Andy Murray está lançando dúvidas sobre seu futuro ao admitir que, no momento, não está desfrutando do tênis. Murray esmurrou sua raquete ao ser derrotado em Paris.

O britânico heróico de 36 anos enfrentou uma batalha extenuante de três sets, que durou três horas, na primeira rodada do Paris Masters na segunda-feira (30) contra Alex De Minaur.

Andy Murray deixa Paris com atuação frustrante

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Castore (@castore_sportswear)

Andy Murray teve a oportunidade de fechar o jogo duas vezes no set decisivo e chegou a um ponto de vitória, mas o australiano conseguiu uma incrível recuperação após estar perdendo por 5-2, vencendo os últimos cinco jogos.

A frustração de Murray se manifestou quando ele errou um forehand que deu a vitória ao seu adversário, que agora venceu todos os seis encontros entre eles, e ele foi vaiado por esmurrar furiosamente sua raquete na quadra.

Andy Murray esmurra raquete após nova derrota

Embora o ex-número 1 do mundo não tenha declarado explicitamente que planeja se aposentar, ele está consciente de que precisa fazer algumas mudanças.

Bom lembrar que Murray passou por uma cirurgia de ressuperfície no quadril em 2019 antes de revitalizar sua carreira.

Atualmente, não estou tirando prazer do esporte em termos de como me sinto em quadra e meu desempenho.

Os últimos cinco ou seis meses não têm sido agradáveis, então preciso redescobrir a alegria, pois jogar uma partida assim não me traz muita satisfação.

Quando faço um bom ponto, não estou me motivando, e nos momentos cruciais, aquela vontade de vencer e a garra, que sempre foram parte fundamental do meu jogo, estão em falta.

Não será questão de uma ou duas semanas de treinamento para chegar onde desejo; será necessário muito trabalho árduo e consistência para me dar uma chance. – explicou o tenista bicampeão de Wimbledon.

Você ama esportes? Confira alguns que o Esportelândia cobre:

  1. Surf
  2. Fisiculturismo
  3. Automobilismo
  4. Artes marciais
  5. Atletismo
  6. Basquete
  7. Tênis
  8. Vôlei

Andy Murray próximo da aposentadoria?

Murray não avança além da terceira rodada de um torneio desde que chegou à final em Doha, em fevereiro, e sua última sequência de vitórias consecutivas no tênis ocorreu em agosto.

A derrota na primeira rodada na Accor Arena significa que ele não venceu uma partida no prestigioso torneio Masters 1000 desde que ergueu o troféu em 2016, e ele perdeu sua melhor vitória na temporada em termos de ranking.

O bicampeão de Wimbledon enfrenta uma série negativa, com cinco derrotas nas últimas seis partidas, incluindo uma dolorosa eliminação na segunda rodada em Basel.

O número 40 do mundo, Murray, sofreu uma derrota agonizante semelhante para o namorado de Katie Boulter, De Minaur, em Pequim, no mês passado, quando deixou escapar uma vantagem de 5-2 no terceiro set e destruiu sua raquete em frustração.

De Minaur possui marca expressiva contra Murray

A vitória de segunda-feira fez com que o número 13 do mundo, um australiano de 24 anos de Sydney, se tornasse a primeira pessoa a derrotar Murray em quadras de saibro, grama, piso duro ao ar livre e piso duro coberto no mesmo ano, após vitórias em Monte Carlo, Queen's e Pequim.

Fato é que neste momento crítico de sua carreira, Murray parece estar repensando sua relação com o esporte.

Veja o que está acontecendo em outras modalidades aqui no Esportelândia:

  1. E-sports
  2. Futebol
  3. Futebol Americano
  4. Ginástica
  5. Natação
  6. Skate
  7. Esportes Paralímpicos
  8. Esportes Olímpicos
  9. Apostas Online