O Itambé Minas estreou no Mundial de Clubes nesta quarta-feira (6), disputado em Bangalore, na Índia. A partida foi diante do Ahmedabad Defenders e os brasileiros venceram por 3 sets a 0 (25-22, 25-23 e 25-19).

A equipe do técnico Gui Novaes foi escalada com o líbero Maique como titular. Em entrevista exclusiva ao Esportelândia, o atleta falou sobre como sua experiência em competições internacionais influencia a abordagem da equipe para o Mundial de Clubes.

Maique conta como é ser referência para os mais jovens

Mesmo com apenas 26 anos, Maique já é visto como uma referência para o time. Visto que, em suas passagens pela Seleção Brasileira, conquistou, recentemente, a medalha de bronze no Campeonato Mundial e a de ouro nos Jogos Pan-Americanos. Além disso, também foi eleito o melhor passador da última competição.

Com certeza. A gente acaba sendo uma referência para o time. Então, eu, vindo de várias temporadas com a seleção, disputando vários torneios internacionais, com uma bagagem bem diferenciada, jogando no exterior. Jogando com outras seleções, com os melhores atletas do mundo. Isso é extremamente importante para mim, poder passar e compartilhar um pouco dessa experiência“, disse Maique.

Ainda segundo Maique, a equipe é bastante mesclada, com jovens que ainda não haviam passado pela experiência de disputar um Mundial de Clubes. Com isso, acredita que sua experiência pode contribuir para o crescimento dos atletas que estão surgindo agora no cenário do vôlei brasileiro.

Me usar assim também como referência na fala, ‘nossa, eu quero chegar onde o Maique chegou'. Então é algo bem gratificante, muito gostoso, claro que de uma responsabilidade enorme. Tem um pouco desse peso de ser essa referência, mas é algo tranquilo assim de lidar“.

O segredo de um bom trabalho: união do grupo

Por fim, Maique fez questão de enaltecer o elenco do Itambé Minas. Para ele, é uma felicidade muito grande, que retribui passando sua experiência adquiridas nas temporadas passadas e também na Seleção Brasileira.

O nosso grupo é um grupo maravilhoso e eu tô muito feliz de fazer parte desse grupo e poder contribuir um pouco com o crescimento da equipe no modo geral“.

Veja os números da partida entre Ahmedabad Defenders e Minas