A AmeriCup Feminina é o principal campeonato entre seleções do basquete continental. Neste domingo (9), aconteceu a grande decisão do torneio entre Brasil e Estados Unidos. A saber, o campeonato foi realizado em Leon, no México. Confira todos os detalhes!

A AmeriCup Feminina 2023 das finalistas

O torneio foi disputado por 10 seleções que foram divididas em dois grupos de cinco equipes cada. Com o término da fase de grupos, as quatro melhores equipes avançaram para as quartas de final (1A x 4B, 2A x 3B, 3A x 2B, 4A x 1B). Posteriormente, para as semifinais e final.

Neste sentido, o Brasil integrou o grupo A da AmeriCup Feminina 2023. Dessa maneira, para chegar na final, a seleção brasileira derrotou Cuba, Venezuela, Argentina e Estados Unidos. Já nas quartas de final, o Brasil eliminou o México ao vencer por 83 x 61. Logo depois, triunfou sobre Porto Rico com o placar de 85 x 74.

Por outro lado, na fase de grupos, o Estados Unidos ganhou da Venezuela por 80 x 54, da Argentina por 65 x 56 e de Cuba por 106 x 44. A única derrota foi para o Brasil. No mata-mata eliminou a Colômbia por 68 x 49 e o Canadá por 67 x 63.

Brasil cresce no 3º quarto e vence com autoridade

Após avançarem nas duas primeiras posições do grupo A da AmeriCup Feminina 2023, Brasil e Estados Unidos chegaram na final com autoridade. Assim também, a disputa pelo troféu foi eletrizante do início ao fim.

A seleção brasileira começou o primeiro período do jogo com tudo. O Brasil chegou a abrir seis pontos de frente, 8 x 2. Porém, a equipe estadunidense foi reagindo aos poucos e venceu o quarto por 14 x 16. Na segunda parcial, o Estados Unidos chegou a abrir sete pontos de frente, 24 x 31, mas não conseguiram manter a gordura. Dessa maneira, o jogo foi para o intervalo com o placar de 35 x 37 para a equipe estadunidense.

Na volta do intervalo, o Brasil retornou avassalador. A equipe comanda por José Neto neutralizou as rivais e foram abrindo diferença no placar. Desse modo, a seleção brasileira foi para o último quarto do jogo ganhando com 13 pontos de vantagem, 60 x 47. Por fim, no período final, o Brasil apenas administrou o placar até o estouro do relógio. Assim, o placar final foi 69 x 58 para a seleção verde e amarela.

Kamilla Soares Cardoso MVP da AmeriCup Feminina 2023

A central da seleção brasileira foi eleita a melhor jogadora da final do torneio continental em 2023. Na grande decisão, Kamilla Soares foi um dos motores do Brasil em quadra, assim os números finais dela foram: 20 pontos, 11 rebotes, 3 roubos de bola e 26 de eficiência .

Além disso, Kamilla finalizou a AmeriCup Feminina 2023 com excelentes números:

  • 10,9 – pontos
  • 8.3 – rebotes
  • 13 – assistências
  • 16.7 – eficiência

Brasil hexacampeão

Com a conquista da AmeriCup Feminina 2023, a seleção brasileira ergueu o sexto troféu da competição. A saber, o esquadrão verde e amarelo é o maior vencedor do torneio, Cuba e Estados Unidos, com quatro títulos cada, completam o pódio.

Os números gerais do Brasil na AmeriCup Feminina são: 16 participações (1989-2023, exceto 1995), seis títulos (1997, 2001, 03, 09, 11 e 23), quatro vice-campeonatos (1989, 93, 99 e 2005), mais quatro terceiros lugares (2007, 13, 19 e 21) e foi duas vezes quarto colocado (2015 e 2017).

As campeãs da AmeriCup Feminina 2023

O elenco que levou o Brasil ao sexto título do campeonato continental foi:

  • Alana Gonçalo
  • Aline Moura
  • Damiris Dantas
  • Debora Costa
  • Emanuely de Oliveira
  • Erika de Souza
  •  Gabriela D' Arrigo
  • Isabela Macedo
  • Kamilla Soares
  • Rafa Monteiro
  • Sassá Gonçalves
  • Tainá Paixão

A equipe técnica:

  • Treinador – José Neto
  • Treinador adjunto 1 – Virgílio Lopez
  • Treinador adjunto 2 – João Camargo

Melhores momentos da final da AmeriCup Feminina 2023

Repercussão do título do Brasil