Aurélio Fernandez Miguel nasceu em São Paulo em 10 de março de 1964 e é um dos maiores nomes do judô brasileiro.

Com uma trajetória marcada por conquistas olímpicas e mundiais, ele se destacou tanto como atleta quanto como figura pública.

Aurélio Miguel é uma figura icônica do judô brasileiro, cujas conquistas e trajetória inspiram atletas e entusiastas do esporte.

Sua dedicação, tanto no tatame quanto na vida pública, reflete seu compromisso com o desenvolvimento do esporte e com o bem-estar da sociedade.

Seu legado continua a influenciar o judô brasileiro e a promover a importância do esporte como ferramenta de transformação social.

Este texto explora sua jornada desde os primeiros passos no judô até suas realizações políticas e seu legado no esporte.

Infância e primeiros passos de Aurélio Miguel

Aurélio Miguel começou a praticar judô aos quatro anos por recomendação médica para minimizar os efeitos de uma doença respiratória.

Aos sete anos, já competia em torneios, demonstrando um talento precoce para a modalidade. Aos oito, conquistou seu primeiro título no Torneio Budokan, na categoria pré-mirim.

Ascensão rápida

Em 1983, Aurélio se tornou o primeiro brasileiro a conquistar o título do Campeonato Mundial Júnior, realizado em Porto Rico.

Sua ascensão no cenário do judô foi rápida e impressionante, levando-o a disputar a seletiva para os Jogos Olímpicos de Los Angeles em 1984, embora não tenha participado devido a uma decisão dos dirigentes da modalidade.

Ouro em Seul 1988

A consagração de Aurélio Miguel veio nos Jogos Olímpicos de Seul, em 1988. Competindo na categoria meio-pesado, ele conquistou a primeira medalha de ouro do judô brasileiro em uma final memorável contra o alemão Marc Meiling, vencida com um yuko. Esta vitória histórica marcou um ponto de virada para o judô no Brasil.

Bronze em Atlanta 1996

Em 1996, nos Jogos Olímpicos de Atlanta, Aurélio Miguel voltou ao pódio, conquistando a medalha de bronze na mesma categoria.

Com isso, ele se tornou o primeiro judoca brasileiro a ganhar duas medalhas olímpicas, consolidando ainda mais seu legado no esporte.

Carreira e legado de Aurélio Miguel

Ao longo de sua carreira, Aurélio Miguel acumulou uma série de títulos importantes. Ele ganhou medalhas em Mundiais, Jogos Pan-Americanos e outros torneios internacionais. Entre suas principais conquistas estão a medalha de prata no Mundial do Canadá em 1993 e o ouro no Mundial Universitário da França em 1984.

Aposentadoria e vida política

Aurélio Miguel aposentou-se das competições em 2001 e passou a se dedicar à vida política e aos bastidores do esporte.

Em 2004, foi eleito vereador da cidade de São Paulo, onde focou em políticas públicas voltadas para o esporte e a educação. Seu envolvimento com a política visava retribuir ao esporte tudo o que ele lhe proporcionou.

Acusações e investigações

Em 2013, a evolução patrimonial de Aurélio Miguel chamou a atenção da imprensa e do público. A “Folha de S. Paulo” reportou que seu patrimônio havia crescido significativamente durante seu mandato como vereador, o que gerou investigações e debates sobre sua atuação política e financeira.