Honorato relembrou os momentos de dificuldades enfrentados na vida pessoal e profissional após a emocionante classificação contra a Itália no Pré-Olímpico.

Atualmente no Joinville Vôlei, Honorato confessou ter suplicado a Deus por ajuda, uma vez que não conseguia mais prosseguir sozinho. Confira.

Honorato desabafa após classificação no Pré-Olímpico

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Henrique Honorato (@honoratohenrique)

Com uma vitória que lavou a alma, alguns membros da Seleção Brasileira de vôlei abriram seus corações para compartilhar os sacrifícios recentemente realizados.

Um deles foi o atleta do Joinville Vôlei e da Seleção Brasileira. O ponteiro revelou que passou por um momento complicado.

Nossa equipe passou por um período muito difícil. Todos sabem como foi nossa jornada, mas tudo isso nos fortaleceu e nos preparou para enfrentar esse tiebreak. Na verdade, todos esses obstáculos aumentaram nossa determinação.

Nossa equipe foi incrivelmente guerreira, nunca desistimos. Nós, brasileiros, temos isso em nosso sangue, nunca desistimos.

“Minha família que me apoiou nos momentos difíceis”, relembra Honorato

Com destaque para os 19 pontos de Darlan contra a tradicional Itália, o Brasil assegurou sua vaga em Paris 2024.

Honorato fez parte do grupo que garantiu a vaga olímpica, jogando também neste domingo (8) contra os vice-campeões olímpicos do Rio 2016.

Quero agradecer a todos que torceram por nós, minha família, que me apoiou nos momentos difíceis, meus amigos, e especialmente, à minha namorada Alice, que também está na Bulgária lutando por uma vaga nas Olimpíadas.

Você ama outros esportes além de vôlei? Aqui na Esportelândia também falamos sobre:

“Não conseguia mais seguir”, desabafa Honorato em pleno Maracanãzinho

Divulgação/Olympics
Divulgação/Olympics

Enfim, tenho muitos agradecimentos, mas acima de tudo, agradeço a Deus. Porque, sinceramente, sem Deus, não sou nada.

Naquele dia em que me senti derrotado, orei a Ele e pedi forças, porque não conseguia mais seguir. Deus me deu a força que eu precisava e asas para voar.

O Espírito Santo estava conosco hoje, toda a equipe, e tivemos sucesso. Agora é em Paris… um beijo mãe, pai, meu amor… Obrigado a todos! – finalizou Henrique Honorato, atleta do Joinville Vôlei e Seleção Brasileira.

Que tal se aprofundar no mundo esportivo e saber mais da modalidade? Confira aqui no Esportelândia: