fbpx
Saiba quem são os maiores vencedores do Campeonato Chileno, todos os goleadores, técnicos com mais títulos, história e recordes!

Você sabe quem é o maior vencedor da história do Campeonato Chileno? E o maior artilheiro?

Fique com a gente para conhecer todos os maiores campeões da história da Primeira Divisão da liga nacional do Chile. 

Nós também vamos te contar quem são os maiores goleadores, temporada a temporada, e quais são os técnicos com recorde de conquistas no Campeonato Chileno.

Então não perca tempo e venha com a gente!

Quando e como surgiu o Campeonato Chileno?

O Campeonato Chileno surgiu em 1933, quando foi criada a Liga Profissional de Futebol de Santiago, uma entidade que antecedeu a Associação Nacional de Futebol Profissional (ANFP), similar ao que é a CBF no Brasil. 

A primeira disputa de um campeonato entre os clubes profissionais do Chile, em 1933, terminou com título do Magallanes.

Em 1952, foi criada a Segunda Divisão do Campeonato Chileno. Já em 1981, foi fundada a Terceira Divisão e, em 1983, a Quarta Divisão (ambas amadoras). 

Por questões de patrocínio, o Campeonato Chileno atualmente recebe o nome oficial de Campeonato AFP PlanVital.

amazon

Saiba, a seguir, como funciona o sistema de disputa e qual é o regulamento do Campeonato Chileno!

Regras do Campeonato Chileno

Desde 2018, o Campeonato Chileno voltou a ser disputado em uma edição anual, com sistema de pontos corridos em turno e returno. Atualmente, 16 equipes disputam o Campeonato AFP PlanVital.

Um torneio de transição foi disputado em 2017, depois de a ANFP instituir, em 2013, a adoção do calendário europeu. Assim, entre 2013 e 2016, houve duas edições do Campeonato Chileno por ano, chamadas Torneio Apertura e Clausura.

Com a volta de uma edição anual, as 16 equipes se enfrentam duas vezes, totalizando 30 rodadas. O time que somar mais pontos será o campeão chileno.

Além do campeão, o vice-campeão e o terceiro colocado se classificam para a Copa Libertadores. Já do quarto ao sétimo avançam para a Copa Sul-Americana.

Os dois últimos colocados são rebaixados para a Segunda Divisão do Campeonato AFP PlanVital.

Você ama outros esportes além do Futebol? Aqui na Esportelândia também falamos sobre:

Quem é o maior campeão do Campeonato Chileno?

Colo-Colo maior campeão da história do Campeonato Chileno
Colo-Colo é o maior campeão da história do Campeonato Chileno

O maior campeão da história do Campeonato Chileno é o Colo-Colo. Desde que venceu a competição nacional do Chile pela primeira vez em 1937, o Colo-Colo somou 32 títulos chilenos.

O segundo maior vencedor do Campeonato Chileno é a Universidad de Chile, com 18 títulos, cinco a mais que a Universidad Católica.

Cobreloa, com 8 títulos nacionais, e Unión Española, com 7, vêm na sequência.

Ao todo, 16 times já venceram o Campeonato Chileno. 

Confira, a seguir, todos os campeões da história do campeonato nacional do Chile!

Maiores campeões do Campeonato Chileno

  • Colo-Colo: 32 títulos
  • Universidad de Chile: 18 títulos
  • Universidad Católica: 13 títulos
  • Cobreloa: 8 títulos
  • Unión Española: 7 títulos
  • Audax Italiano: 4 títulos
  • Magallanes: 4 títulos
  • Everton: 4 títulos
  • Santiago Wanderers: 3 títulos
  • Palestino: 2 títulos
  • Huachipato: 2 títulos
  • Santiago Morning: 1 título
  • Cobresal: 1 título
  • O’Higgins: 1 título
  • Green Cross: 1 título
  • Unión San Felipe: 1 título

Todos os campeões do Campeonato Chileno, ano a ano

Universidad de Chile campeão chileno 2018
Universidad de Chile foi o campeão chileno de 2018
  • 1933 – Magallanes
  • 1934 – Magallanes
  • 1935 – Magallanes
  • 1936 – Audax Italiano
  • 1937 – Colo-Colo
  • 1938 – Magallanes
  • 1939 – Colo-Colo
  • 1940 – Universidad de Chile
  • 1941 – Colo-Colo
  • 1942 – Santiago Morning
  • 1943 – Unión Española
  • 1944 – Colo-Colo
  • 1945 – Green Cross
  • 1946 – Audax Italiano
  • 1947 – Colo-Colo
  • 1948 – Audax Italiano
  • 1949 – Universidad Católica
  • 1950 – Everton
  • 1951 – Unión Española
  • 1952 – Everton
  • 1953 – Colo-Colo
  • 1954 – Universidad Católica
  • 1955 – Palestino
  • 1956 – Colo-Colo
  • 1957 – Audax Italiano
  • 1958 – Santiago Wanderers
  • 1959 – Universidad de Chile
  • 1960 – Colo-Colo
  • 1961 – Universidad Católica
  • 1962 – Universidad de Chile
  • 1963 – Colo-Colo
  • 1964 – Universidad de Chile
  • 1965 – Universidad de Chile
  • 1966 – Universidad Católica
  • 1967 – Universidad de Chile
  • 1968 – Santiago Wanderers
  • 1969 – Universidad de Chile
  • 1970 – Colo-Colo
  • 1971 – Unión San Felipe
  • 1972 – Colo-Colo
  • 1973 – Unión Española
  • 1974 – Huachipato
  • 1975 – Unión Española
  • 1976 – Everton
  • 1977 – Unión Española
  • 1978 – Palestino
  • 1979 – Colo-Colo
  • 1980 – Cobreloa
  • 1981 – Colo-Colo
  • 1982 – Cobreloa
  • 1983 – Colo-Colo
  • 1984 – Universidad Católica
  • 1985 – Cobreloa
  • 1986 – Colo-Colo
  • 1987 – Universidad Católica
  • 1988 – Cobreloa
  • 1989 – Colo-Colo
  • 1990 – Colo-Colo
  • 1991 – Colo-Colo
  • 1992 – Cobreloa
  • 1993 – Colo-Colo
  • 1994 – Universidad de Chile
  • 1995 – Universidad de Chile
  • 1996 – Colo-Colo
  • 1997 Apertura – Universidad Católica
  • 1997 Clausura – Colo-Colo
  • 1998 – Colo-Colo
  • 1999 – Universidad de Chile
  • 2000 – Universidad de Chile
  • 2001 – Santiago Wanderers
  • 2002 Apertura – Universidad Católica
  • 2002 Clausura – Colo-Colo
  • 2003 Apertura – Cobreloa
  • 2003 Clausura – Cobreloa
  • 2004 Apertura – Universidad de Chile
  • 2004 Clausura – Cobreloa
  • 2005 Apertura – Unión Española
  • 2005 Clausura – Universidad Católica
  • 2006 Apertura – Colo-Colo
  • 2006 Clausura – Colo-Colo
  • 2007 Apertura – Colo-Colo
  • 2007 Clausura – Colo-Colo
  • 2008 Apertura – Everton
  • 2008 Clausura – Colo-Colo
  • 2009 Apertura – Universidad de Chile
  • 2009 Clausura – Colo-Colo
  • 2010 – Universidad Católica
  • 2011 Apertura – Universidad de Chile
  • 2011 Clausura – Universidad de Chile
  • 2012 Apertura – Universidad de Chile
  • 2012 Clausura – Huachipato
  • 2013 – Unión Española
  • 2013 Apertura – O’Higgins
  • 2014 Clausura – Colo-Colo
  • 2014 Apertura – Universidad de Chile
  • 2015 Clausura – Cobresal
  • 2015 Apertura – Colo-Colo
  • 2016 Clausura – Universidad Católica
  • 2016 Apertura – Universidad Católica
  • 2017 Clausura – Universidad de Chile
  • 2017 Transición – Colo-Colo
  • 2018 – Universidad Católica

Vá além do mundo do Futebol! Confira também nossos outros conteúdos:

Quem é o maior artilheiro da história do Campeonato Chileno?

Esteban Paredes artilheiro Campeonato Chileno
Esteban Paredes persegue o título de maior artilheiro da história do Campeonato Chileno

O maior artilheiro da história do Campeonato Chileno é Francisco “Chamaco” Valdés, com 215 gols. Ele disputou a Primeira Divisão do futebol do Chile entre 1961 e 1982, por Colo-Colo, Unión Española, Santiago Wanderers, Deportes Antofagasta e Deportes Arica.

Porém, o recorde de Francisco “Chamaco” Valdés está perto de ser batido. Ainda em atividade, Esteban Paredes tem 213 gols na história do Campeonato Chileno. O atacante do Colo-Colo completou 39 anos em 1º de agosto de 2019 e ainda briga para se tornar o maior goleador da história da liga chilena.

Em 2019, Esteban Paredes igualou Pedro González, que marcou 213 gols 1988 e 2006.

Betway Brazil Sports Banners

Entre os 10 maiores artilheiros da história do Campeonato Chileno, 9 jogadores nasceram no Chile. A exceção é o argentino Oscar Fabbiani, que marcou 183 gols entre 1974 e 1988.

Confira, a seguir, quais são os maiores artilheiros da história do Campeonato Chileno e quem foram os goleadores ano a ano! 

Maiores artilheiros do Campeonato Chileno

  1. Francisco Valdés: 215 gols
  2. Pedro González: 213 gols
  3. Esteban Paredes: 213 gols
  4. Honorino Landa: 193 gols
  5. Carlos Campos: 184 gols
  6. Oscar Fabbiani: 183 gols
  7. Marcelo Corrales: 181 gols
  8. Atilio Cremaschi: 180 gols
  9. José Fernández: 174 gols
  10. Jaime Riveros: 172 gols

Todos os artilheiros do Campeonato Chileno

Lucas Barrios Colo-Colo
Lucas Barrios foi artilheiro do Campeonato Chileno por duas vezes jogando pelo Colo-Colo
  • 1933Luis Carvallo (Colo-Colo): 9 gols
  • 1934 – Carlos Giudice (Audax Italiano): 19 gols
  • 1935 – Aurelio Domínguez (Colo-Colo) e Guillermo Ogaz (Magallanes): 12 gols
  • 1936 – Hernán Bolaños (Audax Italiano): 14 gols
  • 1937 – Hernán Bolaños (Audax Italiano): 16 gols
  • 1938 – Gustavo Pizarro (Santiago Badminton): 17 gols
  • 1939 – Alfonso Domínguez (Colo-Colo): 32 gols
  • 1940 – Víctor Alonso (Universidad de Chile) e Pedro Valenzuela (Magallanes): 20 gols
  • 1941 – José Profetta (Santiago National): 19 gols
  • 1942 – Domingo Romo (Santiago National): 16 gols
  • 1943 – Luis Machuca (Unión Española) e Víctor Mancilla (Universidad Católica): 17 gols
  • 1944 – Alfonso Domínguez (Colo-Colo) e Juan Alcántara (Audax Italiano): 19 gols
  • 1945 – Hugo Giorgi (Audax Italiano), Juan Zárate (Green Cross) e Ubaldo Cruche (Universidad de Chile): 17 gols
  • 1946 – Ubaldo Cruche (Universidad de Chile): 25 gols
  • 1947 – Apolonides Vera (Santiago National): 17 gols
  • 1948 – Juan Zárate (Audax Italiano): 22 gols
  • 1949 – Mario Lorca (Unión Española): 20 gols
  • 1950 – Félix Díaz (Green Cross): 21 gols
  • 1951 – Carlos Tello (Audax Italiano) e Rubén Aguilera (Santiago Morning): 21 gols
  • 1952 – René Meléndez (Everton): 32 gols
  • 1953 – Jorge Robledo (Colo-Colo): 26 gols
  • 1954 – Jorge Robledo (Colo-Colo): 25 gols
  • 1955 – Nicolás Moreno (Green Cross): 27 gols
  • 1956 – Guillermo Villarroel (O’Higgins): 19 gols
  • 1957 – Gustavo Albella (Green Cross): 23 gols
  • 1958 – Carlos Verdejo (Deportes La Serena) e Gustavo Albella (Green Cross): 23 gols
  • 1959 – José Benito Ríos (O’Higgins): 22 gols
  • 1960 – Juan Falcón (Palestino): 21 gols
  • 1961 – Honorino Landa (Unión Española) e Carlos Campos (Universidad de Chile): 24 gols
  • 1962 – Carlos Campos (Universidad de Chile): 34 gols
  • 1963 – Luis Hernán Alvarez (Colo-Colo): 37 gols
  • 1964 – Daniel Escudero (Everton): 25 gols
  • 1965 – Héctor Scandolli (Rangers): 25 gols
  • 1966 – Felipe Bracamonte (Unión San Felipe) e Carlos Campos (Universidad de Chile): 21 gols
  • 1967 – Eladio Zárate (Unión Española): 28 gols
  • 1968 – Carlos Reinoso (Audax Italiano): 21 gols
  • 1969 – Eladio Zárate (Unión Española): 22 gols
  • 1970 – Osvaldo Castro (Deportes Concepción): 36 gols
  • 1971 – Eladio Zárate (Universidad de Chile): 25 gols
  • 1972 – Fernando Espinoza (Magallanes): 25 gols
  • 1973 – Guillermo Yávar (Unión Española): 21 gols
  • 1974 – Julio Crisosto (Colo-Colo): 28 gols
  • 1975 – Víctor Pizarro (Santiago Morning): 27 gols
  • 1976 – Oscar Fabbiani (Palestino): 23 gols
  • 1977 – Oscar Fabbiani (Palestino): 34 gols
  • 1978 – Oscar Fabbiani (Palestino): 35 gols
  • 1979 – Carlos Caszely (Colo-Colo): 20 gols
  • 1980 – Carlos Caszely (Colo-Colo): 26 gols
  • 1981 – Víctor Cabrera (San Luis), Carlos Caszely (Colo-Colo) e Luis Marcoleta (Magallanes): 20 gols
  • 1982 – Jorge Luis Siviero (Cobreloa): 18 gols
  • 1983 – Washington Olivera (Cobreloa): 29 gols
  • 1984 – Víctor Cabrera (Regional Atacama): 18 gols
  • 1985 – Ivo Basay (Magallanes): 19 gols
  • 1986 – Sergio Salgado (Cobresal): 18 gols
  • 1987 – Osvaldo Hurtado (Universidad Católica): 21 gols
  • 1988 – Juan José Oré (Deportes Iquique) e Carlos Gustavo de Luca (Deportes La Serena): 18 gols
  • 1989 – Rubén Martínez (Cobresal): 25 gols
  • 1990 – Rubén Martínez (Colo-Colo): 22 gols
  • 1991 – Rubén Martínez (Colo-Colo): 23 gols
  • 1992 – Aníbal González (Colo-Colo): 24 gols
  • 1993 – Marco Antonio Figueroa (Cobreloa): 18 gols
  • 1994 – Alberto Acosta (Universidad Católica): 33 gols
  • 1995 – Aníbal González (Palestino) e Gabriel Caballero (Deportes Antofagasta): 18 gols
  • 1996 – Mario Vener (Santiago Wanderers): 30 gols
  • 1997 Apertura – David Bisconti (Universidad Católica): 15 gols
  • 1997 Clausura – Rubén Vallejos (Deportes Puerto Montt) e Richart Báez (Universidad de Chile): 10 gols
  • 1998 – Pedro González (Universidad de Chile): 23 gols
  • 1999 – Mario Núñez (O’Higgins): 34 gols
  • 2000 – Pedro González (Universidad de Chile): 26 gols
  • 2001 – Héctor Tapia (Colo-Colo): 24 gols
  • 2002 Apertura – Sebastián González (Colo-Colo): 18 gols
  • 2002 Clausura – Manuel Neira (Colo-Colo): 14 gols
  • 2003 Apertura – Salvador Cabañas (Audax Italiano): 18 gols
  • 2003 Clausura – Gustavo Biscayzacú (Unión Española): 21 gols
  • 2004 Apertura – Patricio Galaz (Cobreloa): 23 gols
  • 2004 Clausura – Patricio Galaz (Cobreloa): 19 gols
  • 2005 Apertura – Héctor Mancilla (Huachipato), Álvaro Sarabia (Deportes Puerto Montt) e Joel Estay (Everton): 13 gols
  • 2005 Clausura – Cristian Montecinos (Deportes Concepción), César Díaz (Cobresal) e Gonzalo Fierro (Colo-Colo): 13 gols
  • 2006 Apertura – Humberto Suazo (Colo-Colo): 19 gols
  • 2006 Clausura – Leonardo Monje (Universidad de Concepción): 17 gols
  • 2007 Apertura – Humberto Suazo (Colo-Colo): 18 gols
  • 2007 Clausura – Carlos Villanueva (Audax Italiano): 20 gols
  • 2008 Apertura – Lucas Barrios (Colo-Colo): 19 gols
  • 2008 Clausura – Lucas Barrios (Colo-Colo): 18 gols
  • 2009 Apertura – Esteban Paredes (Santiago Morning): 17 gols
  • 2009 Clausura – Diego Rivarola (Santiago Morning): 13 gols
  • 2010 – Milovan Mirosevic (Universidad Católica): 19 gols
  • 2011 Apertura – Matias Urbano (Unión San Felipe): 12 gols
  • 2011 Clausura – Esteban Paredes (Colo-Colo): 14 gols
  • 2012 Apertura – Emanuel Herrera (Unión Española), Enzo Gutiérrez (O’Higgins) e Sebastián Ubilla (Santiago Wanderers): 11 gols
  • 2012 Clausura – Sebastián Sáez (Audax Italiano): 13 gols
  • 2013 Transición – Javier Elizondo (Deportes Antofagasta) e Sebastián Saéz (Audax Italiano): 14 gols
  • 2013-2014 Apertura – Luciano Vázquez (Ñublense): 11 gols
  • 2013-2014 Clausura –  Esteban Paredes (Colo-Colo): 16 gols
  • 2014-2015 Apertura – Esteban Paredes (Colo-Colo): 12 gols
  • 2014-2015 Clausura – Esteban Paredes (Colo-Colo) e Jean Paul Pineda (Union La Calera): 11 gols
  • 2015-2016 Apertura – Marcos Riquelme (Palestino): 11 gols
  • 2015-2016 Clausura – Nicolás Castillo (Universidad Católica): 11 gols
  • 2016-2017 Apertura – Nicolás Castillo (Universidad Católica): 13 gols
  • 2016-2017 Clausura – Felipe Mora (Universidad de Chile): 13 gols
  • 2017 Transición – Bryan Carrasco (Audax Italiano): 10 gols
  • 2018 – Esteban Paredes (Colo-Colo): 19 gols

Que jogador venceu mais vezes o Campeonato Chileno?

Luis Mena jogador com mais títulos do Campeonato Chileno
Luis Mena foi decacampeão do Campeonato Chileno jogando pelo Colo-Colo

Luis Mena é o jogador com mais títulos na história do Campeonato Chileno, com um total de 11 conquistas, todas com o Colo-Colo entre 1996 e 2014. 

Mena é seguido por Johnny Herrera e David Henríquez, com 9 títulos.

Goleiro com passagem pelo Corinthians, Herrera conquistou 8 títulos com a Universidad de Chile e um com o Everton. Já Henríquez teve 8 títulos com Colo-Colo e um com a Universidad Católica.

Qual técnico tem mais títulos do Campeonato Chileno?

Luis Álamos treinador mais títulos do Campeonato Chileno
Luis Álamos foi tetracampeão do Campeonato Chileno pela La U e ainda levou um título pelo Colo-Colo

Luis Álamos é o treinador com mais títulos na história do Campeonato Chileno, com 5 conquistas. As quatro primeiras (1959, 1962, 1964 e 1965) foram no comando da Universidad de Chile, enquanto o quinto título veio como técnico do Colo-Colo.

Os também chilenos Arturo Torres e Luis Santibáñez conquistaram 4 títulos do Campeonato Chileno como treinadores, assim como o argentino Claudio Borghi.

Com 3 títulos da liga chilena estão vários técnicos estrangeiros: o húngaro Francisco Platko, o croata Mirko Jozic, o paraguaio Gustavo Benítez e o argentino Jorge Sampaoli. 

amazon

Além deles, os treinadores chilenos Pedro Morales e Nelson Acosta conquistaram 3 títulos do Campeonato Chileno.

Treinadores com mais títulos do Campeonato Chileno

  • Luis Álamos: 5
  • Arturo Torres: 4
  • Luis Santibáñez: 4
  • Claudio Borghi: 4
  • Francisco Platko: 3
  • Pedro Morales: 3
  • Mirko Jozic: 3
  • Gustavo Benítez: 3
  • Nelson Acosta: 3
  • Jorge Sampaoli: 3

Times que vão disputar o Campeonato Chileno (Campeonato Nacional AFP PlanVital) na temporada 2019/2020

  • Audax Italiano
  • Cobresal
  • Colo-Colo
  • Coquimbo Unido
  • Curicó Unido
  • Deportes Antofagasta
  • Deportes Iquique
  • Everton
  • Huachipato
  • O’Higgins
  • Palestino
  • Unión Española
  • Unión La Calera
  • Universidad Católica
  • Universidad de Chile
  • Universidad de Concepción

Agora que você já sabe tudo do Campeonato Chileno e pode se considerar expert no Campeonato AFP PlanVital, aproveite para conhecer também todos os detalhes de outros dos principais torneios de futebol do mundo:

*Última atualização em 16 de agosto de 2019

Betway Brazil Sports Banners
Ficha Técnica
Título
Campeonato Chileno: campeões, artilheiros e como funciona
Resumo
Saiba quem são os maiores vencedores do Campeonato Chileno, todos os goleadores, técnicos com mais títulos, história e recordes!
Autor

Comentários

Salvar