Sócrates, Marcelinho Carioca e Cássio e mais 7! Confira o top 10 dos maiores ídolos do Corinthians em todos os tempos

Você já parou para pensar quais são os melhores jogadores da história do Corinthians? Com certeza, esse é um assunto que rende uma boa conversa de boteco, não é mesmo?

Decidimos entrar nessa discussão e relacionamos os 10 maiores ídolos do Timão em todos os tempos!

São mais de 100 anos de história do clube, uma galeria incontável de troféus e inúmeros jogadores importantes que se tornaram ídolos ao longo da história do Corinthians. 

Portanto, as escolhas que determinaram as posições do nosso ranking levam em conta a carreira do jogador, a história dele no clube, títulos, números individuais e importância para a instituição no período em que atuava.

Confira o top 10 de maiores jogadores do Corinthians em todos os tempos!

Maiores jogadores da história do Corinthians

  1. Sócrates
  2. Marcelinho Carioca
  3. Cássio
  4. Rivelino
  5. Neto
  6. Luizinho
  7. Ronaldo Fenômeno
  8. Neco
  9. Teleco
  10. Wladimir

Wladimir (10° lugar)

Wladimir, ex-jogador do Corinthians
Wladimir atuou nas décadas de 70 e 80 com a camisa do Corinthians

Começando a nossa lista, temos um dos maiores ícones da história do Corinthians em diversos aspectos. Considerado o maior lateral-esquerdo da história do clube, Wladimir também é o jogador com mais atuações com a camisa alvinegra, 803 jogos.

Além do domínio na posição e a qualidade com a bola nos pés,  tornou-se exemplo a ser seguido de raça e dedicação durante as duas passagens que teve pelo Corinthians, de 1972 até 1985 e em 1987.

Wladimir passou por momentos determinantes da história do clube, como a conquista do Campeonato Paulista de 1977, tirando o Corinthians da fila sem títulos que durava quase 23 anos. Além disso, era um dos expoentes da Democracia Corintiana, importante movimento político para o Corinthians e para o Brasil. 

Além dos 803 jogos disputados, Wladimir marcou 32 gols e conquistou 4 Campeonatos Paulistas (1977, 1979, 1982, 1983) e estará para sempre eternizado na categoria de maiores ídolos do Corinthians. 

Teleco (9° lugar)

Teleco, ex-jogador do Corinthians
Teleco marcou época com a camisa alvinegra

Uriel Fernandes, também conhecido como Teleco, talvez não seja tão popular como outros nomes da lista, muito por conta do período em que atuou. 

Teleco foi jogador do Corinthians de 1934 até 1944, período em que o Brasil e o mundo viviam intensas crises políticas e o futebol ainda não era tão difundido no país.

Apesar disso, os números do atacante o credenciam para essa posição. Ele é dono de um recorde que nunca foi superado dentro do clube. O atacante marcou incríveis 257 gols em 250 jogos disputados com a camisa alvinegra, média de 1,02 gol por partida, maior inclusive que a marca de Pelé, que obteve 0,93 gols de média em sua carreira.

O insaciável faro de gol do atacante foi determinante para que ele alcançasse a artilharia de 5 Campeonatos Paulistas, em 1935, 1936, 1937, 1939 e 1941. Além disso, seus gols foram importantíssimos para a conquista de 4 títulos paulistas, em 1937, 1938, 1939 e 1941.

Neco (8° lugar)

Neco, ex-jogador do Corinthians
Neco, à direita, foi o primeiro ídolo do Corinthians

Já se passaram mais de 100 anos desde o primeiro título relevante conquistado pelo Corinthians. Esse fato ocorreu em 1914, quando o clube se sagrou campeão paulista de forma invicta, 4 anos após a formação do clube. 

Entre os nomes que participaram da campanha, Manuel Nunes, o Neco, certamente é o mais relevante. O atacante foi fundamental para a conquista do primeiro título, sendo artilheiro da competição com 12 gols marcados. 

O atacante marcou mais de 240 gols em 296 jogos disputados pelo Corinthians, média de quase um gol por jogo, número que o torna o quarto maior artilheiro da história do clube.

Além de participar da “inauguração” da sala dos troféus do Corinthians, Neco ainda foi importantíssimo para a conquista de mais 7 títulos estaduais, em 1916, 1922, 1923, 1924, 1928, 1929 e 1930.

Ronaldo Fenômeno (7° lugar)

Ronaldo, ex-jogador do Corinthians
Ronaldo colecionou golaços com a camisa do Corinthians

Em questão de conquistas e partidas disputadas Ronaldo Fenômeno não tem a mesma força que outros importantes nomes da história do Corinthians.

A escolha pelo atacante na 7ª posição é pela grandeza do jogador e pela visibilidade que ele trouxe para o clube quando foi contratado.

Ronaldo é, certamente, um dos maiores jogadores da história do Brasil e do mundo. São duas Copas do Mundo no currículo e 3 eleições como melhor jogador do mundo. Além disso, ele é um dos principais artilheiros de todos os tempos da seleção e maior goleador da amarelinha em Copas do Mundo.

A chegada de Ronaldo ao Corinthians, em 2009, logo após o clube voltar para a Série A do Campeonato Brasileiro, foi uma das contratações mais marcantes do futebol nacional e foi determinante para o crescimento da instituição após o período mais conturbado da história do clube.

Ronaldo atraiu patrocínios, foi determinante em contratações de outros jogadores e mudou a marca do clube perante o mundo todo. Com ele em campo, foram 2 títulos conquistados, sendo um Paulista e uma Copa do Brasil, em 2009. Na década seguinte, o Corinthians colecionou os maiores títulos de sua história. 

Luizinho (6° lugar)

Luizinho, ex-jogador do Corinthians
Luizinho é um dos jogadores com mais anos de carreira no Corinthians

Luizinho, o “Pequeno Polegar”, é um dos nomes mais saudosos de nossa lista.  Exemplo de dedicação e amor à camisa, Luizinho atuou por mais de 23 anos no Parque São Jorge, de 1948 a1962 e 1964 a1967, ficando apenas um ano de sua carreira distante da casa corintiana.

O eterno meia corintiano marcou época em um período que o Corinthians vivia grande fase. Durante o tempo que atuou no Parque São Jorge, Luizinho conquistou 4 títulos paulistas (1951, 1952, 1954) e 3 torneios Rio-São Paulo (1950, 1953, 1954).

Ao todo foram 175 gols marcados em 606 jogos, e a segunda colocação no ranking dos jogadores que mais atuaram com a camisa do Corinthians.

Não fique restrito ao futebol! Conheça mais histórias marcantes do esporte:

Neto (5° lugar)

Neto, ex-jogador do Corinthians
Neto foi decisivo na década de 90 com a camisa do Corinthians

Irreverência, sinceridade e muita qualidade. Essas são marcas registradas da carreira de Neto e ele as carrega até os dias de hoje como comentarista de futebol na televisão brasileira. 

Considerado um dos maiores batedores de falta de todos os tempos, Neto ainda tinha muitos atributos que o qualificam para entrar na nossa lista de maiores jogadores da história do Corinthians. 

A técnica, a batida na bola, visão de jogo, raça e as grandes atuações em jogos decisivos são qualidades que simbolizam sua passagem pelo Corinthians e criaram uma relação de “paixão” com o torcedor, com ele sendo inclusive apelidado de “Xodó da Fiel”.

Declarado corintiano e porta-voz do clube em programas televisivos esportivos nos dias de hoje, Neto participou de 228 jogos com a camisa corintiana e marcou 80 gols em duas passagens, de 1989 a 1993 e de 1996 a 1997. 

Neto foi o principal jogador e grande craque do esquadrão imortal Corintiano que conquistou o primeiro título brasileiro do clube, em 1990. Além disso, Neto participou da conquista do título paulista de 1997, quando voltou ao clube já no final de sua carreira. 

Rivelino (4° lugar)

Rivelino, ex-jogador do Corinthians
Diego Maradona apontou Rivelino como maior jogador de todos os tempos

São inúmeros fatores que podem ser utilizados para determinar os maiores jogadores da história de um time. Muitas vezes alguns aspectos individuais superam as conquistas ao longo da carreira do jogador no clube, como é o caso de Rivelino.

Rivelino, o Riva, foi certamente o melhor jogador tecnicamente do Corinthians. Marcado pela qualidade inconfundível de sua perna esquerda, pelos elásticos distribuídos e pela potência na sua canhota, que foi determinante para ele receber o apelido de “Patada Atômica”, Rivelino desfilava com o manto alvinegro.

Formado na base corintiana, o meia permaneceu 9 anos na equipe profissional do time de Parque São Jorge, de 1965 até 1974, anos que o levaram para a seleção brasileira e o credenciaram ser titular absoluto da seleção canarinho na conquista do tricampeonato mundial em 1970.

Apesar da longa passagem pelo Corinthians, com 474 jogos disputados e 171 gols marcados, Rivelino conquistou apenas um título relevante com a camisa alvinegra, a Copa Rio-São Paulo de 1966, mas isso não foi o suficiente para manchar a grandiosidade do “Reizinho do Parque”. 

Cássio (3° lugar)

Cássio, jogador do Corinthians
Cássio foi decisivo na conquista da Libertadores e do Mundial do Corinthians

Único jogador ainda em atividade da nossa lista, o “Gigante” Cássio tem números grandiosos pelo Corinthians, sendo o jogador com maior número de títulos conquistados.

Cássio entrou na galeria dos grandes ídolos do Corinthians graças às suas grandes atuações individuais, prêmios e conquistas. São 8 anos de clube e mais de 480 jogos disputados, 2° goleiro com maior números de jogos e top 10 dos jogadores que mais atuaram pelo Corinthians.

São 9 títulos conquistados, sendo 4 Paulistas (2013, 2017, 2018 e 2019), 2 Brasileiros (2015 e 2017), uma Recopa Sul-Americana (2013), e a conquista da Libertadores e do Mundial em 2012, títulos em que Cássio teve participação decisiva e incontestável, o credenciando para iniciar nosso top 3. 

Marcelinho Carioca (2° lugar)

Marcelinho Carioca, ex-jogador do Corinthians
Marcelinho Carioca tinha um estilo próprio de comemoração

O “pé de anjo”, apelido que marcou a história do jogador, muito por conta da sua precisão e qualidade na batida de faltas, é certamente um dos maiores jogadores da história do Corinthians e também um dos três jogadores com maior número de títulos com a camisa corintiana.

Considerado um dos melhores batedores de falta da história do futebol, Marcelinho Carioca conquistou 4 Paulistas (1995, 1997, 1999 e 2001), uma Copa do Brasil (1995), 2 Brasileiros (1998 e 1999), um Mundial (2000) e uma  Copa Bandeirantes (1994).

Em grande parte dos títulos conquistados, Marcelinho foi decisivo. Com a camisa corintiana, foram 403 jogos disputados e 206 gols marcados, o que torna Marcelinho o quinto maior artilheiro da história do clube e merecedor dessa posição. 

Sócrates (1° lugar)

Sócrates, ex-jogador do Corinthians
Sócrates é um dos principais símbolos da historia corintiana

A importância de Sócrates para o Corinthians é tão marcante em campo como também no crescimento da instituição, visto que ele é um dos precursores de um dos mais significativos movimentos políticos da história do futebol e da vida do Corinthians, a Democracia Corintiana. 

A Democracia Corintiana marcou o clube e foi um movimento extremamente necessário para modificações que ocorreram internamente no Corinthians.

Além da questão extracampo, que simboliza muito a história do jogador, Sócrates foi, tecnicamente, um dos melhores jogadores que atuaram pelo Corinthians. 

Em sua passagem pela equipe corintiana, de 1978 até 1984, Sócrates atuou em 298 jogos e marcou 172 gols com a camisa alvinegra, sendo o oitavo maior artilheiro da história do clube. 

As atuações individuais o ajudaram a ascender na carreira, o levando até a seleção brasileira. Mas, além da questão individual, suas performances foram decisivas para a conquista de 3 títulos paulistas do clube alvinegro, em 1979, 1982 e 1983. Por essas questões, ele certamente pode ser considerado o maior jogador da história do Corinthians.

E aí, concorda com a nossa lista? Sentiu falta de alguém na relação dos melhores jogadores do Corinthians em todos os tempos? Deixe seu comentário!

E aproveite para conferir outras listas no nosso site:

*Última atualização em 21 de outubro de 2020

Comentários

Salvar
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
WhatsApp
Pin