Com o fim a temporada do Novo Basquete Brasil (NBB) é normal montar a Seleção dos melhores do ano no campeonato. Assim, o Esportelândia convidou um elenco formado por jornalistas e influenciadores do basquete brasileiro para elegerem o time ideal do NBB 2022/23.

Marcelo do Ó escolhe os melhores da temporada 15 do NBB

Os playoffs do principal campeonato de basquete do país foi muito acirrada. Sesi Franca e São Paulo fizeram uma tremenda final, decidida apenas na última partida. Assim, a equipe francana ficou o título, após fazer 3 x 2 na série.

Como dito anteriormente, com o fim da competição, é normal elegermos os melhores do NBB. Desse modo, a equipe é formada pelo melhor: armador, ala- armador, ala, ala-pivô, pivô, sexto homem, jogador jovem e o treinador. Assim também, possui o MVP e a melhor partida do torneio. Com isso, a Marcelo do Ó (narrador e jornalista), deu seus votos e sua opinião sobre a temporada. Confira!

Melhor armador

Para a posição, Marcelo escolheu Elinho. O jogador do São Paulo fez uma boa temporada até a final do NBB. A grande partida do armador no torneio foi diante do Brasília, no dia 17 de dezembro de 2022, quando fez 19 pontos na partida. Assim, suas médias durante o campeonato foram:

  • Pontos: 8.1
  • Assistências: 7.2
  • Rebotes: 4.1
  • Eficiência: 13.7

Ala-Armador

Na opinião de Marcelo do Ó, o melhor jogador da função foi Georginho de Paula, jogador do Sesi Franca. O campeão do NBB cresceu nos momentos chaves da competição. Desse modo, obteve bons números:

  • Pontos: 14.5
  • Assistências: 6.1
  • Rebotes: 8.3
  • Eficiência: 21.1

Ala

O escolhido para fazer a ala foi Thomas, do Corinthians. O jogador estadunidense, teve boas atuações no torneio, obteve as seguintes médias:

  • Pontos: 17.0
  • Assistências: 3.9
  • Rebotes: 4.8
  • Eficiência: 15.1

Ala-pivô

Antonio foi o escolhido por Marcelo. O ala-pivô foi um dos principais destaques do time do Unifacisa. Sendo assim, foi uma das lideranças da equipe paraibana ao longo do NBB 15. Confira os números da temporada:

  • Pontos: 17.6
  • Assistências: 1.3
  • Rebotes: 4.8
  • Eficiência: 14.7

Pivô

Para a posição, Marcelo elegeu Lucas Mariano, jogador do Franca, como o melhor jogador. Pela equipe paulista, o pivô fez uma grande temporada, ajudando o time a conquistar o bicampeonato do NBB. A partida de maior destaque de Lucas foi diante do Bauru. No jogo do dia 22 de novembro de 2022, o pivô anotou 32 pontos. Veja as médias da temporada:

  • Pontos: 17.1
  • Assistências: 1.5
  • Rebotes: 5.5
  • Eficiência: 15.8

Sexto homem

Marcelo do Ó escolheu Gui Deodato como o melhor sexto homem. A saber, o jogador selecionado para a posição é aquele que não faz parte do quinteto titular, mas sempre entra durante os jogos, contribuindo muito para a equipe. Sendo considerado o primeiro a entrar quando tem uma substituição. Ele foi essencial no Flamengo e contou com boas atuações.

  • Pontos: 10.2
  • Assistências: 1.9
  • Rebotes: 3.6
  • Eficiência: 10.6

Jogador Jovem

O destaque jovem, na opinião de Marcelo do Ó, foi Adyel Borges. O ala-armador do Minas Tênis Clube está com 19 anos, assim se enquadrou na disputa. Ele conseguiu bons números ao longo da temporada. Além disso, têm muita margem de evolução. Confira as médias:

  • Pontos: 13.3
  • Assistências: 6.4
  • Rebotes: 4.4
  • Eficiência: 18.4

Melhor treinador

Helinho Garcia foi escolhido por Marcelo do Ó para o cargo. Responsável por guiar a Franca até o bicampeonato do NBB, Helinho conseguiu fazer a equipe se sobressair em vários momentos. Confira alguns dados do desempenho do time paulista ao longo do torneio:

  • Pontos: 90.81
  • Assistências: 14.77
  • Rebotes: 39.81
  • Cesta de 3 pontos: 11.15
  • Cesta de 2 pontos: 20.30
  • Lances Livres: 16.77
  • Vitórias: 41 em 47 jogos

MVP

Como o melhor jogador da competição, Marcelo do Ó escolheu Lucas Mariano. O pivô foi decisivo na temporada do NBB, contribuindo tecnicamente e com sua experiência.

Melhor jogo do NBB 15

Geralmente, os play-offs reservam as maiores emoções da competição. Sendo assim, é comum a melhor partida do NBB ocorrer durante a fase eliminatória. Marcelo do Ó também pensa assim, visto que escolheu o jogo 3 da final do NBB como o melhor.

  • Melhor partida: Franca 81 x 86 São Paulo – Jogo 4 das Finais