No dia 20 de novembro no Brasil é considerado o Dia Nacional da Consciência Negra. A data visa homenagear a cultura negra brasileira e a data faz referência ao dia em que Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares, o maior da história do Brasil, foi capturado e morto.

Pensando em homenagear os maiores nomes negros da história do esporte mundial, o Esportelândia criou um ranking com os 50 maiores atletas negros da história em todos os tempos.

Critérios para escolha dos maiores atletas negros da história

Escolhemos quatro quesitos para elencar os maiores atletas negros da história. Primeiramente, ser famoso mundialmente já é um quesito, já que automaticamente seus feitos terão dimensão global.

Logo, além da fama, seus títulos vão corroborar isso. Também consideramos suas ações na luta contra o racismo, lembrando que ao longo dos anos eles lutaram de maneiras diferentes contra o racismo.

Também pensamos em sua influência no esporte: se mudou sua modalidade ou abriu portas para outros jovens negros explorarem o esporte.

  1. Relevância mundial (fama)
  2. Conquistas (títulos)
  3. Ações na luta racial (posicionamento)
  4. Influência no esporte (mudou o esporte, fez uma nova era, antes e depois, abertura de portas)

Pontuação do ranking

Como são quatro quesitos, cada atleta será pontuado de 1 a 10 em cada item. A pessoa mais famosa, por exemplo, será a régua mais alta para o critério de relevância mundial e assim por diante.

Conheça os 50 maiores atletas negros da história

Muhammad Ali (Boxe)

Divulgação
Divulgação

Muhammad Ali é considerado o maior nome do boxe mundial. Além de ser reconhecido como um dos principais atletas do mundo esportivo no século XX, Ali é sempre lembrado pelo ativismo em prol dos direitos civis ao lado de grandes personalidades da época como Martin Luther King Jr.

Quando se trata da nobre arte, não há um pugilista que estufe o peito para tirar o título de rei de Muhammad Ali. Sua história vai além dos títulos mundiais no boxe.

Aos 18 anos, ganhou a medalha de ouro nos meio-pesados ​​nas Olimpíadas de 1960, antes de se tornar profissional. No ano seguinte, se converteu ao Islã e o nascido Cassius Marcellus Clay Jr. passou a se chamar Muhammad Ali. Para ele, seu nome era um “nome de escravo”, por isso a mudança.

Seu gesto ainda mais emblemático foi em 1966, quando se recusou a lutar na Guerra do Vietnã devido às suas crenças religiosas. Então, foi acusado de evasão ao recrutamento e perdeu seus títulos de boxe.

“Por que eles deveriam me pedir para vestir um uniforme e ir a 10 mil milhas de casa jogar bombas e balas sobre pessoas morenas no Vietnã, enquanto os chamados negros em Louisville são tratados como cães e negados como simples seres humanos direitos?”Muhammed Ali.

Dessa forma, ficou quase 4 anos sem lutar e perdeu um período de pico de desempenho como atleta. Entretanto, tornou-se um ícone e figura de orgulho racial de destaque para os afro-americanos durante o movimento pelos direitos civis e ao longo de sua carreira.

Ali cresceu em meio à segregação racial e sua mãe relembrou uma ocasião em que lhe foi negado beber água em uma loja:

Eles não lhe deram água por causa de sua cor. Isso realmente o afetou.

Mike Tyson, considerado um dos maiores nomes de todos os tempos do boxe, falou sobre o patamar que Muhammad Ali alcançara:

Sou vaidoso [risos], sei que sou ótimo, mas posso te contar uma coisa?Toda cabeça deve se inclinar, toda língua deve confessar: este [ Ali ] é o maior de todos os tempos.

Lewis Hamilton (Fórmula 1)

Divulgação
Divulgação

Lewis Hamilton destaca-se como defensor contra o racismo e promotor da diversidade no automobilismo. O piloto dedica boa parte de seu tempo a diversas causas nobres, como visitas a hospitais para crianças doentes.

Além de ser o maior vencedor da Fórmula 1 (7 títulos), ao lado de Michael Schumacher, tendo recordes de maior número de vitórias e pole positions na história da Fórmula 1.

“Quando penso na grandeza, só sei Ayrton Senna. Ele foi ótimo” – Lewis Hamilton.

Hamilton é uma referência global na luta contra o racismo e tantos outros projetos envolvendo caridade. Ele é o primeiro piloto negro a correr na Fórmula 1. Também se tornou o então mais jovem campeão mundial de Fórmula 1 de todos os tempos.

É creditado por promover a Fórmula 1 de forma global e atrair um público mais amplo fora do esporte, em parte devido ao seu estilo de vida de destaque, ativismo ambiental e social e façanhas na música e na moda.

“Pra mim é (o maior da história da Fórmula 1). Em termos de números, técnica, esforço e dedicação, o Hamilton é o maior piloto da história. Ele é um cruzamento de Schumacher com a Ayrton Senna. O Hamilton tem as duas valências: a obsessão do Schumacher por resultados e o talento do Senna” – Sérgio Maurício, narrador de Fórmula 1.

Bill Russell (Basquete)

Divulgação
Divulgação

Bill Russell era chamado de “O Senhor dos Anéis” não por acaso. A lenda do Boston Celtics é o mais vitorioso da principal liga de basquete do mundo, com 11 anéis da NBA. Ele é considerado um dos maiores nomes da história da NBA. Com ele, os Celtics estabeleceram um recorde de 8 campeonatos consecutivos de 1959 a 1966.

Ele foi 5x MVP da NBA, sendo um dos jogadores mais dominantes de sua época. Suas façanhas fizeram dele o primeiro jogador negro a alcançar o status de superstar na NBA, também sendo o primeiro técnico negro da NBA e o primeiro técnico negro da NBA a vencer um campeonato.

A vida de Russell foi marcada por uma difícil batalha contra o racismo e, inclusive, sua família precisou se mudar para escapar da intolerância diária. Mesmo sendo estrela no Celtics, isso não mudou. Ele já teve quarto negado em hotéis e restaurantes. Se tornou membro ativo no movimento Black Power apoiando Muhammad Ali e sua decisão de recusar a ir à Guerra do Vietnã.

Além de um craque das quadras, Russell era uma influente figura na luta pelos direitos civis na mesma época de Muhammad Ali e Martin Luther King Jr.

O sucesso é resultado da prática consistente de habilidades e ações vencedoras. Não há nada de milagroso no processo. Não há sorte envolvida – Bill Russel.

Simone Biles (Ginástica)

Divulgação
Divulgação

Embora ainda esteja em atividade, Simone Biles já mostrou que ficará marcada na história como não apenas um grande nome do esporte, mas principalmente como influenciadora em aspectos mentais e sociais.

A americana já acumula medalhas de ouro nas mais importantes competições e soma ainda a sua vasta galeria de conquistas uma honraria de diamante no que tange ao debate da saúde mental e direitos civis.

Ela ganhou mais medalhas em Campeonatos Mundiais de Ginástica do que qualquer outra pessoa. Biles é conhecida por executar habilidades extraordinariamente difíceis.

Sua rotina de salto de 2023 e de solo de 2019 são as mais difíceis já realizadas na ginástica artística feminina. Simone Biles tem, inclusive, 5 manobras/movimentos na ginástica batizados com seu nome:

  • Biles I no cavalo;
  • Biles II no cavalo;
  • Biles na trave;
  • Biles I no solo;
  • Biles II no solo.

Também se destacou por fazer uma pausa na carreira em seu auge para cuidar de sua saúde mental, acendendo um debate histórico sobre a importância de um psicólogo esportivo nas equipes esportivas:

Eu digo para colocar a saúde mental em primeiro lugar. Se você não fizer isso, não vai gostar do seu esporte e não terá tanto sucesso quanto deseja.

Às vezes, não há problema em ficar de fora das grandes competições para se concentrar em si mesmo, porque isso mostra o quão forte você é como competidor e como pessoa – em vez de apenas lutar contra isso – Simone Biles.

Usain Bolt (Atletismo)

Divulgação
Divulgação

Usain Bolt é um ex-velocista jamaicano reconhecido como o maior de todos os tempos. Ele ostenta os recordes mundiais dos 100 metros, 200 metros e revezamento 4 × 100 metros, sendo 11x campeão mundial.

Vencedor de oito medalhas de ouro olímpicas, Bolt é o único velocista a conquistar o ouro nos 100 m e 200 m em três Olimpíadas consecutivas (2008, 2012 e 2016). Além disso, conquistou duas medalhas de ouro no revezamento 4 × 100.

De fato, Bolt não é tão ativo quanto outras personalidades do mundo esportivo em geral quando se trata de direitos civis, mas seu sucesso no esporte e defesa em casos de injustiça racial já ocorridos o tornam uma importante figura histórica.

Quero estar entre os grandes Muhammad Ali e Pelé – Usain Bolt.

É o homem mais rápido da história, sendo a primeira pessoa a correr os 100 metros abaixo dos 9,58 segundos (equivalente a 37,58 km/h). Subtraindo seu tempo de reação de 0,148 segundo, seu tempo é de 9,44 segundos, perfazendo sua velocidade média de 38,18 km/h.

A velocidade máxima atingida por Usain Bolt, com base em seu tempo parcial de 1,61 s segundos para os 20 metros das marcas de 60 a 80 metros (feito durante o recorde mundial de 9,58 segundos nos 100 metros), é de 12,42 metros por segundo, o equivalente a 44,72 km/h.

É também o 2º mais rápido, com 9,63 segundos. Já nos 200 metros, é recordista mundial com 19,19 segundos (isso seria como se tivesse corrido cada 100 metros a 9,595 segundos, o que seria o segundo tempo mais rápido nos 100 metros.

Bolt conquistou 19 recordes mundiais do Guinness e, depois de Michael Phelps , detém o segundo maior número de recordes mundiais acumulados do Guinness em número total de conquistas e vitórias em esportes.

Ele é o homem que impõe seu estilo. É uma lenda. Eu fui o mestre do futebol, ele é o mestre da nova geração – Pelé sobre Usain Bolt.

Kareem Abdul-Jabbar (Basquete)

Divulgação
Divulgação

Kareem Abdul-Jabbar é uma lenda da NBA, mas também é reconhecido pelo seu importante papel nos direitos civis. Em 1967, Abdul-Jabbar foi o único atleta universitário a participar do Cleveland Summit, uma reunião de atletas negros proeminentes que se reuniram em apoio à recusa de Muhammad Ali em lutar na Guerra do Vietnã.

Nascido Ferdinand Lewis Alcindor Jr., trocou seu nome aos 24 anos, em 1971, quando se tornou muçulmano, assim como Muhammad Ali.

A adoção de um novo nome foi uma extensão da minha rejeição a todas as coisas na minha vida que se relacionassem com a escravização da minha família e do meu povo.

Meus antepassados ​​eram da atual Nigéria. Manter o nome do senhor de escravos ‘dono' da minha família parecia de alguma forma desonrá-los. Seu nome parecia uma cicatriz de vergonha.

Foi 6x MVP da NBA, 19x All-Star da NBA e 11 vezes selecionado para o time All-Defensive da NBA. Ele foi 6x campeão da NBA como jogador e mais duas como assistente técnico, além de ter ganhado 2x o MVP das Finais da NBA.

Isso tudo o coroa amplamente como um dos maiores jogadores de todos os tempos, sendo recordista de pontos da NBA de 1984 até 2023, quando LeBron James o passou.

Posso fazer outra coisa além de colocar uma bola no aro. Meu maior recurso é minha mente – Kareem Abdul-Jabbar.

Kobe Bryant (Basquete)

Divulgação
Divulgação

Kobe Bryant é aclamado como um dos maiores e melhores jogadores que já passaram pela NBA. Um grande líder em quadra e que também se posicionava quando necessário fora dela. Lutou ativamente contra o rascimo, principalmente pelo exemplo dentro de quadra.

Bryant foi considerado um dos jogadores mais completos da história da NBA, sendo o quarto maior artilheiro da história da liga e o primeiro a ter pelo menos 30 mil pontos e 6 mil assistências.

Bryant venceu 5x a NBA e foi 18 vezes All-Star. Foi MVP da NBA em 2008 e duas vezes MVP das Finais da NBA. Também foi o cestinha da NBA duas vezes, em 2006 e 2007. Kobe foi exaltado por diversos especialistas:

Um dos maiores jogadores da história do nosso jogo – Adam Silver, comissário da NBA.

Uma das carreiras mais condecoradas da história do esporte – The New York Times.

Indiscutivelmente o melhor jogador de sua geração – Reuters.

É amplamente reconhecido por ter uma das mentalidade mais inabaláveis da história do esporte. Inclusive, explicou isso em seu livro, The Mamba Mentality: How I Play. Bem como era um filantropo e ativista dos direitos dos negros, tendo sofrido racismo na Itália, onde fora criado.

“É sempre uma questão de educação e compreensão de que o racismo é algo que faz parte da nossa cultura há algum tempo. Mesmo que já tenhamos percorrido um longo caminho, ainda há muito a ser feito e acho que a educação é sempre a coisa mais importante.

Mike Tyson (Boxe)

Divulgação
Divulgação

Mike Tyson é considerado um dos maiores boxeadores pesos-pesados de todos os tempos. Tyson foi o campeão mundial peso-pesado indiscutível de 1987 a 1990.

Ele foi o pioneiro em deter simultaneamente os títulos da WBA, WBC e IBF, sendo o único peso-pesado a unificá-los sucessivamente.

Diferente da postura mais voltada para o lado social de Ali, Tyson se destaca muito pelo seu sucesso no esporte. Apesar das polêmicas extra-ringues, esportivamente foi um dos maiores de todos os tempos.

Tyson também foi o boxeador mais jovem a ganhar o título dos pesos-pesados. Ganhou fama por seu estilo feroz e intimidante, sua porcentagem de nocaute para vitória era de 88%.

Talvez o lutador mais feroz a entrar em um ringue profissional – Sky Sports.

Em seu auge, Tyson raramente dava um passo para trás e nunca havia sido derrubado ou seriamente desafiado. Por ser um personagem extremamente complexo dentro e fora dos ringues, ganhou fama mundial e adoração do público, estrelando filmes, games e se tornando um ícone da cultura popular.

Eu era o mestre da dança e não era tão poderoso. Mas eu fui tão rápido… Se ele me bater… [faz sinal de que adormeceria]. [Mas] Isso se ele me pegasse. Ele pode ser modesto, humilde e gentil, mas esse homem é ótimo e não sei o que teria acontecido se ele me batesse – Muhammad Ali.

Pelé (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Além de desempenhar o papel de embaixador, Pelé dedicou seu apoio a diversas causas beneficentes ao longo de sua vida, incluindo Action for Brazil's Children, Gols Pela Vida, SOS Children's Villages, The Littlest Lamb, Prince's Rainforests Project, entre outras.

Em 2016, Pelé promoveu um leilão de mais de 1600 itens, parte de uma coleção acumulada ao longo de décadas, arrecadando cerca de R$ 21 milhões para a caridade.

No ano de 2018, Pelé inaugurou sua própria instituição beneficente, a Fundação Pelé, com a missão de capacitar crianças empobrecidas e marginalizadas em todo o mundo.

Ou seja, além de ser amplamente considerado o maior jogador de todos os tempos, ter feito mais de 1 mil gols (1.279 gols em 1.363 jogos), vencido 3x a Copa do Mundo com a Seleção Brasileira e 2x a Libertadores da América e o Mundial de Clubes com o Santos, seus feitos ultrapassaram o esporte.

Pelé foi o único jogador de futebol que ultrapassou os limites da lógica – Johan Cruyff.

Pelé se tornou sinônimo de habilidade, sendo a primeira celebridade do futebol reconhecida no mundo todo. Certa vez, um repórter perguntou se sua fama se comparava à de Jesus, Pelé brincou: “Há partes do mundo onde Jesus Cristo não é tão conhecido”.

Pelé é o maior jogador de todos os tempos. Ele reinou supremo por 20 anos. Não há ninguém que se compare a ele – Franz Beckenbauer.

O maior jogador da história foi Di Stéfano. Recuso-me a classificar Pelé como jogador. Ele estava acima disso – Ferenc Puskás.

Quando vi Pelé jogar, senti que deveria pendurar as chuteiras – Just Fontaine.

Pelé era o jogador mais completo que já vi, ele tinha tudo. Dois pés bons. Magia no ar. Rápido. Poderoso. Poderia vencer as pessoas com habilidade e velocidade. Tinha apenas um 1,85 m de altura, mas parecia um atleta gigante em campo. Equilíbrio perfeito e visão impossível. Ele era o maior porque podia fazer tudo e qualquer coisa em um campo de futebol. Lembro-me do João Saldanha, o treinador, sendo questionado por um jornalista brasileiro quem era o melhor goleiro do seu elenco. Ele disse: “Pelé”. O homem podia jogar em qualquer posição – Bobby Moore.

Pelé é o maior jogador da história do futebol e só haverá um Pelé – Cristiano Ronaldo.

Michael Jordan (Basquete)

Divulgação
Divulgação

Michael Jordan, aclamado como o maior jogador de basquete de todos os tempos pela NBA, teve uma carreira de sucesso com os Chicago Bulls, ganhando seis campeonatos. Foi um dos times mais lendários da história da NBA e foi o grande responsável pela popularização do basquete globalmente.

É Deus disfarçado de Michael Jordan – Larry Bird.

Seu impacto no basquete é extremamente assombroso, se tornando um ícone do esporte e na cultura pop, integrando filmes, séries e games, além de ser um exímio empresário de sucesso.

Sempre colocou seu lado competitivo e sua vontade de vencer acima de tudo. E isso não era apenas em quadra, pois tudo que se propunha a fazer queria vencer, seja nas cartas ou no cara ou coroa.

Eu jogo para vencer, seja durante o treino ou em uma partida de verdade. E não vou deixar nada entrar no meu caminho e do meu entusiasmo competitivo para ganhar – Michael Jordan.

Além de sua contribuição para o basquete, ele se destacou em atividades beneficentes, organizando torneios de golfe e fazendo doações significativas.

Sua generosidade já incluiu compromissos financeiros substanciais para escolas, organizações de caridade e clínicas médicas.

Em resposta a morte de George Floyd em 2020, Jordan e sua marca se comprometeram a doar cerca de R$ 485 milhões ao longo de 10 anos para promover igualdade racial, justiça social e acesso à educação.

LeBron James (Basquete)

Divulgação
Divulgação

Com mentalidades distintas, mas que seguem certas linhas de pensamentos, Lebron e Kobe praticamente conversavam dentro e fora de quadra.

O tetracampeão da NBA é uma voz ativa para os jovens na equipe, campeonato e toda uma comunidade que reconhece o natural de Akron como uma influente voz na busca de melhores condições civis.

Além do lado social, LeBron James contribuiu significativamente com a popularização do basquete na era digital, sendo uma celebridade também fora das quadras e um dos atletas mais bem pagos do mundo.

Ele é frequentemente comparado a Michael Jordan. Também é o mais pontuador da história da NBA com quase 40 mil pontos feitos, tendo superado Kareem Abdul-Jabbar em 2023.

Além disso, ganhou a NBA em quarto oportunidades, foi MVP por 4 vezes e MVP das Finais outras 4 vezes. Já ganhou a NBA por três times diferentes: Miami Heat, Cleveland Cavaliers e Los Angeles Lakers.

Nunca vi um jogador capaz de dominar um jogo como LeBron James. Ele nem sempre precisa marcar. Ele faz jogadas para outros caras. Mas quando o jogo está em jogo e você precisa de um arremesso, ele fará essa jogada – Scottie Pippen.

Floyd Mayweather Jr. (Boxe)

Divulgação
Divulgação

Floyd Mayweather Jr. é conhecido por falar o que pensa e não tem problema em responder ou se posicionar quando entende que é o certo a se fazer. Isso fez dele uma figura amada e odiada pelo público, mas extremamente vencedora. Ele sempre provou muito seus rivais.

Se você luta com raiva, você comete muitos erros, e quando você luta contra um lutador esperto e espirituoso como eu, você não pode cometer erros – Floyd Mayweather Jr.

Dono de um cartel perfeito (50 – 0), o pugilista contruiu uma das maiores carreiras que a nobre arte já viu em termos de números. Antes de ser profissional, ganhou medalha de bronze nas Olimpíadas de 1996, em Atlanta.

Frequentemente é apontado como o maior lutador de boxe de todos os tempos, rivalizando com Muhammad Ali e Mike Tyson, sendo o único dos três que nunca foi derrotado.

Acho que eu realmente chutaria o traseiro de Floyd em uma briga de rua. Nem seria páreo. Mas provavelmente se eu fosse do tamanho dele no ringue, ele me superaria. Ele tem uma técnica muito boa para seu estilo, ele é realmente ótimo no que faz – Mike Tyson.

Apesar de viver uma vida extremamente luxuosa em frente às câmeras e nas redes sociais, Floyd Mayweather atua nos bastidores na luta contra o racismo e também é um grande filantropo.

O astro sempre doou rios de dinheiros para entidades que cuidam de crianças carentes, moradores de rua, mulheres de baixa renda e tem vários projetos ligados ao esporte. Desde 2007 tem sua própria instituição de caridade que leva seu nome.

Há comentários de que ele, McGregor, é muito falante e as pessoas gostam, mas quando faço o mesmo, sou rotulado de ‘metido' e ‘arrogante'. Isso é bastante parcial! Como mencionei anteriormente, o racismo ainda persiste no boxe – Floyd Mayweather Jr.

Anderson Silva (MMA)

Divulgação
Divulgação

Um dos brasileiros mais influentes do MMA e amplamente considerado um doa maiores artistas marciais de todos os tempos.

Anderson Silva construiu uma carreira de sucesso em algumas das principais organizações de sua geração, sendo o UFC foi a principal delas, onde o “Spider” se consagrou como maior nome da divisão dos médios.

O lutador mais emocionante do UFC em sua época. Ninguém estava nem perto dele. Ele era único! Como se estivesse em outro nível.  É um Muhammad Ali que usa chutes, cotovelos e joelhos. Era um dos meus lutadores favoritos de assistir – Khabib Nurmagomedov.

Anderson detém o recorde de reinado de título mais longo da história do UFC, com 2.457 dias. Isso começou em 2006 e terminou em 2013 e incluiu um recorde do UFC de 16 vitórias consecutivas nesse período, que totalizou 17 vitórias seguidas na carreira.

Inquestionável GOAT dos médios – MMA Fighting.

Anderson Silva foi o grande responsável pelo popularização do MMA no Brasil no início dos anos 2010. Isso por que já era campeão do UFC e iria enfrentar outro brasileiro, até mais famoso que ele no Brasil, Vitor Belfort.

A luta tomou áreas de histórica no Brasil e para boa parte dos brasileiros foi o divisor de águas do MMA no país, principalmente pelo nocaute épico de Anderson em Vitor. Após a luta, o esporte se tornou um dos que mais crescem no Brasil.

Eu posso dizer que o meu estilo de luta é quase como uma cópia original do Muhammad Ali – Anderson Silva.

Anderson Silva não é do tipo de atleta que costuma ou gosta de se envolver em polêmicas. Também não é de seu feitio opinar sobre causas sociais ou políticas, mas por ser pobre e negro já sofreu na pele todo tipo de preconceito. Entretanto, preferiu sempre mostrar seu valor em atitudes dentro dos octógonos.

Ser negro, vir de baixo e chegar onde eu cheguei… Você acaba ficando com um alvo nas costas. Quando você não se posiciona, você sofre ataque de todos os tipos, como: ‘ah você é negro e vive como um branco' – Anderson Silva.

Jon Jones (MMA)

Divulgação
Divulgação

O americano Jon Jones é considerado o grande nome do UFC e MMA para muitos. Foi campeão dos meio-pesados mais dominantes da história da organização e assombrou o mundo do MMA. Recentemente migrou para a categoria dos pesos-pesados e voltou a reinar.

Jones se tornou o mais jovem campeão da história do UFC aos 23 anos. Também detém muitos recordes do UFC na divisão dos meio-pesados, incluindo o maior número de defesas de título, vitórias e sequência invicta.

Jon Jones também é um atleta que não se posiciona fortemente no movimento anti-racismo, apesar de ter sua área esportiva como principal fonte de mostrar o poder dos negros. Já sofreu discriminação racial de um policial, mas resolve estas questões sempre discretamente.

Acho que minha confiança ofende muitas pessoas, mas acho que as pessoas deveriam aprender com ela e se inspirar nela, em vez de considerá-la ofensiva – Jon Jones.

Ronnie Coleman (Fisiculturismo)

Divulgação
Divulgação

Ronnie Coleman é um dos principais nomes do esporte ao lado de Arnold Schwarzenegger, Lee Haney, entre outros. Coleman é o maior campeão do Mr. Olympia ao lado de Lee Haney com oito títulos.

Coleman não é um dos atletas mais ativos quando se trata de direitos civis, mas se posiciona quando necessário, tendo inclusive revelado momentos de dificuldade quando pequeno com sua mãe por conta de preconceito racial.

Musculação é construir seu corpo. Se você faz isso para manter seus níveis de condicionamento físico, escalar o Everest, correr a maratona ou ser um fisiculturista competitivo, depende de você – Ronnie Coleman.

Ronnie recebeu uma grande homenagem em 2021. Após mencionar sua falecida mãe, Coleman parecia emocionado.

A multidão irrompeu em uma ovação de pé, com cânticos de “Ronnie, Ronnie” enchendo o salão de baile Batelle Grand. Passaram-se alguns breves momentos, e “O Rei” conseguiu se recompor.

Eu tinha visto Arnold dar este prêmio a outras pessoas ao longo dos anos, e pensei comigo mesmo, ‘Eu vou conseguir isso um dia', e aqui estou.

Esta é uma dos maiores honras da minha vida. Mamãe, eu recebi o Prêmio de Realizações da Vida. – disse Coleman em seu discurso de agradecimento.

Tiger Woods (Golfe)

Divulgação
Divulgação

Tiger Woods é uma lenda do esporte. Amplamente reconhecido como o principal nome do golfe de sua geração e um revolucionário na arte de performar no golfe.

Tiger Woods já foi criticado por evitar se posicionar em movimentos em prol dos direitos civis, mas seu sucesso no esporte o torna uma das grandes referências no mundo esportivo.

Conquistas na carreira de Tiger Woods

Woods triunfou em 82 eventos oficiais do PGA Tour, empatando com Sam Snead, e liderando com nove vitórias à frente de Jack Nicklaus, que possui 73 conquistas.

Ele acumula 15 títulos de majors, sendo o segundo de todos os tempos, ficando atrás dos 18 de Jack Nicklaus.

Woods ostenta o recorde de maiores ganhos na carreira de qualquer jogador no PGA Tour, mesmo após a consideração da inflação.

Ele faz parte do seleto grupo de cinco jogadores, junto com Gene Sarazen, Ben Hogan, Gary Player e Jack Nicklaus, a vencer os quatro principais campeonatos profissionais, conhecido como Grand Slam de Carreira, sendo o mais jovem a alcançar tal feito.

Woods é o único a conquistar os quatro principais campeonatos profissionais consecutivamente, realizando esse feito nas temporadas 2000–2001, conhecido como “Tiger Slam”.

Woods foi eleito Jogador do Ano do PGA em incríveis onze ocasiões, repetindo esse feito como Jogador do Ano do PGA Tour.

Além disso, liderou a PGA Tour em ganhos em dinheiro por um recorde de dez vezes e conquistou o Troféu Vardon em nove ocasiões.

Woods também recebeu o Prêmio Byron Nelson em um notável total de nove vezes.

Talento é algo com o qual você nasce, e habilidade é algo que você desenvolve. 99% do que você precisa para ter sucesso no golfe são habilidades. – Tiger Woods

Stephen Curry (Basquete)

Divulgação
Divulgação

Stephen Curry faz parte de grupos da NBA que frequentemente aparecem em apoio aos direitos civis.

O astro do Golden State Warriors já conquistou quatro títulos da NBA e segue em alto nível, possibilitando a busca por mais conquistas.

Conquistas de Stephen Curry

Curry acumula 14 temporadas com os Warriors na NBA, conquistando quatro títulos da NBA, dois prêmios de MVP da NBA, MVP das Finais da NBA e do Jogo das Estrelas da NBA. Foi nomeado o primeiro MVP das Finais da Conferência Oeste da NBA.

Com dois títulos de cestinha, nove participações no All-Star da NBA e nove seleções para a All-NBA (quatro no Primeiro Time), Curry também possui duas medalhas de ouro na Copa do Mundo da FIBA como integrante da seleção masculina dos EUA.

Eu quero praticar até o ponto em que é quase desconfortável o quão rápido você atira, para que, no jogo, as coisas meio que desacelerem. – Stephen Curry

Jesse Owens (Atletismo)

Divulgação
Divulgação

Jesse Owens enfrentou com sucesso o preconceito racial por meio de suas conquistas esportivas.

Nos Jogos Olímpicos de Verão de 1936, realizados em Berlim, na Alemanha Nazista, ele brilhou ao conquistar quatro medalhas de ouro nos 100 metros rasos, 200 metros rasos, salto em distância e revezamento 4×100 metros.

Todos nós temos sonhos. Mas para tornar os sonhos realidade, é preciso muita determinação, dedicação, autodisciplina e esforço. – Jesse Owens.

Owens foi o pioneiro ao alcançar quatro ouros em uma única Olimpíada. Descendente de escravizados, ele desafiou as ideias de Hitler ao subir ao pódio, mas seu ativismo não foi extensivamente reconhecido.

As batalhas que realmente importam não são aquelas por medalhas de ouro. As lutas dentro de si mesmo – as batalhas invisíveis e inevitáveis dentro de todos nós – é aí que tudo acontece. – Jesse Owens.

Serena Williams (Tênis)

Divulgação
Divulgação

Serena Williams é considerada por muitos como a maior tenista da história. Dona de múltiplas conquistas no tênis, a estadunidense é uma voz ativa em prol dos direitos civis durante e após encerrar sua vitoriosa carreira.

Conquistas de Serena Williams

  • Serena Williams possui um recorde de 13 títulos individuais de Grand Slam em quadras duras.
  • Detém o recorde da Era Aberta de mais títulos femininos no Aberto da Austrália (7) e compartilha o recorde no Aberto dos Estados Unidos (6).
  • Possui os recordes de mais vitórias individuais femininas em torneios de Grand Slam (367) e mais títulos após os 30 anos (10).
  • Única tenista, homem ou mulher, a vencer três dos quatro Grand Slams pelo menos 6 vezes e pentacampeã do WTA Tour Championships em simples.
  • Nas duplas, as irmãs Williams têm o terceiro maior número de títulos de Grand Slam, sendo as únicas tenistas com quatro medalhas de ouro olímpicas (três em duplas e uma em simples).
  • Conquistaram o ouro olímpico no mesmo evento em três ocasiões, sendo as únicas mulheres da Era Aberta a vencer nas categorias de simples e duplas.
  • Em 2012, Serena se tornou a terceira jogadora a conquistar ouro olímpico em simples e duplas no mesmo evento, seguindo Helen Wills Moody (1924) e Venus Williams (2000).
  • Serena Williams é a única, homem ou mulher, a alcançar o Career Golden Slam em ambas as categorias, simples e duplas.

Eu não gosto de perder – em nada – no entanto, eu cresci mais com as derrotas do que com as vitórias. – Serena Williams

Neymar (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Aos 18 anos, Neymar fez sua estreia pelo Brasil e desde então se tornou o maior artilheiro da seleção, marcando 79 gols em 128 partidas.

Segundo relatos, Neymar contribui com 10% de sua renda para sua igreja, tendo Kaká como referência religiosa.

Anualmente, o jogador organiza uma partida beneficente em parceria com seu colega brasileiro Nenê, na cidade natal de Nenê, Jundiaí, com o objetivo de arrecadar alimentos para famílias necessitadas.

Só quero ser melhor a cada dia, melhorar a cada dia, não ser melhor do que ninguém. – Neymar

Ronaldinho Gaúcho (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Amplamente reconhecido como um dos maiores jogadores de todos os tempos, Ronaldinho Gaúcho conquistou dois prêmios FIFA World Player of the Year e uma Ballon d'Or.

Ronaldinho é o único jogador a ter vencido uma Copa do Mundo, uma Copa América, uma Copa das Confederações, uma Liga dos Campeões, uma Copa Libertadores e um Ballon d'Or.

O meu sonho é o de seguir a trajetória de grandes jogadores do passado como Pelé, Maradona e Beckenbauer, de vencer o maior número possível de títulos e de ser recordado como um dos jogadores que fez grandes coisas no futebol. – Ronaldinho Gaúcho

Carl Lewis (Atletismo)

Divulgação
Divulgação

Carl Lewis não é conhecido por participações na luta contra o racismo em comparações com outras personalidades, mas seu sucesso em Olimpíadas o colocam como um dos maiores do atletismo mundial

Lewis conquistou nove medalhas de ouro olímpicas, destacou-se da concorrência por muitos motivos.

Ele dominou em vários eventos: os 100 metros rasos, os 200 metros rasos e o salto em distância.

E ele dominou esses eventos por períodos significativos, conquistando quatro medalhas de ouro consecutivas no salto em distância.

Você precisa liberar sua mente para fazer coisas que você não pensaria em fazer. Nunca diga não. – Carl Lewis

Marta (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Além de ser amplamente considerada a rainha do futebol feminino, Marta é também uma importante voz na luta pelos direitos civis e esportivos.

A brasileira frequentemente aproveita a platoforma construida ao longo de uma vitoriosa carreira que conta com seis prêmios de Melhor Jogadora do Mundo, para incentivar a igualdade em salários e oportunidades no futebol feminino.

Conquistas de Marta

  • Marta é considerada a melhor jogadora de futebol feminino da história, com 6 prêmios do FIFA The Best.
  • Além de representar o Brasil em Copas do Mundo e Olimpíadas, Marta liderou a Seleção para duas medalhas de prata olímpicas (2004 e 2008).
  • A atacante também venceu a Liga dos Campeões da UEFA, conquistou 10 títulos de ligas diferentes e detém o recorde de mais gols marcados na Copa do Mundo Feminina, com 17 gols.
  • O que a destaca, no entanto, vai além das estatísticas, incluindo sua paixão, determinação, habilidade em campo e esforços para elevar o desempenho de sua equipe.

Mas a razão pela qual o futebol feminino ainda é desconhecido é porque não está na televisão e não é amplamente divulgado para a grande maioria das ligas no mundo. – Marta

Magic Johnson (Basquete)

Divulgação
Divulgação

Magic Johnson marcou época ao duelar com o Boston Celtics de Larry Bird entre os anos 1970 e 1980.

No entanto, a lenda do Los Angeles Lakers é também reconhecido por ser uma bandeira na conscientização e prevenção da AIDS/HIV, além de ter uma fundação de inclusão social.

Conquistas de Magic Johnson

  • Um dos vários jogadores na história da NBA a ter médias de pelo menos 22,5 pontos, 12 assistências e 6 rebotes em uma temporada. Ele alcançou esse feito duas vezes, em 1987 e 1989.
  • Um dos cinco jogadores na história da NBA a vencer campeonatos da NCAA e NBA em anos consecutivos. Inclui Bill Russell, Henry Bibby, Christian Braun e Billy Thompson.
  • Um dos seis jogadores na história da NBA a registrar um triplo-duplo em um jogo decisivo das Finais da NBA (1982 e 1985). Inclui Larry Bird (1986), James Worthy (1988), Tim Duncan (2003), LeBron James (2012 e 2016) e Draymond Green (2015).
  • Um dos quatro jogadores na história da NBA a registrar um triplo-duplo em sua estreia nos playoffs. Inclui Johnny McCarthy, LeBron James e Nikola Jokic.
  • Um dos dois jogadores na história da NBA a alcançar 20+ assistências em pelo menos 30 jogos: realizou isso 32 vezes. Inclui John Stockton, que realizou esse feito 38 vezes.
  • Único jogador na história da NBA a vencer o prêmio de Jogador Mais Valioso das Finais da NBA em sua temporada de estreia.

Na vida, ganhar e perder são inevitáveis. O que nunca é aceitável é desistir. – Magic Johnson

Garrincha (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Garrincha foi o grande nome da Copa de 1962, ajudando o Brasil a conquistar o bicampeonato mundial.

O craque não era uma personalidade muito ativa na luta pelos direitos civis, mas nunca escondeu que sofria com o racismo.

A bola é como uma mulher. Você deve cortejá-la, ser gentil com ela.

Se você for, ela sempre voltará para você. Ela sempre desejará estar próxima. – Garrincha

Shaquille O'Neal (Basquete)

Divulgação
Divulgação

Shaquille O'Neal foi um dos basqueteiros mais dominantes que o jogo já viu. Com um porte físico que distoava dos demais, Shaq fez história durante seu assustador auge com a camisa do Los Angeles Lakers, deleitando o publico com sua marcante parceira com Kobe Bryant.

Conquistas de Shaquille O'Neal

  • 4× Campeão da NBA: 2000, 2001, 2002, 2006
  • 3× MVP das Finais da NBA: 2000, 2001, 2002
  • Jogador Mais Valioso da NBA: 2000
  • Calouro do Ano da NBA: 1993
  • 2x Campeão de Pontos da NBA: 1995, 2000
  • 3× MVP do Jogo das Estrelas da NBA: 2000, 2004, 2009
  • 15× All-Star da NBA: 1993, 1994, 1995, 1996, 1997, 1998, 2000, 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009

Minha precisão de 40 por cento na linha de lance livre é apenas a maneira de Deus dizer que ninguém é perfeito.

Se eu acertasse 90 por cento do tempo, simplesmente não seria certo. – Shaquille O'Neal

Venus Williams (Tênis)

Divulgação
Divulgação

Assim como sua irmã Serena, Venus Williams é considerada uma das melhores que o tênis feminino já viu.

Ambas faziam duplas em torneios importantes e marcaram o esporte como nunca antes. Venus segue a mesma linha de pensamento na luta pelos diretos civis.

Antiga número 1 do mundo tanto em simples quanto em duplas, Williams conquistou sete títulos individuais de Grand Slam, cinco em Wimbledon e dois no US Open.

Ela é amplamente considerada uma das maiores tenistas de todos os tempos.

Algumas pessoas dizem que eu tenho uma atitude – talvez eu tenha.

Mas acredito que você tem que ter. Você tem que acreditar em si mesmo quando ninguém mais acredita – isso já faz de você um vencedor. – Venus Williams

Vinicius Junior (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Vinicius Junior protesta frequentemente sobre direitos civis. A luta racial tem sido uma situação constante na Espanha.

Vinicius ganha as manchestes a cada conquista relevante a nível esportivo com o Real Madrid ou Seleção Brasileira, mas os ataques raciais contra o jogador tem sido outra parte importante do vitorioso caminho que o brasileiro constroi a cada partida.

O camisa 7 do Real Madrid inclusive recebeu o Socrates Award 2023 em reconhecimento a sua luta constante contra o racismo.

George Weah (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Primeiro e único atleta africano eleito melhor do mundo, George Weah é um dos nomes mais importantes do futebol mundial quando se trata de negros de sucesso. Weah contribui com doações, participações em projetos pelo mundo e seu país.

Apesar de sua nobre atitude, o ex-jogador sofreu com ataques racistas no ápice de sua carreira ao ganhar a Bola de Ouro.

Jamais me orgulhei do prêmio Bola de Ouro. Desde a conquista, tenho enfrentado o racismo na Europa. Lembro-me da manchete estampada na primeira página da La Gazzetta dello Sport no dia seguinte: ‘E, ah, o negro leva o ouro'.

Mesmo dentro do Milan, zombavam de mim e da África, repetindo constantemente: ‘Você vendeu (o prêmio) para comprar pão para eles (povo africano)'. Drogba conquistou tudo com o Chelsea, Eto'o levou todos os títulos com o Barça e a Inter, mas deram ouro a eles? Não! Por quê? Porque lhes falta a humanidade para reconhecer os méritos dos negros africanos!

A Bola de Ouro não é concedida aos melhores. O verdadeiro ouro é ser uma pessoa de bom coração que não magoa os sentimentos dos outros. A verdade é que eles são proprietários do racismo, mas não da humanidade!

+ Conheça os 10 melhores jogadores africanos da história

Liliam Thuram (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Liliam Thuram marcou época na Seleção Francesa e em grandes temporadas por clubes no mundo. Com o fim da vitoriosa carreira no futebol, Thuram atua como embaixador da UNICEF.

Além disso, é autor de obras sobre o tema do racismo e lidera uma fundação dedicada ao combate contra o preconceito.

Em 2008, Thuram fundou a Fundação Thuram, uma organização sem fins lucrativos que se concentra na promoção da educação, diversidade e igualdade de oportunidades. A fundação tem como objetivo combater a discriminação e capacitar comunidades marginalizadas

Os jogadores de futebol podem ser como artistas quando a mente e o corpo estão trabalhando como um só.

É o que Miles Davis faz quando toca free jazz – tudo se une em um momento intenso que é belo. – Liliam Thuram

Cafu (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Amplamente considerado um dos maiores laterais da história do futebol, Cafu construiu uma carreira vitoriosa.

Durante e após sua jornada como profissional no futebol, o bicampeão mundial pela Seleção Brasileira nunca demonstrou problema em falar sobre a questão do racismo no esporte.

Tudo o que tenho, devo a Jardim Irene. Quero que as crianças me vejam lá, que estou dando atenção a elas, para que possam ter um bom exemplo. – Cafu

Formiga (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Dona de uma das carreiras mais longevas na história do futebol e mundo esportivo, Formiga é uma lenda da Seleção Brasileira, além de ter papel importante como ativista contra o racismo e homofobia.

  • Ela é a única jogadora de futebol a participar de sete Copas do Mundo, encerrando sua carreira internacional com 234 partidas ao longo de 26 anos.
  • Estabeleceu um recorde notável entre brasileiros, independentemente do gênero.
  • Além do São Paulo, contribuiu para clubes profissionais na Suécia, nos Estados Unidos e na França.

Romário (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Dono de uma carreira histórica no futebol mundial, Romário marcou época em alguns dos maiores clubes europeus.

Além disso, foi o principal nome do tetracampeonato mundial da Seleção Brasileira em 1994.

Romário não participa constantemente em movimentos contra o racismo, mas não deixa de falar sobre quando perguntado.

Atacantes são egoístas, individualistas. Temos que ser. – Romário

Deus me criou para alegrar as pessoas com meus gols. – Romário

Tim Duncan (Basquete)

Divulgação
Divulgação

Tim Duncan é considerado um dos maiores atletas da história da NBA. 5x campeão da NBA pelo San Antonio Spurs, é um dos alas-pivôs mais condecorados da liga, estando no Hall da Fama da NBA.

Bom, melhor, melhor ainda. Nunca descanse. Até que o seu bom seja melhor e o seu melhor seja o melhor. – Tim Duncan

Rebeca Andrade (Ginástica)

Divulgação
Divulgação

Rebeca Andrade é uma ginasta brasileiro campeã olímpica em Tóquio 2021 e bicampeão mundial no salto em 2021 e 2023, além de campeã geral em 2022.

Foi a primeira ginasta brasileira a receber medalha em Jogos Olímpicos e é apenas a segunda brasileira a conquistar medalha de ouro em Campeonatos Mundiais de Ginástica Artística.

Rebeca não só leva uma luta contra o racismo no peito, como contra os pobres, ao eternizar nos Jogos Olímpicos a música Baile de Favela, de MC João.

Sadio Mané (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Sadio Mané é um jogador de futebol de Senegal, considerado um dos maiores de sua geração e um dos grandes atletas africanos da história.

É extremamente ativo na ajuda da criação de escolas, hospitais, postos de gasolina, estação de correios, fornecimento de computadores e serviço de internet em Senegal.

A primeira vez que assisti a um jogo da Copa do Mundo foi em 2002. Foi a primeira vez que Senegal se classificou para a Copa do Mundo, e foi um momento incrível que nunca esquecerei em toda a minha vida.

Eu tinha dez anos na época, e essa experiência de ver meu país em uma Copa do Mundo foi o que me inspirou a me tornar um jogador de futebol. – Sadio Mané

Thierry Henry (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Thierry Henry foi um dos maiores atletas franceses da história do futebol, sendo considerado um dos maiores atacantes da história do esporte.

Ídolo do Arsenal, Henry é um porta-voz ativo contra o racismo no futebol. Inclusive, já estampou campanha da Nike contra o racismo. Também é ativista em caridade social para crianças pobres.

Quando eu volto para casa, às vezes, mesmo quando tive um jogo incrível, sempre penso no que perdi. – Thierry Henry

Eusébio (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Eusébio foi um jogador português de futebol que colocou Portugal no mapa do futebol em 1966, sendo o artilheiro da Copa do Mundo.

Ele foi o melhor do mundo em 1965 e ganhou 2x a Chuteira de ouro de artilheiro da Europa.

Assim como Pelé, não lutava amplamente pelos direitos dos negros com a voz, mas, sim, com a bola nos pés, mostrando que o negro pode e deve vencer.

Havia um jogador que era melhor que o Pelé. Era o Garrincha. Ele tinha uma perna torta, a outra reta, normal.

Como ele fazia todas aquelas coisas com tantas dificuldades?

Ele era um paralítico! E a forma como ele jogava! Muito melhor do que todos nós! – Eusébio

Didier Drogba (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Didier Drogba é um dos maiores jogadores de futebol da história da Costa do Marfim e um dos maiores africanos também.

Ídolo do Chelsea, é creditado por ter desempenhado um papel vital em trazer a paz ao seu país após classificar sua seleção à Copa do Mundo e pedir paz na guerra.

Dividido por tensões religiosas e políticas, Drogba aproveitou um momento unificador para seu país e convidou câmeras de TV para o vestiário dos Elefantes (apelido da Seleção Marfinense), onde fez um discurso para a câmera.

O homem falou e uma nação ouviu – as eleições decorreram sem derramamento de sangue. Alguns jogadores ganham troféus. Outros inspiram as pessoas. Não é exagero dizer que Didier Drogba fez as duas coisas e ajudou a pôr fim a uma guerra civil. – Carl Anka.

Tommie Smith (Atletismo)

Divulgação
Divulgação

Tommie Smith foi um icônico velocista americano medalhista de ouro nas Olimpíadas da Cidade do México em 1968.

No posto mais alto do pódio, ele, juntamente com John Carlos, fizeram o famoso gesto Black Power, com o punho direito cerrado e erguido para o alto.

A imagem que rodou o mundo e é famosa até hoje inspirou gerações, sendo um dos momentos mais simbólicos do movimento Black Power. Não teve outros grandes resultados esportivos.

Eu não acho necessário ir a qualquer jogo para tomar uma posição só porque você está lá.

A posição é tomada de coração, e você pode fazer isso no supermercado. – Tommie Smith

Samuel Eto'o (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Samuel Eto'o é um ex-jogador de futebol de Camarões considerado um dos maiores africanos da história do futebol.

Além de jogar por clubes famosos, como Barcelona e Inter de Milão, e ganhar inúmeros títulos, colocou os africanos no patamar mais alto do futebol europeu, sendo considerado um dos melhores de sua geração.

Sofreu com o racismo na Espanha, mas não tem um grande ativismo.

Por que você acha que não devemos sonhar com uma equipe africana vencendo a Copa do Mundo pela primeira vez? As pessoas nunca permitem que esse pensamento passe por suas mentes, e é vergonhoso.

Quando você tenta dizer isso, as pessoas olham para você como se estivesse brincando, mas elas esquecem que sonhar é o primeiro passo para o sucesso. – Samuel Eto'o

John Carlos (Atletismo)

Divulgação
Divulgação

John Carlos foi um icônico velocista americano medalhista de bronze nas Olimpíadas da Cidade do México em 1968.

No pódio, ele, juntamente com Tommie Smith, fizeram um gesto que entrou para a história do esporte e inspirou uma geração de negros: a saudação Black Power, com o punho fechado e a mão para o alto.

Não teve grandes feitos esportivos além do bronze olímpico, mas entrou para a história do esporte pelo ativismo.

A questão central é que, se você ficar em casa, sua mensagem fica em casa com você.

Se você defende a justiça e a igualdade, tem a obrigação de encontrar o megafone mais poderoso possível para expressar seus sentimentos.

Não deixe que sua mensagem seja enterrada e não se enterre. – John Carlos

Arthur Ashe (Tênis)

Divulgação
Divulgação

Arthur Ashe foi o primeiro campeão do US Open da Era Aberta, ajudou a fundar a ATP e foi o primeiro negro a vencer Wimbledon.

Lutou contra o racismo no tênis quebrando a barreira da cor e dando às crianças negras americanas a oportunidade de jogar tênis, fundando programas sociais.

Essa conquista trouxe impacto significativo no sentido de acabar com a discriminação racial, especialmente no tênis.

Ao refutar gradualmente a crença na separação de cores, ele criou novas oportunidades para a geração mais jovem.

Conquistas de Arthur Ashe

  • Arthur Ashe se destacou como estudante, formando-se em primeiro lugar em sua turma no ensino médio.
  • Ele foi o único jogador de tênis negro a vencer Wimbledon (1975) e o U.S. Open (1968).
  • Participou da Davis Cup em várias ocasiões, sendo membro em 1963, 1965-1970, 1975, 1977-1978, e capitão nos anos de 1966, 1967, 1971.
  • Tornou-se o primeiro afro-americano a alcançar a posição de número 1 do mundo no tênis.
  • Recebeu doutorados honorários de diversas instituições de ensino superior ao longo de sua vida.
  • Foi o primeiro afro-americano selecionado para a equipe de Davis Cup dos EUA em 1963.
  • Além de seus feitos acadêmicos, Ashe conquistou três títulos de Grand Slam em simples durante sua carreira.
  • Assumiu a presidência da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais) em 1974.
  • Destacou-se como capitão da equipe da Davis Cup em 1981.
  • Seu legado no tênis foi reconhecido com a entrada no Hall da Fama do Tênis em 1985.

Comece onde você está. Use o que você tem. Faça o que você pode. – Arthur Ashe

Leônidas da Silva (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Leônidas da Silva foi o primeiro negro artilheiro de uma Copa do Mundo de futebol (1938). Ele é o inventor da bicicleta, um dos movimentos mais plásticos do futebol e considerado o mais bonito gol que se pode fazer.

É considerado um dos mais importantes atacantes que o Brasil produziu na primeira metade do século XX. Em sua época não havia um forte ativismo político-social em prol dos direitos dos negros.

Então, Leônidas mostrava o valor dos negros sendo exemplo de bom jogador, ajudando a diminuir o preconceito e dar aos mais jovens orgulho à pele preta.

Eu fui bom, mas Pelé é melhor. – Leônidas da Silva

Wilt Chamberlain (Basquete)

Divulgação
Divulgação

Wilt Chamberlain foi um dos maiores jogadores da história da NBA. Ele está no Hall da Fama do Basquete, tem 72 recordes na NBA e foi 2x campeão da maior liga de basquete do mundo.

Fez parte do lendário Harlem Globetrotters, um clube de basquete que fazia apresentações em formato de show ao redor do mundo.

Não teve um ativismo a causa da comunidade negra e, inclusive, denunciou o Partido dos Panteras Negras e outros movimentos nacionalistas negros no final dos anos 1960.

A decisão de Wilt de permanecer distante do Movimento dos Direitos Civis foi fortemente criticada tanto por jogadores quanto por ativistas importantes na época.

Conquistas de Wilt Chamberlain

  • Calouro do Ano (1959-60)
  • MVP do Jogo das Estrelas da NBA (1960)
  • 4× MVP (1959-60, 1965-66, 1966-67, 1967-68)
  • 7× Primeiro Time da All-NBA (1960-62, 1964, 1966-68)
  • 3× Segundo Time da All-NBA (1963, 1965, 1972)
  • 2× Campeão da NBA (1967, 1972)
  • 1× MVP das Finais (1972)
  • 2× Primeiro Time Defensivo (1972-73)
  • Ingressou no Hall da Fama do Basquete Naismith Memorial (1978)
  • Um dos 50 Maiores Jogadores da História da NBA (1996)
  • Classificado como o sexto Maior Jogador na História da NBA no Time do 75º Aniversário da NBA (2021)

Tudo é formador de hábito, então certifique-se de que o que você faz é o que você deseja estar fazendo. – Wilt Chamberlain

Mo Farah (Atletismo)

Divulgação
Divulgação

Sir Mo Farah é um maratonista inglês nascido na Somália considerado um dos maiores corredores de todos os tempos.

Suas 10 medalhas de ouro o colocaram no mais alto patamar do esporte, sendo 4x campeão olímpico e 6x campeão mundial.

É um dos atletas de maior sucesso na história do atletismo.

Eu trabalho muito duro pelo que faço. Para alcançar o que alcancei, levei metade da minha vida para conseguir o que conquistei.

E as pessoas pensarem que tomei um atalho, não é correto e não é justo. – Mo Farah

Marcus Rashford (Futebol)

Divulgação
Divulgação

Marcus Rashford é um jogador inglês de futebol que, apesar de ser um talento das categorias de base do Manchester United e da Seleção Inglesa, foi elogiado por usar sua plataforma digital para ser um ativista político e filantropo para impulsionar mudanças sociais.

Ele é um ativista contra o racismo, a falta de moradia e a fome infantil no Reino Unido. Ele teve seus esforços reconhecidos por organizações dentro e fora do esporte.

Para mim, às vezes é mais importante ter um desempenho bom nos treinos e saber que estou melhorando do que marcar gols em um jogo. É fazer o trabalho árduo, dia após dia. – Marcus Rashford

Michael Johnson (Atletismo)

Divulgação
Divulgação

Michael Johnson foi um velocista 4x campeão olímpico e 8x campeão mundial de atletismo. Ao longo de sua carreira, deteve os recordes mundiais e olímpicos nos 200m e 400m, bem como o recorde mundial nos 400m indoor.

Ele também já teve o melhor tempo do mundo nos 300 m. Johnson é geralmente considerado um dos maiores e mais consistentes velocistas da história do atletismo.

Inclusive, Johnson é o único atleta masculino a vencer as provas de 200m e 400m nas mesmas Olimpíadas, que aconteceu em 1996.

Honrarias de Michael Johnson

  • Atleta do Ano da IAAF: 1996, 1999
  • Atleta do Ano em Atletismo Masculino: 1990, 1996
  • Prêmio Jesse Owens: 1994, 1995, 1996
  • Atleta do Ano pela Associated Press: 1996
  • Prêmio ESPY de Melhor Atleta Masculino de Atletismo: 1994, 1996, 1997, 2000
  • Prêmio James E. Sullivan: 1996
  • Troféu Internacional Jesse Owens: 1996, 1997

Você não pode controlar o que o outro atleta vai fazer; você não pode controlar nada além da sua competição e de como você executa a corrida ou a tarefa. – Michael Johnson

Althea Gibson (Tênis e Golfe)

Divulgação
Divulgação

Althea Gibson foi a primeira tenista negra a ganhar um Grand Slam de Tênis, quando venceu Roland Garros (1956).

No ano seguinte, venceu também Wimbledon e US Nationals (precursor do US Open). Ela quebrou a barreira do tênis que era visto como um esporte da elite branca. Entrou para o Hall da Fama do Tênis. Também foi treinadora de Venus e Serena Williams.

Ela é uma das maiores jogadoras que já existiu”, disse Bob Ryland, tenista contemporâneo e ex-técnico de Vênus e Serena Williams.

“Acho que ela venceria as irmãs Williams”.
“Seu caminho para o sucesso foi desafiador (devido ao racismo), mas nunca a vi desistir. – disse Billie Jean King.

Para qualquer um ela foi uma inspiração pelo que ela foi capaz de fazer em uma época em que era extremamente difícil jogar tênis se você fosse negro. – disse o ex-prefeito de Nova York, David Dinkins.

No início da década de 1960, ela também se tornou a primeira jogadora negra a competir profissionalmente no golfe.

Estou honrada por ter seguido passos tão grandes. Suas realizações prepararam o terreno para o meu sucesso e, através de jogadores como eu, Serena e muitos outros que virão, seu legado continuará vivo. – disse Venus Williams.

Alice Coachman (Atletismo)

Divulgação
Divulgação

Alice Coachman foi a primeira mulher negra a conquistar a medalha de ouro em Olimpíadas (1948).

Ela venceu o salto em altura. De origem humilde, Alice mal tinha onde treinar, pois as leis de segregação racial impediam que negros treinassem junto aos brancos.

Além disso, treinava descalça correndo em estradas de terra e utilizava de improviso, como panos e cordas para simular a vara do salto em altura.

Nos Jogos Olímpicos de 1996, em Atlanta, foi homenageada como um dos 100 maiores atletas olímpicos até então.

Eu sempre acreditei que poderia fazer qualquer coisa que eu propusesse em minha mente. – Alice Coachman

Ordem dos atletas

  1. Muhammad Ali (Boxe)
  2. Lewis Hamilton (Fórmula 1)
  3. Bill Russell (Basquete)
  4. Simone Biles (Ginástica)
  5. Usain Bolt (Atletismo)
  6. Kareem Abdul-Jabbar (Basquete)
  7. Kobe Bryant (Basquete)
  8. Mike Tyson (Boxe)
  9. Pelé (Futebol)
  10. Michael Jordan (Basquete)
  11. LeBron James (Basquete)
  12. Floyd Mayweather Jr. (Boxe)
  13. Anderson Silva (MMA)
  14. Jon Jones (MMA)
  15. Ronnie Coleman (Fisiculturismo)
  16. Tiger Woods (Golfe)
  17. Stephen Curry (Basquete)
  18. Jesse Owens (Atletismo)
  19. Serena Williams (Tênis)
  20. Neymar (Futebol)
  21. Ronaldinho Gaúcho (Futebol)
  22. Carl Lewis (Atletismo)
  23. Marta (Futebol)
  24. Magic Johnson (Basquete)
  25. Garrincha (Futebol)
  26. Shaquille O'Neal (Basquete)
  27. Venus Williams (Tênis)
  28. Vinicius Junior (Futebol)
  29. George Weah (Futebol)
  30. Liliam Thuram (Futebol)
  31. Cafu (Futebol)
  32. Formiga (Futebol)
  33. Romário (Futebol)
  34. Tim Duncan (Basquete)
  35. Rebeca Andrade (Ginástica)
  36. Sadio Mané (Futebol)
  37. Thierry Henry (Futebol)
  38. Eusébio (Futebol)
  39. Didier Drogba (Futebol)
  40. Tommie Smith (Atletismo)
  41. Samuel Eto'o (Futebol)
  42. John Carlos (Atletismo)
  43. Arthur Ashe (Tênis)
  44. Leônidas da Silva (Futebol)
  45. Wilt Chamberlain (Basquete)
  46. Mo Farah (Atletismo)
  47. Marcus Rashford (Futebol)
  48. Michael Johnson (Atletismo)
  49. Althea Gibson (Tênis e Golfe)
  50. Alice Coachman (Atletismo)

Você ama esportes? Confira alguns que o Esportelândia cobre:

  1. Surf
  2. Fisiculturismo
  3. Automobilismo
  4. Artes marciais
  5. Atletismo
  6. Basquete
  7. Tênis
  8. Vôlei