A situação financeira do bicampeão mundial da F1, Emerson Fittipaldi não parece nada boa. Desta vez, o ex-piloto recebeu uma punição da Justiça de São Paulo por conta de uma dívida de R$ 691.618,51.

Fittipaldi não cumpriu um acordo feito em 2016

De fato, o bicampeão mundial da Fórmula 1 tem uma dívida referente um aluguel de imóvel na Lapa, em São Paulo, onde Fittipaldi possuía uma concessionária de veículos. O processo foi aberto em 2014, dois anos depois, o ex-piloto reconheceu a dívida na Justiça e fechou um acordo para quitar o débito em apenas um pagamento com 30% de desconto.

No entanto, Fittipaldi não cumpriu o acordo feito em 2016, dessa forma o processo foi se estendendo com o passar dos anos. A defesa do paulista alegou que “a crise financeira e os insucessos de alguns negócios levaram a essa trágica situação”.

Justiça penhora milhas de Fittipaldi

Porém, mesmo a defesa do campeão alegando problemas financeiros, o proprietário do imóvel em questão acabou descobrindo uma viagem de Fittipaldi com sua família até Doha.

Fittipaldi não cumpre acordo e justiça encontra meio curioso pra punir o bicampeão da F1
Emerson Fittipaldi e Sebastian Vettel em Abu Dhabi no Emirados Árabes Unidos em 2022. Foto: Icon Sport.

Mesmo com questões financeiras em aberto, foi o próprio Emerson que revelou a viagem até Doha por meio de suas redes sociais. Dessa forma, a Justiça penhorou as milhas aéreas de todos os programas de fidelidade que o paulista possui:

Até o alcance do valor correspondente ao total do crédito aqui perseguido (R$ 691.618,51)”. Sobre o recebimento do pagamento da dívida em milhas, o documento menciona que “sequer há certeza acerca da existência dos valores a receber pela [parte] executada”, afirmou o juiz Paulo Baccarat Filho.

Problemas financeiros recorrentes

Já são conhecidos os problemas financeiros de Emerson Fittipaldi com a justiça paulista. De acordo com informações do GE, o ex-piloto é alvo de mais de 60 ações judiciais em São Paulo, sendo assim, o bicampeão mundial acumula mais de R$ 27 milhões em dívidas.

No ano de 2022, Emmo também sofreu com problemas parecidos, quando vários de seus carros e troféus foram penhorados devido a dívidas com uma empresa de eventos.

Foto destaque: Icon Sport