Nesta quinta-feira (9), o Brasil venceu a Eslovênia por 3×1 em um jogo complicado pela 2ª rodada da Liga das Nações Masculina 2022. A partida aconteceu no Ginásio Nilson Nelson em Brasília, Distrito Federal. Além disso, a equipe comandada por Renan Dal Zotto, não contou com Leal e Lucarelli, lesionados.

Assista aos melhores momentos de Brasil x Eslovênia

1º Set: Virada brasileira

Eslovênia começou melhor a partida e permaneceram na frente nas parciais durante quase toda a primeira etapa. Porém, após um ace de Rodriguinho, a equipe brasileira reagiu e virou o placar em 15×14. Em seguida, o time verde e amarelo manteve um ritmo forte e com um saque na rede de Mozic, fechou o set em 25×21.

2º Set: Mozic afiado nos ataques

Ao contrário da etapa anterior, o Brasil começou em ritmo forte, abrindo com facilidade 3×1. Porém, os eslovenos melhoraram nas defesas, dificultando os ataques do time verde e amarelo. Além disso, os europeus também corrigiram os erros de saque e com os ataques certeiros de Mozic, fecharam o set em 25×21.

3º Set: Reação brasileira

Os eslovenos começaram melhor a terceira etapa. Porém, com o apoio da torcida, os donos da casa se encontraram em quadra e após ataque forte de Flávio, o Brasil virou o placar. Em seguida, os comandados por Renan Dal Zotto mantiveram o ritmo forte chegando a abrir 19×14 nas parciais. Com isso, sem dificuldades, a equipe brasileira fechou o set em 25×20.

4º Set: Domínio brasileiro

Após a vitória no set anterior, o Brasil começou a quarta etapa impondo o seu jogo e abrindo vantagem nas parciais. Além disso, com bom aproveitamento nos ataques e na defesa, os comandados por Renan Dal Zotto administraram a dianteira. Desse modo, sem dificuldades, fecharam o set em 25×16 e 3×1 no placar.

Brasil e Eslovênia – E agora?

O Brasil volta à quadra neste sábado (11), às 15h no duelo com os Estados Unidos pela 3ª rodada da Liga das Nações Masculina 2022. Já a Eslovênia jogará nesta sexta-feira (10), às 21h contra a Austrália (ambos em horários de Brasília). As partidas acontecerão no Ginásio Nílson Nelson em Brasília, Distrito Federal.

Foto Destaque: Divulgação/Wander Roberto/Inovafoto/CBV