Aconteceu no dia 1 de fevereiro, o primeiro dia do Billabong Pro Pipeline. Após três dias off, hoje os homens caíram na água em dois rounds (opening round e elimination round). Com condições difíceis, tanto para Backdoor, quanto para Pipeline, poucas foram as notas boas ou excelentes.

Opening Round

7 brasileiros passaram direto para o round dos 32: Miguel Pupo, João Chianca, Italo Ferreira, Filipe Toledo, Caio Ibelli, Samuel Pupo e Gabriel Medina.

Jadson Andre, que se machucou nos treinamentos e surfou com uma proteção no joelho, cometeu uma interferência e perdeu o round. Numa bateria bem disputada, Michael Rodrigues levou a pior. Yago Dora, com o mar mais manobrável, não se achou e também perdeu. Todos os três foram para a repescagem.

Podemos dar um destaque nesse round para João “Chumbinho” Chianca, que ficou com o maior somatório (12.83) e a maior nota (8.50) com um belo tubo para Backdoor, assim, avançando para o round dos 32. Jake Marshall, em segundo, também avançou. Kanoa Igarashi, com uma de suas piores atuações, somou apenas 1 ponto e seguiu para o Elimination Round.

Na bateria mais aguardada, duelavam: Gabriel Medina x John John Florence x Leonardo Fioravanti. 5 títulos mundiais e, nenhum deles era de Fioravanti. Os dois campeões começaram on fire e despontaram na frente, cada um com uma boa nota, mas Gabriel Medina passou em primeiro, melhorando seu seeding após a última temporada em que não competiu a completamente e resolveu tirar um tempo para se cuidar.

WSL: confira os resultados do Opening Round:

Miguel Pupo (BRA) 12.50 x Nat Young (USA) 10.17 x Ian Gentil (HAW) 6.94

Kanoa Igarashi (JAP) 1.0 x Jake Marshall (USA) 10.70 x João Chianca (BRA) 12.83

Ethan Ewing (AUS) 6.20 x Kolohe Andino (USA) 4.30 x Lian O'brien (AUS) 6.06

Jack Robinson (AUS) 8.50 x Jadson Andre (BRA) 0.23 x Ezekiel Lau (HAW) 8.54

Italo Ferreira (BRA) 5.20 x Seth Moniz (HAW) 8.50 x Imaikalani deVault (HAW) 2.04

Filipe Toledo (BRA) 6.00 x Jackson Backer (AUS) 5.93 x Joshua Moniz (HAW) 1.50

Griffin Colapinto (USA) 9.84 x Barron Mamiya (HAW) 9.33 x Michael Rodrigues (BRA) 9.10

Caio Ibelli (BRA) 10.44 x Kelly Slater (USA) 8.60 x Carlos Munoz (CRC) 0.50

Jordy Smith (AFS) 10.66 x Connor O'leary (AUS) 9.27 x Maxime Huscenot (FRA) 1.96

Samuel Pupo (BRA) 6.50 x Matthew McGillivray (AFS) 6.46 x Rio Waida (IDN) 9.16

Callum Robson (AUS) 7.90 x Yago Dora (BRA) 2.13 x Ryan Callinan (AUS) 9.57

John John Florence (HAW) 10.00 x Gabriel Medina (BRA) 10.84 x Leonardo Fioravanti (ITA) 1.60

Elimination Round

Yago Dora conseguiu soltar seu surf e fez a maior somatória do dia, com 13.43 pontos e um belo full rotation. Jadson ficou pelo caminho, mas foi um guerreiro.

Confira os resultados da WSL Pipeline:

Kanoa Igarashi (JAP) 11.03 x Michael Rodrigues (BRA) 9.03 x Joshua Moniz (HAW) 8.87

Yago Dora (BRA) 13.43 x Maxime Huscenot (FRA) 8.27 x Imaikalani deVault (HAW) 4.33

Matthew McGillivray (AFS) 6.93 x Leonardo Fioravanti (ITA) 7.60 x Carlos Munoz (CRC) 7.14

Kolohe Andino (USA) 9.43 x Jadson Andre (BRA) 4.87 x Ian Gentil (HAW) 8.13

Visitante Ilustre

Próxima chamada do Billabong Pro Pipeline será dia 2 de fevereiro às 14h30.

 

Foto destaque: Reprodução/Pinterest/Gabriel Medina/John John Florence.