Nos aproximamos do GP do Azerbaijão, que irá ocorrer nesse fim de semana, dos dias 10 a 12 de junho. Um circuito que particularmente é um dos preferidos desse escritor que vos fala. A saber, o circuito de Baku consegue reunir curvas estreitas de um circuito de rua, com a velocidade dos autódromos.

Embora já esteja no calendário desde 2016, apenas em 2017 passou a ser chamado GP do Azerbaijão. Anteriormente, era conhecido como GP da Europa. Sendo assim, separamos algumas informações sobre esse traçado, para que você tenha uma prévia do desafio que os 20 pilotos vão enfrentar nessa etapa da Fórmula 1 2022.

Circuito de Baku City

Assim sendo, o circuito fica localizado na cidade de Baku, no Azerbaijão. País situado entre a Rússia e o Irã. Também conhecido por suas grandes reservas de petróleo. Com o intuito de criar uma pista de Fórmula 1 nesse país. O engenheiro alemão Herman Tilke foi o responsável por desenhar esse traçado.

Traçado de da pista – Foto: Motorsport Images

A pista tem seis quilômetros de extensão e mistura retas onde os carros podem atingir até 340 Km/h. Além disso, o circuito vai mesclar curvas estreias e abertas com 10 metros de diferença. A curva mas larga tem 18 metros, e a mais estreita, apenas 8.

Conheça o circuito de Baku

A princípio, o circuito com 20 curvas oferece muitas oportunidades de ultrapassagem. No entanto as primeiras quatro curvas oferecem um ângulo de ataque em 90° graus. Sendo assim, é o trecho em que os pilotos precisam ser impecáveis na hora de frear e tracionar o carro. A primeira curva. especificamente, o piloto precisa reduzir de uma velocidade de mais de 320Km/h. Dessa forma, a pressão da força G, exige um bom preparo físico dos pilotos. Acompanhe no vídeo abaixo, Nico Rosberg, primeiro vencedor dessa pista, guiando pelo circuito de Baku.

Logo após a quinta curva, o circuito parece que muda de figura. As ruas largas e curvas abertas dão espaço ao circuito de ruas estreitas e sinuosas. Destaque para as curvas 8, 9 e 10. Onde qualquer erro, joga o carro diretamente no muro.

Circuito de Baku
Curvas 8, 9 e 10. Circuito de Baku – Foto – Divulgação Red Bull/ Baku City Circuit
  • Acompanhe o onboard de Max Verstappen, correndo no circuito de Baku, pela Red Bull em 2017

.

Momentos marcantes no GP do Azerbaijão

Portanto, esse traçado caótico oferece corridas memoráveis. O primeiro a vencer nessa pista foi Nico Rosberg, em 2016, no até então, GP da Europa. No entanto, um dos momentos mais marcantes foi o choque proposital entre Sebastian Vettel e Lewis Hamilton. O alemão jogou o carro para cima do britânico, em um tom de reclamação após a freada brusca de Hamilton durante o Safety Car, que ocasionou um choque entre os dois carros. Dessa forma, o alemão recebeu uma punição de 10 segundos.

E por fim, o mais recente em 2021. Logo após a relargada, Hamilton não conseguiu frear na primeira curva, e foi parar na linha de escape. Esse erro deu a vitória para Sergio Pérez.

Foto destaque: Motorsport Images