Conheça as regras do karatê em competições e também nas Olimpíadas! Saiba como são as lutas e as apresentações em equipe 

Você sabia que há dois formatos de competição diferentes no karatê?

Remessa Online

Para entender melhor como cada um deles funciona, o melhor caminho é conhecendo as regras do karatê.

Aqui, vamos explicar como funcionam as duas modalidades: kumite e kata.

Venha com a gente e acabe com suas dúvidas!

Regras do karatê: modalidades kumitê e kata

Há duas modalidades principais de karatê, chamadas kata e kumite. Para a compreensão das regras do karatê, é preciso entender com elas são divididas. Confira!

Kata 

Nesta modalidade, não há contato físico. Cinco juízes atribuem pontos ao carateca de acordo com o seu desempenho, com base na execução correta e na velocidade dos movimentos. 

Há também as apresentações em trios, em que deve ser observada a sincronia entre os membros da equipe. 

A competição nesta modalidade lembra o que acontece na ginástica artística.

Kumite 

Kumite é a modalidade que coloca dois caratecas em combate. As lutas duram de dois a cinco minutos. 

Os pontos são atribuídos aos golpes desferidos variando, inclusive, o valor da pontuação dependendo da área do corpo do adversário que foi atingida.

Regras do Karatê na modalidade Kumite

Regras do Karatê Kumitê
Karatê Kumite é aquele em que efetivamente ocorre uma luta

O kumite é a modalidade do karatê que coloca dois atletas em combate. Veja, a seguir, quais são as regras aplicadas nas lutas!

Objetivo do karatê

O objetivo é somar mais pontos que o adversário. A luta só é encerrada antes do fim do tempo regulamentar caso um atleta abra oito pontos de vantagem.

Tatame do karatê

Os combates do kumitê acontecem em um tatame quadrangular, em que cada lado tem 8 metros de largura.

Duração da luta no karatê

A luta do karatê tem um round com duração de 3 minutos nos combates masculinos. Já as lutas femininas e juvenis têm um round de 2 minutos.

Como funcionam as lutas no karatê

Inicialmente, os atletas devem fazer a saudação entre eles, além de saudar o árbitro.

Remessa Online

A luta é iniciada pelo comando do árbitro, quando ele fala “hajime”.

A marcação de pontos deve ser feita com golpes limpos, potentes e de qualidade técnica.

Assim como no judô, as pontuações são divididas entre yuko, waza-ari e ippon:

  • Yuko: 1 ponto. Corresponde a um soco na área do abdômen, do peito, do rosto ou costas.
  • Waza-ari: 2 pontos. Equivale a um chute nas áreas das costas, do abdômen ou do peito, ou chute nas laterais do tronco.
  • Ippon: 3 pontos. Ao contrário do judô, não encerra a luta. Corresponde a um chute na cabeça ou nas laterais do pescoço ou uma queda seguida de um ataque tecnicamente correto. É importante ressaltar que a pontuação pelo soco no rosto é dada pela técnica, e não pela força. Não é permitido machucar o adversário.

Caso um atleta abra oito pontos de vantagem, a luta será encerrada antes de o tempo ser esgotado.

Depois de uma técnica ser aplicada, o árbitro central deve paralisar a luta e o cronômetro. Logo em seguida, deve observar a reação dos quatro juízes posicionados nos cantos do tatame, com bandeiras vermelhas e azuis.

Se dois ou mais juízes concordarem, será assinalada a pontuação para o carateca.

Se um competidor pontua com mais de uma técnica consecutiva antes de o árbitro paralisar a luta, será considerada a técnica válida de maior valor, independentemente da sequência das técnicas. 

Por exemplo, se um chute é dado após um golpe de punho, será pontuado o chute, já que este vale mais.

Penalidades e punições no karatê

De acordo com as regras de lutas do karatê, é proibido:

Remessa Online
  • Técnicas que façam contato excessivo, tendo em vista a área pontuável atacada, e técnicas que façam contato com a garganta;
  • Ataques aos braços ou pernas, virilhas, articulações ou peito do pé; 
  • Ataques à face com técnicas de mão aberta; 
  • Técnicas de projeção perigosas ou proibidas;
  • Sair da área de competição quando a saída não for causada pelo oponente; 
  • Colocar-se em perigo por comportamento indulgente, no qual se expõe a ser lesionado pelo oponente, ou falha nas medidas adequadas para auto-proteção;
  • Evitar o combate, como forma de impedir que o oponente tenha a oportunidade de pontuar;
  • Não tentar entrar em combate – passividade. (Não pode ser dado nos últimos 15 segundos da luta);
  • Clinchar, agarrar, empurrar ou ficar peito a peito sem tentar uma técnica válida ou queda;
  • Agarrar o oponente com ambas as mãos por qualquer razão que não seja uma queda, agarrando a perna do oponente durante um chute;
  • Agarrar o braço ou karate-gi com uma mão sem imediatamente tentar pontuar com uma técnica válida ou queda;
  • Executar técnicas, que, por sua natureza, não possam ser controladas quanto à segurança do oponente; bem como realizar ataques perigosos e descontrolados;
  • Simular ataques com a cabeça, joelhos ou cotovelos;
  • Falar ou provocar o oponente, não obedecer às ordens do árbitro, e ainda usar de comportamento descortês com os oficiais ou incorrer em outras faltas de etiqueta.

Há três níveis de advertências (chukoku, keikoku e hansoku chui), que servem para que o competidor saiba que violou as regras da competição, mas sem a imposição imediata de uma penalidade.

Há dois tipos de penalidades (hansoku e shikkaku). Ambos causam ao competidor que violar as regras a desclassificação do combate (hansoku) do combate e de todo o torneio (shikkaku).

Vá além das Artes Marciais! Confira também:

Regras do Karatê na modalidade Kata

Regras do Karatê Kata
Competições de Kata podem ser disputadas por equipes com três atletas

A competição de Kata pode ser tanto individual quanto por equipes, formadas por três atletas.

Não há competições mistas. Ou seja, cada equipe é exclusivamente masculina ou feminina. 

Como funciona o Kata

Ao avaliar o desempenho de um competidor ou equipe, os juízes avaliarão tanto a performance técnica quanto a performance atlética. 

Nas apresentações, os karatecas precisam mostrar técnica, velocidade nos movimentos e controle dos golpes. Em competições por equipes, a sincronia entre os competidores também é avaliada.

Sistema de pontuação 

Na pontuação do kata, são eliminadas as duas notas mais altas e as duas mais baixas, respectivamente para desempenho técnico e desempenho atlético, e, em seguida, é calculada a pontuação total. 

Remessa Online

Há peso de 70% para o desempenho técnico e 30% para o desempenho atlético.

O desempenho técnico e o desempenho atlético recebem pontuações separadas usando a mesma escala de 5 a 10. 

A nota 5 representa a pontuação mais baixa possível para um Kata permitido, enquanto 10 representa um desempenho perfeito. 

A performance é avaliada desde a saudação, no início do Kata, até a saudação final.

Há perda de pontos caso um atleta: 

  • Perca o equilíbrio; 
  • Realize um movimento de forma incorreta;
  • Faça um movimento não sincronizado;
  • Deixe a faixa frouxa;
  • Provoque perda de tempo, como com uma saudação uma pausa muito prolongada antes de iniciar a apresentação.

Desclassificação no Kata

Um competidor ou uma equipe podem ser desclassificados por qualquer uma das razões a seguir: 

  • Realizar um Kata errado ou anunciar um Kata errado; 
  • Fazer uma pausa muito perceptível ou parar a performance; 
  • Não saudar no início ou no final da performance do Kata; 
  • Interferir na função dos juízes (tal como o juiz ter que se mover por questão de segurança, ou fazer contato físico com um juiz); 
  • Deixar a faixa cair durante a performance; 
  • Exceder o limite do tempo total de cinco minutos; 
  • Afrouxamento da faixa ao ponto de ficar solta do quadril; 
  • Não seguir as instruções do juiz chefe ou outra má conduta.

Na Olimpíada de Tóquio em 2020, hás as duas modalidades no karatê, tanto o kumite quanto o kata. As regras observadas aqui valerão para a disputa de medalhas nos Jogos Olímpicos.

Agora que você sabe tudo sobre as regras do karatê, fique por dentro de outras artes marciais:

*Última atualização em 23 de janeiro de 2020

Comentários

Salvar