, em 13 anos vestindo a camisa do alvinegro, sendo o 3° jogador com mais atuações pelo clube. 

Quarentinha (8° lugar)

Quarentinha, ídolo do Botafogo

Waldir Cardoso Lebrêgo, também conhecido como Quarentinha, é um ídolo histórico do Botafogo e, até hoje, é o maior artilheiro do clube em todos os tempos, com 313 gols marcados.

Quarentinha atuou no clube carioca durante 10 anos, entre 1954 e 1964, totalizando 444 partidas disputadas, sendo o 5° jogador que mais jogou pelo Botafogo.

Durante esse período, conquistou o Campeonato Carioca em 1957, 1961, 1962 e o Torneio Rio-São Paulo em 1962 e 1964. Além disso, foi artilheiro do estadual do Rio de Janeiro em 3 anos consecutivos: 1958 (20 gols), 1959 (27 gols) e 1960 (25 gols)

Heleno de Freitas (7° lugar)

Heleno de Freitas, ídolo do Botafogo

Heleno de Freitas foi um histórico jogador do futebol brasileiro, principalmente do Botafogo. Seu nome está eternamente marcado no folclore do esporte como uma das maiores personalidades do futebol em todos os tempos.

Muitas vezes polêmico, briguento e indisciplinado, Heleno de Freitas também sabia o que fazia dentro de campo. Pelo Botafogo, atuou durante boa parte de sua carreira, de 1940 até 1948.

O polêmico jogador foi bem retratado e relembrado no livro “Nunca Houve um Homem como Heleno”, que, entre outros assuntos, relata o triste fim da vida do craque boêmio, que morreu dentro de um sanatório. Além disso, também é homenageado no filme “Heleno”, estrelado pelo ator Rodrigo Santoro. 

No total, Heleno marcou incríveis 204 gols em 233 jogos, sendo o 4° maior artilheiro da história do Botafogo.  Apesar de não ter conquistado títulos com o clube, o centroavante botafoguense é considerado por muitos o maior ídolo do Botafogo antes de Garrincha.

Túlio Maravilha (6° lugar)

Túlio Maravilha, ídolo do Botafogo

O título do Campeonato Brasileiro do Botafogo, em 1995, é um dos mais marcantes da história e foi, até hoje, o último título nacional do clube.

Nessa conquista, o coletivo era fundamental, mas com um destaque individual que chamava a atenção: Túlio Maravilha.

O centroavante goiano, que teve diversas passagens pelo Botafogo, foi um dos grandes destaques do clube nas últimas décadas, principalmente nos anos 90, com atuações pelo time alvinegro entre 1994 e 1996 e, posteriormente, em 1998.

Nesse período, conquistou o Campeonato Brasileiro de 1995 e o Torneio Rio-São Paulo em 1998. 

Além dos títulos, o que mais marcou Túlio Maravilha durante suas passagens pelo Botafogo e ao longo de toda a sua carreira foi o faro de artilheiro. Pelo alvinegro, Túlio foi artilheiro do Campeonato Carioca em 1994 e 1995 e do Campeonato Brasileiro nos mesmos anos

No total, Túlio Maravilha marcou 167 gols com a camisa do Botafogo, sendo o 8° maior artilheiro do clube em todos os tempos. 

Não fique apenas no futebol! Veja outra listas dos esportes mais famosos do mundo em nosso site:

Gérson (5° lugar)

Gérson, ídolo do Botafogo

Gérson de Oliveira Nunes, ou apenas Gérson, é um dos grandes jogadores da história do futebol brasileiro e também do Botafogo.

Apesar de ser muito lembrado por fazer parte da Seleção Brasileira de 1970, time que é considerado um dos maiores da história, Gérson também mostrava a sua qualidade nos clubes em que atuava, essencialmente no Botafogo. 

O “Canhotinha de Ouro”, referência à qualidade da sua perna esquerda, chegou ao clube em 1963, permanecendo até 1969.

Nesses 6 anos de alvinegro, fez parte de grandes conquistas, como o Campeonato Carioca de 1967 e 1968, o Torneio Rio-São Paulo 1964 e 1966 e o Campeonato Brasileiro de 1968.

Didi (4° lugar)

Didi, ídolo do Botafogo

A década de 1960 foi a mais marcante do Botafogo em todos os tempos, com grandes conquistas e, essencialmente, os jogadores mais renomados da história do clube.

Entre esses grandes craques, Waldir Pereira, mais conhecido como Didi, foi um dos mais brilhantes. Meio-campista de classe e categoria irretocável, Didi marcou época no Rio de Janeiro, inclusive no Glorioso. 

Inventor do chute “Folha Seca”, Didi teve 4 passagens pelo Botafogo, entre os anos 50 e 60. Com a camisa alvinegra, conquistou o Campeonato Carioca de 1957, 1961 e 1962 e o Torneio Rio-São Paulo de 1962.

No total, Didi atuou em 313 partidas vestindo a camisa do Botafogo e marcou 113 gols. Além disso, cravou seu nome de forma incontestável na história do clube e é merecedor do 4° lugar entre os maiores jogadores do Botafogo de todos os tempos. 

Jairzinho (3° lugar)

Jairzinho, ídolo do Botafogo

Marcado pela performance espetacular na Copa de 1970, em que marcou gols em todas as partidas disputadas pelo Brasil, Jairzinho também está consagrado no hall de grandes jogadores do Botafogo em todos os tempos. Não à toa figura na nossa 3ª colocação entre os melhores da história do clube.

Cria da base do Botafogo, Jairzinho tem uma carreira bastante longeva, principalmente no clube carioca. O atacante defendeu o Fogão de 1959 até 1974 no clube, retornando em 1981 para se aposentar vestindo a camisa do alvinegro.

Durante esse período, jogou ao lado dos maiores jogadores da história do Botafogo e conquistou troféus importantes: Campeonato Carioca (1967 e 1968), Torneio Rio-São Paulo (1964 e 1966) e Campeonato Brasileiro (1968).

No total, Jairzinho disputou 412 jogos com a camisa do Glorioso, sendo o 9° jogador com mais atuações pelo clube. Além disso, marcou 189 gols, sendo, até hoje, o 6° maior artilheiro do Botafogo. 

Nilton Santos (2° lugar)

Nilton Santos, ídolo do Botafogo

A segunda colocação da lista dos maiores ídolos da história do Botafogo é, indiscutivelmente, do ex-lateral esquerdo Nilton Santos.

Lendário jogador do Glorioso, Nilton Santos sempre foi fiel ao seu clube de formação: durante toda a sua carreira, de 1948 até 1964, atuou apenas no alvinegro carioca.

Durante esse período, marcou época, conquistando os títulos do Campeonato Carioca de 1948, 1957, 1961 e 1962, o Torneio Rio-São Paulo de 1962 e 1964, entre outros torneios.

Além disso, é o jogador que mais atuou no clube, com 721 jogos disputados. O “Engenhão”, como é popularmente conhecido o estádio do Botafogo atualmente, foi rebatizado oficialmente de “Estádio Olímpico Nilton Santos”, em 2017, em homenagem a esse histórico jogador do clube carioca. 

Garrincha (1° lugar)

Garrincha, ídolo do Botafogo

Considerado por muitos o 2° maior jogador da história do futebol, atrás apenas do Rei Pelé, Manoel Francisco dos Santos, conhecido como Mané Garrincha ou apenas Garrincha, é sem sombra de dúvidas o maior jogador do Botafogo em todos os tempos

Garrincha iniciou sua trajetória no Glorioso em 1953, permanecendo até 1965. Durante esse período, fez história, não só pelos títulos conquistados, mas principalmente pelos shows que apresentava no Maracanã. 

Entre as diversas conquistas, o Campeonato Carioca de 1957, 1961, 1962 e o Torneio Rio-São Paulo de 1962 e 1964 foram os mais marcantes.

Dribles desconcertantes, muitas vezes sem tocar na bola, marcam a carreira do “Anjo das pernas tortas”, mas o faro de artilheiro também foi um ponto expressivo de sua carreira.

No total, disputou 612 partidas pelo Botafogo, sendo o 2° jogador que mais vestiu a camisa alvinegra e, além disso, marcou 245 gols, sendo o 3° maior artilheiro do clube. 

A grande passagem de Garrincha pelo Botafogo o credenciou para ser um dos grandes nomes da Seleção Brasileira nas Copas do Mundo de 1958 e 1962, sendo que no segundo título mundial foi o artilheiro e o Bola de Ouro da competição.

Números e a história de Garrincha pelo Botafogo não deixam dúvidas: ele é, indiscutivelmente, o maior jogador do clube em todos os tempos. 

E aí, ficou faltando alguém na lista dos 10 maiores da história do Botafogo? Comente!

E aproveite para ver a seleção dos 10 melhores jogadores de outros clubes nacionais:

Comentários

Salvar
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
WhatsApp
Pin