Há quinze dias, a NBA autorizou o início da temporada 2023/2024, e o início de cada temporada é repleto de expectativas tanto para os fãs quanto para as franquias e até mesmo para os próprios atletas.

No entanto, os entusiastas do basquete estão de olho em todos os detalhes e já começaram a observar algumas mudanças, algumas positivas e outras nem tanto.

As decepções na NBA

Assim como destacamos os jogadores que estão surpreendendo positivamente os fãs, é hora de analisar os astros que não estão atendendo às expectativas, o que tem desapontado a torcida nesse início de temporada da NBA.

Damian Lillard – Milwaukee Bucks

No começo da temporada, Damian Lillard não está atingindo as expectativas estabelecidas. Sua adaptação para jogar ao lado de Giannis Antetokounmpo após uma década como líder no Portland tem sido desafiadora.

 

Mesmo mantendo uma média de 22,7 pontos por jogo, Damian Lillard enfrenta preocupações com seus números e tem performances discretas no início desta temporada na NBA. Com um percentual de 40% nos arremessos de campo e apenas 32% na linha de três pontos, a falta de consistência tem gerado preocupação entre os torcedores.

Julius Randle – New York Knicks

Randle, reconhecido por sua versatilidade em situações incertas, enfrenta desafios em relação aos números. Com uma eficiência de apenas 29,9% nos arremessos de campo e 25% na linha de três pontos, sua média de pontuação diminuiu para 15,6 pontos por jogo.

Essas estatísticas são preocupantes, já que estão significativamente abaixo das expectativas para um jogador do seu calibre dentro do sistema dos Knicks. Inquestionavelmente, seu começo de temporada na NBA está aquém das expectativas.

Karl-Anthony Towns – Minnesota Timberwolves

O Timberwolves está em uma ascensão nesta temporada, e para os torcedores, é um começo positivo. No entanto, não se pode dizer o mesmo de Karl-Anthony.

Neste momento, o jogador apresenta 23,5% de eficácia na linha de três pontos. Esses números são considerados baixos para um atleta do calibre de quem já foi aclamado como o melhor cestinha da NBA no passado.

NBA

NBA
Foto: David Sherman/NBA

Khris Middleton – Milwaukee Bucks

Não se pode negar que as coisas não estão favoráveis para o jogador do Bucks. Alguns indicam que essa instabilidade ocorre desde a chegada de Lilliard à equipe.

Com uma média bastante baixa, aproximadamente 9,8 pontos, é algo decepcionante e, ao mesmo tempo, preocupante para um atleta que já foi um dos principais pontuadores da NBA.

Jordan Clarkson – Utah Jazz

Uma mudança radical, assim é possível compreender a fase que Clarkson está atravessando. Algo inimaginável para quem brilhou e se destacou no Jazz na última temporada.

No entanto, seus números estão significativamente inferiores, reduzindo de 20,8 para 13,3 pontos por jogo. Um fato que gera preocupação, considerando que as expectativas eram de um atleta ainda mais consistente na equipe nesta temporada.

A incógnita persiste sobre se, ao longo da temporada da NBA, os jogadores mencionados manterão seu desempenho em baixa ou buscarão uma recuperação, proporcionando um ressurgimento que alegrará os torcedores.