Saiba tudo sobre Anthony Davis: os times, os prêmios, os números, o salário no Lakers, a parceria com LeBron e sua história na NBA

“Fear The Brow”, diz o slogan sobre Anthony Davis. De fato, o pivô dá motivos de sobra para temê-lo dentro de quadra, mas não tem nada a ver com a sua monocelha. Ele é o mais completo jogador da NBA atualmente.

Alto, ágil e habilidoso, Davis é capaz de pontuar de qualquer lugar da quadra. Na defesa, sua ótima colocação se combina com sua envergadura e uma velocidade lateral descomunal para criar uma máquina de tocos.

Unanimidade na NBA, “The Brow” (“O Monocelha”) foi praticamente uma exigência de LeBron James no Lakers, para se ter noção de sua moral na Liga.  Ao lado do Rei, “AD” levou a franquia da Califórnia de volta à disputa por títulos.

No texto a seguir, contamos os fatos e números de sua carreira, e como conquistou o posto de parceiro ideal de LeBron em Los Angeles.

Quem é Anthony Davis?

Anthony Davis é, sem dúvidas, o melhor pivô da NBA nos dia de hoje. Nascido em Chicago e draftado pelo New Orleans Pelicans, atua desde 2019 pelo Los Angeles Lakers.

AD, como é conhecido na Liga, é um fenômeno desde que nela entrou, em 2012. Vice na disputa de calouro do ano (perdendo para Damian Lillard), o jogador entrou para o All-Star Game em seu segundo ano e não saiu mais. Chegou a ser eleito MVP do evento em 2017 quando bateu o recorde de pontos marcados (53).

Pelo New Orleans Pelicans, superou todas as altas expectativas. Pontuou, defendeu e até armou o time. Tanto que foi buscar maiores voos numa das maiores franquias da NBA.

É que Davis foi feito para jogar basquete nos dias de hoje, em que pivôs tem de trabalhar tanto dentro quanto fora do garrafão. Chega a ser engraçado pensar que ele jogou fora de posição na adolescência, e que quase largou o basquete.

anthony davis lakers
Davis foi o cestinha do Lakers na temporada regular de 2019/2020.

Como Anthony Davis começou no basquete

Você já ouviu falar da escola Perspective Charter? Não? Fica tranquilo, ninguém conhecia também. Pelo menos não antes de Anthony Davis entrar na NBA.

A pequena escola de Chicago foi onde o jogador deu seus primeiros e difíceis passos, ou melhor dizendo, arremessos. Com pouquíssima estrutura para esportes, o colégio não tinha um ginásio próprio ou mesmo uniformes suficientes para a temporada do High School Basketball.

Então, o na época armador de 15 anos e 1,88 m, jogando sempre fora de casa, com uniformes do avesso dia sim dia não e sem um mísero olheiro o observando, pensou que talvez aquilo não fosse para ele.

De fato não era, se “aquilo” for a estrutura do Perspective Charter, que curiosamente é uma referência no desenvolvimento de alunos da área de exatas. Será que é por isso que o jovem AD tinha um visual meio nerd?

Foi só pela AAU, liga amadora dos EUA, que Davis conseguiu de fato mostrar o seu talento. E que talento. Entre diversos convites de Universidade o jovem, já deslocado para o garrafão, escolheu a tradicional Kentucky.

Na mosca: no primeiro ano, marcou mais de 14 pontos e pegou mais de 10 rebotes por partida, além de uma assustadora média de tocos acima dos 4  por jogo. Ah, e também conquistou o título da NCAA de 2012.

Seu período universitário não deu nem para o cheiro, muito menos o seu tempo sentado durante o Draft de 2012. Foi logo a primeira escolha geral, feita pelo New Orleans Pelicans, que na época ainda era o New Orleans Hornets.

Anthony Davis em atuação na NCAA
A média de eficiência dos arremessos de Davis em Kentucky era abusrda: 62,3% (Jonathan Daniel/Getty Images)

História de Anthony Davis na NBA

Dois fatos que você precisa saber sobre o começo de Anthony Davis na NBA: desenvolvimento rápido e muitas lesões.

Ao passo que ganhava corpo e peso para encarar o pegado garrafão da Liga Norte-americana, AD seguia aprimorando seu jogo de pernas para os lances fora dele. Talvez isso tenha criado um certo desequilíbrio que, nos dias de hoje, parece resolvido.

É só olhar para a média de pontos e jogos de seus primeiros anos. Entre 2012 e 2016, subiu sua paulatinamente sua produção de 13,5 para 24 pontos por partida, mas em nenhum desses anos sequer bateu 70 jogos.

Na verdade, Davis só fez mais de 70 partidas em duas das suas sete temporadas pelo Pelicans, em 2016/2017 e 2017/2018. Curiosamente, foram os anos em que mais produziu ofensivamente, ambos com média acima dos 28 pontos por jogo.

Em uma dessas temporadas (2018), foi aos playoffs e ainda subiu sua produção para 30 pontos de média, mas ainda assim foi eliminado pelo Warriors na segunda rodada.

A temporada 2018/2019 foi seu derradeira em New Orleans. Já com a cabeça em Los Angeles, para onde quase foi na pré-temporada, Davis atuou em apenas 56 jogos. Mesmo assim fez sua terceira melhor média pela franquia (25 PPJ).

Anthony Davis no New Orleans Pelicans
AD também liderou a NBA em tocos em 2014, 2015 e em 2018

Anthony Davis no Los Angeles Lakers

Protagonizando uma troca que mandou Brandon Ingram e Lonzo Ball — além de uma porção de escolhas de Draft — para New Orleans, Anthony Davis enfim chegou ao Lakers em 2019.

Sua adaptação foi rápida, acelerada pelo acolhimento pessoal de LeBron James na pré-temporada, com direito a jantares na casa do Rei e o “direito” à camisa 23 que usava no Pelicans. AD topou a comida; a 23 deixou para o seu legítimo dono.

O encaixe de Davis na equipe de Los Angeles surpreendeu um total de zero pessoas. Se aproveitando da fase “armador” de LeBron, o pivô tomou conta do garrafão e virou uma opção sólida para basicamente qualquer tipo de jogada ofensiva.

Poste baixo, poste alto, ponte aérea, transição, pick’n’roll, zona morta, que seja: era bola no Monocelha que ele matava. Nessa pegada, teve média de 26 pontos na temporada regular de 2019/2020. Nos playoffs da “bolha”, subiu a produção para 29 por partida.

Sua versatilidade, seu volume de jogo e seu poder de decisão foram imprescindíveis para a volta do Lakers a uma final de NBA, o que não acontecia desde 2010.

Com atuações brilhantes, Anthony Davis ajudou LeBron James a conduzir os Lakers aos seu 17º título na NBA, igualando o recorde do Boston Celtics.

LeBron James e Anthony Davis no Los Angeles Lakers
LeBron James e Anthony Davis formam uma dupla de jogadores de físicos “impossíveis”

Vá além do Basquete! Confira também:

Times de Anthony Davis

  • New Orleans Pelicans (2012-2019)
  • Los Angeles Lakers (2019-)

Títulos de Anthony Davis

  • NCAA (2012)
  • Jogos Olímpicos (2012)
  • Copa do Mundo FIBA (2014)
  • NBA (2020)

Prêmios de Anthony Davis

  • MVP NBA All-Star Game (2017)
  • NBA All-Star (2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019, 2020)
  • All-NBA/ 1º Time (2015, 2017, 2018, 2020
  • All-Defensive/ 1º Time (2018, 2020)
  • All-Defensive/ 2º Time (2015, 2017)
  • NBA All-Rookie/ 1º Time (2013)

Estatísticas e números de Anthony Davis

  • Minutos por jogo: 34,4
  • Aproveitamento de arremessos de quadra: 50,3%
  • Aproveitamento de arremesso de 3 pontos: 33%
  • Aproveitamento em lances livres: 84,6%
  • Pontos por jogo: 26,1
  • Rebotes por jogo: 9,3
  • Assistências: 3,2
  • Tocos por jogo: 2,3
  • Roubos de bola por jogo: 1,5

Você pode conferir as estatísticas completas e aprofundadas de Anthony Davis no site oficial da NBA.

Recordes de Anthony Davis

  •  Líder em Tocos da NBA (2014, 2015, 2018)
  • Maior cestinha da história do All-Star Game (2017)
  • Primeiro jogador do New Orleans Pelicans a marcar 28+ pontos em seis jogos consecutivos (2013)

Biografia e curiosidades de Anthony Davis

  • Nome completo: Anthony Marshon Davis Jr.
  • Data de nascimento: 11/03/1993
  • Local de nascimento: Chicago, Illinois
  • Altura: 2,08 m
  • Peso: 115 kg

Qual o salário de Anthony Davis?

Em 2019, Anthony Davis firmou contrato de dois anos com o Los Angeles Lakers no valor de US$ 55.844.794. Seu salário inicial anual é de mais de US$ 27 milhões.

  • 2019/20 – US$27.093.019
  • 2020/21 – US$28.751.775

Depois de conhecer a história de Anthony Davis, aproveite para conhecer mais sobre outras estrelas da NBA:

*Última atualização em 11 de outubro de 2020

Comentários

Salvar
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
WhatsApp
Pin