No clássico “pão de queijo” pela final do Sulamericano, o Itambé/Minas superou o Dentil/Praia Clube por 3×2, na noite desta terça-feira (10). A partida aconteceu na Arena Praia, em Uberlândia e contou com muitas viradas durante o confronto.

Além disso, o duelo contou com despedidas. A primeira delas, de Macris que após a competição irá para o Fenerbahçe da Turquia. Pelo lado praiano, Walewska deixa as quadras aos 42 anos. A central conta com diversos títulos em sua carreira, entre eles, a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008.

A competição também marcou o fim da temporada 2021/2022. Mais cedo, pela disputa do terceiro lugar, o Sesi Bauru venceu o Regatas Lima (PER) por 3×0.

Confira os melhores momentos de Dentil/Praia Clube x Itambé/Minas:

1º set: Início brigado ponto a ponto

A partida começou muito equilibrada. Porém, as praianas estavam afiadas no ataque e abriram 8×4 nas parciais. Vendo o crescimento adversário, Nicola Negro pediu tempo técnico e com sucesso. Ao retornar, sua equipe melhorou e conseguiu virar o placar fazendo 13×9.

No entanto, após um ace de Claudinha, as Aurinegras reagiram e empataram a partida em 19×19. Porém, Thaísa conseguiu marcar 3 pontos de saque consecutivos e, com isso, o time de Belo Horizonte fechou o set em 25×22.

2º set: Anne afiada nos ataques

A segunda etapa começou com as comandadas por Nicola Negro impondo o seu jogo, abrindo 4×1 nas parciais. Em seguida, as praianas reagiram, principalmente, com Anne que estava afiada nos ataques. Com isso, o duelo voltou a ficar disputado ponto a ponto.

Depois, a equipe de Uberlândia conseguiu manter o ritmo e abriu vantagem ficando 18×14 no marcador e os bloqueios certeiros de Carol, as donas da casa deslancharam e fecharam o set em 25×20 após uma bola rápida Jineiry Martinez.

3º Set: Domínio Praiano

A terceira etapa começou equilibrada chegando a ficar 9×9 no marcador. Em seguida, as Aurinegras cresceram no jogo e abriram vantagem, principalmente, com os ataques certeiros de Tainara, dificultando a defesa adversária.

Em busca da reação, Nicola Negro colocou em quadra Priscila Souza mas, sem sucesso. O time de Uberlândia mantinha o ritmo e ampliava a diferença no placar. Desse modo, sem dificuldades, as comandadas por Paulo Coco fecharam o set em 25×16.

4º Set: Kisy e Carol Gattaz se destacam pelo Minas

Assim como a etapa anterior, o set começou equilibrado com as duas equipes revezando na liderança do placar e, ainda, com vários pedidos de desafio. Em seguida, o Itambé/Minas se impôs e abriu vantagem, principalmente, com Kisy Carol Gattaz que se destacavam nos ataques e bloqueios. Mas, não demorou para as praianas encostarem no marcador. Porém, novamente, o time de Belo Horizonte cresceu e fechou em 25×21.

5º Set: Título brigado até o fim

Já no tie-break, as visitantes começaram melhor e abriram vantagem. Porém, com a força de sua torcida e em noite inspirada de Tainara, as praianas cresceram e viraram o placar em 8×7. Em seguida, mais uma vez, o time de Belo Horizonte se impôs e o duelo ficou brigado até o fim. Com o ponto de Neriman Oszoy, o Itambé/Minas fechou a partida em 15×13 e ficou com o título do Sulamericano.

Dentil/Praia Clube x Itambé/Minas – E agora?

Com o resultado, o Itambé/Minas garantiu vaga para o Mundial de Clubes, que será disputado no final do ano em local a ser divulgado. Por outro lado, o Dentil/Praia Clube com o vice, terá que aguardar a definição do formato do torneio onde será definido se abrirá outra vaga para mais uma equipe sulamericana.

Foto Destaque: Eliezer Esportes / Praia Clube