Conheça as técnicas de defesa e ataque com as mãos e os pés. Veja como fazer os golpes de karatê e as pontuações de chutes e socos

Você sabe o nome dos golpes de karatê? Conhece as técnicas da arte marcial e como elas são aplicadas?

Para descobrir tudo sobre os golpes de karatê, aqui é o lugar certo!

Vamos apresentar as técnicas de ataques e defesas com as mãos e também os ataques realizados com os pés. Você saberá o nome de todas as técnicas e o que eles significam.

Venha com a gente!

Técnicas e golpes do Karatê

Regras do Karatê Kumitê
Karatê Kumite é aquele em que efetivamente ocorre uma luta e são aplicados golpes no oponente

No Karatê, existem duas modalidades diferentes: kata e kumite. Enquanto a primeira envolve apresentações individuais e em equipes sem contato físico, a segunda é aquela que coloca os karatecas em combate.

Independentemente da modalidade, os movimentos de golpes devem ser bem executados para que os juízes avaliem positivamente no kata ou para superar o adversário no kumite.

As técnicas do karatê são baseadas em ataque ou defesa usando diferentes partes do corpo: pés, punhos, cotovelos, joelhos.

Confira abaixo os golpes do karatê e seus significados!

Ataque com as mãos (te-waza) no Karatê

  • Seiken Tiudan Zuki: Soco no Estômago
  • Seiken Jôdan Zuki: Soco no Rosto
  • Seiken Guedan Zuki: Soco Baixo
  • Seiken Ago Uti: Soco no Queixo
  • Seiken Mawashi Uti: Soco Contorno
  • Uraken Shômen Uti: Soco invertido Frontal
  • Uraken Shita Uti: Soco invertido no Estômago
  • Hiji Uti: Cotovelada no Rosto
  • Hiji Uti – Oroshi: Cotovelada para Frente
  • Hiji Otoshi – Uti: Cotovelada de Cima para Baixo
  • Shuto Sakotsu – Uti: Cotovelada na Clavícula
  • Shuto Yoku Uti: Cotovelada na Frente
  • Shuto Uti – Uti: Gancho no Pescoço
  • Shotei Uti – Komi: Ataque Palma da Mão

Defesa com as mãos (uke – waza) no Karatê

  • Jodan Uke: Defesa Superior para Soco
  • Tiudan Soto Uke: Defesa de Fora para Dentro
  • Tiudan Uti Uke: Defesa de Dentro para Fora
  • Guedan Barai: Defesa Inferior
  • Tiudan Uti Uke Guedan Barai: Defesa Dupla (cima e baixo)

Ataque com os Pés (Ashi – Waza) no Karatê

  • Mae Keague: Chute Elevado Perna Dura
  • Uti Mawashi: Chute de Dentro para Fora
  • Soto Mawashi: Chute de Fora para Dentro
  • Kin Gueri: Chute Baixo (Ponto Vital)
  • Hiza Gueri: Joelhada Frontal
  • Mae Gueri: Chute Frontal
  • Yoko Gueri: Chute Lateral
  • Kansetsu Gueri: Chute Lateral Baixo
  • Tiudan Mawashi Gueri: Chute Contorno Parte Mediana
  • Jodan Mawashi Gueri: Chute Contorno Parte Superior
  • Ushiro Gueri: Chute para Trás
  • Tobi Mae Gueri: Chute Frontal Voador
  • Tobi Yoko – Gueri: Chute Voador
  • Tobi Mawashi Gueri: Chute Contorno Voador
  • Tobi Hiza Gueri: Chute Joelhada Voadora
  • Tobi Soto Mawashi: Chute de Fora para Dentro Voador
  • Tobi Uti Mawashi: Chute de Dentro para Fora Voador
  • Ushiro Mawashi: Chute Giratório para Trás
  • Kaiten – Soto Mawashi: Chute Giratório de Fora para Dentro
  • Kaiten Uti Mawashi: Chute Giratório para Fora

Vá além das artes marciais! Confira também outros conteúdos:

Como aprender a fazer os golpes de Karatê

Técnicas e golpes com as mãos no karatê
Técnicas e golpes com as mãos no karatê são mais ágeis que chutes

No início da história do karatê, os ataques com os pés consistiam em técnicas de golpes com a parte frontal e a lateral. Também eram usados os joelhos. À medida em que a arte marcial evoluiu, passaram a ser usados também os golpes circulares.

Para aprender a executar as técnicas de chute do karatê, o praticante deve levantar a perna com o joelho articulado. O giro da cintura provoca a finalização do golpe com o deslocamento do pé até o corpo do oponente.

Embora possam causar danos maiores aos adversários em uma luta, os chutes não são tão utilizados quanto as técnicas de soco no karatê. Isso acontece porque as lutas demandam ações rápidas, e os golpes com as mãos são técnicas mais ágeis que aquelas aplicadas com os pés.

Para ser eficiente em golpes de chute, o karateca deve medir bem a distância até o adversário, além de ser preciso no momento do ataque. Caso una eficiência e precisão, o golpe com os pés tende a ser muito poderoso num combate.

No karatê, especificamente na modalidade kumite, os golpes com os pés têm pontuação maior do que aqueles aplicados com as mãos. Confira as pontuações logo abaixo!

Pontuações dos golpes do Karatê

Golpes de Karatê
Pontuação dos golpes de karatê passa por yukô, waza-ari e ippon

No Karatê, a marcação de pontos deve ser feita com golpes limpos, potentes e de qualidade técnica.

Assim como no judô, as pontuações são divididas entre yuko, waza-ari e ippon:

  • Yuko: 1 ponto. Corresponde a um soco na área do abdômen, do peito, do rosto ou costas.
  • Waza-ari: 2 pontos. Equivale a um chute nas áreas das costas, do abdômen ou do peito, ou chute nas laterais do tronco.
  • Ippon: 3 pontos. Ao contrário do judô, não encerra a luta. Corresponde a um chute na cabeça ou nas laterais do pescoço ou uma queda seguida de um ataque tecnicamente correto. É importante ressaltar que a pontuação pelo soco no rosto é dada pela técnica, e não pela força. Não é permitido machucar o adversário.

Caso um atleta abra oito pontos de vantagem, a luta será encerrada antes de o tempo ser esgotado.

Depois de uma técnica ser aplicada, o árbitro central deve paralisar a luta e o cronômetro. Logo em seguida, deve observar a reação dos quatro juízes posicionados nos cantos do tatame, com bandeiras vermelhas e azuis.

Se dois ou mais juízes concordarem, será assinalada a pontuação para o carateca.

Se um competidor pontua com mais de uma técnica consecutiva antes de o árbitro paralisar a luta, será considerada a técnica válida de maior valor, independentemente da sequência das técnicas. 

Por exemplo, se um chute é dado após um golpe de punho, será pontuado o chute, já que este vale mais.

Ficou alguma dúvida? Confira as explicações sobre todas as regras do karatê!

Agora que você já conhece todos os golpes do karatê e as técnicas com as mãos e os pés, aproveite para ficar por dentro de outras artes marciais:

*Última atualização em 29 de janeiro de 2020

Comentários

Salvar
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
WhatsApp
Pin