A surpreendente jornada da Letônia na Copa do Mundo de Basquete 2023 vem chocando o mundo e promete ser uma pedreira para o Brasil neste domingo (3), às 6h45 (horário de Brasília), pela 5ª rodada do Mundial. O duelo é decisivo. Quem vencer avança para às quartas de final e o perdedor está eliminado.

A Letônia, estreante na Copa do Mundo de Basquete, está causando uma sensação de alegria no mundo dos esportes. A equipe bateu a França, na primeira fase, e a Espanha, atual número 1 do mundo, na segunda fase. Esse feito notável não foi apenas um acaso, mas sim o resultado de uma mentalidade única e determinação inabalável.

A mentalidade inquebrável da Letônia, rival do Brasil na Copa do Mundo de Basquete 2023

O craque do time, Davis Bertans, personifica a mentalidade da equipe letã. Eles são rotulados como azarões ou zebras, mas usam isso como motivação para vencer seus jogos. A humildade, a mentalidade extremamente blindada e vencedora, juntamente com um senso de superação incomum, são os pilares dessa equipe.

Davis Bertans é extremamente patriota e deixou claro que nenhum jogador naturalizado será incluído no elenco da seleção nacional e que isso é uma força para valorizar o basquete do país. Para ele, cada jogador letão que trabalhou arduamente durante toda a vida para chegar à seleção merece seu lugar.

“Temos sido considerados azarões em todos os nossos jogos há… anos. Mesmo quando as Eliminatórias para a Copa do Mundo começaram. Estamos acostumados e abraçamos isso. Mas queremos provar que todos estão errados. Essa tem sido a nossa mentalidade e tem funcionado para nós”.

(Icon Sport) Seleção da Letônia em ação com Davis Bertans
(Icon Sport) Seleção da Letônia em ação com Davis Bertans

Seleção da Letônia supera todas as expectativas

A Letônia está acostumada a ser subestimada e ser considerada underdog em todos os seus jogos. Mesmo quando as Eliminatórias para a Copa do Mundo começaram, eles já eram vistos como desfavorecidos. No entanto, essa equipe abraça esse rótulo e está determinada a provar que todos estão errados.

“Não há receita especial (para vencer). Permanecem humildes, trabalham duro e brincam juntos. É isso. Essa é a identidade que temos que mostrar. Eu realmente desejo que a galera continue humilde e que abordem o próximo jogo com a mesma vontade e desejo que fizeram desde o início da nossa aventura”, disse Luca Banchi, técnico italiano da Letônia.

Um desafio adicional surgiu quando Dairis Bertans, irmão de Davis e peça-chave na equipe, sofreu uma lesão durante a partida contra a França. Mesmo assim, a Letônia superou as expectativas e venceu a Espanha, uma tarefa ainda mais difícil.

“Ser azarão em um grupo tão difícil, sofrer tantas lesões antes de chegar e durante a competição, com certeza nos colocou em uma posição onde não temos nada a perder”, disse o treinador dos letões.

“Chegamos aqui com muita vontade de provar o nosso valor, seja bom ou ruim. Fazer uma força extra parece que é o nosso lema. Nosso esforço todos os dias é subir ao ginásio com muita vontade de provar que pertencemos a este nível. É importante não perder essa identidade, essa humildade antes de tudo”.

(Icon Sport) Luca Banchi orientando a Seleção da Letônia
(Icon Sport) Luca Banchi orientando a Seleção da Letônia

Os pontos fortes da equipe letã na Copa do Mundo de Basquete 2023

Olhando para o confronto entre a Letônia x Brasil, é importante destacar os pontos fortes da equipe letã que o Brasil precisa levar em consideração.

1. Química excepcional

A Letônia demonstrou uma química excepcional em quadra. Eles jogam sem pressão, confiando uns nos outros e trabalhando como uma unidade coesa. Essa química é uma vantagem significativa que pode dificultar para o Brasil.

Icon Sport
Icon Sport

2. Determinação implacável

A determinação da Letônia é incomparável. Eles entram em cada jogo com uma força de vontade incrível, independentemente de serem considerados azarões ou de quem será o rival. O Brasil deve estar preparado para enfrentar uma equipe que luta incansavelmente por cada vitória.

Icon Sport
Icon Sport

3. Identidade e humildade

A identidade da Letônia é marcada pela humildade. Eles permanecem humildes, trabalham duro e jogam juntos como uma família. O Brasil precisa estar ciente de que enfrentará uma equipe que não só busca a vitória, mas também defende sua identidade com paixão.

FIBA
FIBA

As qualidades do Brasil mostram um rival poderoso contra a Letônia na Copa do Mundo de Basquete 2023

Após uma vitória épica sobre o Canadá, o Brasil está confiante, mas não deve subestimar a Letônia. O jogo físico e estratégico que funcionou contra o Canadá pode enfrentar desafios contra a química e a determinação da equipe letã.

Apesar disso, o técnico Gustavo de Conti tem o time em suas mãos, conhece a qualidade de seus jogadores e confia na dupla Yago Santos e Bruno Caboclo para garantir o sucesso contra os letões e que podem os levar às quartas de final.

A partida entre Letônia x Brasil na Copa do Mundo de Basquete

A Copa do Mundo de Basquete 2023 tem sido marcada por surpresas e reviravoltas, e a Letônia é uma das maiores histórias dessa competição. Sua jornada inspiradora de desafiar as probabilidades e enfrentar adversidades com determinação deve ser admirada.

Enquanto o Brasil busca uma vaga nas quartas de final, eles precisam estar preparados para enfrentar uma equipe letã que não está aqui apenas para participar, mas para fazer história no mundo do basquete. A Seleção Brasileira também chocou o mundo do basquete ao vencer o Canadá. Portanto, é um confronto que tende a ser lendário.

A partida entre Letônia e Brasil promete ser um dos momentos mais emocionantes da Copa do Mundo de Basquete 2023. Duas equipes que desafiaram as probabilidades e surpreenderam o universo do basquete agora se enfrentam pela oportunidade de avançar nas quartas de final.