Após um período afastada por conta de uma lesão no joelho, a capitã do Fluminense, Lara Nobre, retornou às quadras em fevereiro. E, aos poucos, vem assumindo um papel de destaque na equipe.

Lara tem a chance de ser decisiva a partir de agora, que começam os play-offs da Superliga Feminina de Vôlei. Inclusive, nesta terça-feira (26). Já que a equipe carioca enfrenta o Gerdau Minas, fora de casa.

O duelo é o primeiro das quartas de final da Superliga Feminina de Vôlei. Já o segundo será no Rio de Janeiro, no próximo final de semana. Em caso de uma vitória para cada lado, haverá a terceira partida.

Lara revela suas inspirações no vôlei

Em entrevista exclusiva ao Esportelândia, Lara, capitã do Fluminense, revelou quais eram suas inspirações no vôlei brasileiro. E citou três nomes de peso:

Eu gostava muito da Walewska. Sempre me inspirei muito nela. E Thaisa, Gattaz, todas essas que foram para as Olimpíadas, são campeões olímpicas“, disse a atleta.

A lesão de Lara no Fluminense

A capitã do Fluminense lesionou o ligamento cruzado e o menisco do joelho esquerdo no início de junho do ano passado, quando treinava com a Seleção Brasileira no Japão.

Após a cirurgia, iniciou o tratamento em uma clínica em São Paulo e sua reapresentação ao clube aconteceu em outubro. O retorno aos treinos foi no início deste ano e primeira partida, em fevereiro, no clássico contra o Sesc Flamengo.

Quer saber mais sobre o que anda acontecendo no vôlei brasileiro? Acesse nossos outros conteúdos sobre o esporte: