Neste domingo (26), a posta de rua de Sochi, na Rússia recebeu o Grande Prêmio de Formula 1 2021. Além disso, com uma largada atípica, tendo Lando Norris, Carlos Sainz e George Russell a frente, teve grandes supressas até o fim. Em suma, faltando quatro voltas, Lewis Hamilton venceu, conquistou seu 100º primeiro lugar e assumiu o topo também do Campeonato de Pilotos.

Inicio da corrida no GP da Rússia

Acima de tudo, a corrida iniciou com grandes largadas de  Stroll, Sainz, Russell e no pelotão de tras com Verstappen e Leclerc. Entretanto, Hamilton que largou na 4ª posição, acabou perdendo três posições, mas acabou recuperando ao longo do percurso.

Sem nenhum incidente, a corrida se manteve monótona, tendo uma grande administração dos três primeiros pilotos e uma recuperação incrível do Holandês da RBR.

Troca de Pneus

Chegando a metade da corrida, os pilotos tiveram que trocar seu jogo de pneus, um dos mais prejudicados nessa troca, acabou sendo Daniel Ricciardo e Sergio Perez que teve uma parada lente de 8s e 9s. A grande maioria teve que utilizar no pit stop o estilo mais duro, exceto Max e Bottas que largaram o mesmo e na troca usaram o médio, dando mais velocidade aos demais na pista.

Final de corrida eletrizante com chuva

Os indicios de um fim de semana com chuva eram grandes, entretanto, na corrida a pista estava seca, com uma probabilidade muito baixa de chover. Mas, faltando dez voltas, respingos na pista começaram a aparecer, Max acabou sendo o primeiro a trocar os pneus para o intermediario.

Com Norris e Hamilton a quase mais de 40 segundos a frente dos rivais, os mesmo teimaram em não ir para o pit stop, mas assim que percebeu que a chuva estava entrosando, o piloto da Mercedes foi aos boxs e ficou 20s do 1º colocado que ainda estava com pneus de pista seca.

A teimosia de Lando, acabou prejudicando sua corrida, o inglês começou a deslizar da pista e assim, sem grande dificuldade, Hamilton ultrapassou faltando quatro voltas. O problema acabou sendo tão grande para o piloto da Mclaren que terminou a prova na 7ª colocação.

Final de Prova e 100º de Lewis Hamilton na Rússia

Decerto, a Mercedes seguiu a escrita de nunca perder um GP em Sochi e Hamilton chegou a sua 100º vitória, feito jamais alcançado por nenhum outro piloto da modalidade. Por outro lado, Verstappen chegou em 2º lugar, feito excelente, pois tinha largado na última posição. Por fim, Sainz fechou o pódio com a sua Ferrari.

Os escudeiros das maiores equipes do grid de certa forma decepcionaram, com Bottas em 5º e Perez na 9ª posição. Novamente, o piloto inglês  da Willians, George Russell chegou na 10ª colocação e garantiu mais um ponto com um carro não tão forte.

 GP de Sochi, na Rússia – O que acontece agora?

Como resultado, Lewis Hamilton assume novamente a liderança do Campeonato de Pilotos com 246,5 pontos, dois a mais que o Max Verstappen. Fechando os cinco melhores, Bottas com 151, Norris com 139 e Perez com 120. Da mesma forma, a Mercedes também lidera o Mundial de Construtores com 397,5 pts, a RBR em segundo com 364, 5 e a Mclaren fechando o pódio 234 pts.

Foto Destaque: Divulgação/F1

Salvar